Queimar Diego Souza é imbecilidade

A escassez de títulos provoca delírios ainda maiores nos corações dos torcedores, que nesses tempos de futebol modernet, querem uma solução imediatista para tudo.

A mais nova vítima do comportamento mimado recai sobre Diego Souza, que depois de perder um pênalti na semifinal para o Corinthians, transformou-se na razão de todos os males no São Paulo. E não é.

Diegou Souza é um jogador acima da média para os padrões do combalido futebol brasileiro. Considerando o também combalido São Paulo, que tenta se reerguer para não se apequenar, o meia-atacante é ainda mais importante.

O problema, de fato, é que ele não se encontrou no Tricolor. A ideia de jogar como um falso 9 não vingou. É preciso reconhecer e buscar uma outra alternativa para o seu posicionamento na equipe, missão esta de Aguirre, no comando do São Paulo há menos de 15 dias.

Descartá-lo, como como um Zé das Couves qualquer, é pura imbecilidade. Diego Souza disputou apenas 16 jogos com a camisa do São Paulo, marcou 3 gols em 989 minutos dentro de campo.

O torcedor, sedento por conquistas e movido pelo coração, esquece que antes de Diego Souza o São Paulo contou com Gilberto, Getterson (que foi dispensado antes de jogar), Kieza (que dispensou o SPFC), dentre outros bem abaixo do futebol de Diego Souza. Verdade é que o Tricolor não está em condições de se dar ao luxo de dispensar um Diego Souza.

É muito pouco tempo. Para uma torcida que já teve paciência com Thomaz, Jonathan Gomez e Cia. Limitadíssima, então, a intolerância burra fica maior.

Mesmo que altamente questionável pagar R$ 10 milhões por Diego Souza, com 32 anos, não se pode cometer a imbecilidade imediatista de queimar um jogador que mal chegou ao clube e que pode render muito dentro de campo.

No futebol, e na vida, as coisas não acontecem no tempo em que desejamos. Esse comportamento mimado há de ser repelido, porque, caso contrário, o São Paulo permanecerá em um ciclo de ruínas, de constrói e destrói, contrata e descarta, à espera de uma solução imediatista que, salvo raríssimas exceções, não existe.

Ricardo Flaitt

29 comentários

  1. Concordo plenamente, precisa ter paciência e moldar a equipe de acordo com as características do jogador. Exigir uma melhor forma física do atleta e escalar na posição que melhor possa render e não a que mais aprouver o jogador.

  2. Ele que se queimou com sua displicência e indisciplina física e tática. Deve estar se empanturrando de feijoada neste exato momento e engordando ainda mais a sua bunda enorme.

  3. Cícero para os padrões do combalido futebol brasileiro também é diferenciado. Assim como o Diego Souza. Mas assim como Diego Souza alguma coisa o atrapalha.

    Diego Souza não pode ver o Cássio na frente que treme na base. Isso desde os tempos de Vasco.

    Estranho esse gosto do Tite por ele. Tudo indica que DS é um belo de um galinha, isso sim.

    Falso 9 no São Paulo é fora de posição. Na posição de origem é banco do Nenê. E se bobear do Cueva também.

    E olha que pra ser banco do Cueva, eim? O cara tem que ser nada com nada. Porque o meio campo titular hj é Liziero como terceiro homem ou segundo volante e Nenê articulando. E olha que naquela faixa de campo nem citei o Valdívia, que também esta à frente.

    E a bem da verdade o Cueva e o Diego Souza podem sumir com suas seleções. Pelo menos em campo ja deu pra ver quem é São Paulino (que veste a camisa) e quem não é.

  4. Simples:
    Cueva vai sair? Se sim. Nenê e DS disputam a posição do vértice ofensivo.
    Vai trazer alguém melhor que DS Para a posição? Se sim, pode vender, se não pode deixar.

  5. Imbecilidade é queimar qualquer um que criamos expectativas pré-temporada, gastamos milhões e chegam aqui pra receber $$$ sem qualquer animo.

    Pra isso existe diretoria, comissão técnica e dirigentes competentes, que não são apenas mercadores.

  6. Respeito as opiniões, entretanto acho que o Diego Souza tem o mesmo perfil de jogadores como Michel Bastos, Wesley, Cueva, etc, portanto foge dos padrões estabelecidos pelo Raí quando este assumiu o Depto de futebol

  7. Está correto. O cara não pode ser queimado dessa maneira, com esse fulgor todo.

    Mas DS também precisa se ajudar. Tem que jogar onde estiver rendendo, e definitivamente não é dentro da área.

