Disposto a implantar uma “identidade tricolor” mentalidade de Cueva vira exemplo do que o SP não espera de reforços

O São Paulo não tem dúvidas de que Cueva é talentoso e uma das peças mais importantes do elenco. O meia, no entanto, perdeu moral por conta de sua mentalidade e conduta a ponto de ter virado reserva do time de Diego Aguirre e exemplo do que a diretoria de futebol não quer ver em seus reforços. Não foram poucos os casos polêmicos em que o peruano esteve envolvido no Morumbi desde que foi contratado, em junho de 2016. Por isso, disposto e implantar uma “identidade tricolor”, o departamento de futebol procura atletas com o perfil bem diferente do estrangeiro na hora de contratar.

A falta de comprometimento do camisa 10 irritou diversas vezes os dirigentes. Por conceito, a diretoria costuma não se intrometer na vida particular dos jogadores, mas quando o São Paulo perde uma partida ou o time enfrenta uma crise, como aconteceu no ano passado, não é recomendado que o jogador vá aproveitar a noite em uma boate, como aconteceu com Cueva em 2017, durante o Brasileiro.

Os atrasos sem justificativa e a falta de comunicação também foram recorrentes após servir à seleção peruana. O imbróglio no início deste ano, quando após o clube recusar negociá-lo, ele se rebelou e não aceitou viajar para ficar no banco de reservas, só piorou as coisas. Na ocasião o diretor executivo de futebol, Raí, não baixou a guarda e manteve o meia separado do time. O ex-jogador ganhou a queda de braço e o peruano só voltou depois de ter se mostrado arrependido publicamente.

Por causa de casos como esses, a diretoria espera que os jogadores que forem ser contratados tenham mais identificação com o clube e não vejam o São Paulo apenas como um trampolim para chegar à seleção ou ser negociado para o exterior. Everton, que trocou o Flamengo pelo clube do Morumbi, tem demonstrado tal comprometimento, na avaliação dos dirigentes.

Mesmo com tais questões, Cueva deve ganhar uma nova chance para mostrar serviço nesta quarta-feira, no Morumbi, contra o Rosario Central. Everton não foi inscrito nesta fase da Copa Sul-Americana, enquanto Nenê se recupera de lesão muscular e pode desfalcar o time. Essa também pode ser uma das últimas decisões do jogador pelo São Paulo. O meia é nome certo do Peru para a Copa do Mundo da Rússia e uma transferência para o exterior é dada como muito provável no segundo semestre.
Neste ano, Cueva esteve em campo pelo São Paulo em 1.064 minutos durante 17 jogos, com três gols e quatro assistências. Desde junho de 2016 no São Paulo, o peruano balançou as redes 20 vezes pelo Tricolor, sendo o melhor retrospecto em sua carreira.

UOL

Anúncios

48 comentários

  1. Uma pena o que aconteceu com o Cueva. Foi um baita achado no mercado latino-americano, começou muito bem, mas fez escolhas erradas demais. Vai prejudicar a própria carreira. Acho que era jogador pra jogar em um Sevilla, Monaco da vida, mas vai parar em algum mercado alternativo só ganhando grana (acho que é o que ele quer, mas é um talento jogado fora).

    Curtido por 2 pessoas

  2. Difícil… Cueva é o jogafor mais talentoso do time. As vezes penso que mimar que nem faz com o Diego Souza, pode dar certo. Mas são pessoas diferentes…. Mas gostaria muito de ver Lucas Fernandez entrando no 2 tempo, quando o Nenê se cansa.
    Bom dia

    OBS*
    Achei uma forma de não me chatear com Aguirre e suas retrancas : entender que seu estilo é futebol reativo, e por aí…. Tem vencedores (mano, tire, Bauza,) e derrotados.

    É meu consolo, pois não gosto do estilo do treinador.

    Apenas opinião

    Curtir

    • O pior nao é nem o estilo… só nao pode ignorar totalmente as opções ofensivas e de contra ataque que temos… arma a retranca mas escala direito…. tem que ter desafogo… ficar com a bola rondando a nossa área 80% do jogo não dá.

      Curtir

    • Concordando ou não com Aguirre, o meu alento é que este time está ganhando uma identidade.. uma forma de jogar. Quem chegar ao clube já saberá o que esperar e do que o treinador gosta. Até para se iniciar um novo trabalho (caso chegue um novo treinador) se terá uma base de onde partir. E nem as saídas previstas de MG, Cueva, Militão e RC alterarão isso (por isso não é mais um desmanche).

      Curtir

    • Não é só sua opinião. É a minha tambem e acho que de um monte de gente. Não gosto do estilo do Aguirre, e já sabia isto quando ele foi contratado.

      Curtir

  3. Jogador deita e rola qdo falta comando!!
    Cueva é folgado mesmo, mas se tivesse um comando firme no ano passado e nesse ano, não seria a farra do boi que está sendo!!

