Família de Valdívia, jogador do São Paulo, é feita refém no Mato Grosso

A família do jogador Valdívia, foi mantida refém por 4 horas durante um assalto à residência na noite desta terça-feira, em Jaciara, a aproximadamente 140 km da capital Cuiabá.

Segundo os familiares do atleta, quatro assaltantes fizeram o irmão, pais e avós de Valdívia como reféns. Todos ficaram trancados num cômodo da casa enquanto os ladrões recolhiam objetos de valor.

O irmão do jogador informou que os quatro homens não feriram ninguém e sabiam que a casa era da família do jogador. Um dos bandidos ainda disse aos reféns: “Vamos levar o carro porque o Valdívia tem condições de comprar outro”.

Segundo a Policia Civil, o boletim de ocorrência foi registrado na madrugada de terça para quarta-feira. As vítimas ainda informaram aos policiais que dois homens encapuzados e com armas pularam o muro para invadir a casa.

Após o anúncio do assalto, outros dois bandidos evadiram a residência. Entre joias, computadores e videogames, também foram levados dois automóveis, uma BMW e uma Land Rover.

ESPN

Anúncios

9 comentários

  1. E o estagiário da ESPN Mundo no facebook fazendo piada dizendo que o jogador fez milagre em defesa com a bunda nos treinamentos. Só pra abrir espaço para gozações.

    Curtir

  2. Depois não entendem pq o jogador prefere jogar em outro país….kkkk

    Rio Tietê ou Tâmisa?

    Rio Pinheiros ou Reno?

    Só o Viola q voltou com aquela desculpinha do feijão

    Curtir

    • Pensei exatamente a mesma coisa…. o futebol brasileiro está condenado (como quase todas as outras áreas, mas deixa pra lá porq aqui não é o lugar pra essa conversa, rsrs)

      Tomara q a familia dele se recupere. Mentalmente, digo, pois essa experiência é muito traumática, vivi isso de perto e é muito triste, afeta bastante a pessoa…

      Curtir

  3. Mais uma derrota do Patético Paranaense,já são quatro em seguida. Só mesmo essa besta do Aguirre não consegue vencer o timeco. Vencendo por 2×0 , toma o empate.

    Curtir

  4. Eu tenho convicção de que um atleta precisa além do trabalho tecnico, fisico e tático um trabalho mental.

    Agora no programa do Bial, entrevista com Amanda Nunes que manteve cinturão do MMA, disse que.perdeu algumas lutas iniciais no MMA e descobriu que para ser campeã precisava desenvolver um trabalho mental. Leitura, foco, respiracao e meditação.

    Acho que faltava isso no tricolor.

    Hernanes tinha essa prática.
    Utilizava isso em campo para manter foco e lucidez em meio a pressao pela Z4.

    Em situação de extrema pressão desempenho cai se não houver trabalho mental.

    Curtir

Comente aqui, Tricolor!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s