Jogadores formados em Cotia perdem espaço no São Paulo

Quando a temporada de 2018 começou, o discurso no São Paulo era de que o time seria formado por três pilares: base do ano passado, contratações e a molecada formada em Cotia. Realmente, é. A diferença é que, antes, os garotos revelados nas categorias de base tinham mais espaço. Aos poucos, isso está diminuindo. A chegada do técnico Diego Aguirre, por exemplo, fez a média de garotos utilizados por jogo cair de 3,7, com Dorival Júnior, para 3. Os números indicam a quantidade de meninos relacionados por jogo neste ano e quantos deles entraram em campo, seja como titular ou reserva.

 O meia Shaylon, por exemplo, não atua desde 8 de março. A última partida dele foi justamente a que ocasionou a demissão de Dorival Júnior – derrota para Palmeiras pelo Paulistão. Outro caso é o do volante Araruna. Ele não joga desde o dia 25 de março, já sob Aguirre, na vitória por 1 a 0 sobre o Corinthians.
A Tribuna

124 comentários

  1. Entendo que nós precisamos achar “um time” primeiro, pra depois usar a base.

    Senão muito jogador promissor não dará certo.

    E principalmente voltar a ganhar pelo menos um título esse ano pra voltar a confiança do clube.

  2. Acho que já está na hora da torcida mudar um pouco o foco dos jogadores pros diretores. Em 4 meses de trabalho:
    1) pagamos 10m pra um goleiro que não joga enquanto temos um péssimo goleiro de titular (se o técnico não escala, a diretoria tem que intervir, Juvenal era mestre nisso). Além disso tem que trocar o preparador de goleiros.
    2) pagamos 10m num aposentado que vinha de uma temporada ruim no fraco sport pra jogar numa posição que ele nunca jogou.
    3) liberamos o Jr. Tavares pra ficarmos com o Edimar pq a diretoria é incapaz de lidar com um jovem de 21 anos
    4) pagamos 6m de reais no Trellez.
    5) o discurso de usar a garotada já foi abandonado e hoje temos 2 titulares saídos de Cotia apenas sendo 1 deles por falta de opção (tirando o R. Caio que subiu em 2011). Fora isso não temos garotos nem como reserva imediato sequer.
    6) fracassos em renovações de contrato (aqui é meio a meio. Se for verdade a informação de que o Militão quis 300k/mês e a diretoria não quis pagar, aí é 100% culpa da diretoria), mas não muda que os contratos estão sendo muito mal geridos. Fruto da péssima gestão anterior.
    7) fomos pro estadual sem lateral direito ou até pior, só com o Bruno de lateral direito e não demos chance aos garotos. Obs: Auro é titular absoluto do Toronto e pode ser campeão da Champions dos caras hoje. Bruno em 4 anos de clube não tem 5 partidas boas pelo clube. Não tem uma partida no nível das atuações do Auro de 2014. Quem merecia nova chance esse ano?
    8) pelo quarto ano seguido estamos montando o elenco durante o ano. Já chegaram no decorrer da temporada Carneiro, Everton, Valdivia e Régis. E eles dizem que podem chegar mais. Com isso novamente temos um elenco inchado, sem espaço pros garotos e com uma folha salarial altíssima. Chegaremos no final do ano montando barca de dispensa mais uma vez. Aliás, já dá pra começar com Sidão, Edimar, Bruno…
    9) adiamento da demissão do treinador anterior até realizar a troca às vésperas de uma sequência de 3 decisões (depois do jogo com o Santos já era pra ter demitido o Dorival)
    10) empréstimos com condições absurdas. Os que saem são com a maior parte do salário paga por nós e com passe fixado em valores ridículamente baixos. Os que chegam são 100% bancados pela gente e com passe fixado na lua.

    Alguém quer acrescentar algo?

      • O caso das “férias remuneradas” para prospecção de futuro negócio na Europa, no caso de Júnior Tavares.

        Nossa preparação física.

        Nosso Departamento médico.

        Nosso scout e REFFIS.

        Falei ontem …, fechem a direção de futebol e deixem os empresários atuarem livremente …, seria mais honesto.

        • Tem mais essa mesmo. Chegamos em abril com vários jogadores sofrendo lesões musculares e nos últimos anos tivemos vários jogadores “intratáveis” aqui e que jogaram normalmente em outros clubes. Se o A. Martins sair do clube hoje, no fim de semana q vem ele é titular de outra equipe.

    • Mas antes da chegada de Rai, Ricardo Rocha e Lugano, o foco era a direção. Começou a trégua devido a saída de Pinotti e a chegada dos citados, quando começou timidamente algum tipo de reclamação apareceram vários pedindo tempo e depositando total confiança no trabalho principalmente no Rai.

      • Acho que os caras merecem paciência e não acho que eles devam ser demitidos, mas a avaliação tem que ser constante e a cada semana que passa é uma notícia ruim depois da outra e uma eliminação depois da outra. Pra mim ontem foi a gota d’agua, estamos dando um moleque de potencial pra um time francês testar, ver se gosta (tudo pago pela gente) e aí, se quiserem, podem comprar (por uma mixaria) e enquanto isso o Edimar joga aqui. O problema é, se o técnico faz asneira, é serviço dos diretores cobrarem (e eu espero que cobrem o Aguirre pelos últimos jogos). Se os diretores começam a errar demais, aí é o presidente que tem que cobrar e aí a gente tá perdido. Presidente não entende uma vírgula de futebol pra questionar o gandula que trabalha no Morumbi, quem dirá pra questionar Raí, Ricardo Rocha, Lugano, Aguirre…

    • Trocar o Preparador de goleiros??? Já trocaram com a saída do Mito.
      Hoje está o Marquinhos Trocout, com o Mito era o Lamousier

      • Sim. Ótimo jogador titular que pode jogar em mais de uma posição e que tem tudo pra ser vendido por uma fortuna além de nos ajudar em campo. Se compararmos com salário de Bruno, A. Martins, Diego Souza, Wesley, etc tá mais do que justo.

