São Paulo precisa ter armador e presença na área ao mesmo tempo

Diego Aguirre resolveu dar folga ao elenco e só volta a treinar o elenco na manhã de quarta-feira. Terá tempo para pensar em uma solução para um problema que voltou a prejudicar o São Paulo no 0 a 0 diante do Ceará, nesse domingo: a necessidade de ter um armador pelo meio e também alguém presente na área, e não apenas um dos dois.

Diego Souza já provou que ainda não merece a confiança para ser o centroavante do time, e Tréllez vem aparecendo como opção. Mas, na busca do técnico por fortalecer seu sistema de marcação desde a frente, o colombiano frequentemente joga aberto para Cueva ou Nenê aparecerem como ‘falso 9’. Assim, falta presença na área. No segundo tempo desse domingo, com Cueva e Nenê juntos, tinha muita movimentação, e pouco além disso.

Parece que o esquema do Tricolor é como cobertor curto: quando se encontra a solução para um problema, acaba se expondo outro. A equipe precisa de alguém pelo meio que busque a bola, como Cueva fez ao longo do primeiro tempo, e, simultaneamente, alguém como referência para finalizar na área, inclusive sendo abastecido por quem está pelos lados.

Uma das causas do problema é a falta de armação. Quando joga no 4-3-3, Aguirre opta por um triângulo de volantes que tem, no máximo, raros momentos de criatividade. Atuando ao lado de Petros, como ocorre com Jucilei em campo, ou de Hudson, como nesse domingo, Liziero carrega a bola e demora a encontrar alguém para tabelar ou pronto para receber um passe de primeira, surpreendendo a defesa adversária.

O técnico está ciente do problema, e ainda aposta em um esquema com três zagueiros para ter os alas chegando e tabelando com os pontas. O problema é a inconstância de Régis pela direita e Liziero não ter funcionado como ala pela esquerda, assim como Edimar, escolhido nesse domingo. Com alas funcionando, seria possível Nenê ou Cueva buscarem mais a bola, com a referência escolhida (pode ser Gonzalo Carneiro, em breve) posicionada para finalizar. Mas não é o que tem acontecido.

O fato é que a falta de criatividade mostrada contra o Ceará tem sido recorrente nos jogos do São Paulo. Se os alas não resolvem, outra solução precisa ser encontrada. Depender somente de um toque de calcanhar de Cueva ou de uma finalização de fora da área de Nenê, como nas únicas chances de perigo do time no Castelão, é muito pouco.

L!

 

60 comentários

  1. Sobre o post anterior:

    10 milhos grandes de euros por 70% parece ser um bom negócio, “num” é não? Ainda mais se ficarmos com 30 % aí é chuchu beleza, rs

  2. Boa… folga na segunda e terça é uma boa para quem está com tantas dúvidas… a parte técnica está afinada e a parte física está no auge…

    • kkkk…,.pensei exatamente o mesmo.
      Até quarta-feira o Aguirre tem tempo para resolver as dúvidas e aí é só mandar os escolhidos para o jogo que time já está redondo (alguns literalmente)….é osso!!!

  3. Sonho mesmo seria o SPFC apresentar um time formado, compacto e coeso, organizado e eficiente, à volta de Hernanes.

    Precisamos de goleiro.

    Precisamos de laterais / alas.

    Precisamos de uma zaga confiável

    Precisamos de volantes que cubram espaços vazios em nossa defesa e cheguem ao ataque.

    Precisamos de meias que apoiem o ataque e finalizem em gol.

    Precisamos de atacantes goleadores.

    Aí sim, Hernanes seria muito bem vindo ao SPFC para ser campeão.

    • precisamos de vitórias para ganhar títulos, o resto é conversa fiada!

      não importa a forma como o time vai jogar em campo, ganhando as partidas e conquistando um título, cala a boca de todo mundo.

