Sem medo de desarmar e finalizar: as estatísticas do São Paulo de Aguirre

Em cinco partidas com o uruguaio, todas por fases eliminatórias do Paulista e da Copa do Brasil, o Tricolor se destacou na recuperação de bolas e na tentativa de balançar as redes

Foram apenas cinco jogos, todos por fases eliminatórias de Campeonato Paulista e Copa do Brasil, com três derrotas e duas vitórias. Mas as estatísticas apontam uma cara do São Paulo que o técnico Diego Aguirre está montando: um time com atitude para tentar desarmar e finalizar.

De acordo com os números do Footstats, o Tricolor do treinador uruguaio finalizou mais do que o adversário em quatro partidas. E também em apenas um dos compromissos o rival realizou um número maior de desarmes, indicando uma tendência da equipe.

O São Paulo do substituto de Dorival Júnior só não teve, ao menos, o dobro das finalizações do adversário quando perdeu de Corinthians (7 a 17) e São Caetano (10 contra 8). No jogo de volta das quartas de final do Paulista, contra o São Caetano, no Morumbi, o time venceu por 2 a 0 finalizando mais do que o triplo de vezes do rival (19 contra 6) – veja abaixo os números de cada jogo da equipe com o recém-contratado técnico.

Desarmar muito também tende a ser uma característica com Aguirre. O único compromisso com desempenho inferior no quesito foi exatamente na estreia do técnico, perdendo por 1 a 0 para o São Caetano, no ABC, mas com curtíssima diferença (16 contra 17). Nas duas últimas partidas, com derrotas fora de casa para Corinthians e Atlético-PR, o Tricolor teve mais do que o dobro de desarmes – 32 contra 13 e 16 contra 7, respectivamente.

Na análise separada de outros critérios, o São Paulo de Aguirre não teve maior posse de bola do que os adversários em duas partidas, exatamente as duas diante do Corinthians, pelas semifinais do Paulista.: 43% na vitória por 1 a 0, no Morumbi, e 33% na derrota por 1 a 0, em Itaquera.

Confira abaixo as estatísticas do Footstats de cada um dos cinco jogos do São Paulo sob o comando de Diego Aguirre (em negrito, os números do Tricolor):

São Caetano 1 x 0 São Paulo 
Posse de bola 38% x 62% 
Finalizações 8 x 10 
Finalizações no gol 4 x 
Finalizações para fora 4 x 
Desarmes 17 x 16 
Passes certos 239 x 406 
Passes errados 34 x 38 
Cruzamentos certos 2 x 
Cruzamentos errados 16 x 24

São Paulo 2 x 0 São Caetano 
Posse de bola 60% x 40%
Finalizações 19 x 6
Finalizações no gol x 0
Finalizações para fora 13 x 6
Desarmes 20 x 18
Passes certos 384 x 233
Passes errados 58 x 39
Cruzamentos certos x 0
Cruzamentos errados 24 x 19

São Paulo 1 x 0 Corinthians 
Posse de bola 43% x 57%
Finalizações 12 x 5
Finalizações no gol x 2
Finalizações para fora x 3
Desarmes 18 x 15
Passes certos 245 x 546
Passes errados 31 x 39
Cruzamentos certos x 1
Cruzamentos errados 23 x 22

Corinthians (5) 1 x 0 (4) São Paulo 
Posse de bola 67% x 33% 
Finalizações 17 x 
Finalizações no gol 2 x 
Finalizações para fora 15 x 
Desarmes 13 x 32 
Passes certos 594 x 176 
Passes errados 43 x 40 
Cruzamentos certos 6 x 
Cruzamentos errados 39 x 10

Atlético-PR 2 x 1 São Paulo 
Posse de bola 46% x 54% 
Finalizações 8 x 16 
Finalizações no gol 3 x 
Finalizações para fora 5 x 14 
Desarmes 7 x 16 
Passes certos 452 x 437 
Passes errados 35 x 41 
Cruzamentos certos 6 x 
Cruzamentos errados 12 x 18

L!

26 comentários

  1. Os números só mostram o quanto nossos jogadores finalizam mal! Em jogos grandes não se pode desperdiçar as poucas chances que surgem, esse é um dos divisores para saber aonde uma equipe pode chegar.