    • Concordo 100% com o Hugo. A quantidade de contratações erradas efetuadas pelo SPFC acredito que é a maior entre os clubes da seria A.
      Quanto ao posto mais acima que o time precisa primeiro encontra “um time” para poder usar os jogadores da base, não concordo! O exemplo que contraria essa logica é o time do Santos FC, utilizam muito bem a categoria base deles e essa custa bem menos que a do SPFC. Os resultados alcançados pela equipa santista são melhores e sempre com a equipe recheada de garotos da base.

    • 11) A diretoria precisa decidir urgente se o clube vai servir para requentar jogador de empresário ou se quer ter um time competente e ganhador.

      SPFC = Somos Plataforma para a Falta de Competência

      Obs: Qual é a situaçao do Auro? Vendido ou emprestado?

  3. Com a chegada de Garcia, Leite, Bertolucci e Kia, com a proximidade da tal “empresa” e a futura “separação” …, tudo fica mais explícito.

    Pedras cantadas há tempos …, e seguindo o roteiro.

    #Triste SPFC e pobre futebol tricolor.

  4. Pouco uso da base, contratações excessivas no “meio” da temporada inchando o elenco, folha salarial cara pra um time medíocre.. esse foi filme de 2016, 2017 e agora se repete em 2018. Como esperar resultados diferentes repetindo os mesmos erros do passado?

  5. É uma pena, pois temos vários jogadores promissores que poderiam nos ajudar muito no presente e no futuro.
    Não faltou competência aos jovens jogadores, faltou competência e coragem a quem deveria gerir e dar lastro a esse planejamento inicial.
    Essa diretoria não consegue traçar um planejamento e dar um rumo ao nosso futebol.

      • Uma pequena lista destas promessas que jamais foram devidamente aproveitadas no elenco principal: Boschilia, Ewandro, João Schmidt, Sergio Mota, Aislan, Bruno Uvini, Pedro Bortoluzzo, Henrique, Ademilson… Estes são os que eu lembro agora, mas a lista é infindável, como sabemos.

        Todos nesta lista eram ou são bons? Não, mas independente disso, jamais foi do interesse da diretoria colocá-los no time principal ao argumento de não fritá-los. Ok, e qual é o destino dos moleques quando não são fritados? São esquecidos, vão para um time qualquer e não cansam de ser emprestados.

        Dizer que o SPFC forma bons jogadores é uma promessa tão ilusória quanto dizer que somos um time copeiro. Falo isso porque me entristece ver o clube falhando em duas de suas maiores tradições.

    • Exatamente. A falta de planejamento no profissional está atingindo os meninos que sobem da base também, mas Cotia está longe de ser o problema, está mais perto de ser solução.

  6. Quando foram buscar jogadores de: Sport, Vitória e Bahia, clubes que brigavam para ser “campeões” do Brasileiro 2017, já tínhamos a certeza que esse campeonato seria nosso! Falando a verdade, acho o Brenner superior ao Trellez, Lucas Fernandes e Shaylon, nível técnico muito próximo ao DS do Sport, e superior ao do SPFC e Lucas Perri, mais seguro que o Jean. Só lamentar o nosso planejamento descontinuo e servindo a interesses obscuros.

  7. Esse Araruna e Shaylon não tem a minima chance de fazer parte do elenco, digo esse para o Brenner nesse momento…a torcida não vai ter paciência com ninguém. muito menos as joias da base (Liziero e Millitão) os demais não vejo como joias não.

  8. Fico com a impressão que Aguirre está “escanteando” Jardine e a preterição da base é reflexo disso.
    Também pode ter relação com renovação de contratos, mas são tantos preteridos (Junior, Araruna, Lucas, Shaylon, caique, Brenner….), que fica difícil crer nisto.

    • Não vejo Jardine com função alguma nesta comissão técnica.

      Empresários “diversos” estão sendo “escanteados” por aqueles que comandarão a “tal empresa” e serão os mandatários da “separação” …, simples assim.

    • Alagoano, to com a mesma impressão que você. Não a toa deixamos de lado o futebol pra frente que massacrou o Corinthians no Morumbi e que dominou o primeiro tempo em itaquera pra voltar com o futebol chato, insolente e com as mesmas peças e defeitos do Dorival Junior.

  9. Mandamentos de “dios”

    Primeiro mandamento: “Amar o São Paulo F.C. mais que todos os outros… e não gastar seu dinheiro em vão”;

    Segundo mandamento: “Não roubar, e se quiser ser diretor do clube, abra mão de seu alto salário e siga-o com paixão”;

    Terceiro mandamento: “Não cobiçar os maus jogadores alheios nem idolatrar falsos ídolos”;

    Quarto mandamento: “Honrar o passado vitorioso do clube”;

    Quinto mandamento: “Não perder nos domingos e demais dias e festas”;

    Último mandamento: “Não crucifique a torcida nem mate o torcedor com time tão ruim”.

    Conclusão: É bom arrumar um lugar maior, porque o inferno no São Paulo ficou pequeno.

  10. Aí falam que a garotada sente o peso no profissional, mas é só procurar e relembrar quantos gols essa garotada fez em clássicos só na gestão do Leco… daí compara com a quantidade de gols que os medalhões fizeram em clássicos nesse período…

    Não dão sequência para os garotos e já falam que estão verde… mas é pra ter paciência com os “feras”…

  11. o nosso maior problema está no meio de campo:

    Jucilei :

    1- jogador lento – sem nenhum tipo de mobilidade;

    2- parece cobra velha – só dá o bote errado.

