Com apenas uma vitória em seis partidas, o São Paulo encerrou o mês de abril com o seu pior desempenho desde o início desta temporada do futebol brasileiro. Nos últimos 30 dias, o Tricolor somou apenas 38,8% dos pontos disputados, aproveitamento inferior ao registrado nos meses passados (veja a lista completa abaixo). Em maio, a equipe do técnico Diego Aguirre deve ter os mesmos seis jogos no calendário.

Em abril, o Tricolor obteve uma vitória, contra o Paraná, na estreia do Brasileirão, quatro empates (Rosario Central-ARG, Atlético-PR, Ceará e Fluminense), e foi derrotado para o Furacão, na Arena da Baixada. As partidas contra a equipe rubro-negra da capital paranaense decretaram a eliminação do São Paulo da Copa do Brasil ainda na quarta fase da competição nacional.

Apesar dos resultados não terem sido os desejados pela diretoria e comissão técnica, a equipe mostrou evolução no mês de abril e um futebol mais competitivo. Na Argentina, no duelo com o Rosario, com um jogador a menos desde a primeira metade do primeiro tempo, os comandados de Diego Aguirre fizeram um jogo parelho e trouxeram o empate na mala.

Em março, por exemplo, mês que o elenco registrou 62,5% de aproveitamento dos pontos, o São Paulo somou 5 vitórias e três derrotas – duas delas, inclusive, incomodaram bastante os torcedores. No Allianz Parque, no clássico com o Palmeiras, o Tricolor perdeu de 2 a 0, com uma atuação muito criticada. Depois, na Arena Corinthians, quando o time tinha a vaga para a final do Paulistão até os 47 minutos do segundo, Rodriguinho fez um gol de cabeça e, nos pênaltis, o Tricolor foi eliminando.

Neste mês que se inicia, o São Paulo tem cinco jogos do Brasileirão agendados – um deles contra o Santos, no Morumbi – e a partida de volta contra o Rosario Central, pela primeira fase da Copa Sul-Americana. Caso elimine os hermanos, o Tricolor deve ter mais partidas em seu calendário de maio. A meta, claro, é melhorar o desempenho de abril, que ficou abaixo do esperado.

Janeiro (46,6% de aproveitamento) 

5 jogos (Paulistão e Copa do Brasil)
2 vitórias
1 empate
2 derrotas

Fevereiro (61,9% de aproveitamento)

7 jogos (Paulistão e Copa do Brasil)
4 vitórias
1 empate
2 derrotas

Março (62,5% de aproveitamento) 

8 jogos (Paulistão e Copa do Brasil)
5 vitórias
3 derrotas

Abril (38,8% de aproveitamento) 

6 jogos (Brasileirão, Copa do Brasil e Copa Sul-Americana)
1 vitória
4 empates
1 derrota

Lance!

Anúncios