Desfalque: Valdivia não jogará a 1ª partida do São Paulo contra o Atlético-PR

Valdivia não estará recuperado em tempo de reforçar o São Paulo na primeira partida da quarta fase da Copa do Brasil, na próxima quarta-feira, contra o Atlético-PR, na Arena da Baixada. O meia-atacante ainda trata um estiramento no músculo posterior da coxa esquerda, lesão sofrida no último dia 20, durante a vitória por 2 a 0 sobre o São Caetano, pelo Campeonato Paulista.

O técnico Diego Aguirre terá que continuar a montar a equipe sem o jogador, que vinha sendo um dos principais destaques nos jogos, inclusive quando o futebol tricolor deixava a desejar, antes das semifinais contra o Corinthians, quando o desempenho foi aprovado, apesar da eliminação.

Para o segundo jogo, entretanto, é enorme a chance de o São Paulo ter Valdivia em campo. A volta está marcada somente para 19 de abril, no Morumbi. A Copa do Brasil é uma prioridade do ano no Morumbi. O clube jamais venceu. No ano passado, inclusive, foi eliminado nessa mesma quarta fase para o Cruzeiro, que acabaria conquistando o título.

GE

8 comentários

  1. Fiquei confiante depois do desempenho na semi do Paulista, ficou a sensação de que o time vai ser osso duro a partir de agora. Azar do Atlético/PR, vai enfrentar o São Paulo com outra cara.

  2. Tem tempo pra treinar e fazer um bom jogo nessa quarta-feira e quebrar mais esse tabu na arena da baixada , com a volta de Rodrigo Caio e Cueva deveríamos jogar em um 3-4-3 com uma defesa sólida e saída rápida para o contra ataque , com Sidao , Rodrigo Caio , Militão e Arboleda e uma linha de quatro com Reinaldo , Liziero , Jucilei e Petros com um ataque formado por Cueva um pouco mais ao meio e Brenner e Trellez no ataque , e ainda ficariamos com boas opções no Banco de reservas

  3. Jogar com 3 volantes fora de casa em mata mata, até que dá pra aturar, mas nos jogos que precisamos fazer o placar ou propor jogo, tem que mudar o sistema e buscar um volume ofensivo pra inibir a pressão adversária.

  4. São Paulo não pode ficar dependente de um jogador (Valdívia) como era dependente do Cueva. O importante é montar um conjunto forte, com variações de esquema tático e jogadas.

  5. O fato do Valdívia não poder jogar considerou normal, pois está há dez dias de tratamento para esse tipo de lesão
    O que é estranho o departamento médico do clube sem cor colocar o Rodriguinho , com lesão similar , pra jogar em 3 dias
    Me explica aí meu, o é muita competência ou qual é a mágica?

Deixe uma resposta