    • Agora, Paulo, quem deveria ser o goleiro?
      Que volantes seriam esses?
      Quem seriam esses meias?
      Quem seriam os laterais/alas melhores do que os que temos?
      Que zaga seria mais confiável do que a nossa

  4. Issoooo
    folga até quarta
    ai na quarta é só academia
    ai so treina na quinta para descasar sexta porque tem “viagem” pro rio..

    A vá depois reclama que não há tempo para treinar….
    tem coisa que enche o saco

  5. Central FOX Brasil

    Verified account

    @CentralFoxBR
    4m4 minutes ago
    More
    🔴⚪⚫ HERNANDES DE VOLTA? Os torcedores gostariam de ver essa negociação? #BoaTardeFox

    hahahahahahahha vc tenta se animar com essa notícia, mas aí eles me mandam um ‘Hernandes’….

  6. Armador e presença de área, conheço um que pode fazer essas duas funções: HERNANES.
    A Fox já disse que o SP está com conversas adiantas para o retorno dele em breve, mas não dá para acreditar nesse canal.
    Esse vale cada centavo investido, o nível do time será outro.

  7. Aí o tecnico reclama que não tem tempo pra treinar, blablabla, e qdo tem uma semana livre, dá dois dias de folga aos atletas… é pra ficar mto p da vida com Pardaguirre

  8. Taaaaalvez se escalasse o time com mais de 3 jogadores que ataquem e com cada jogador na sua posição de origem, repito, taaaaaaaaaalvez o time atacasse melhor.

    Acho que repetir os erros do antecessor talvez não seja o melhor caminho para atingir objetivos diferentes…

    Agora falando sério. É difícil fazer o óbvio? Que que custa usar pelo menos 1 neurônio pra escalar o time. Se fizer isso Sidão, Petros e Edimar nunca mais jogam…

  9. se for para trazer o Hernanes só para salvar o SPFC do rebaixamento ou continuar brigando ali no meio da tabela, não quero não!!

    deixa ele lá na China ganhando seus 2 milhões

      • não é só por isso, é o que me irrita mesmo é o modus operandi que a diretoria insiste em manter na hora das contratações, são soluções a curto prazo pra salvar a pele deles e agradar o torcedor, é o tal “fato novo” que tanto o Zanca já disse aqui no blog

  10. Isso ae, descansa os caras, eles estão jogando direto né?

    Eu acho engraçado que a linha que separa um time “ainda em pré-temporada”, ou “fora de ritmo” ou “sem o preparo físico ideal”, do “sequência de jogos puxado”, “time cansado” é muito tênue… é igual a idade ideal do jogador de futebol, pois o mesmo se tiver menos de 24 anos, é “novo”, “verde”, “inexperiênte”, mas se tiver mais de 27 anos, é “velho”, “não aguenta sequência de jogos”…

    Só papo furado…

    • É isso aí. Nossos jogadores vão de sem ritmo e em pré temporada precisando jogar pra adquirir ritmo direto para desgastados fisicamente precisando de descanso.

      E os jogadores com menos de 21 anos (formados na casa só) são considerados café com leite.
      -Liziero: ótimos jogos até o jogo com o Atlético-PR e o primeiro tempo contra o Ceará -> tem que preservar, sentiu, tem que amadurecer.
      -Petros: 1 ano fazendo absolutamente nada em campo -> titular absoluto. 90 min todo jogo.

      -Bissoli: 1 jogo e meio. Não fez gol (a bola também não chegou, mas dane-se). Nunca mais relacionado.
      -Trellez: não é capaz de dominar uma bola ou fazer um pivô decente. Titular absoluto.

