A princípio, negociação por Patric não teve sequência, diz site mineiro

O Atlético foi consultado pelo São Paulo sobre a situação do lateral-direito Patric. A princípio, a negociação não teve sequência. A informação foi antecipada pelo UOL Esporte e confirmada pelo Superesportes

O interesse do São Paulo por Patric se deu após o Tricolor ter ciência de que o lateral-direito e zagueiro Éder Militão, de 20 anos, dificilmente renovará o vínculo com o clube, que expira em janeiro de 2019. O atleta interessa a equipes do futebol europeu e tende a deixar o time em breve.
Patric, de 29 anos, tem contrato com o Atlético até o fim de 2018. Caso o vínculo do jogador não seja ampliado com o Galo, o lateral-direito pode assinar um pré-contrato com qualquer outro clube a partir de julho. Em contato com a reportagem, o diretor de futebol Alexandre Gallo não quis comentar uma possível renovação com o jogador.
O treinador do São Paulo, Diego Aguirre, trabalhou com o atleta em 2016 no alvinegro. Este, inclusive, foi um dos melhores momentos do polivalente Patric no Atlético, quando o jogador atuou em diversos setores, como a lateral esquerda, meio-campo e até no ataque, como ponta.
Desde a chegada ao Atlético, em 2011, o “Patricão da Massa” foi emprestado para Ponte Preta (2011), Avaí (2012), Coritiba (2013), Sport (2013/2014) e Vitória (2017). Nesta temporada, principalmente após o técnico Thiago Larghi assumir a equipe em fevereiro, o lateral-direito ganhou confiança e se firmou na equipe titular, ao ganhar a posição de Samuel Xavier.
Após períodos instáveis, Patric se estabilizou no Atlético. Neste ano, dos 26 jogos do Galo, ele entrou em campo em 18 oportunidades, e todas como titular. Na vitória desse domingo, diante do Corinthians, por 1 a 0, pela terceira rodada do Campeonato Brasileiro, no Independência, o lateral foi o autor da assistência que culminou no decisivo gol de Róger Guedes.
Para a posição, além de Patric, o Atlético tem como opções Samuel Xavier e o recém-contratado Emerson, apresentado na última semana.
Superesportes

12 comentários

    • Exatamente. Ano passado mesmo não fez nada no Vitória.
      Só tenho saudades dele jogando na ponta no próprio galo, pois eu escalava no cartola.

  1. Pode continuar no Galo, o torcedor do SPFC agradece. Esse galo estava querendo dar mais um golpe no SPFC. O primeiro foi o Micosuel, uma das mais vergonhosas contratações da história do SPFC. Claro, o golpe é arquitetado juntamente com gente do próprio SPFC: Canalhas e corruptos!

  2. impressionante como nossos dirigentes gostam de jogadores meia boca!!! depois que o JuJu quis se perpetuar no poder, nosso tricolor virou simplesmente um balcão de negócios bem nebulosos!!! o pior é que as negociatas são com jogadores de qualidade bem duvidosa… se ainda fossem com jogadores que chegassem e resolvessem tava bom!!!

      • a questão não é indicar laterais… a questão que nos últimos anos passaram pelo SPFC uma quantidade enorme de jogadores medíocres, a lista é enorme! o que este patric vai resolver? nada! para gastar a grana que se gasta com estes jogadores que não resolvem absolutamente nada, coloca um moleque da base pra jogar, pelo menos economizamos grana…

  3. Cícero, Sidão, Edimar, Maicossuel etc etc.

    O SPFC precisa parar de contratar pangaré caro.

    Ou traz jogador indiscutível, e que venha pra resolver (Hernanes, calleri etc), ou então coloca os meninos da base pra jogo.

    Chega de jogador pereba.

  4. Não adianta trazer mais jogadores medíocres. Perderam a oportunidade de trazer Jonathan e Marcos Rocha, depois insistiram e não conseguiram Victor Ferraz que hoje é reserva no Santos.

Deixe uma resposta