Após mais um dia de ajustes no Centro de Treinamento da Barra Funda, o técnico Diego Aguirre concedeu entrevista coletiva nesta sexta-feira (18) e projetou o clássico contra o Santos que será disputado no próximo domingo (20), no Morumbi, válido pela sexta rodada do Campeonato Brasileiro.

“Não sei em comparação com Santos como estamos, mas é um jogo muito importante. Vai ser muito bom para o time que vencer. Além de ser um clássico, significa muito para a posição na tabela e para o futuro, pegar confiança. É um jogo que temos de jogar como uma final”, avaliou o treinador.

Com sete pontos em cinco jogos, o Tricolor ocupa a 12ª colocação – uma vitória e quatro empates. “Eu preferiria ter mais pontos, sem ter invencibilidade. Temos de voltar a vencer. Tomara que esse jogo do Santos possa iniciar a sequência de vitórias, para dar a tranquilidade que estamos precisando. É um detalhe não ter perdido, temos de ganhar. Não é suficiente apenas não perder”, disse o comandante, que acrescentou.

“O São Paulo é um time de vitórias. Somos conscientes disso. Pensamos no jogo do Santos como um jogo especial por tudo o que significa e pelo momento”, analisou Aguirre, que também falou sobre o momento da equipe são-paulina na temporada.

“Estamos tentando manter uma base de time. Podemos fazer algumas mudanças, mas gosto também de ter um time titular. Às vezes os rendimentos não me dão convicção total, e aí tenho de dar chances aos outros jogadores. Estou tentando encontrar um time base, mas se analisar os últimos jogos do São Paulo têm uma base. Não tenho uma decisão tomada que tem de jogar sempre os mesmos, porque acredito em um time base que joga a maioria das partidas”, opinou o técnico, que emendou.

“Também tenho de motivar, porque se o jogador fica um mês fora fica longe do seu nível. Ainda mais aqui com muitos jogos. Depois do Santos teremos seis jogos quarta e domingo. É difícil manter. Atletas machucam e têm dificuldades. Já tenho um time, mas com algumas posições onde não vejo muita diferença entre um jogador ou outro. Praticamente a base do time está definida e dependendo de alguns casos do adversário muita coisa influencia na decisão”, finalizou.

Site Oficial