    3- não tem presença de área – ofensiva e defensiva;

    4- prestem atenção quando ele recebe a bola – sempre de cabeça baixa, acho que nunca tocou uma bola de primeira, atrasa ao jogo…um jogador que não impõem respeito no meio….. basta compara-lo ao Ralf;

    5- Ele é apenas um penteador de bola lembra muito o maicon feijoada( que pelos menos sabia chutar a gol)

    • Mas assim como Petros …, Jucilei é também uma negociação “nebulosa” e muito estranha, devido aos valores e partes envolvidas.

      Muito do futebol nada tem a ver com o futebol.

      • Concordo com você paulo …aquele 1,5 milhão de euros pra um jogador que o time chines não queria é muito estranho ….rachide talvez ?

        • Pra mim sempre foi Jucilento. Futebol fora da realidade atual. Pior que a maioria da torcida ainda gosta dele. Brucutu. Sou mais volantes tecnicos. Alguem tem saudade de Mineiro e Josue?

          • Como zagueiro ele funcionaria bem. Joga com 3 zagueiros: Arboleda, Rodrigo caio mais adiantado e Jucilei mais recuado. E joga só com Liziero como volante.
            Jean, Regis, Jucilei, Arboleda, Rodrigo caio, reinaldo ( Liziero), Liziero, Nene, Everton, carnero e valdivia. Time mais equilibrado, com dois alas , defesa mais protegida com 3 zagueiros e meio campo mais veloz com vadivia, nene, Everton e Carnero, que espero seja bom , na frente. Se não funcionar assim manda o Aguirre embora e traz o Cuca.

            • Pois é, pelo jeito você entende mais de futebol que o Aguirre.
              Fica complicado quando os caras de um blog propõe melhores soluções que o técnico oficial, ahahaha.

              O que o Aguirre fez no ultimo jogo terminando o jogo sem centroavante, colocando o Cueva de ponta recebendo lançamento (basta ter assistido jogos do ano passado para ver que o Cueva só rende se jogador pelo meio vindo de trás) ou o Militão de LE, isso com o JR Tavares no banco!
              Horrivel, horrivel, horrivel . Aguirre não é técnico de séria A e como já falaram aqui está colocando o Jardine de escanteio.

    • Dos que estão ai, o Jucilei é o menor problema de todos. O Petros é terrivel, Hudson nem se fala. O Liziero começou bem demais, mas a contar pelos dois ultimos jogos, já estou na duvida qual é o verdadeiro. Aquele que jogou bem ou este ultimo que está cheio de confiança e errando tudo.

    • Exato, os que se destacam já tomam conta, os outros patinam.

      O que não quer dizer que não poderiam ser úteis em um time formado, com mais tempo e paciência pra mostrar sua qualidade.

      MAs no momento não são eles que vão resolver mesmo.

  12. A verdade é que pra usar a base precisamos ter um jogador realmente diferenciado mas tb com mais personalidade que chegue e dê resposta rápido. Ou um time bem formatado, que o jogador entre e possa mostrar sua qualidade sem tanta pressão.

    Veja o Liziero, que já tomou conta da posição. Ou no ano passado, David Neres e Luiz Araújo.

    Do outro lado, temos muitos exemplos, o Lucas Fernandes que as vezes vai bem as vezes não, o Brener idem, e outros. Pq precisam de mais paciência mesmo e sem um time consolidado fica mais difícil pra esse tipo de jogador que precisa de mais tempo. No primeiro erro já não presta e não é bem assim.

      • Não sei se é por ai, acho que ele joga pq tem algo que nenhum outro volante tem a oferecer.

        O Militão mesmo é uma pedra no sapato por conta do empresário, mas joga pq tem qualidade.

        Tem coisas que a gente não sabe, mas quem é diferente acaba se destacando.

        A base não é a solução a curto prazo.

    • Acho que o problema é que os moleques da base podem até entrar bem nos jogos que não vão receber sequência. Lucas Fernandes fez boas partidas, Junior Tavares fez boas partidas, Boia entrava bem, Caíque entrava bem. Quantos receberam uma sequência de 3 jogos como titular no ano? Enquanto isso o Cueva vem fora de forma, atrasa na apresentação, anda em campo e teve uma baita sequência como titular não jogando nada e até hoje quando dá ou é titular ou entra no segundo tempo. O Edimar vira e mexe é titular, M. Guilherme ficou 43 partidas seguidas jogando sem mostrar nada que justificasse, principalmente nesse ano, Petros ridículo é intocável.

      É muito melhor apostar num garoto, dar uma sequência (como você falou, nem todo mundo vai jogar bem desde o primiero minuto, tem que ter paciência) pro moleque se desenvolver do que ficar insistindo em jogadores que sabidamente não vao dar retorno algum pro time (Petros, Edimar, Hudson, M. Guilherme, Diego Souza). Jogar um jogo a cada 20, 30 dias ou nem isso não vai ajudar a desenvolver ninguém..

      • Tem razão, mas o momento não ajuda. Se em três jogos não melhorar, pronto, vc queimou o moleque. Ai tem que ter uma convicção de fazer algo diferente, mas a torcida não ajuda nesse sentido, a pressão por tanto tempo sem título, etc.

        Acho que o modelo do Atletico-PR perfeito, assume que vai jogar o Paulista com o sub-23 e pronto. Assume isso e blinda a molecada. Nesse caso o problema é o rabo preso com a federação, tv, etc. Não sei nem se por contrato podem fazer isso.