    Curtir

  4. OK garra,comprometimento.raça é importante.Mas sem qualidade técnica,organização tática.só no “vamos lá” também não dara nada.Os resultados serão os mesmos apenas as desculpas serão diferentes.Basta ver que na mesma época do campeonato br do ano passado estamos na mesma posicao e ate pior no critério de desempate por numero de vitoria.Apenas temos a esperança de garra e comprometimento ,mas futebol?????hummmm….. só se jogar “bem” se tornou sinônimo de “se defender bem”.

    Curtir

  5. O que eu espero do Cueva é que nas oportunidades que tiver, mostre serviço. Vá para a copa, tenha um bom destaque e seja vendido.

    A relação jogador x torcedor está abalada ainda, é tipo o amor e ódio com o Caio.

    Curtir

    • Exato! Espero que as vendas de Cueva, RC e Militão, além de diminuírem as dívidas, permitam ao Raí trazer um grande reforço que eleve o patamar do time.

      Curtir

      • Nao to com nehuma expectativa de venda do militao.. ele sairá de graça. Caso o city ou algum outro de fora o queiram já em junho darão um troco de pinga pra não perder pra concorrencia, mas nao será valor elevado exatamente por estar a seis meses de acabar o contrato

        Curtir

  6. Se não sentar na bola depois que fizer o primeiro gol já será uma grande evolução. E temos um mês para usar o peruano de pouco caráter… tem que ser titular em todas… depois que for pra Rússia, um abraço.

    Curtir

  7. E uma pena mesmo a conduta do Cueva. Gostaria de ver ele jogar nesse time junto com o Éverton e o nené . oque infelizmente não e possível nesse jogo . tem jogador como o Éverton que faz quem joga ao seu lado render mais ele da muita opção de jogo assim como era com Araújo e Neres . diferente de jogar ao lado do Valdivia que apesar de ter qualidade as veses se esconde do jogo e se limita pela mal forma física . mais espero que se eles forem pro jogo juntos estejam acordados e inspirados e joguem futebol .

    Curtido por 1 pessoa

  8. Cuevas é bom jogador tem que jogar sempre. Nosso problema é a falta de planejamento eu teria mandado o Dorival embora no final do ano passado, e já começaria o 2018 com novo treinador para planejar melhor o time. Olha o time do Grêmio e Palmeiras, alias o Grêmio na minha opinião não tem um elenco tão forte e grande assim, mas esta entrosado o time, se não abrirmos os olhos eles irão arrasta mais uma libertadores e passa o SPFC. Agora com relação ao Aguirre eu não teria trago ele, mas já que está ai temos que apoiar e da tempo ao cara, por mais que o time não esteja jogando bem e nítido a melhora que teve o time está mais “cascudo”. O que temos de melhorar são as contratações “Jean Trelles Diego Sousa Edmar” e outras porcaria ai…. pensa esse time ai com Calleri e o Profeta. Até eu como técnico daria certo kkkkkk e se pegar o que o SPFC já jogou fora ai faltaria pouco para trazer os dois.
    Militao……..Arboleta……………..R Caio(BrunoAlves)

    Profeta Jucilei

    Liziero Regis

    Cuevas

    Calleri Everton

    Curtir

  9. Imagina o Luiz Cunha fazendo a mente do Cueva, que é o mais talentoso do elenco, assim como fez com o Migué Bastos, conseguindo extrair o máximo do atleta, teríamos um gênio em campo!

    Curtir

  10. O grémio e um ótimo time . vinha de altos e baixo . mais conseguiu aquilo que nos sonhamos nos últimos anos . Construiu e manteve uma base de time forte . um ótimo goleiro. Dois baita zagueiro . 3 ou 4 ótimos volantes que se revezam como titulares . Luan e Éverton que desequilibram . somado a um padrão de jogo bem trabalhado e um técnico que sabe ganhar jogo . mantendo a base e buscando reposições pontuais . o time sempre mantém o nível de atuação .

    Curtir

  11. É… E que mudem rápido, pq não é contratando Diego Souza, que esse tipo de mentalidade vai mudar… Aliás, o mesmo Raí disse em sua chegada, que resgataria o DNA do SPFC de jogar… Manteve o Dorival, até aí eu entendo…Mas qdo tem a chance de realmente mudar, o cara contrata o técnico defensivo e totalmente o oposto do que disse… É muito discurso e pouca ação para tentar fazer o que fala…

    Curtir

  12. O problema é que o Cueva tá com a cabeça na copa

    Se ele fizer uma boa copa chegando as oitavas provavelmente da russia não volta pra GRU

    Se por algum motivo ele voltar e não receber proposta, disputa posição normalmente como os demais

    Só pq ele deu um passe depois de um vacilo do Patric (credow) já tão falando que o cara tem q ser titular

    Sendo que quando foi titular contra o Ceará não foi uma brastemp

    Jogar bola ele sabe agora, faz algum tempo q ele tá cagando pro tricolor

    Jogando pela seleção do país dele, parece outro jogador

    Tipo Valdivia no Chile, marcava e dava até carrinho, na crefisa andava em campo

    Curtir

Comente aqui, Tricolor!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s