Pimenta será o responsável pela separação entre o clube e o social

Em reunião do Conselho de Administração do São Paulo, José Eduardo Mesquita Pimenta, rival de Leco nas últimas eleições, foi nomeado para presidir a comissão que vai analisar a separação do clube social do futebol no Tricolor. Produzido a partir de um estudo da consultoria Deloitte, o projeto inicial foi concebido pelos advogados José Francisco Manssur e Rodrigo Monteiro de Castro.

UOL

31 comentários

  1. Tudo o que envolve o sobrenome Manssur tem que ser visto com muitas ressalvas, não só no SPFC como na vida. Assim como Natel (o recente). A princípio, para um leigo como eu, a ideia da separação é ótima. Mas quando esses nomes se tornam responsáveis….

  2. Pois então o Pimenta será o responsável pela separação do futebol da parte social ?
    Taí mais uma prova de que estão todos juntos , Leco , Pimenta , Natel , Mansur , Aidar e o resto do bando .

  3. O projeto deve ter uma concepção do ponto de vista juridico , que acredito tenha sido feita pelo Mansur , mas deve também uma concepção estratégica , que precede a juridica e é muito mais importante .
    Essa última eu acredito que tenha sido feita pelo grupo que está se apoderando com todas as mãos do SPFC .

  4. Qual será o valor de venda do São Paulo?, e de quanto será o desconto, e o percentual de comissão que essa cambada ganhará? Fica a pergunta!

  5. A “tal empresa” parece ser um prêmio para quem, sistematicamente, vem afundando o “barco” tricolor.

    A “futura separação” formal e aparente, sob o comando dos mesmos, não trará nada de novo ao SPFC, a não ser novos personagens: Carlos Leite, Fernando Garcia, Bertolucci, Kia …, associados aos mesmos de sempre.

    Pedras cantadas com muita antecedência.

    Triste SPFC.
    Pobre futebol tricolor.

  6. Alguém que não me lembro, disse aqui:

    ” Lucro para nós, despesa para eles” … ,
    não será muito diferente disso.

    Grupos de investidores x clubes, com a legislação no Brasil …, não precisa ser gênio para concluir o resultado, muito parecido com a situação falimentar atual dos clubes, que deve piorar em breve.

    Investidores que não perdem nunca, clubes que desaparecem …, e o capital agradece em novos conglomerados financeiros disfarçados em esporte.

  7. E pensar que teve alguns que se revoltaram durante o período eleitoral e até inimizades fizeram.

    Tá aí a prova inequívoca a favor de quem dizia que era tudo a mesma coisa, que não há diferença pratica.

    Já dá para afirmar que, quem votou em Leco, garantiu poderes também para o Pimenta. Rss

    Fico imaginando como deve estar a cabeça do Paulo Scala agora…. defendia tanto o Pimenta e criticava a separação social e futebol… será que vai tecer comentários negativos ao Pimenta ou agora irá elogiar a separação?

  8. Não é suficiente apenas futebol e social. Cotia não é futebol profissional, tem que ter gestão própria, receita, controle de desempenho, despesas e independência para realizar sua missão – formar jogadores aptos à profissionalização no clube ou no mercado interessado para obter maior lucro. O erro futebolístico do São Paulo F.C. é não ter uma Política de Formação de Plantel para prática do futebol moderno e obtenção de maior receita usando a base. Separe Cotia para uma gestão compartilhada com investidores estrangeiros e tudo será mudado, mantendo-se a preferência do São Paulo F.C. com limites bem estabelecidos. Trata-se de um manancial de enorme jazida que vem sendo aproveitado apenas superficialmente. Tem que separar do futebol profissional.

  9. Sem querer pregar a violência, mas está faltando um protesto da nossa torcida como a torcida da Flamidia está fazendo desde ontem pressionando todo mundo ( direção, jogadores, treinador), isso que eles ainda estão numa situação parecida com a nossa…

    • Falei muito isso aqui essa semana… precisamos nos organizar e fazer da vida desses caras um inferno. Urgentemente… pq o Tricolor na mão desses caras, infelizmente só piora !