        • O momento nunca vai ajudar. Se o time estivesse bem, ninguém receberia chances. Não teria pq mudar. Ao invés de entrarem aos 30min do segundo tempo pra tentar salvar o time como fazem hoje, iam entrar aos 35 minutos do segundo tempo de jogos ganhos pra ganhar rodagem e no final das contas ia dar na mesma. E aí eu concordaria q nao tinha q colocar mesmo. Se tivesse bem o discurso seria: pq tirar o Petros que tá jogando bem pra colocar o Araruna que é incógnita? Pq vai colocar o Lucas Fernandes que as vezes entra bem e as vezes não pra jogar 4, 5 jogos se o Cueva tá bem?

          To pra ver um jogador que ganhe a vaga nesse lenga lenga de testar no segundo tempo.

          É o caso do Pedrinho lá na galinhada. Ano passado ele não jogava no primeiro turno pq o time tava voando, não tinha pq mexer, no segundo turno ele não jogava pq o time tava mal e aí ia queimar o moleque e ele tá nesse lenga lenga até hoje. Se não fosse por ele não teriam passado pelo Bragantino no paulista e até hoje o moleque não recebeu sequência.

          • E tem mais: no tempo do título da Liberta em 2012, não tinha ninguém da base jogando um minuto sequer. É complicado mesmo.

            Voltando ao nosso time, acho que deve-se dar mais chances ao Paulo Bóia e para o Brenner. Shaylon já mostrou ser limitado mesmo.

          • Mas aí cai no que eu falei, o moleque precisa arrebentar quando tem a chance, pra mostrar de cara que pode ser titular. E se o cara é fora da curva, até em treino ele vai chamar a atenção e vai jogar. Ou pelo menos receber mais chances. Se isso não acontece talvez seja pq não está fazendo toda essa diferença.

            • Concordo com você, mas o problema é quanto tempo é esse “de cara”. Pra mim tem que ser uma sequência de 3 ou 4 jogos no mínimo. Hoje tem sido no máximo uns 60 minutos. Pega o David Neres. Entrou contra o Flu. Em 15 min acabou com o jogo e por isso recebeu sequência. Se naqueles 15 minutos ele fosse mal (como foi depois contra o América-MG) duvido que seria titular no jogo seguinte e sem ele fatalmente cairíamos. 15 minutos. É pouco tempo. Pode acontecer de tudo. Não dá pra avaliar ninguém.

              Se der sequência (3 ou 4 jogos, não 15 ou 30 minutos) e não render, aí empresta ou deixa treinando mesmo pra dar mais chances mais pra frente. Como é com todo e qualquer jogador. Diego Souza teve sequência de centro avante e foi mal. Entrou o Trellez e recebeu sequência (duvido que tava arrebentando no treino). Não correspondeu. Então pq Bissoli ou Brenner não recebem uma sequência agora? A resposta é simples: pq são jovens formados aqui. Não tem nada a ver com técnica, com dedicação, com bola… é só por um ter 18 anos e o outro 20, mas o Carneiro que tem 22, se pudesse fisicamente, receberia a chance sem sombra de dúvidas, independente de ir mal ou bem em treinamentos.

              Sobre ser fora da curva. É por aí mesmo, se o jogador da base for fora da curva ele joga. Se não for, não vai jogar. Aí eu te pergunto: o Sidão é fora da curva? O Trellez? O Petros? O Bruno? O Edimar? Não são. Precisa ser fora da curva pra ser melhor que eles? Não precisa. Se um jogador da base jogasse o que esses caras jogam ou jogaram, teriam ficado tantos minutos em campo? Nem a pau…

              • Pois é, mas Sidão, Petros, Edimar, Bruno, todos esses já estão queimados.

                Um garoto as vezes precisa até de mais tempo pra engrenar, mas se não engrena já não serve, o que pode não ser verdade.

                Na verdade eu penso parecido com vc, só entendo que essa equação não é algo simples por causa principalmente da impaciência da torcida.

                Por isso eu acredito que bancar esses caras em um Paulistão por exemplo, seria o ideal. Ai vc fecha que vai ser com eles e pronto, independente da pressão.

  13. o jeito vai ser torcer pro fortaleza …..

    que vem ganhando os jogos e principalmente jogando muito bem….

    Enquanto isso na barra funda !!!!!!!!!!qual será a cortina de fumaça da vez ?

  14. avise ao Militão ou renova ou fica afastado …..

    Chega de fazer vitrine pra jogador e empresário mercenário.

    Isso vai forçar uma venda no meio do ano…pouco nesse caso….. é melhor que nada…

    jogador esforçado na defesa , na lateral e no meio….nada além disso

  15. Nenhum garoto de Cotia decepcionou esse ano, aquele jogo contra o São Bento, onde as carniças do Maicossuel, Reinaldo e Sidão, entregaram a rapadura selou o fim da molecada. O Bissoli teve 1 tempo no profissional e uma cabeçeada, o Brenner fez 2 gols e foi para a reserva. O Trellez fez 15 jogos e 2 gols, com ele tem que ter paciência, pois é um jovem de 29 anos e 62 gols na carreira, pobre tricolor.

    • É isso. Acho que ninguém aqui pede que os 11 titulares sejam de Cotia, que tirem jogadores que estão bem só pra colocar a molecada ou algo do tipo. O que a maioria pede é que eles recebam chances de mostrar seu futebol (que não é 15 minutos uma vez por mês). Olha a sequência que o Trellez teve, não correspondeu, pq não dar uma sequência de 4, 5 jogos pro Bissoli agora? O Petros faz 1 ano que não tá jogando nada, pq não dar uma sequência pro Araruna (que não joga de volante, sua posição, desde os tempos do Rogério Ceni) ou pro PH Gênova? M. Guilherme teve 43 jogos e não mostrou nada, pq não dar uma sequência de 4, 5 jogos pra Boia/Caíque? O mesmo vale pro Lucas Fernandes no lugar do Cueva… Se forem ruins, se não jogarem nada, vão manter o nível do antecessor mesmo… O ruim a gente já tem. Se apostar inevitavelmente vai acabar descobrindo alguém..