      -Edimar: nunca fez uma partida digna de ser considerado um jogador profissional. Ainda joga.
      -Jr. Tavares: foi o melhor lateral esquerdo que atuou aqui desde o Cortez em 2012, vice lider de assistencia em 2017. Cometeu alguns erros defensivos e apareceu loiro -> Vamos dar embora. Não merece nova chance mesmo tendo indo bem com o Jardine. Muito problemático. (Se Romário fosse treinado por esses pé de breque hoje ia ser reserva do Trellez pq “tem cabeça fraca”…)

      • hahaha e tem as contratações tbm, que é melhor gastar 10 milhões em apostas do que utilizar as apostas de casa com custo bem menor…

        Bom senso, coerência e matemática não é o forte do clube nos últimos anos…

  11. Da uma dózinha dos jogadores de futebol… pô os caras jogam de segunda a sexta, acordam às 5 e meia da manhã pra poder chegar no trampo às 8h, enfrentando busão e metrô lotado sendo encoxado todo dia por um cabra diferente, treinam arduamente até às 18h e saem correndo pra pegar o busão/metrô de novo pra poder chegar em casa às 20h e fazer uma janta e descansar ou ir pra facu… isso tudo por míseros 30, 40, 100, 200, 300 ou 500 mil reais… e ainda tem que jogar bem ein!!!

    Tadinhos… deixar folgar, afinal carreira de jogador de futebol é curta…

  12. Também acho que é por aí. Acredito que o técnico imagina uma forma de jogar onde quase todos ataquem e defendam, principalmente os meias. Temos jogadores que ou fazem um ou o outro e muitas vezes nem um deles fazem bem, quanto mais os dois. Mas é preciso encontrar alternativas.

  13. Sao paulo precisa de um presidente que traga investodores e consiga atrair bons profissionais coisa que leco não consegue pois seu nome so remete a incompetencia escandalos e fracassos seguidos . Nao existe perspectiva alguma de melhora com esse parasita no cargo maximo tricolor . Ele questionou que seria o maior idolo da historia do sao paulo eu nao saberia responder pois a historia de Rai assim como Ceni sao historias de glorias e vitorias agora responderia com a maior facilodade se alguém me perguntar qual foi o pior presidente da historia do tricor.

  14. a própria matéria já mostra as evidências que o elenco é mal formado, é só se atentarem ao texto

    “Parece que o esquema do Tricolor é como cobertor curto: quando se encontra a solução para um problema, acaba se expondo outro”

    pq parece um cobertor curto ? Pq o treinador não tem os jogadores certos pra formar um time coeso e equilibrado em todas as posições, acerta um lado mas, expõe problemas do outro, isso é um forte indício de má formação

    ae oq a diretoria pensa em solução ? jogadores de renomes caros para agradar o torcedor, sem respeitar o perfil que precisa no time, como é o caso do DS, que foi 10 milhões jogados fora

    ae pra consertar a burrada anterior, é obrigado a trazer outro medalhão caro como foi o caso do Everton, pra tentar arrumar, pois precisam dos resultados imediatamente, ae fica a pergunta, se o Everton era o jogador “certo” pq não trouxeram antes em vez de gastar a grana no DS ?

    é o velho hábito que persiste pelos lados do Morumbi, gasta-se muito mal o dinheiro do clube, e resolve muito pouco os problemas do time

    • Exatamente, o problema é na contratação e não na venda… sem critério algum… contratam no “vai que dá certo”…

  15. Eu acho que o Régis na direita pode sim, render, mas precisa de alguém com quem tabelar e, mais que isso, alguém para empurrar a bola pro gol.
    Daí o técnico coloca o cara, tira o único atacante do time e coloca 2 meias nas pontas (Valdívia e Nenê/Cueva), um dos quais revezando com outro meia no ataque (Nenê e Cueva), e vem reclamar do ataque da equipe? Parece até que outro sujeito que escalou e alterou o time e não ele.
    Por fim, 02 dias de folga pra um elenco que vai ter “folga” da Copa em 45 dias. É rir pra não chorar.

