Volante despista sobre Bordeaux, põe foco no São Paulo e fala em dar a vida pelo clube

Liziero tem sido a grande novidade no time titular do São Paulo de Diego Aguirre. Mesmo com apenas cinco jogos no profissional, ele virou alvo de observação do Bordeaux, da França, algo que não muda seu compromisso com o Tricolor.

– Vi pela internet, mas não fiquei sabendo de nada. Estou focado no São Paulo. Estou há duas semanas aqui. Quarta-feira tem jogo. Não dá nem tempo de pensar nisso. Só quero jogar por aqui – disse.

Substituído com câimbras na vitória por 1 a 0 sobre o Corinthians, domingo, pela primeira semifinal do Paulistão, no Morumbi, Liziero se disse bem para o jogo da volta, nesta quarta, na arena do rival.

O atleta polivalente de 20 anos foi chamado para treinar com o profissional durante as férias, por indicação de André Jardine, e ainda sente um pouco o ritmo de jogo. Na base, ele atuou como lateral-esquerdo, volante e ponta.

– Foi um jogo importante, com peso. Um clássico. Vou continuar trabalhando. Se o Aguirre achar que eu devo ser titular, vou dar a vida. Pode me colocar até de zagueiro que vou dar a vida ali.

O atleta revelado em Cotia tem contrato com o Tricolor até fevereiro de 2020 e é fã de Xavi, ídolo do Barcelona.

Para garantir uma vaga na final do Paulistão o São Paulo depende de um empate com o Corinthians nesta quarta. Vitória do rival por um gol de diferença leva a decisão para os pênaltis.

GE

4 comentários

  1. Tem se mostrado ótimo jogador, sabedor do que é jogar no SP, e tem demonstrado que não é só no discurso ele se doa e dá a vida pelo time, incomparável com muitos que passaram nos últimos anos, tipo Migué…. Que continue assim e contagie todo o elenco e sirva de exemplo para quem subir, pq hoje é titular absoluto sendo que deve ter 1 mês de profissional. Parabéns e é isso que a torcida espera de quem veste esta camisa!

    • Bom jogador, mas na hora em que oscilar, como acontece com todo garoto da base, a torcida não pode pegar no pé também. Essa transição é complicada… tem gente que começa fazendo bons jogos e depois nunca mais.

  2. A base tem nos dado bons frutos. O São Paulo precisa aprender a aproveitá-los melhor esportivamente. A dívida histórica nos tirou David Neres e Luiz Araújo muito cedo. Lyanco também acho que poderia ter sido melhor aproveitado. Mas não dá para ficar chorando o passado. Tem de gerir melhor o futuro.

    Hoje temos Militão, Liziero, Lucas Fernandes e Brenner com condições de jogar pelo São Paulo. Também boto fé no Pedro, que assim que tiver mais espaço, ganhará ao menos a reserva imediata do Jucilei. Ainda não perdi a esperança no Shaylon uma hora desencantar e começar a dar seus passes como fazia na base. Eu também ainda acredito que Jr.Tavares possa voltar a jogar um bom futebol, portanto pelos valores especulados ultimamente, não acho que vale a pena vendê-lo.

    Outros meninos eu emprestaria para não ficarem parados, como Araruna, Paulo Henrique, Gabriel, Caíque, Paulo Bóia e Bissoli.

Deixe uma resposta