Na Série A, só o Paraná não disputa uma final há mais tempo do que o São Paulo

Fim de semana de decisões Brasil afora, e o São Paulo treina no CT da Barra Funda. A ausência em finais de campeonatos se tornou uma dura rotina para seus torcedores. A última vez que a equipe disputou um título foi em dezembro de 2012, quando enfrentou o Tigre, da Argentina, e conquistou a Copa Sul-Americana. Desde então, nenhuma classificação para decisões.

Entre os clubes da Série A do Campeonato Brasileiro, só o Paraná está há mais tempo do que o São Paulo sem disputar uma final.

Em 2013, é bom ressaltar, o Tricolor foi derrotado pelo Corinthians na Recopa, um torneio que reúne apenas dois times, os campeões da Libertadores e da Sul-Americana. Não houve caminho anterior à decisão. As fases anteriores têm sido um tormento para o São Paulo.

A mais recente frustração foi nos pênaltis, na semifinal do Paulistão para o Corinthians. Foi a décima eliminação nessa fase do campeonato estadual, nas últimas 12 edições.

Ao ser apresentado como executivo de futebol do São Paulo, o ídolo Raí, especialista em disputar e vencer finais quando era jogador, disse que o clube precisava voltar a ser protagonista. Essa palavra também tem sido repetida com frequência por Diego Aguirre, que tem apenas cinco jogos como técnico da equipe.

Na prática, não tem sido tão fácil ou rápido quanto o discurso poderia sugerir. O retrospecto tem enfraquecido o Tricolor, técnica e mentalmente, em jogos mais decisivos ou clássicos. Aqueles chamados de “jogos grandes”. Quanto mais perde, menos parece ser capaz de se recuperar.

O histórico se agrava quando esticado ainda mais para trás. Antes dessa final vencida em 2012, com a famosa partida que terminou no intervalo por causa dos incidentes entre jogadores do Tigre e seguranças no vestiário do Morumbi, o São Paulo havia disputado outra na Libertadores de 2006. O tricampeonato brasileiro, em 06, 07 e 08, foi conquistado por pontos corridos.

Veja abaixo quantas finais cada clube da Série A disputou desde o título da Sul-Americana de 2012, contando estaduais, Copa do Brasil, Libertadores e a própria Sul-Americana:

  • América-MG: 1
  • Atlético-MG: 9
  • Atlético-PR: 5
  • Bahia: 6
  • Botafogo: 3
  • Ceará: 5
  • Chapecoense: 5
  • Corinthians: 3
  • Cruzeiro: 6
  • Flamengo: 5
  • Fluminense: 1
  • Grêmio: 5
  • Internacional: 4
  • Palmeiras: 3
  • Paraná: 0
  • Santos: 5
  • São Paulo: 0
  • Sport: 4
  • Vasco: 4
  • Vitória: 5

GE

27 comentários

    • O JJ, né?
      Rsss
      Tem lances e histórias do JJ que eu me divirto, mas a real é que foi justamente ele que iniciou o processo de degradação e enfraquecimento desse grande clube.
      Teve seus momentos de acertos, mas o fato é que nos 2 últimos mandatos em quase tudo ele deu bola fora.
      O último grande acerto, por incrível que pareça, foi buscar uma alternativa para sucede-lo na presidência e evitar que o Leco
      chegasse ao posto.
      Infelizmente, mais prejudicou do que ajudou o clube…

  1. A bem da verdade, é que o São Paulo não enfrentou os problemas lá atrás.
    Quando o São Paulo começou a perder mata matas lá atrás, o São Paulo tinha que ter enfrentado o problema. Quando o São Paulo começou a perder clássicos lá atrás, o São Paulo tinha que ter enfrentado o problema. Quando o São Paulo começou a não usar os jogadores das categorias de base lá atrás, o São Paulo tinha que ter enfrentado o problema.
    Quando o São Paulo começou a trocar de Técnico lá atrás, o São Paulo tinha que ter enfrentado o problema. Quando o São Paulo começou a ser eliminado por times pequenos lá atrás, o São Paulo tinha que ter enfrentado o problema.
    Não enfrentou os problemas lá atrás e agora sofre as consequências, não tem paciência para fazer as coisas a longo prazo.
    Lá atrás, ninguém teve coragem de chegar no Juvenal e falar: – Está errado!

  2. Pode cair o mundo, mas somos os únicos TRI do Mundo…

    Um dia a gente volta ao topo, evidente que gostaria pra ontem, mas eu espero. Não me importo com momentos ruins, principalmente se eles forem causados por gestores da pior espécie, como é o nosso caso.

  3. Por falar em Sul Americana, acredito ser essa a nossa única chance de título no ano.

    Copa do Brasil seremos eliminados mais cedo ou mais tarde. Somos zicados nesse campeonato, e tem times bem melhores. Os times brasileiros não nos respeitam mais.

