Reinaldo exalta variação tática de Aguirre e crê em título do São Paulo neste ano

Após quase 60 dias de trabalho à frente do São Paulo, o técnico Diego Aguirre implementou dois sistemas táticos que se alternam durante os jogos. Versatilidade agradável aos olhos do lateral esquerdo Reinaldo, que se vê adaptado tanto a um esquema com três zagueiros quanto a uma linha de quatro defensores.

Não tenho preferência nenhuma, não. É até bom treinar com dois esquemas, porque dentro do jogo pode precisar. Precisamos estar focados porque se ele (Aguirre) pedir para mudar para três zagueiros, linha de quatro, tem que mudar rápido”, explicou o jogador, em entrevista exclusiva à Gazeta Esportiva.

Para além da mudança de atitude, o treinador uruguaio se preocupou em ajustar a equipe tática e defensivamente. Apesar das eliminações no Campeonato Paulista e na Copa do Brasil, segundo Reinaldo, o Tricolor tem se mostrado mais forte sob o comando de Aguirre, que detém um aproveitamento de 47%, com quatro vitórias, cinco empates e três derrotas.

“(O time) Evoluiu muito taticamente. Ele pede para estar sempre bem postado lá atrás para não dar nenhuma brecha ao adversário, porque na frente temos muita qualidade, com Diego (Souza), Nenê, Everton, Valdívia. O trabalho dele é sempre forte, intenso, e estamos levando isso para os jogos. Essa evolução é muito boa para a equipe”, analisou.

Com seis pontos ganhos em quatro rodadas, o São Paulo ocupa o décimo lugar do Campeonato Brasileiro. Na Copa Sul-Americana, se classificou à segunda fase após vitória sofrida por 1 a 0 sobre o Rosario Central-ARG. Para Reinaldo, o Tricolor tem condições de brigar pelo título em ambos os torneios.

“Com o elenco de qualidade do São Paulo, temos que pensar nas duas competições, em títulos. O São Paulo é um time gigante, e todos pensam em ser campeões. Passou a Sul-Americana, conseguimos a classificação, e agora é focar no Bahia porque é um jogo muito difícil”, projetou Reinaldo.

O jogador se refere ao compromisso deste domingo, a partir das 16 horas (de Brasília), na Arena Fonte Nova, pela quinta rodada do Brasileirão. A equipe vem de três empates consecutivos pela competição e busca a sua primeira vitória como visitante.

GE

15 comentários

  1. Autismo padrão #OutLeco.

    Estou ficando preocupado, quando ouço e vejo aqueles que deveriam, em campo, através de atitude e ações, desenvolver de forma pífia e irrisória, um futebol ridículo e falando em título.

    Sigo na torcida tricolor …, mas título, impossível.

  2. Amanhã na “boa terra” de todos os santos …, que todos esses santos estejam com o SPFC.

    Apesar de insuficiente e também insatisfatório, o empate poderá ser considerado um ótimo resultado.

    Sinceramente, não podemos levar uma surra daquelas …, nem goleada …, prevejo um jogo de alto risco.

  3. Vendo o real madrileza hoje contra o Ney Fraco foi pro coração chorar sangue de tristeza. Pior que ver a ex com outro : |
    Osvaldinho Sanfona e Edinho infernais, com direito aos comentaristas do pfc cobrando o Pai por ter dito que “nosso objetivo é se manter na série B” e pedindo uma revisão de conceito pois o barceleza tá sobrando na ponta.
    Nada como um dia após o outro não é Takei “panela da BF”, Fire e Alagoano; concordam?

  4. Isso aqui virou um blog do Fortaleza? Meus Deus…

    Tragam o Mito e deem um contrato vitalício pra ele, com o salário que ele quiser mais uma multa do tamanho do Morumbi, se quiserem mudar o nome do clube tbm pode mudar pra RCFC…rs.

    RC como técnico não deixou saudade como varios outros que passaram por aqui recentemente.

    • Calma rs

      Semana passada comentei sobre o Fernando Diniz.
      Prestar atenção no que os.outros estao fazendo é mandatorio. E se preparar.

      São Paulo não se preparou para enfrentar o Fernando Diniz na CB. Perdeu. Furacão nos eliminou na CB.

      Palmeiras se preparou, neutralizou as jogadas e ganhou.

      São Paulo vai jogar de novo contra eles duas vezes este ano. Vai se preparar?

      São Paulo de Telê antes de enfrentar o Barcelona no mundial em dezembro, enfrentou-os em junho num torneio da Espanha.
      Durante 15 minutos não pegou na bola e tomou gol. Barcelona jogava diferente e time nao conseguia jogar. A medida que o time espanhol, que estava em pre temporada se cansava tricolor comecou a jogar, empatou e depois virou jogo: 4 a 1.

      Ronaldão comentou que depois daquele vareio que.tomou em junho, todos os treinos no Brasil se tornaram treinos contra o estilo Barcelona. Os reservas em todos os treinos posicionavam como o time do Barcelona.

      Em dezembro, tricolor estava em fin de temporada, Barcelona voando no meio da temporada.

      Novamente eles comecaram estracalhando e fizeram gol. Os lideres se reuniram após o gol e falaram: O mundo está nos olhando, vamos jogar mocada? Ou só eles vão jogar? Estavam preparados para o jogo deles.
      Acalmaram, comecaram a tocar a bola, envolveram o adversário, empataram e depois ganharam e trouxeram a taça.

      Dai a celebre frase atribuida a holandes tecnico do Barcelona: Se for para ser atropelado que seja por uma ferrari!!!

      Não tem que ficar olhando só o nosso umbigo, tem que ver o que os outros estão fazendo e se possivel copiar o.que.for bom e se preparar para um eventual confronto.

      • O holandes,técnico da latanja mecânica que assombrou o mundo na copa de 74, comentou que teve o Brasil de 70 como inspiração: Jogadores sem posição, todos atacam e defendem.

        A base da seleção holandeza era o time do Ajax.
        Ajax foi campeão europeu sobre quem?
        Sobre o Bayern de munique.
        O Bayern de munique era o que?
        A base da seleção da Alemanha.
        Até a copa de 74, time e seleção holandeza tinham ganhado tudo na Europa.

        Quem assombrou o mundo em 74 foi a Holanda mas quem ganhou a copa na.final foi a Alemanha. Como? Por que?
        Times alemães anos antes tinham perdido do Ajax mas aprenderam a lição, se prepararam. Procuraram formas de neutralizar. E ganharam.

        Não existe acaso. Existe estudo, análise e preparo.

Deixe uma resposta