      • nossa torcida tá muito quieta… não adianta só falar na Internet… isso nao vai incomodar ninguém la. Tem que protestar na porta da casa desses vagabundos!

    • Ridículo o que fez a “torcida” do Flamengo. Vandalismo, coisa de bandido. Trabalhador, cidadão de bem não se envolve com esse tipo de coisa. Se eu fosse o Diego já pediria minha rescisão imediatamente.
      Estudar, trabalhar, cuidar da família, isso é coisa de gente boa, não correr atrás de jogador de futebol.

  10. Farinha do mesmo saco, não existe oposição no SPFC, são todos dejetos do mesmo esgoto.
    Todos os diretores, independente da função e atuação são culpados pelo SP estar nessa draga desgraçada que não tem fim.
    Esse projeto deveria ser feito por pessoas sérias e bem intencionadas, não por essa corja.
    Vi no Globo Esporte que o SP teve um superávit, mas não adianta, tornaram a grana e de forma errada, contataram muito mal. Desse jeito fica difícil ter lucro, vai para o lixo.

  11. https://globoesporte.globo.com/futebol/times/sao-paulo/noticia/sao-paulo-arrecada-r-188-milhoes-com-vendas-de-jogadores-e-apresenta-superavit-em-balanco-de-2017.ghtml

    arrecadou 86 milhões a mais que o ano anterior devido as fortes vendas de jogadores, mas vejam bem, em compensação olhem como subiu tbm as despesas, 84 milhões a mais comparado com o ano anterior

    e se não tivessem vendido nada, fosse zero de arrecadação de vendas de jogadores (claro que isso é impossível, mas vamos imaginar) eae oq seria do SPFC ? Com toda certeza fecharia as portas!

    tá explicito que o clube é mal gerido e depende de mais das vendas de jogadores, sem essas vendas o clube fecharia todo ano no negativo, e coloca negativo nisso, como reverter essa dependência gigantesca em vendas de jogadores pra ficar no positivo ?

    toda vez que o SPFC arrecada mais, reparem eles tbm aumentam as despesas, e quando o SPFC arrecada menos, as despesas diminuem conforme mostra os balanços de outros anos anteriores, então qual é a conclusão que eu chego ? safadeza !!!

    se eles quiserem, conseguem cortar os gastos internos e fazer o clube ter uma administração mais saudável, ou vamos dizer assim, menos pior, mas toda vez que o clube bate o recorde de vendas de jogadores, essa velharada sacana, vai lá e aumenta as despesas no clube, virou um vício!!

    é igual pobre em final de ano quando recebe o seu 13º, tem alguns que endoida e quer fazer ostentação, mas depois que a farra passa, ae entra na linha e fica na pendura o resto do ano rss

    O SPFC está assim, ano bom em vendas a velharada vê dinheiro entrando começa a ostentar, quando o ano é ruim eles maneram, isso não é administração séria, o clube nunca vai se acertar administrativamente se ficar nessa gangorra de despesas

    a receita do sucesso é simples, gerar mais receitas e cortar gastos, e isso tem que ser regularmente todo santo ano, senão o SPFC vai ficar eternamente vendendo jogadores e antecipando cotas de TV e etc.

    • Ninguém tem intenção de consertar nada no SPFC não mano… tá bom desse jeito (pra alguns) , então a tendência é ficar nisso mesmo, a não ser que a torcida comece a cobrar com mais frequência e verdadeiramente os culpados por tudo isso….

  12. Não vejo diferença nenhuma nessa separação. Isso é apenas um ato contábil.O que o São Paulo precisa mesmo é de libertaçao. Eleições livres e diretas com votos dos sócios torcedores. É mudar pra não morrer..
    Depois que o tal de Fernando Casal de Rey aumentou o numero de vitlícios de 80 para 160, aumentaram os chumpins e o clube foi se definhando. Hoje, somos também uma companhuia hereditária. Esse tal de chapéu,é genro do Fernando Casal de REi. E asssim caminha a mediocdridade.

Deixe uma resposta