Confira como o São Paulo avalia a próxima janela

Depois de um 2017 marcado por intensa troca no elenco, o São Paulo já convive com rumores sobre vendas e contratações na principal janela internacional de transferências, com movimentação que deve se intensificar ainda durante a Copa do Mundo. Mas a promessa da diretoria é de mais equilíbrio, tanto nas saídas quanto nas chegadas.

A busca por reforços tem, a princípio, o lado financeiro como um dos primeiros pontos a serem considerados, já que é uma política do presidente Carlos Augusto de Barros e Silva zerar a dívida, atualmente de R$ 93 milhões, até o final da gestão, em 2020. Ao mesmo tempo, os dirigentes não escondem a necessidade de negociar jogadores para encher os cofres. Nesse cenário, o LANCE! aponta o que pensa o Tricolor sobre os principais casos já comentados a respeito do clube na janela de transferências:

Paulo Henrique Ganso – Situação: monitoramento 
Comprado pelo Sevilla por 9,5 milhões de euros (R$ 34,4 milhões na época) em julho de 2016, o meia pouco teve oportunidades nas duas temporadas no time espanhol. O seu caso é acompanhado de perto pela diretoria do São Paulo, mas a situação atual não passa de um monitoramento. E não há grande esperança hoje no clube de que esse quadro se alterará em breve.

Por mais que a qualidade e a identificação do jogador de 28 se encaixem no perfil que Raí, diretor executivo de futebol, deseja, o entrave é financeiro. O Tricolor chegou bem próximo ao orçamento traçado como limite para contratações com a recente chegada do atacante Everton, por R$ 15 milhões. Como Ganso pede alto, o Sevilla não deve ser procurado tão cedo.

Rodrigo Caio – Situação: aguardando ofertas 
Há um consenso entre representantes do zagueiro e a diretoria de que chegou o momento de sua negociação. Os dois lados têm recebido indicações de que uma oferta, ao menos, próxima da multa rescisória de 18 milhões de euros (R$ 78 milhões), mesmo sem a presença do jogador na Seleção Brasileira que vai para a Copa do Mundo.

Foram retomados no São Paulo os rumores em relação ao Real Sociedad. No começo do ano, o clube espanhol se mostrou disposto a arcar com os 18 milhões de euros. Na época, a negociação não andou somente por opção de Rodrigo Caio, que preferiu seguir no Brasil para ter mais chance de ser chamado por Tite. Agora, o defensor de 24 anos está mais disposto a mudar de ideia e se tornar uma das vendas necessárias no cofre tricolor.

Cueva – Situação: analisando ofertas 
Apesar da cautela nas declarações públicas dos dirigentes, já é dado como quase certo que a despedida do camisa 10 no São Paulo foi com a expulsão na vitória por 1 a 0 sobre o Rosario Central, na semana passada. O peruano foi liberado para acompanhar o nascimento do filho e antecipar sua preparação para a Copa do Mundo. Será uma surpresa se voltar da Rússia para treinar no CT da Barra Funda.

Os dirigentes se mostram abertos a ofertas e analisam interesses, na expectativa de conseguir cerca de 8 milhões de euros (quase R$ 35 milhões). Neste ano, já ocorreram sondagens da Rússia, uma oferta de 7 milhões de euros (R$ 27,8 milhões na época) do Al-Hilal, da Arábia Saudita, e a mais recente proposta oficial veio da China, com valor superior, mas forma de pagamento que não agradou ao próprio jogador. Há sinais de que movimentações nesses valores chegarão.

Lucas – Situação: apenas um sonho 
Em janeiro, uma das primeiras ações de Raí como direto executivo de futebol foi procurar o Paris Saint-Germain para saber as condições de tê-lo no São Paulo. Mas o clube francês o negociou por 25 milhões de euros (R$ 98,7 milhões na época) em janeiro com o Tottenham, da Inglaterra. Assim, embora haja um constante contato com Lucas, a sua volta ao clube que o revelou não passa de um projeto futuro no momento.

Militão – Situação: saída próxima 
A proposta de renovação de contrato por três anos, com um pacote de R$ 15 milhões, não foi sequer respondida ainda pelos representantes do jogador de 20 anos. O seu vínculo se encerra em janeiro e, apesar da ciência de que ele é monitorado por clubes como o Manchester City, os dirigentes já nem se mostram animados em lucrar com sua saída imediata, diante da dificuldade na negociação desde 2017.

Em julho, Militão já pode acertar um pré-contrato para sair de graça ao final da temporada. Se seus empresários dão claros sinais de que o querem na Europa só no ano que vem, o São Paulo se anima com o jogador, que tem mostrado empenho e nenhuma influência em campo de sua indefinição. Por isso, alguns dirigentes se conformam já com a ideia de apenas aproveitá-lo em campo nesta temporada.