  16. Se quando jogou alguns jogos tivessem tratado da renovação do Militão, tinham resolvido, mas deixou jogando e se firmando há muito tempo e só depois chamaram para renovação, falha da direção sim senhores. Segundo tem jogador que precisa insistência para jogar, falta paciência com os garotos através da comissão técnica e torcida e sobra quando é medalhões, vamos ter mais calma com os garotos, senão vendemos eles baratos e gastamos todo dinheiro em medalhões e nunca seremos campeões.

  17. Araruna é melhor que o Petros e Hudson, se jogar junto com o Liziero vai crescer de produção.
    Agora com um time sem padrão é difícil jogar bem e ter oportunidades.
    Paulinho Boia sempre entrou bem e não teve mais chance.

  18. Se essa Molecada: Paulinho Bóia, Brenner, Lucas Fernandes, Shaylon, Liziero, Helinho, Bissoli… estivessem no Fluminense ou Santos, a grande maioria seria titular, até porque é da filosofia do clube, como foi aqui um dia com Cilinho e com o expressinho do murici. A falta de conquistas e a roubalheira no clube, deixou a torcida muito ansiosa, o que atrapalha a explosão da base no profissional.

  19. O Aguirre chegou, e só jogou decisão praticamente, e colocou molecada ainda. Querem o que, que ele escale só os guri, típica matéria tendenciosa, comparando números de períodos completamente diferentes, Dorival ficou em torno de 6 meses, acho, e Aguirre nem um mês tem.

  20. Parece que o Paulinho do Vasco foi vendido pro Leverkusen mesmo. R$127 milhões. Será que o Vasco agora volta com dinheiro pra levar o Diego Souza?

  21. É meio contraditório… Os jogadores perdem espaço? Liziero e Militão vieram de onde? Estão no time titular quase de maneira incontestável…

    Talvez falte é qualidade mesmo. Se nem em treino conseguem convencer o treinador

  22. Do que adianta a base vir forte se a diretoria faz tudo errado?

    Vende os melhores, investe nos piores.

    Treinadores inventam meninos em posições totalmente erradas.

    Militão já foi lateral direito, lateral esquerdo…jogará de goleiro agora?

    O Rogério Ceni avisou, repito: AVISOU, lá em janeiro de 2017 que em um ano e meio o Militão atingiria o patamar do Jucilei (na verdade, se estivesse jogando de volante já estaria bem melhor que o Jucilei, que só toca de lado também).

    Tivesse algum incompetente ouvido o Rogério Ceni lá atrás, o contrato dele estaria renovado até 2000 e lá vai pedrada por no máximo 100 mil.

    Começa o ano e o que acontece? Contratam Anderson Martins pagando mais de 400, Rodrigo Caio tem vaga cativa, Jucilei e Petros vaga cativa e daí metem o cara de lateral. Ah, meu, quer saber? Muitos aqui reclamam do menino não renovar, mas muitos fariam igual. A grana, óbvio, é o fator principal, mas vocês acham que jogador de futebol é burro? Não estão vendo a bagunça generalizada?

    O dinheiro do David Neres se duvidar já foi todo para o ralo com os salários e valores astronômicos de Pratto, Diego Souza, Trellez, etc.

    É muita incompetência. Tudo muito errado.

    Régis chegou ontem para a lateral direita e já está jogando de meia e/ou atacante pelas beiradas enquanto Shaylon, Lucas Fernandes, Toró, Helinho, Brenner, Paulinho, etc, estão aonde?

    Clube não se define. Vive de dúvidas constantes. Pode até definir uma meta, mas daí qualquer torcedor mete pilha na internet e já saem fazendo cagada.

    Tivéssemos um meio com Militão e Liziero e uma zaga com Arboleda e Bruno Alves, além de ter investido em experiencia para o Lucas Perri, as coisas já estariam MUIIIIIIIITO melhores.

    Mas pra um moleque não tem paciência, agora pra um jogador de 32 anos de idade, sem vergonha nenhuma na cara de ser um mimado que não aguenta pressão, tem.

    Parabéns ao trio de ídolos se queimando na velocidade da luz. Estão inventando muito já também.

  23. O pé não inchou nem um pouquinho, mas é dito que está doendo muito… Isso tira o jogador das próximas rodadas e da convocação? Ou será que ele virou uma ilha cercada de medo por todos os lados?

    Cadê o Vitor? Onde foi parar o Vitor que marcava o Pelé de botina? Nunca pensei que eu fosse sentir saudade do Vitor. Cadê o Roberto Dias? Onde foi parar o Dias? Aquele sim é que era jogador. Ah que saudade dos tempos de outrora, de quando Cotia era a rua e os campos de várzea.

    Agora só resta o que estamos vendo aí – jogadores sem criatividade, sem fundamentos, sem protagonismo. Só a desorganização nos clubes, a incompetência dos dirigentes, a falta de dinheiro e a falência do nosso futebol. Quem viu ontem o Liverpool ganhar de goleada do Roma e compara o São Paulo que bateu aquele time, sagrando-se Campeão Mundial em 2005 (há 13 anos), não tem como deixar de lamentar a nossa falência. E dessa areia movediça não vamos sair tão fácil – falta talento, falta criatividade, falta competência.

  24. SPFC de Cotia e sim a melhor base do pais … aonde todos querem estar, exemplo na formacao de atletas.

    porem

    SPFC da Barra funda nao sabe aproveitar os jovens, nao da seguencia e quando da chances o jovem acaba sempre jogando fora da posicao.