  2. Tá difícil RC emplacar a carreira como treinador

    A vida do Ceni no fortaleza não está nada fácil, ontem foi vaiado na final do campeonato cearense, perdeu as duas partidas da finalíssima e carrega com ele o fato de não ter repetido o time em nenhuma das 18 partidas disputadas desde que chegou ao comando do time, comentaristas esportivos que acompanham o clube dizem entre outras coisas que falta padrão tático a equipe, apesar do aproveitamento em pontos ser considerado bom o time não empolgou.

    • Ontem RC precisava reverter o placar de 2×1 (jogo de ida). Mas ao invés de jogar pra frente, entrou com 3 zagueiros e 3 volantes.

      Alguns torcedores do Fortaleza já estão começando a frita-lo.

      • o processo de fritura já começou…sem contas que pelo que em 18 jogos não conseguiu dar um padrão para o Fortaleza

          • É… a gente tenta evitar, mas sempre tem quem venha com essa conversa pra criar polêmicas… deixa o Rogério pra lá, deixa ele na dele, deixa ele crescer na profissão, vamos cuidar do nosso quintal…

  3. caras… vou comentar isso pq já vi que isso foi pauta em outros posts aqui já… mas ceni é do fortaleza. aqui é São Paulo… não muda nada o que ele faz ou deixa de fazer por lá… o que me importa o SP e deveria ser assim com geral aqui.

    Vamo São Paulo!

    • Nao concordo… Acho q Rogerio faz parte do SP… Nao importa q time esteja treinando…

      Nao vejo motivo para nao compartilharmos situações que o envolvam…

      RC foi um dos maiores… Assim como, Tele, Rai e Muricy…esta no DNA Tricolor…

    • Eu comentei por que torço pela carreira dele como treinador, por toda sua historia aqui é difícil desassociar a imagem dele com o São Paulo. Apenas um comentário sem maldade e até em tom informativo aos amigos que também torcem por ele.

      • A questão é que alguns vem falar do Ceni quase toda hora para querer criticar, ou desqualificar, ou amaldiçoar (tem um aí que tem um ódio crônico dele… Rsss).
        Até acho legal ver MC e Denis campeões do Figueirense, o próprio Ceni iniciando a carreira em outro centro de menor expressão mesmo, mas buscando aprender e também aplicar o que já sabe e no que acredita, bem como saber de garotos emprestados e comércio vai seu desempenho…
        Mas aqui o assunto mesmo tem que ser SP e não ficar buscando informações que na maioria das vezes é irrelevante
        para nós.
        Já temos problemas demais e temos que buscar soluções. E apoiar quem está no clube nesse momento trabalhando para melhorar as coisas.
        E focar em apoiar todos eles.

  4. Destaque do Guarani entra na mira de São Paulo e Corinthians

    Meu Deus!

    Mais um Thomas, Daniel e Sierra da vida!

    Ninguém cansa disso não?…

  5. E importante o time começa a ter uma regularidade e padrão tático. Só falta reforça . segunda que vem começa o brasileiro . pra mim campeonato mais importante . nossa tabela esta boa . Só teremos uma sequencia difícil de jogos a partir da 15 rodada onde jogamos contra gambas . gaymio e cruzeiro na sequencia . ou seja se fizer um aproveitamento bom da pra chegar nesses confrontos bem e jogar a pressão pro outro lado . eu considero que estamos na pré temporada do Aguirre . tomara que cheguemos bem no brasileiro .

  6. E agora as pepas são contra tudo e contra todos, quando o SÃO PAULO, bateu de frente com federação paulista e cbf, eles ficaram quietinhos, pois. eram favorecidos, agora estão borrando a maquiagem, bem feito, como dizia um velho sabio (SQN) presidente do SÃO PAULO, “o tempo é o senhor da razão” quem te viu e quen te ve pepas.

  7. Se for escalar três zagueiros escalaria esse time: Sidão, Rodrigo Caio, Arboleda e Militão, Regis, Jucilei, Lizieiro e Nenê, Junior Tavares, Valdivia e Trelez.

  8. As pepas fizeram piadas do SÃO PAULO, agora a piada são eles. kkkkkkkkkkkkkk nada melhor que um dia após o outro e uma noite bem dormida no meio, odeio esses roseos torcedores soberbos e ignorantes, conseguem ser mais chatos que os travecos, olha que isso é dificil.

  9. Chega ser assustadora falta de pontaria. Não acerta chute e nem cruzamento e quer ganhar como? Acredito. O Aguirre, mas os jogadores tem que ajudar também.

Deixe uma resposta