Marcos Guilherme – Situação: saída próxima 
Representantes do jogador e o São Paulo já se mostram cientes de que ele vive suas últimas semanas no clube. O meia-atacante está emprestado pelo Atlético-PR até 30 de junho, e o time paranaense, que já abriu mão do acordo verbal de deixá-lo no Tricolor por mais seis meses, não aceita cedê-lo por menos do que os 3 milhões de euros (aproximadamente R$ 13 milhões) estipulados em contrato por metade de seus direitos econômicos.

O São Paulo fez uma oferta abaixo desse valor e já avisou que não chegará à quantia exigida pelos curitibanos. A situação vem causando desconforto entre todos os envolvidos na negociação e, apesar de Marcos Guilherme ter exposto que deseja ficar no Tricolor, seu time do coração, o mais provável no momento é que ele mude de ares. Corinthians, Flamengo, Cruzeiro e Atlético-MG já procuraram o Atlético-PR para saber sua situação.

Júnior Tavares – Situação: aguardando ofertas 
O São Paulo tinha convicção de que o Rennes pagaria os 2,5 milhões de euros (R$ 10,8 milhões) acordados depois de ver Júnior Tavares treinando por 20 dias na França. Mas o clube europeu avaliou que o jogador de 21 anos, no momento, vale menos do que foi estipulado e, por isso, ele voltou ao Tricolor.

Ainda assim, há uma convicção de que novas propostas aparecerão pelo lateral-esquerdo. O técnico Diego Aguirre pode utilizá-lo e, caso agrade, os interessados serão ouvidos pela diretoria. Os representantes do atleta e o clube concluíram que sua saída neste momento será proveitosa.

Arboleda – Situação: deve ficar 
O São Paulo está ciente de sondagens e interesses de clubes europeus pelo zagueiro e, por isso, tentou se proteger com a recente renovação de seu contrato até junho de 2022. Arboleda está entre os nomes que Raí deseja segurar o máximo que puder para tê-lo como base do time de Aguirre.

Lucas Fernandes – Situação: analisando opções 
O meia de 20 anos conta com o apoio de André Jardine, auxiliar e conselheiro próximo de Diego Aguirre, para receber mais oportunidades dentro de campo. Mas os dirigentes não descartam a ideia de emprestá-lo para que evolua com ritmo de jogo e retorne mais pronto. As possibilidades que aparecerem para Lucas Fernandes serão analisadas.

Shaylon – Situação: deve ficar 
Em fevereiro, o São Paulo renovou o contrato de Shaylon até 2022, mas o jogador foi sendo menos utilizado ao longo do meses. Apareceram clubes brasileiros interessados em seu empréstimo e a ideia foi levada a Aguirre, que vetou sua saída. A princípio, o jogador de 21 anos fica.

L!

Anúncios

27 comentários

  1. Doentes por Futebol

    Verified account

    @DoentesPFutebol
    52m52 minutes ago
    More
    Buffon anunciou que sábado será sua última partida pela Juventus. 🧤

    O goleiro ainda não definiu se o seu futuro será fora dos gramados ou defendendo outra equipe.

    Faltou esse aqui que, segundo Jorge Oswaldo Nicola Pascoal numa parceria entre Rádio Bogotá e FoFox Sports, pode aparecer no segundo semestre pra realizar o sonho de jogar no Brasil.

    Curtido por 2 pessoas

  2. Boa tarde

    Domingo, o jogo é na nossa casa. Não pode entrar com 3 volantes e 3 zagueiros.
    Dá para fazer um: 343 ou um 433

    343:
    Sidao
    Militao, Arboleda. R. Caio
    MG. Shylom Liziero Reinaldo
    Nenê, Everton, Ds9
    Acho meio torto, mas teria a qualidade na saída de bola com Shylom; e ótima reposição pelos lados.

    433
    Sidao
    Mil. Arb. R caio Reinaldo
    Jucilei. Liziero, Nenê (meia)
    MG. Everton, Ds9

    Curtir

  3. Cadê as ofertas do exterior que não chegam? Como o Leco vai pagar as dívidas? Rodrigo Caio, Júnior Tavares, Cueva, Diego Souza, Hudson, Edimar, Bruno estão numa espera interminável. É um martírio para eles, para a diretoria e a torcida. Parece que virão ofertas apenas para desmontar o time, saindo Militão e Arboleda. E o Brenner, convocado para “couver” de Firmino nos treinos da seleção na Granja Comary, vai entrar na dança? Enquanto isso, o São Paulo invicto vai despencando no Brasileirão: 7º, 5º, 7º, 10º e 12º lugar na tabela. Será que a reviravolta será contra o Santos no Morumbi? Só nos resta falar, aguardar e torcer – é o que temos feito há anos, em vão!