    O erro para mim e mais ou menos como vou exemplificar aqui: Sidao, machucou, entra Jean … Sidao e Jean machucados … o Perri pensa: agora e a minha chance … ai entra Cueva improvisado no Gol.

    E isso o que acontece … ai o SPFC vai contrata um goleiro da mesma idade, do mesmo nivel por valores altos e salarios 10x maior.

    Ai o Perri fica puto e quer ir embora com toda razao. Foi assim com o Cipriano, Joao Schmidt e agora com Militao.

    Militao esta a mais de 1 ano jogando improvisado. Lucas Fernandes|Shaylon so jogam de ponta esquerda, Brenner era o melhor jogador do SPFC no Paulistinha e saiu do nada .. teve chances .. foi melhor que Trellez e nao joga.

    Jogador jovem precisa jogar e ter seguencia .. o SPFC deveria emprestar os destaques para times menos para terem sequencia e voltar ao time ..

  25. O caso do Militão é complicado. Do ponto de vista técnico, o SPFC não está em condiçoes de prescindir do cara. Não tem outro jogador pro lugar dele. O Régis está jogando de ponta e o Bruno é o Bruno. Se o empresário dele não quer fazer negócio e prefere esperar o fim do contrato, por quê ele vai aceitar que o SPFC o negocie? O Miranda recusou todas e ficou até o fim do contrato. O Danilo, também. Acho que o Grafite também. O João Schmit… enfim, não tem como forçar se ele não quiser. A menos que seja irrecusável, melhor que a expectativa atual dele. Se fosse só por questão salarial, pagar uns 300 mil por um contrato de 5 anos. E que mais teria que aceitar? Colocá-lo para jogar ou congelá-lo? Essa é a questão que colocam. Mas o SPFC pode dar-se esse luxo? Alguns acham que ele é ruim. Faz tempo que o SPFC procura um lateral direito. Já contratou mais de 20 e ninguém se firmou. Depois do Cicinho, Ilsinho e Souza, ninguém tomou conta daquela posição com tanta segurança como o Militão. Até estranjeiros foram contratados (Reasco, Piris, Gonzáles e Buffarini).

    • Veio da chapecoense para a base e terminou sua formação em Cotia, assim como Junior Tavares (grêmio) e Lyanco (Botafogo).

  26. Chega logo, domingo. E que nosso tricolor vença pra acalmar a galera que está insatisfeita com tudo e mais um pouco. Teve até gente falando que a renovação de Arboleda serviu como cortina de fumaça. Aí é dose, heim.

  27. Reinado machucado.
    Junior no Rennes.
    Edimar no Sport.

    Quem será nosso lateral esquerdo? Vão improvisar o Liziero (muito melhor como volante)?

  28. engracado q a materia fala q o uso caiu de jovens caiu de 3.7 pra 3 como se fosse uma mega queda vertiginosa q fechou de vez as portas de cotia no profissional… menos vai…

    haha ou senao deve ser pq o LF q as vezes vai bem as vezes vai mal entao vale 0.7… kkkk

    o problema nao eh a obrigacao de escalar cotia. cotia nao eh feita de meninos de ouro q devem ser privilegiados para jogar. o problema eh escalar quem esta bem e quem esta com a faca nos dentes lutando por um lugar nesse time…

    o preblema eh aguentar jogadores q nao fazem por merecer. o problema eh aguentar jogadores q ligam o nada ao lugar nenhum…

    pq Sidao joga??? quem entende? eh fraquissimo. adora falhar, nao sai do gol e so faz marmelada com a bola no pe..

    pq o tal do militao joga? de lateral? eh quebra galho ali. nao sabe apoiar. e ainda esnoba a instituicao cozinhando a renovacao de contrato pra assim q puder, picar a mula

    pq o edimar joga?? ok, reinaldo teorico titular esta machucado. cade o JT q com meia perna eh melhor e agora vai passear na franca? ate o liziero na posicao sera mil vezes melhor..

    pq o petros q nao faz nada nunca joga sempre e for a de posicao?

    pq joga sempre 2 da trinca q nao serve pra nada: juca, petros, Hudson??

    pq o cueva q eh um dos piores profissionais q ja vi ainda entra em campo?

    pq contraram o DS por 10 milhoes?

    pq contrataram o trellez por 6??? nao eh melhor ver o brio do Brenner em campo? e deixar a casca dele engrocar?

    pq ninguem eh capaz de explicar pro RC q ele seria um OTIMO volante e q a zaga nao eh a dele?

    pq o MG q eh atleta pra 100 m rasos joga sem parar apesar de so correr?

    enfim tem mta coisa mal explicada e errada. e as perguntas continuam sem respostas…

  29. O exemplo famoso de sucesso da base foram os casos do Muller, Silas e Sidney. Tres jogadores titulares do SPFC num time que tinha Gilmar, Zé Teodoro, Oscar, Dario e Nelsinho, Bernardo, Pita e Careca no time titular. O Expressinho foi um time iluminado: Rogério Ceni, Pavão, Nélson, Bordon e Ronaldo Luís; Mona, Vítor, Pereira e Juninho; Denílson e Caio. Ainda tinha o Caté que eu vi jogar na Universidad Católica do Chile e o Pereira que jogou muito no Colo Colo, todos na década de 90. Desses, só não lembro do Nélson e do Vitor. Mas esse time nunca jogou como time principal, apesar que vários foram titulares. São dois exemplos diferentes e ninguém pode negar o sucesso da maioria deles no futebol profissional.

  30. o Militao se nao quer renovar .. tem que jogar ate se contundir !!! nao to dizendo para ele ter uma contusao .. digo que jogador com contrato tem que jogar ate o ultimo dia.

    errado afastar o Cipriano .. isso e premio.