  16. Eu tentaria uma formação totalmente nova Jean, Regis, Rodrigo caio, Arboleda, Bruno Alves, reinaldo, Liziero, Lucas, Valdivia, Everton, Nene. Apenas um volante, sem centro-avante, mas com 3 zagueiros 3 meias e 2 alas . Gostaria de tentar uma formação dessas. Tenho certeza de que o prof. Osório tentaria algo parecido

  17. Política de Formação de Plantel para Futebol Moderno – Demandas Táticas e Elenco Compatível.

    Há que diga hoje que na Comissão Técnica do São Paulo F.C., o Auxiliar Técnico efetivo do clube, em sintonia com o Técnico, deveria ser também um “analista de escalação tática”. Os esquemas táticos para análise seriam seis: 4-2-3-1; 4-3-3; 4-1-4-1; 3-5-2; 3-4-3; 5-4-1. O “analista” precisaria dar o porquê de sua preferência técnica por este ou aquele jogador na escalação do “time titular” em cada esquema. E, se nessa escalação um jogador dado como titular tiver nota baixa, então ele teria de ser substituído rapidamente por outro mais eficiente. O atleta que não perfilasse entre os 11 titulares, em nenhum desses seis esquemas, seria dispensado do clube. Estima-se que, no início, parte do plantel cairia fora, inclusive os casos de ordem médica, não disponíveis há três semanas.

    Isso faria com que uma Equipe Técnica gabaritada, com tantos esquemas táticos na cabeça, encontre no elenco jogador para executar o serviço. O problema do São Paulo tem sido a insuficiência do elenco para dar ao técnico o jogador adequado. Assim, ao mesmo parcialmente, haveria uma solução satisfatória até haver verba suficiente para aquisição de maior vulto. O objetivo é não ficar insistindo demais com jogador que não tenha capacidade de executar a função que o esquema tático exige, porque, assim, não obstante a atuação do técnico, o time não rende, perde disputas e o clube tem as receitas diminuídas, além de o clima pesar cada vez mais.

    No que tange à formação completa do elenco, todo início de ano ele seria composto de 33 jogadores, sendo:
    A. Onze jogadores considerados “Titulares” (segundo o desempenho no ano, poderiam ser transacionados);
    B. Onze jogadores tidos como “Reservas com capacidade real de titularidade” (segundo o desempenho, poderiam ser elevados a titular, substitutos ou transacionados);
    C. Onze “Aspirantes ainda não profissionalizados”. Durante o ano de treinamento, o jovem maior de idade, caso aprovado, assinaria contrato de cinco anos e ficaria à disposição do técnico profissional para jogar, ser emprestado ou vendido pelo clube; nestes dois últimos casos, abriria espaço para outro de sua mesma posição;
    D. Os demais jogadores jovens, “Não aproveitados no elenco ou com idade estourada”, seriam transacionados pelo clube ou apenas dispensados.

    Assim, anualmente, haveria renovações e aprimoramento do elenco profissional, melhoria tática, ganhos futebolísticos de conjunto e padrão de jogo. Em suma: o São Paulo F.C. implantaria uma “Política de Formação de Plantel para Futebol Moderno”, beneficiando-se na construção de um grande time e no ganho geral de receita.

  18. O perfil do Treinador, quem contratou já sabia! A qualidade dos jogadores contratados e as carências existentes teriam a obrigação de saber, resumindo a Diretoria tem que ser cobrada pelos resultados e a falta de futebol apresentado pelo time sim! como ídolos em campo não existe discordâncias, mas como gestores, estão muito aquém do esperado.

  19. Eu até entendo o que o Aguirre está tentando fazer, um time colaborativo, onde principalmente os meias ataquem e defendam. Por isso insiste com 3 volantes. O problema é que não temos essa qualidade.

    Por isso o papel dos alas deve ser visto com mt cuidado. Pensando na variação pro 4-3-3, pelo menos um dos alas precisa ser um lateral mesmo.

    Mas o outro tem que ser meia.

    O Liziero na lateral é desperdício, por isso eu apostaria no Jr Tavares.

    Arboleda, Bruno Alves, Militão
    Valdivia, Jucilei, Liziero, Jr Tavares
    Nenê
    Everton, Trellez

    • O problema é que quem tem capacidade de armação no elenco, inexiste na marcação, talvez o único sendo o Liziero. Na América do Sul, jogadores habilidosos não querem nem saber de participar do momento defensivo.