    Na sul americana não! Apesar de tudo, ainda somos respeitados pelos times de fora. E analisando as equipes, tirando os brasileiros e argentinos dessa primeira etapa (que vão se cruzar logo de cara), não tem times muito fortes. Acho que se o estilo do Aguirre encaixar, podemos sonhar com ela.

    • Adoraria ganhar CDB pra espantar de vez essa zica, mas penso que o título mais provável víria na Sula desse ano, também.

      Mas nada me daria mais alegria do que faturar o Brasileiro esse ano. Dificílimo, eu sei, mas confio em uma vaga na Libertadores, pegando um 6o ou 7o lugar na principal competição do país, e/ou faturando a Sulla. Ou seja, CDB vai ter de esperar mais um pouco…

  4. Acho que tem que começar um trabalho sem afobação para conquistas, com planejamento e melhorias gradual do elenco. Sentia isso começar ano passado, com o clube com uma folha salarial baixa, em torno de R$ 6,8 milhões mensais e o uso da categoria de base, mas ai veio as vendas desenfreadas e foi tudo por água abaixo. Hoje, mesmo com Raí de diretor, espero estar enganado, não vejo isso acontecendo, acho que daqui a alguns meses desmancharemos boa parte do elenco novamente e haverá uma nova reformulação nesse ciclo nefasto que se tornou o São Paulo.

  5. Mais uma matéria que só serve para enfurecer o torcedor e jogar mais pressão no clube e nos jogadores.

    Está fácil mexer com o humor da torcida, basta estatísticas como essa.

    Enquanto isso a tensão só aumenta.

  6. Ah, sim!!
    Eu não havia comentado antes mas deixarei
    aqui essa observação.
    As coisas já andam tão difíceis nos últimos anos, profissionais de diversas áreas, sobretudo os atletas, não respeitam ou não se esforçam pelo clube, e ainda tem gente desrespeitando alguns dos maiores e mais importantes ídolos do SP, inclusive das nossas últimas grandes conquistas ou trabalhos.
    Portanto, um pedido: respeitem nossos ídolos.
    Não, não estou falando só de Muricy Ramalho e Rogério Ceni. Tem gente desrespeitando um monte de caras que deveriam receber ou ter
    mais consideração por parte de alguns, ok?
    É isso.

    • O segredo é alternância no poder.
      Muda 5 Presidentes.
      Uma hora achara 1.
      Volto a repetir, uma hora achara 1.
      O São Paulo é exemplo disso.
      Tinha o Bastos Neto meia boca.
      Mudou veio o Paulo Amaral mais ou menos.
      Mudou veio o Marcelo Portugal Gouvêa, montou aquele timaço de 2002, o São Paulo foi competitivo em 2003, foi competitivo em 2004, ganhou tudo em 2005, em 2006 antes de sair prometeu e cumpriu a promessa de ter 22 titulares, começou a instalar camarotes no Morumbi, concluiu a primeira etapa de Cotia, reformou todo o Clube Social, inaugurou o Reffis, não perdia para o time da Marginal.
      Outro exemplo é no Palmeiras. Eles trocaram de Presidente varias vezes depois do Mustafa. O Della Monica meia boca, o Belluzzo outro meia boca, o Tirone ruim e depois veio o Paulo Nobre que melhorou as coisas.
      Você tem que mudar toda hora o Presidente.
      Uma hora aparece um bom.
      Muda 5 Presidente.
      Uma hora achara 1.

  7. incrível como aparece todo o tipo de matéria negativa contra o SPFC na mídia apenas para pilhar o torcedor, se tiver alguma coisa onde o SPFC está entre os últimos, é certeza que vai virar matéria em algum portal

    se descobrirem que o SPFC é o time que mais chega atrasado com sua delegação nos estádios horas antes dos jogos, vão dar um jeito de colocar nas estatísticas contra o clube kkkkk

    matéria só pra encher o saco, tem time que ficou 23 anos na fila e outro 18 anos

    • É bizarro isso.

      Não aparece uma única matéria sobre a maior fila do Paulista, ou do Brasileiro.

      Fila de Libertadores?? Nem pensar. Deve ser assunto proibido na imprensa.

      Preferem transformar tudo em tabu quando se trata de SPFC.

      E tem time muito pior passando batido.

      Lixo essa imprensa esportiva aparelhada.

  8. Galera li no twitter que o Junior Tavares está em Porto Alegre com o advogado e a mãe resolvendo problemas particulares. Será que já está vendido ? Saiu matéria ontem que recebeu proposta do Rennes.

  9. Sem disputar final, o SPFC foi vice do BR-14, ainda assim, porque montou o time com o campeonato em andamento. Time montado pela diretoria do Aidar, esse que por causa do vil metal, caiu em desgraça tempos depois.

Deixe uma resposta para Junior Petrucci Cancelar resposta