  31. Militao usou a Lei Neymar Pai: que significa receber o dinheiro da transferencia em forma de luvas virando as costas ao clube que lhe abriu as portas.

  32. Vessoni

    @Vessoni
    42m42 minutes ago
    More
    ESPN Brasil deu agora: Paulinho do Vasco, de 17 anos, vendido ao Bayer Leverkusen por 30 milhões de euros (quase R$ 130 mi)

    Uma seguradinha a mais que dá em alguém com talento comprovado e já ‘rende’ mais do que o Leleco projetou de vendas no ano. E ainda rendeu desportivamente na campanha do ano passado.
    Mas nosso presida não aguenta uma ‘propostinha’ de 2 dígitos na casa do milhão.

    • Ah mas tem torcedor que compra fácil a ideia do “15M de euros é irrecusável já que o moleque pode ou não dar certo” ou então o “jogador quer sair, fazer o que?”.

      Enquanto isso tem gente ficando muito rica e o clube se enquadrando em uma lista mediana daqueles que não figuram entre os melhores há muito tempo.

  33. De fora, dificilmente teremos como saber o que, de fato, acontece no São Paulo. A primeira coisa que me vem à cabeça é a de que tem algo muito podre por trás “dos panos’.

    Eu, como presidente do São Paulo, proibiria a entrada de atletas no clube agenciados por empresários que trazem problemas em negociações. Casos como o de Oscar, Cipriano, Militão e tantos outros. Que eles buscassem outros clubes. Seria o mínimo a se fazer. A impressão que se tem é de que o São Paulo tá sem direção (alguém que comande). Todo mundo chega e faz o que quer com o São Paulo.

    Não temos força nenhuma em bastidores mais. Viramos chacota com propostas ridículas pelos nossos jogadores, como a proposta do Vasco pelo Diego Souza. Ou a ida pra “testes” do Júnior Tavares pra França.

    Perderam completamente o respeito pelo São Paulo. Tratam o clube como uma Ponte Preta (ou pior) da vida.
    Perdemos o espírito vencedor (uma cultura de vitória) do clube que sentia as derrotas, que odiava perder. Que quando perdia tinha a obrigação de vencer a próxima.

    Difícil esperar por dias melhores… Mas, nos resta isso..

  34. A questão que levantou o Alagoano (acho), de um possível “chega pra lá” do Aguirre no Jardine, pode ser importante, mas também está no direito do Aguirre de manter as suas convicçoes. A função do Jardine não é a de intervir no trabalho do Aguirre, mas de aprender. Se, por alguma razão o Aguirre sai, o Jardine vai assumir o cargo, mesmo que interinamente. Talvez o Aguirre não esteja usando tanto a base, mas promoveu o Liziero. Talvez tenha sido indicação do Jardine, mas ele viu e aprovou. O Jardine pode ter feito sugestoes que não foram tão boas assim. Enfim, é muito “eu acho”, “talvez” “se”, mas aqui recebemos diariamente tanta informação do clube que nos faz pensar e especular. Eu que acho isso muito bom e posso concordar ou discordar do que os outros escrevem. Também poderia não entrar mais aqui no blog e só acompanhar o SPFC por outros meios nos dias dos jogos. Mas a minha opção é a de ler as opinioes (seletivamente) dos sao-paulinos aqui no blog,

  35. Se coloca a base está cedo e queima jogador…
    se não coloca, fechem cotia…

    tem que por jogar e que seja atrevido e não tenha medo de errar… mas qualquer erro já cai uma bomba na cabeça do jogador…
    quem vier da base só vai vingar (inquestionávelmente) depois que começarmos a ganhar titulos… até lá não há mais paciência…

  36. Eu vou repetir aqui o que já disse: O São Paulo F.C. precisa ter uma Política de Formação de Plantel para prática do futebol moderno.

    Na nossa Comissão Técnica, o “Auxiliar Técnico” efetivo do clube (em sintonia com o Técnico) deveria ser, também, um “analista de escalação tática”. Os esquemas táticos para análise seriam: 4-2-3-1; 4-3-3; 4-1-4-1; 4-4-2; 3-5-2; 3-4-3; 5-4-1. O “analista” precisaria dar o porquê de sua preferência técnica por este ou aquele jogador na escalação do “time titular” em cada um desses esquemas. Contudo, se nessa escalação um jogador dado como titular for insuficiente (nota baixa), então ele teria de ser substituído rapidamente por outro. O atleta que não perfilasse entre os 11 titulares em nenhum desses esquemas seria dispensado do clube. Estima-se que, na implantação desse sistema, parte do plantel seria afastada, inclusive os casos médicos, não disponíveis para jogo há três semanas ou mais.

    Isso faria com que qualquer Equipe Técnica gabaritada, com tantos esquemas táticos na cabeça, já encontrasse no elenco jogador para executar este ou aquele serviço. O problema do São Paulo tem sido a insuficiência do elenco para dar ao técnico o jogador adequado. Assim, ao menos parcialmente, haveria uma solução satisfatória para cada posição e para cada esquema até haver verba suficiente para contratação de maior vulto. O objetivo seria não insistir demais com jogador sem capacidade para executar a função que o esquema tático exige, porque, assim, não obstante o esforço do técnico, o time continua não rendendo, perde campeonatos, tem as receitas diminuídas e o clima político fica cada vez mais insustentável no clube.

