Para Raí, Diego Souza pode se tornar um dos grandes ídolos do São Paulo

Dizem que gols deixam os jogadores até mais bonitos. Talvez esse não seja o caso de Diego Souza, mas o fato é que bastou o camisa 9 do tricolor fazer as pazes com as redes para passar a ser visto por uma nova ótica no clube do Morumbi.

No último fim de semana, Diego Souza evitou a derrota do São Paulo diante do Atlético-MG com um gol em momento crucial do jogo. E nessa quarta foi dele o tento da classificação à segunda fase na Copa Sul-Americana.

As duas apresentações bastaram para o atacante empolgar os são-paulinos. Nas arquibancadas, as cobranças e hostilizações foram substituídas por aplausos. Fora das quatro linhas, até Raí, diretor executivo do clube e um dos maiores ídolos da instituição, externou sua satisfação com a retomada de Diego Souza.

“Traz muita satisfação, desde o esforço do São Paulo em trazê-lo, fiz parte disso desde a chegada dele, e ver ele com essa garra, com essa qualidade, técnica a gente já sabe que ele tem, mas assumindo essa responsabilidade e puxando essa responsabilidade até. Está sendo um jogador que além de estar crescendo muito, está trazendo a responsabilidade para ele. Sem dúvida nenhuma está se transformando em um jogador importante e começando uma trajetória que pode vir a ser um dos grandes ídolos da torcida do São Paulo”, comentou o dirigente.

Em 20 partidas pelo São Paulo, Diego Souza soma cinco gols e, assim, é o artilheiro isolado da equipe na temporada. Titular nos últimos três jogos, o jogador evita se deslumbrar com o bom momento, mas aponta as chances dadas por Diego Aguirre como determinantes para sua evolução.

“As coisas começaram a caminhar da maneira que eu esperava, que todos nós esperávamos, eu podendo ajudar da melhor maneira possível dentro de campo”, disse. “É o que a gente já tinha dito, a gente precisa de confiança, de sequência. Ele (Aguirre) me deu essa confiança, a gente está tendo essa sequência e as coisas estão acontecendo com naturalidade”, completou.

A reação de Diego Souza, a classificação na Copa Sul-Americana, a nova postura do time sob o comando de Diego Aguirre dão motivos para Raí projetar um futuro promissor para o São Paulo na temporada.

“Cada vez mais mostrando identidade, personalidade, o grupo coeso, bastante colaborador um com o outro. A gente sente isso, mostrando as características desse time, a cara da comissão técnica que comanda esse grupo. Não tenho dúvidas de que a gente vai continuar crescendo e coisas boas (vão acontecer)”, comentou o diretor. “Dividi com eles, uma coisa que não se perde é o que eles estão construindo, uma identidade forte, um grupo forte, e isso nos deixa otimista para um futuro próximo”, apostou Raí.

GE

12 comentários

  1. Diego funciona melhor com um centroavante mais a frente, pode até ser o carneiro.
    Mas não é simples escalar na posição correta, pois Aguirre precisaria modificar o sistema tático e sua maneira de pensar futebol.

  2. Quero que tenha sucesso e ganhe títulos, é a maior necessidade do SPFC, conquistar títulos.

    Mas no domingo, contra o Bahia, estou imaginando aquela retranca, as mesmas dificuldades, e se fizer um gol, será sofrimento até acabar ou sofre o empate.
    Espero um comportamento diferente dos jogadores e do Aguirre, se estiver ganhando, que matem logo o jogo, garantam os 3 pontos, sem sofrimento, covardia e medo.

  3. O SPFC ainda nao venceu com o Aguirre fora de casa. Aí pra mudar esse retrospecto imagino que amanhã o Aguirre vai escalar o time com 3 zagueiros e 4 volantes.

  4. Amanhã esse retranqueiro contra o Bahia vai encher o time de volantes e zagueiros…só o que ele sabe escalar..

    Agora o Raí fala tanta besteira que o Diego Souza vai virar ídolo do São Paulo…só pode ser uma piada do Raí pé ele pagou uma fortuna nesse velho agora quer minimizar a merda que ele fez…fora Raí fora Ricardo Rocha e Lugano e LECO..

  5. Sim. Pode ser im idolo menor.
    Assim como vemos Luisão, Amoroso, Calleri entre outros.
    Por que não.

    Tem gente que nao entende de grupo.
    Quando se lida com grupo, vc tem que usar a regra de ouro da influenciacao, elogia em grupo e critica em particular.

    Vai criticar na imprensa e perde o grupo.

    As vezes pessoas ficam falando que contratamos mal, que queremos este ou aquele jogador. Nao existe craque ou diderenciado barato sobrando no mercado. Mercado europeu e chinês chegou no bilhao e começa a balizar mais alto. Copa Brasil vai pagar 50kk ao vencedor. Coisas que fazem a baliza de valores subir. Empresario quer morder essa torta.

    Raí está certo em preservar e manter um grupo coeso.

    A conversa critica e dura aconteceu olho no olho, cara a cara sem intermediário nem estranhos. É assim que tem sido feito.

    Na hora da entrevista fala com intensidade das coisas boas e com amenidade das coisas ruins.

    • Ano que vem o brasileiro 2019 vai pagar mais para clubes menores.
      Baliza aumenta ainda mais porque esses vão ter mais para gastar. E se nao fizer vão cair.
      Vemos um movimento em alguns clubes nesse sentido.

      É bom abrir os olhos.

      Campeonato Ingles e alemão apresentou algumas surpresas.
      O espanhol nao oq TV paga para dois clubes o bolo e os restos para os demais.

Deixe uma resposta