  8. Ninguém queima o Diego Souza. Ele se queima sozinho… Mas ao mesmo tempo, ele não tem culpa. A culpa é de quem resolver pagar essa quantia absurda por ele. Mesma pessoa que resolveu pagar outra quantia absurda por um goleirinho do Bahia. Essa pessoa provavelmente é o presidente lunático. Que já deveria estar bem longe do SPFC.

    • Verdade ,Diego Souza de centroavante e Liziero batendo (,com historico de perdas recentes),aliás quando vi o Liziero pra cobrar lembrei do Lucão batendo penalty contra o Cruzeiro,aí não é azar é incompetência mesmo de quem comanda e não adianta falar que no treino bate bem,pois no treino não tem pressão nenhuma,imagine o emocional pra bater o penalty lá no galinheiro ,o lado psicológico conta muito.

  9. Imbecilidade foi trazer esse ninguém…Imbecilidade eh queimar jogador como o RC q pelo menos mostra hombridade e um pingo de profissionalismo, ao contrário desse ninguém que temos o desprazer de ver vestido com o manto…ver jogador desse tipo no sp eh um tapa na cara. Se detestar esse ninguém eh prova de imbecilidade, pode me chamar de Imbecil da Silva, com orgulho.

  10. O que mata neste jogador é a falta de vontade e a pura displicência com que ele entra em campo. O Gilberto, que é pior que ele, entrava disposto a comer grama e marcou muitos gols. Mas a esperta diretoria o deixou ir embora para trazer o glorioso Trellez. Basta o Diego mostrar vontade e correr atrás da bola como quem corre atras de um prato de comida, que deixarão de pegar no pé dele.

  11. Há jogadores que não nasceram pra jogar no SPFC, Diego Souza é mais um deles. Se jogasse no Curintia teria feito um gol em nós. Ele não nasceu pra ser carrasco do Curintia, teve duas chances na vida e não os matou. Se tiver outra chance, vai fracassar de novo. No momento da penalidade, o lance da Libertadores, que o abalou, veio em videotape na mente dele, isso o fez errar, ele é um fracassado.

  12. Ricardo Flatt como qualquer jornalista da ESPN, é cheio de julgamento moral e politização em seus textos, ele não analisa que todos esses citados (Jonhatan, Thomaz, Kieza), não tinha uma idade tão avançada e um histórico de “chinelismo” como o senhor DS tem, Infelizmente, ele não se ajuda. Está visivelmente fora do peso, seu psicológico também esta em outro planeta, desde o ano passado no Sport já não era esse destaque todo e ele nunca foi um jogador acima da média como Ricardo cita, ele na minha opinião acompanhando todo o seu trajeto está no mesmo nivél ou até pior que o Douglas do Gremio, o Alan Patrick ex-flamengo, o João Paulo do Botafogo entre outros. Enfim DS, não é jogador que o São Paulo precisa, e o São Paulo, não é o clube que Diego Souza quer, o pior ainda está por vir, esse ser é mestre em fazer polêmicas e formar panelas, meu medo é que, como alguns ai citaram, ele tem tudo para ser um novo Michel Bastos.

  13. Não e craque,mas e otimo jogador,não e centro-avante,rende mais como meia adiantado,entretanto esta muito fora de forma ,bem acima do peso.Acho que o depto.de fisiologia do sao paulo tem que ser cobrado,se ele emagrecer uns 5 quilos e recuperar a melhor condição fisica,podera ser um dos melhores atacantes jogando no Brasil.Ele esta longe de ser um Adriano.

  14. Se não aceitar má vontade de jogador gordo é ser mimado, então sou o rei dos mimados!

    É imbecilidade a gente queimar ele? Certo então é o cara entrar com a bunda daquele tamanho em campo após 3 meses de campeonato, não brigar por uma bola em campo e não bater um penalti sequer com vontade. Eu jogando no fim de semana já me cobro por não conseguir correr como fazia aos 15 imagina se vou aceitar um suinão desses ganhando 350 mil por mês usar a camisa do São Paulo e jogar com essa má vontade. O MÍNIMO que ele poderia fazer seria entrar em forma, brigar pela bola e bater o penalti com força e vontade de fazer o gol, é só olhar a cara de bunda que ele vai pra bola e a displicência quando erra, o típico carioca que vem jogar em São Paulo, não está nem ai! Pelo amor de Deus, ainda ter que ler é que nós é que estamos errados… queria eu ter a chance de cobrar um penalti pelo tricolor, eu poderia errar mas o mínimo que faria era cobrar como o Reinaldo!

Deixe uma resposta