São Paulo pensa a curto prazo e quer priorizar o ataque

O São Paulo quer aproveitar o início do Campeonato Brasileiro para deslanchar e evitar maiores problemas na reta final da competição. Depois de brigar contra o rebaixamento na temporada passada, o Tricolor traça novas metas e quer, enfim, acabar com a longa seca de títulos que já dura cinco anos. Para isso, o técnico Diego Aguirre não quer pensar lá na frente, preferindo priorizar um trabalho, a princípio, a curto prazo.

“Nossa expectativa é que o São Paulo brigue onde tem que brigar, que é nas primeiras posições. Mas a única coisa que eu quero é ganhar o próximo jogo, depois vou ter mais certeza de onde podemos estar. Precisamos ter objetivos curtos, depois a tabela vai marcando se fomos bem. A expectativa hoje é apenas melhorar nosso jogo e ganhar no Rio de Janeiro”, afirmou Aguirre.

De fato, o São Paulo precisa melhorar o seu jogo, principalmente no setor ofensivo. Embora venha sofrendo poucos gols desde que Aguirre assumiu o comando da equipe e mostrando boa consistência defensiva, o Tricolor, por enquanto, não convenceu no ataque, criando pouquíssimas oportunidades de gol com a bola no chão.

Justamente por isso, o São Paulo foi ao mercado e trouxe dois novos jogadores: Gonzalo Carneiro e Everton. O segundo, inclusive, já estreou com a camisa tricolor e é candidato a um dos protagonistas da equipe na atual temporada caso corresponda ao notável investimento feito pelo clube (R$ 15 milhões). Já o segundo é compatriota de Diego Aguirre e ainda aprimora a forma física no CT da Barra Funda, onde vem surpreendendo o departamento médico por conta de sua evolução demonstrada no dia a dia. Nesta sexta, o atacante uruguaio até recebeu elogios do treinador.

“Tenho muita expectativa com ele, está fazendo um trabalho que estava previsto com os fisioterapeutas e com os médicos. Já está fazendo transição, não tenho data marcada [para a sua estreia], mas espero que rapidamente possa estar treinando conosco e seguramente, se isso acontecer, vai ser um jogador importante, que vai ajudar muito”, afirmou o técnico são-paulino.

Neste domingo, o São Paulo terá mais uma oportunidade de reconquistar sua torcida após as eliminações no Campeonato Paulista e, mais recentemente, na Copa do Brasil. O time de Aguirre visita o Fluminense, às 16h (de Brasília), no Maracanã, em busca de sua primeira vitória fora de casa e, sobretudo, com um bom desempenho ofensivo.

GE

 

18 comentários

    • Penso que é planejamento quando trazem Régis, Anderson Martins, Nenê e Éverton antes das saídas de Militão, Rodrigo Caio, Cueva e Marcos Guilherme. Assim as novas reposições não precisam chegar jogando.

      Espero ainda que a janela nos traga um grande nome!

  1. Michel Bastos World Tour:

    2001 – Pelotas
    2002 – Feyenoord
    2003 – Excelsior
    2003 – Atlético PR
    2004 – Grêmio
    2005 – Figueirense
    2006 – Lille
    2009 – Lyon
    2013 – Schalke
    2013 – Al Ain
    2014 – Roma
    2014 – SPFC
    2017 – Palmeiras
    2018 – Sport

    17 anos, 14 clubes, 13 cidades, 6 países.

    • Maior enganador esse aí… Só quer sombra e água fresca! Foi uma das minhas maiores alegrias quando saiu do SP!
      Problema é que sempre tem um time bobo que contrata…igualzinho com o Wesley

  2. Temos que ir com tudo pra ser campeão da Sulamericana. Brasileiro se pegar G4 está ótimo. Vamos São Paulo… precisamos reagir..

      • Ah mano… mas a vontade de ganhar um titulo ta grande cara… sei que estamos longe de ter um time formado, mas quem é o bicho papão dessa sulamericana? É nossa Copa do Mundo… temos que lotar o Morumbi contra o Rosário….

    • Goleiro não precisa ter mais de 1,90 m pra ser bom (exemplo: Casillas, Oliver Kahn, etc), mas um goleiro com 1,96 m de altura (como Lucas Perri) sempre tem mais facilidade na profissão. Por exemplo o Cássio (1,96m), se aproveita muito disso. Acho que se fosse mais baixo, não conseguiria nem jogar em grande time. O Dida também tinha essa altura (1,96 m) e ainda era habilidoso, não é à toa que chegou a seleção. Lá fora, com essa altura tem o Petr Čech.

  3. Comentei uma vez sobre isso, nesse 3-4-3 realmente o ideal era ter meias fazendo as alas.

    Militão, Arboleda, B Alves
    MG, Jucilei, Liziero, Everton
    Cueva,
    Nene, Trellez

    Talvez Aguirre vá com:

    Militão, Arboleda, B Alves
    Regis, Jucilei, Petros, Liziero
    Nene,
    Everton, Trellez

    =======

    marciovirgilio
    28 DE ABRIL DE 2018 ÀS 13:15
    Acho que será um 343 com Regis e Everton fazendo as alas. Eu gostaria de ver valdivia e Everton fazendo o esquerdo.

  4. Precisa ter jogadores experientes, mas é bom colocar a molecada pra jogar também, time é muito lento quando tenta contra atacar.Pode negociar mais uns 2 ou 3 medalhões aí que não vão fazer falta alguma: Bruno, Edimar, Hudson, por exemplo.

  5. Lendo os post aqui no blog identifico que tem torcedores que agem pior que o Leco
    Querem títulos pedindo mudança de técnico e jogadores a cada jogo.
    Querem que ódio mkls jogam mas criticam quando entram, não dão tempo.
    Esquecem que 2005 não tínhamos nenhum mlk entre os 11 titulares.

    Só querem causar e mandar energia negativa ao time

  6. TEM que dar oportunidades para o Paulo Boia , Brenner , Carneiro são jovens precisam de ritmo de jogo são bons jogadores

Deixe uma resposta