Veja quanto o São Paulo tem a pagar e receber por transferências

O São Paulo tem cerca de R$ 70,6 milhões a receber com vendas de jogadores ao longo deste ano. O valor corresponde somente aos negócios fechados em 2017.

Por outro lado, o clube tem a pagar nesta temporada aproximadamente R$ 60,4 milhões por contratações definitivas ou empréstimos. O valor inclui débitos a intermediários e corresponde aos acordos fechados até 31 de dezembro do ano passado.

Os dados constam no balanço financeiro do São Paulo de 2017, aprovado pelo Conselho Deliberativo e divulgado pelo clube.

O que entra

O São Paulo tem a receber neste ano pelas negociações de 11 jogadores. São eles: Maicon (Galatasaray), Ewandro (Udinese), Thiago Mendes (Lille), Ganso (Sevilla), Inácio e Luizão (foram ao Porto no acordo pela compra de Maicon), Lyanco (Torino), Rogério (Sport), Artur (Columbus Crew), Centurión (Genoa) e Luiz Araújo (Lille).

Na imagem abaixo, o item “Entidades Esportivas”, segundo da lista, é o que corresponde ao valor que o clube tem a ganhar dessas vendas.

Contando os valores que o clube tem a receber nos próximos anos (2018 e 2019) o número fica ainda maior: R$ 98,7 milhões. Neste montante, já estão inclusos os R$ 70,6 milhões que o São Paulo vai ganhar só nesta temporada.

O maior valor é o de Thiago Mendes: R$ 19,8 milhões. Ele foi vendido ao Lille, da França, em junho do ano passado. Há R$ 13,8 milhões por Maicon, e R$ 6,9 milhões por Centurión (ele foi vendido ao Genoa, da Itália, e hoje está no Racing).

Confira abaixo quanto o São Paulo tinha a receber em 31 de dezembro de 2017 por atletas vendidos ao exterior e mecanismos de solidariedade do goleiro Ederson (Manchester City) e do zagueiro David Luiz (Chelsea).

O que sai

No fim de 2017, a maior dívida do São Paulo no balanço era por Maicon com o Porto. O balanço aponta R$ 37,3 milhões pendentes. O zagueiro, no entanto, foi vendido ao Galatasaray em 2017.

Na época da negociação, em 2016, o Tricolor acertou a compra por 6 milhões de euros (cerca de R$ 22 milhões) e mais 6 milhões de euros pela cessão de 50% dos direitos de dois jogadores. Depois, inclusive, houve diferença entre os clubes pela forma como São Paulo e Porto enxergavam os números contabilmente.

O lateral-esquerdo Inácio e o volante Luizão, ambos da base, entraram no acordo. Pelo balanço, cada um deles foi avaliado em R$ 11,9 milhões.

Maicosuel, comprado do Atlético-MG e atualmente no Grêmio, tem R$ 5,3 milhões pendentes. Aderllan, emprestado pelo Valência e agora no Vitória, outros R$ 783 mil.

Há mais R$ 1,4 milhão pelo empréstimo de Marcos Guilherme. É a compensação financeira paga pelo São Paulo ao Dinamo Zagreb, da Croácia, que abriu mão do contrato com o jogador e repassou o empréstimo ao Tricolor. Ele pertence ao Atlético-PR e dificilmente ficará após junho.

No quadro abaixo estão os valores a pagar pelas contratações por empréstimo ou definitivas de jogadores. O total circulante (R$ 39 milhões) é o valor a ser pago ao longo de 2018.

Esse valor se soma aos R$ 21,4 milhões (circulante, ou seja, a pagar em 2018) do segundo quadro, no qual estão os pagamentos para terceiros donos de direitos econômicos e intermediários.

No total, portanto, o São Paulo tem R$ 60,4 milhões a pagar nesta temporada.

GE

17 comentários

  1. Contrata tão mal, que as vendas são secundárias, esse ano foi pra esquecer! Três Diretores muito bem remunerados, pra fazer isso, planejamento pífio, jogadores que vieram valorizados e altos salários pelo o que não fizeram nas carreiras. DS 32 anos R$ 750 mil por mês , Anderson Martins 33 anos R$ 500 mil, se realmente o clube fosse profissional, cabeças rodariam, mas infelizmente, vamos ficar mais alguns anos sendo a zombaria dos adversários.

  2. Perderam Luizão e Inácio pra contratar o Maicon. No final ficamos sem Luizão, Inácio, Maicon e sem lucro nenhum. Baita negocio da nossa diretoria.

  3. Cara,só negocião,hein!Uma transação mais esquisita que a outra.Por favor bando de múmias paraliticas nos devolvam nosso São Paulo e sumam.Vcs na verdade são galinhas,saopaulinos é que não são.

    • Está escrito nessa reportagem que o TM é o melhor jogador do time e tem proposta do Olumpique de Marselha. Sobre o Maicon, fica claro o tamanho do prejuizo, 6M de Euros + 50% de 2 jogadores.

  4. Lendo as manifastações aquí parece que Luizão e Inácio são jogadoresnde seleção. Alguém sabe dizer como eles estão agora? São titulares? Realmente não tenho essas informações.

  5. Sem querer ser muito chato mas tirando o David Neres que está muito bem e que ainda deve dar algum dinheiro pra nós, qual outra venda de jogador pode ser sentida como mau negócio. Onde estão Schimidt, Bosquilla, e tantos outros. Qual deles seria titular hoje ou qual deles faz muita falta e seria fundamental para resolver nossos problemas? Só deixando bem claro que acho a diretoria muito ruim.

    • Nenhuma.
      Thiago Mendes equipara-se a Petros. Luiz Araújo a valdivia, embora com melhor chute e pior passe.
      Lyanco trouxemos Arboleda e Anderson (e Bruno tem jogado bem).
      Pratto era horrível aqui e continua assim na Argentina.

      • Obrigado. E quanto ao Luizão, Inácio, Lyanco, Bosquilla, Schimidt, etc,por onde andam e como estão jogando. Pela resposta dada parece que nenhum deles faz falta e que, portanto, foram vendas adequadas. Ou seja, a base deu o retorno esperado nesses casos.

        • Gosto do valdivia, entretanto não se pode comparar ao luis Araújo, não pelo futebol, simplesmente pq valdivia está emprestado com valor fixado la nas alturas enquanto Luis Araújo era jogador do sao paulo.

  6. Nosso problema maior são as compras e não nossas vendas, as compras foram mal conduzidas , e ate
    agora compramos mal, reponsalibilidade do rai e Ricardo rocha sem duvida.

  7. É, é, é como já disse algum tempo atrás o trio Rai,Lugano e Ricardo Rocha vai fazer muitos erros e acertos e isso é normal para quem não tem experiência no ramo e temos que ter paciência com isso. A única coisa que gostaria é que o SP fizesse um contrato de produção com quem trabalhano na alto escalão, fez um bom trabalho, ganha, se mostrar incompetente,então de lugar a outros ou aceite a reduzir o salário.

  8. Ao tá dizendo que o São Paulo pagou 43 milhoes de reais para o Porto ano passado e ainda falta 37 milhoes. Quando 6 milhoes de euros viraram 80 milhoes de reais. Será que o Porto tava certo quando disse que o valor era de 12 milhoes de euros mais os garotos?

Deixe uma resposta