Cueva, que pode estar vivendo últimos dias de clube, vê Nenê ganhando espaço no clube

A probabilidade do peruano Cueva estar vivendo seus últimos dias de São Paulo é grande. Com propostas recusadas da China, Arábia e Rússia, a diretoria não deve adotar a mesma postura em novas propostas que devem chegar após a Copa do Mundo, quando a tendência é que o peruano se valorize. Ele se apresenta ao técnico Ricardo Gareca na segunda quinzena de Maio.

O que pode virar rotina nos próximos jogos, Cueva foi reserva na partida de ontem contra o Atlético-PR, em Curitiba. Sua última partida como titular havia sido na primeira partida contra o São Caetano, no ABC, no dia 17 de março. Foi substituído por Marcos Guilherme e após isso foi defender sua seleção nos amistosos internacionais. Com isso, Nene foi seu substituto imediato, fazendo boas partidas, inclusive marcando gol contra o Corinthians, no Morumbi.

Se antes o São Paulo sofria com a “Cuevadependência”, nesta temporada o peruano deixa de ser essencial na equipe titular. Cueva marcou 3 gols e deu 2 assistências em 13 jogos, ora como titular, ora entrando no decorrer da partida. No total, marcou 20 vezes com a camisa tricolor, melhor marca na sua carreira.

Em contrapartida, Nene ganhou mais minutos com Aguirre e seu rendimento cresceu. Com a antiga comissão técnica, o meia que veio do Vasco, não era considerado titular, disputando dez partidas. A maioria delas vindo do banco. Fazendo uma breve comparação de minutos em campo, prova-se que o Nenê possivelmente ocupe a lacuna deixada por Cueva.

UOL

17 comentários

  1. Pra mim as vendas de Cueva e Rodrigo Caio durante/após a Copa são certas. Acho besteira ficar discutindo aqui como deveriam jogar, onde deveriam jogar e etc. O planejamento é vendê-los até mesmo pela meta de arrecadação com vendas para este ano. Insano seria fazer qualquer esforço para segurá-los e liberar um Liziero por exemplo, que hoje é essencial ao elenco.
    Deixem Aguirre e Raí trabalharem… eles têm conhecimento desse mundo.

  2. Muita calma nessa hora….Falar com a emoção é fácil,Nenê tá correndo,lutando e chutando mas é o armador que o time precisa????Deu quantas assistências e passe em profundidade ou aqueles passes por dentro da defesa mesmo os que não resultaram em gols????Ainda mais jogando com três volantes que não tem infiltração.Claro que o torcedor saopaulino é carente de jogadores q corre que estão afim..Mas Nenê não tem a mesma qualidade técnica e tática do Cuevas nunca,pois são características diferentes.Sera que não é melhor recupera lo mentalmente? Pois focado é nosso melhor tecnicamente.Achar que só correria e bumba meu boi vai trazer alguma coisa pro clube de título é outra ilusão.

  3. O clube precisa é repor a venda do Cueva a altura de seu talento…Agora o Aguirre deixar ele no banco pra deixar o Petros jogando é pra acabar…

  4. A dupla Arboleda e Bruno Alves encaixou, não precisamos do fraquíssimo. Precisamos reforçar o ataque, mas quem sabe o Uruguaio não seja este cara. Temos ainda o Valdivia. Meu time para volta seria. Sidão, Militão, Arboleda, Bruno Alves, Reinaldo, Jucilei, Liziero, Valdivia, Cueva, Nenê e Trellez.

  5. Não adianta nada ser bom e não querer jogar, ficar de mimimi e atrapalhar. A cabeça do Cueva ta longe do SP há meses. Não existe razão nenhuma em não vender após a Copa, seja pra qualquer lugar. Eu ja colocaria uma placa de Vende-se nele e no Rodrigo Caio. Um é descompromissado e o outro dedicado mas tem atrapalhado.

  6. Péssimo profissional e tecnicamente nota 4,5, sim 4,5 pois falam sem babar ovo qual partida dele na qual foi o protagonista ? Peruano metido, dificil será vende-lo por um preço justo afinal so ele se acha craque mais ninguém

  7. Me preocupa o fato de alem de sermos o pior ataque entre os times da Serie A, sermos o do pior artilheiro, ja que os que tem mais gols por aqui tem apenas 3. Fiz exercicio mental e nos 12 grandes pelo menos tem alguem com mais que isso.

Deixe uma resposta