    Curtir

  4. O Militão tem muita resistência e força física e tecnicamente se mostra um jogador relativamente comum.

    Usado adequadamente dentro de um modelo de jogo apropriado, taticamente se mostraria acima da média.

    A polivalência, zagueiro, lateral e volante, seria o seu ponto alto.

    Curtir

  5. Veja os convocados na lateral direita. Se Militão tivesse começado seis meses antes na posição, agora teria chance… Ele é comum de lateral porque é zagueiro.

    Curtir

  6. 8 milhões por mês só das dividas com instituições financeiras.
    X Folha jogadores
    x demais funcionarios
    xxx divida com terceiros
    x sei la mais o que..

    “donde” vem grana só para isso?

    Curtir

  7. Com as saídas muitos prováveis de ao menos 4 jogadores considerados titulares, R. Caio, Militão, Cueva e M. Guilherme, e com prováveis ótimas propostas por ao menos 2 titulares, Arboleda e Liziero, e possibilidades de negociações de peças nem tão ultilizadas assim, caso de Tavares, Shaylon, Fernandes e Bruno, o SPFC terá de contratar para não ficar a deriva e sofrer na zona do desespero como está se tornando comum nos ultimos anos.
    imagine um cenário em que “perdemos” todas as peças citadas, seria catastrófico contar apenas com reposição da base, por melhores e talentosos que sejam os meninos, é impossível moldar, em tão pouco tempo, peças para repor esses. Nessa hipótese, zagueiro (ao menos 2) e ala direito (1), teriam de vir de fora, contar com apenas Jucilei, Petros, Hudson e Araruna para a volancia, sendo que geralmente Aguirre entra com 3 na posição, para meia e ataque até é decente pensar em Nenê, Everton, Valdivia, DS, Treles, Brenner, Toró, Paulinho, etc, pode ser até sufíciente para se manter na 1º divisão mas, o filme se repetirá novamente.

    Curtir

  8. Minha opinião sobre elenco e contratações:

    Gol: Jean tem que ser testado, Lucas Perri poderá ser avaliado no aspirantes e o Sidão poderia sair sem problemas. Só contrataria se o Jean ou Perri não passassem nos testes de uma sequência de jogos.

    LD: Militão vai sair, Régis pode ser útil, mas nada de espetacular. Deveríamos ir atrás de algum titular urgente. Tentaria o William do Wolfsburg. Não consigo pensar em outro nome. Talvez Mario Fernandes aceitasse sair da Russia? Outro possibilidade é um zagueiro mesmo. Mário Fernandes começou na zaga assim como Militão. Até o Paulo Miranda que era um péssimo zagueiro rendeu alguma coisa na LD. Observaria o Tuta no aspirantes.

    LE: Se Jr. Tavares for mesmo ser utilizado, então não acho que precisamos de alguém, exceto se um grande nome surgir, como o Adriano do Besiktas que falou que quer voltar, mas não agora.

    Zaga: Muito provavelmente ficaremos sem R. Caio e Militão. Com B. Alves, Arboleda e A. Martins (boto fé que recupera hahah) eu contrataria mais alguém (se saírem mesmo os dois) e subiria o Rodrigo.

    1° Vol: tentaria negócio com o Hudson e manteria Petros e Jucilei. Acho que tá bom. Qualquer coisa sobe o Diego.

    2° Vol: Só temos o Liziero. Tentaria a contratação de alguém (será que não rola a troca Ariel Cabral por Hudson?) e subiria o Luan.

    Meia: Nenê, Lucas Fernandes e Shaylon está de bom tamanho. Se o Ganso puder vir, ótimo também.

    Atacante de velocidade: Everton, Valdivia e Morato completando com jovens também é suficiente. Sem necessidade de loucuras pelo MG. Caíque e Boia devem ser avaliados no aspirantes. Olho em Toró e Helinho caso os outros dois não agradem.

    CA: Incógnitas. Diego Souza vai continuar naquele nível ou vai voltar pro anterior? Quem é Carneiro? Trellez pra mim é bem fraco e o Bissoli tem que ser avaliado no Aspirantes. Brenner treinando no profissional e jogando no sub-20, se render, pode ser testado de novo. Não traria alguém também.

    Curtir

    • Valdivia ponta de velocidade?? Em qual jogo até agora vc viu velocidade no Valdivia??? Jah entra morto… Começou bem, fez uns golzinhos e sumiu… Agora n tá jogando nada… Acho q poderiam devolver p abrir espaço p garotos da base….

      Curtir

  9. Bruno Andrade

    @brunoandrd
    1h1 hour ago
    More
    Avançando na informação publicada mais cedo pelo @jorgenicola: Sporting recusou emprestar Wendel para o São Paulo. Ex-volante do Fluminense deve ser muito mais aproveitado na próxima temporada. Portugueses também rejeitaram recentemente emprestá-lo à Inter de Milão

    Curtir

Comente aqui, Tricolor!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s