Reforço prevê estreia rápida e diz que “ícone” Lugano pesou em ida ao São Paulo

O São Paulo apresentou no início da tarde desta segunda-feira o centroavante Gonzalo Carneiro, de 22 anos. Sem atuar desde novembro, por causa de uma pubalgia, o uruguaio disse que estava treinando com um preparador físico, e previu estar rapidamente à disposição do técnico, o compatriota Diego Aguirre.

– Fiz um grande trabalho à parte com um preparador do Nacional. Cheguei muito bem e sem dores, mas tem um tempo de adaptação. Rapidamente deverei estar no campo – disse Carneiro, que vestirá a camisa 19.

Indicado por Diego Lugano, ídolo tricolor e atual superintendente de relações institucionais, Carneiro revelou a influência da presença do ex-zagueiro, capitão da seleção uruguaia por muitos anos, inclusive nas campanhas que levaram a equipe à semifinal da Copa do Mundo, em 2010, e ao título da Copa América, eliminando a anfitriã Argentina nas quartas de final, em 2011.

– Quando definiu e surgiu o nome do Aguirre (que substituiu Dorival Júnior no comando do São Paulo, em março), uma comissão uruguaia e o Lugano, que para os uruguaios é um ícone, o capitão. Isso facilita a entender e ajuda a orientar, a me acostumar a jogar aqui – explicou o centroavante, que prefere ser chamado de Gonzalo e revelou também seu apelido, inspirado em outro atacante uruguaio.

– Sempre me chamaram de Gonzalo. Por ser parecido com Abel Hernandez me chamavam de “La joya” (a joia, em português).

O Tricolor pagou cerca de R$ 2,6 milhões por 50% dos direitos econômicos do uruguaio, que pertencia ao Defensor Sporting. Carneiro é o nono jogador contratado para a posição desde outubro de 2015, quando Leco assumiu a presidência do clube.

Raí, executivo de futebol, abriu a apresentação ressaltando a importância de trazer Carneiro agora, mesmo com seu antigo contrato tendo validade apenas até o meio do ano no Defensor.

– Pegamos informações há três meses. Ficamos felizes de trazê-lo ao São Paulo, havia outros interessados. O contrato lá acabaria em 31 de julho. Trazer neste momento é fundamental. A janela poderia fechar e ele não conseguiria jogar neste ano. A concorrência poderia crescer e dificultar a transação. Ele chegando nos deixa tranquilos para acompanhar sua recuperação e a adaptação final. Temos certeza que teremos um jogador que vai dar muitas alegrias ao São Paulo e mostrar seu potencial, cuja expectativa foi criada no Uruguai e em outros países.

GE

20 comentários

  1. ——————-Jean———————–
    ——Militão—Arboleda—-Caio—–
    Guilherme—Jucilei–Liziero—Tavares
    ————-Nene—–Valdivia————–
    —————-Trellez———————-

  2. Não tenho grandes expectativas não.
    É melhor assim.
    Vai ser o que tiver que ser, e se não for é pq não era pra ser o que deveria ter sido. Mas sendo é pq foi.

  3. Espero que não tenha sido aquela típica contratação de ocasião, negócio de oportunidade.
    Aquela conversinha de empresário que diz “temos um grande jogador, ninguém quis por ter sofrido uma séria contusão, mas está em fim de contrato e pode ser uma boa aposta”. E lá vai a nossa diretoria…
    Olha, sendo extremista, se conseguir jogar com uma certa regularidade e acertar pelo menos um chute no gol já estará bom.

    • Cruzamento é uma arma mortal se bem treinada.
      Nos momentos de sufoco, quando tá difícil o cruzamento é como um presente do céu.

      Jorge Vagner que o diga. Era assim no time do Muricy.

      Saudade dos tempos em que o adversário ficava tenso das nossas bolas paradas

      • Cicinho tb, além de ser inteligente jogava de cabeça em pé e sabia chutar ao gol…coisa que o Militão não sabe fazer

  4. Depois da presepada do depto medico com o Maiconsuel é imposssivel não ficar com um pé atras. O tipo de lesão que o Carnero tem é muito seria e complicada, a poucos meses atras o Gaymio não quis.

    Lógico que torço muito para que dê certo, e pior que o Trellez não deve ser…

    Vamos aguardar

  5. Fica cada vez mais evidente que a base não consegue formar um misero centro avante de qualidade com as chegadas de Trellez e Carneiro….

    • Sidão
      Hudson, bruno Alves, arboleda
      Valdivia, Jucilei, Liziero, Reinaldo
      Cueva, Nenê, trellez

      Sidão
      Hudson, bruno Alves, arboleda, Reinaldo
      jucilei, Liziero, valdivia
      Cueva, Nenê, trellez

      Obs: Hudson é mais jogador que Militão mesmo não sendo Lateral, tem boa saida de bola e marca bem tb

      • Banco ia fazer bem Militão e Rodrigo Caio…alias esse último se continuar nessa pegada vai dançar achando que irá a copa…nem se quer foi lembrado na seleção do campeonato paulista…bom ninguém do sp foi do chamado “Paulistinha” que só tem time forte com Cor, Pal e San.

Deixe uma resposta