Com gasto de R$ 8 milhões por mês, São Paulo espera sanar dívida em 2019

Todo mês o São Paulo vai tirar aproximadamente R$ 8 milhões de seus cofres para pagamentos de empréstimos, amortizações em geral e despesas bancárias. O plano é sanar a dívida com as instituições financeiras até o fim de 2019, exatamente um ano antes do término do mandato do presidente Carlos Augusto de Barros e Silva, o Leco.

Estabelecido recentemente, o plano fará com que o clube tenha um custo de cerca de R$ 56 milhões até dezembro, e mais R$ 96 milhões no decorrer do próximo ano, totalizando um gasto por volta de R$ 152 milhões para o objetivo ser alcançado. O prognóstico não remete a números exatos apenas em função da inconstância dos valores das taxas.

A dívida bancária são-paulina gira em torno de R$ 45 milhões atualmente, menos da metade do que existia em outubro de 2015. Sem contar os R$ 77 milhões relacionados a débitos tributários, que foram equacionados com a adesão ao Profut, a dívida total está em R$ 93 milhões, 46% menor em comparação ao período anterior a gestão de Leco.

O esforço tem como meta tornar o controle de caixa do clube independente ao futebol. O São Paulo quer chegar em 2020 sem depender da venda de jogadores, com credibilidade no mercado financeiro, detendo a confiança dos jogadores e respaldado para possíveis investimentos.

Para isso, 50% de toda receita que entrar no clube será utilizada para o pagamento das dívidas. O restante será sempre repassado ao departamento de futebol para atender a necessidade de eventuais contratações ou acordos.

A diretoria também não esconde que ainda precisa vender jogadores para fechar a conta – a previsão é de R$ 70 milhões -, inclusive há uma expectativa grande para a janela de meio de ano, mas promete que tal política não incluirá jovens revelações dessa vez, como ocorrera em 2017.

GE

 

Anúncios

32 comentários

      • 1) Gastar 26 milhões em Diego Souza, Trellez e o goleiro que nem lembro o nome pois ele nunca joga. Alem de R$ 6,6 milhões pelo Jucilei enquanto Lizieiro estava la de graça e 400 mil por Edimar e R$ 6,6 milhões no Carneiro que vai compor o time aspirantes.

        2) Nenê e Andersom Martins que chegaram de graça e por ultimo… se mostraram mais eficientes que a contratações;

        2) Aceitar um teste de junior tavares em um clube que luta pra não cair enquanto recusa o emprestimo a um que vai disputar Liga Europa.

        3) Manter Dorival na pre temporada e trazer Aguirre pro seu lugar tendo um estilo completamente diferente do antecessor.

        Só pra citar alguns.

        Curtir

  1. Muito bom, plano concreto, exequivel p acabar de vez com nossa divida! Temos tb q buscar novas fontes de renda, depender o menos possivel de vendas de jogadores! O momento e dificil, mas pra sair do buraco q entramos leva tempo e muito trabalho! Eu acredito, dias melhores virao!

    Curtir

  2. Passamos os últimos anos gastando, “investindo” e nos endividando, na tentativa de formar times decentes (e, por que não, engordando algumas carteiras).
    Colhemos nada de bom. Só derrotas, eliminações e falta de continuidade nos trabalhos.

    Se pudéssemos voltar no tempo, hein. Montávamos um time mais barato a partir 2013, fechávamos a casinha, e teríamos uma dívida saneada por volta de 2016. Quem sabe onde estaríamos hoje? Creio que bem melhor.

    Como nada disso aconteceu, que paguemos a dívida até o próximo ano, só assim vejo um clube de sucesso no futuro.

    Curtido por 1 pessoa

  3. Essa dívida não vai acabar por que o Leco vai querer ganhar um título e no ultimo ano da sua gestão vai ser uma gastança só comprando jogador e o pior é que eles vão gastar muito e não vão procurar qualidade. Não vão ganhar nada e vão deixar outra dívida para o próximo presidente.

    Curtir

  4. Se isso realmente aconter, Leco(e seu grupo) saem fortalecidos pra proxima eleição.
    A diminuição da divida era algo muito pedido, principalmente pela torcida.
    Nao adianta virar o nariz agora. Essa parte tem de ser comemorada e reconhecida

    Curtir

  5. Perguntaram se e o Leco pode ser candidato a reeleiçao

    eu acredito que pode sim, porque o mandato tampão após a renuncia do Aidar nao deve entrar na conta, logo o Leco teria direito a concorrer pela reeleição

    Curtir

  6. Se a dívida for zerada até o final de 2019, Leco terá feito seu único gol, de placa.
    Qto ao futebol em si, com Leco presidente não espero nada diferente do q estamos vendo. Acho díficl ser campeão com Leco na presidência.

    Curtir

  7. Se tivessem montado time com a base no começo do ano passado,mesclado com alguns jogadores experientes e subido o Jardine,acredito que não teríamos passado o sufoco que passamos,essa dívida seria bem menor e teríamos uma melhor perspectiva para o futuro.

    Curtir

  8. A casta dirigente do SPFC está toda corrompida. E lembrar que o opositor de Aidar à presidente do SPFC, gestor da santa Casa, hoje é réu e processado por corrupção. O que há com esse clube?

    Curtir

  9. Caro Joaquim Paulino. O problema do São Paulo chama se libertação. Tem que libertar o clube. Eleições livres e diretas para presidente com voto dos sócios torcedores. . In felizmente, quem manda no clube hoje, compoderes para colocar o presidente são 160 conselheiros vitalícios cuja média de idade é de 80anos. por isso o clube ficou para ttrás em tudo. Vi hoje, uma matéria no G1 que segundo Sami Dami os tres clubes mais bem administrtados do Brasil são pela ordem Flamengo, Peppas e Grêmio.

    Curtir

Comente aqui, Tricolor!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s