    No que tange à formação completa do elenco, todo início de ano ele seria composto de 33 jogadores, sendo:

    A. Onze jogadores considerados “Titulares”; B. Onze jogadores tidos como “Reservas”, mas com capacidade real de titularidade. Segundo o desempenho, poderiam ser transacionados, elevados a titular ou substitutos por outros de mercado;

    C. Onze “Aspirantes” ainda não profissionalizados. Durante o ano de treinamento, o jovem maior de idade, caso aprovado para jogo, assinaria contrato de cinco anos e ficaria à disposição do Técnico. O jovem poderia jogar no time principal, ser emprestado ou ter os direitos vendidos pelo clube; nestes dois últimos casos, o jovem abriria espaço para outro da base e de posição equivalente; D. Os demais jogadores jovens, “não aproveitados no elenco ou com idade estourada”, seriam transacionados ou apenas dispensados.

    Assim, anualmente, haveria no elenco renovações, aprimoramentos, melhoria tática, ganhos futebolísticos de conjunto, de padrão de jogo e de dinheiro nas transações. Em suma: o São Paulo F.C. implantaria uma “Política de Formação de Plantel” para prática de futebol moderno, viabilizando a formação de um grande time de futebol e o aumento geral de sua receita monetária. Isso ajudaria a pagar as dívidas e a ter um time competitivo, com folha salarial reduzida, até o saneamento completo das finanças.

  37. A principal função de Cotia deveria ser abastecer o profissional com jogadores comuns pra formar o elenco (aparecimento de craques é exceção), assim não jogaríamos dinheiro fora com contratações de tipo Maicosuel, Jean, Bruno, Edimar, etc.
    Isso seria óbvio se os interesses em negócios suspeitos com os empresários amigos não fossem o critério pra contratações.

    • Por isso q é uma canalhice quando qualquer pessoa dessa gestão vem falar em disciplina financeira, pagamento de dívida, herança maldita, etc,

  38. Rezando, torcendo muito para que o Vasco nos ajude a minimizar esse prejuízo do DS.

    Ainda acho que o Shaylon deveria ser testado na função de Petros que nada faz.

    Entendi que a diretoria não quer rifar o Cueva é faturar algum mas é iminente que Lucas Fernandes poderia estar sendo mais utilizado.

    • Acho que Toró, Antony e Helinho, todos com 18 anos, ainda não teriam maturidade emocional pra aguentar essa pressão que existe no clube hoje, cenas como a de Brenner chorando poderiam se repetir. Talvez ano ano vem com o Jardine no comando eles poderiam ter mais tranquilidade e chances.

  39. Perri, Militão, Rodrigo Caio, Arbolenda e Reinaldo (não tem outro), Araruna, Lizieiro, Shaylon, e Lucas Fernades, Everton e Carneiro. Vamos ver o que dá.

  40. Quem me garante que os jogadores do SÃO PAULO tambem não são vendidos por esses valores, é que a gente fica sabendo o que eles anunciam, o restante sabe-se lá para onde vai.

  41. É como na politica. Como pode um candidato gastar milhões para se eleger se com o salário que ele recebe não consegue o retorno do capital investido, qual o seu interesse então? O que falta no Brasil é a gente pensar só um pouquinho, mas parece que temos preguiça de pensar. Por isso colhemos esses frutos.

  42. O SPFC vem errando a mão na escolha dos técnicos, o melhorzinho foi o Ney Franco. Quais desses que por aqui passaram fez um grande trabalho? O único foi o Muricy que saiu e foi ser campeão pelo SFC e pelo Flu, saiu porque o Leco não gostava. Gostaria de ver este time atual nas mãos do Diniz ou do Abel Braga

  43. Pra mim isso tem fatores . o time não esta bem . o time e mal montado . o treinador . os próprios jogadores alguns deles ainda não estão pronto . o são Paulo continua sendo um time que seus gestores erram muito . a maioria dos torcedores ficam com um pé atrás de efetivar o jardine por conta do mal trabalho que a diretoria insiste em fazer . e tem um pouco de razão . mais se não fossem os fatores que pesam contra . diretoria incompetente . o melhor pro são Paulo concerteza e o Jardine como técnico . Não quero dizer que o Jardine de inicio de resultado conquistando titulo . isso de título e uma ansiedade e necessidade imediata da torcida e dos dirigentes pra abafar o mal gerenciamento . mais pode se garantir que em um ano do Jardine a frente comandando esse time ele coloca o time em outro patamar . de inicio m time jogando futebol e na segunda temporada um time disputando titulo . a critica e ansiedade em cima do trabalho inicial do Aguirre e que ainda ele não achou o fio da meada . Futebol hoje e um processo dinâmico.as coisas tem que acontecer rápido . o trabalho tem que ter uma cara . uma certeza . o Aguirre não pode ate cobrado pra ser campeão. Mais ao meu ver tem que apresentar evoluções semana a semana .

  44. Acredito que o ideal para o tricolor, era fazer igual o Atl-PR faz há alguns anos. Use o sub-23 pelo menos 10 rodadas do Paulista com o Jardine. Fazendo isso a pre temporada do principal é melhor e a base tbm melhor analisada. Sei que tem a questão de contratos com TV e patrocinadores quanto a isso, mas deveriam rever. Seria de grande valia ao clube e a base fazer isso. Acho que agora em Maio comece a Copa Paulista, ja use o sub 23 com o Jardine obrigando o Aguirre a observar esses jogos e conhecer a molecada

  45. Com certeza, não é R$ 300 mil por mês que o Militão quer, devem estar pedindo Participação no Passe, 10%, 15% ou 20%, mais Luvas de R$ 3,0 5,0 milhões ou mais…

  46. Alguém sabe o que aconteceu com Morato ? Nem relacionado é mais

    Queria ver meio campo com Jucilei, Liziero e Shaylon.

    Liziero e Shaylon são rápido e chutam bem de fora da área (faz tempo que não vejo um gol de fora da área do tricolor)

Deixe uma resposta