Feijoada Tricolor: Evento beneficente contará com a presença de campeões pelo São Paulo

Aloísio Chulapa, Souza, Fabão, Cicinho e Vitor já confirmaram presença. Feijoada será em São José do Rio Preto, interior de São Paulo, e terá diversas atrações

No dia 14 de abril, os torcedores tricolores de São José do Rio Preto e região terão novamente a oportunidade de conhecer personalidades com passagens marcantes pela história do São Paulo Futebol Clube. A segunda edição da Feijoada Tricolor será realizada na Mansão Bifano e terá buffet completo, além de atrações musicais, espaço kids, sorteios de brindes e camisas oficiais do clube, além de exposição de camisas históricas. A renda e os alimentos arrecadados serão revertidos para instituições sociais.

Aloísio Chulapa, Souza, Fabão, Cicinho e Vitor, todos campeões pelo São Paulo, já confirmaram presença no evento deste ano. Aloísio, presente na Feijoada do ano passado, afirma que “É incrível participar desse evento com a torcida maravilhosa do interior e ainda, de quebra, colaborar com quem mais precisa. Me sinto honrado em poder ajudar”.

As instituições que serão beneficiadas este ano com a realização do evento são a Santa Casa de Rio Preto, a Santa Casa de Nova Granada, a Fauna Protetora – que cuida de animais abandonados – e o projeto AL-14, que promove o esporte como meio de inclusão social, em Alagoas. Os ingressos já estão à venda em lojas física e pela internet.

Serviço

2ª Feijoada Tricolor Beneficente

Data: 14 de abril de 2018

Local: Mansão Bifano – R. Miguel Buchidid, 101 – Parque Res. Comendador Mançor Daud
São José do Rio Preto – SP

Horário: 13h

Pontos de venda: Primor Perfumes (R.General Glicério, 3123), Vidraçaria Real (Av. Nossa Sra. da Paz, 2416), estande da Play Ingressos (Plaza Avenida Shopping) e no site jvingressos.com.br

Mais informações: (17) 3235-1731 e (17) 98810-5056 (WhatsApp)

Instagram e Facebook: @feijoadatricolor

Site: www.feijoadatricolor.com

Informações para a imprensa

Vania Nocchi

(17) 99773-2254

imprensa@feijoadatricolor.com

19 comentários

  1. Tem gente que até hoje não entendeu o caso Scarpa. O problema não foi a diretoria do São Paulo. O negócio entre os times iria sair. O problema foi que o Fluminense andou atrasando salários e fazendo barca de jogadores. Scarpa tomou as dores dos colegas e resolveu ir pro pau contra seu clube formador. Ele não queria um negócio bom para as 3 partes. Ele queria ferrar o Fluminense. Mas acabou se ferrando acreditando em seus advogados de que ganharia na justiça.

    • Fácil. Chulapa com 10 ceva na cabeça é melhor que o Diego Souza. Cicinho com 3 cirurgia é melhor que Militão lá lateral.

    • A Roma no 3-5-2 e defendendo no 5-4-1, muitas variações táticas, mas a raça, vontade, gana em vencer e principalmente se classificar foram determinantes.

      • Roma ganha no 3-5-2 e City perde no 3-4-3, com Guardiola e sem laterais. Tudo isso mostra que no futebol, tem que ter o algo a mais que só esquemas táticos. A determinação e o espírito de vencedor também faz um time ser competitivo.

      • Também ajuda o Valverde ser o técnico mais conservador desde o Rijaark. O tanto de vez que o Messi salvou esse time neste ano é brincadeira.

  2. Mata mata no Brasil é chato demais.

    Se perder a ida de 2×0 nem precisa ter o jogo de volta.

    Não existe um técnico no país que põe o time no ataque.

    Roma com um time muito inferior e com um placar mega desfavorável foi pra cima dos caras.

    E tem que ter culhão, pois vc se abre contra um time que tem Messi e Suarez no ataque. Aqui no Brasil técnico não tira volante pra por atacante nem sendo eliminado. E isso porque o ataque do adversário é Sheik e Romero =/

Deixe uma resposta