    • O problema é que quem tem capacidade de armação no elenco, inexiste na marcação, talvez o único sendo o Liziero. Na América do Sul, jogadores habilidosos não querem nem saber de participar do momento defensivo.

    • Acho 3 volantes jogável desde que pelo menos 2 saibam atacar. Não temos isso no elenco. O único que sabe atacar é o Liziero. Petros, Hudson e Jucilei são primeiro volante. As participações de Petros e Hudson no ataque são medonhas. Araruna não foi e não será testado. O Luan da base é um bom segundo volante. Além do mais você precisa ter um desafogo na lateral que não vai ser com Militão e Edimar.

      O Grêmio do ano passado jogava com 3 volantes, mas Ramiro e Arthur atacavam o tempo todo além de Edilson e Cortez serem presença constante no ataque. Esse ano ainda joga. Ontem tinha Léo Moura e Cortez nas laterais (ofensivos), Ramiro, Arthur e Maicon de volantes (nenhum deles é primeiro volante).

      • E pensar que o Gaymio e campeão da Liberta com leo Moura e Cortez, duas nulidades quando passaram por aqui . Que coisa, hein

  20. Tem q avisar o técnico que Petros,Hudson é lizieiro são volantes e não meias……o pior é que todo mundo fala isso mas só ele não vê…o cara deve se fazer de cego…tudo mundo tem chance menos o shaylon cadê o menino?!? O Lucas Fernandes entra todo jogo não joga nda faz tempo mas tem N oportunidades?!?

  21. Tá certo que escala 3 volantes eu também não gosto . mais o problema não e só ter quem arma o jogo . por isso no elenco tem teoricamente alguns . o problema e sim escalar errado tem que abrir mão dos 3 volantes . mais o problema e que falta jogador pra ser acionado pra finalizar . atacantes jogadores que de opção . ai eu digo que o problema passa pela montagem do elenco . seria mais fácil jogar junto e ganhar entrosamento se as peças se compromentacem . se um jogador completace o outro . porque o Curitiba deu uma caída. E depois retomou logo . montaram o time errado contratando jogadores como Marlone.
    Guilherme . Lucas . Marquinhos Gabriel . aquele um que foi pro Vasco .contrataram técnicos com filosofia de jogo diferente . e tiveram problemas . o time reformulou . do outro titulo deles pra esse do ano passado acho que sobrou o Cássio . Vágner e Romero . tanto que o casão falou que o time era ruim . mais eles voltaram a filosofia . recontrataram o Carille . que fez a limpa . sobrou só Marquinhos Gabriel que e reserva . porque esses jogadores ai não encaixa na filosofia de jogo . tecnicamente esses jogadores ai são melhores que o Romero e cleison . mais não encaixam no tipo de jogo como Romero e cleison . temos que acertar a dupla de volantes . definir os 3 zagueiro . definir o armador . os atacantes . os alas . assume a filosofia de jogo e o time . os que não encaixa não adianta mudar o time pra encaixar .

  22. Tem algumas “COISAS” inexplicáveis no SPFC, por exemplo, se precisa de ala na esquerda porque não coloca o Junior Tavares? Na esquerda temos também o Caique, na Base ela jogava por ali, Se o Jardine está na comissão porque não fala nada? No Castelão levou somente o Trellez de centro-avante, porque não levou o Brenner? Eu não entendo nada de futebol

  23. As gaivotas, jogam sem um centroavante desde o começo do ano.
    vai mal as vz mas ganham, jogam com 4 la na frente. atacando e fazendo triangulações…
    jadson é meia, rodriguinho tbm, toda hora está dentro da area..
    no sp..isso, é falta de treino, falta de formação tatica, de um técnico bom, para fazer todos jogadores renderem.
    temos um elenco muito bom, mas não temos um técnico que façam toda essa parte de estratégia de jogo.
    ou tem muita interferencia de fora(diretoria) bancando jogador para entrar, ou realmente os tecnicos que passam no sp, não sabem fazer trabalhar com os jogadores.

Deixe uma resposta