Acionado por sugestão de Jardine, L. Fernandes “renasce” no São Paulo

Liderada por Diego Aguirre e auxiliada por André Jardine, a nova comissão técnica do São Paulo mostrou que Lucas Fernandes é uma de suas apostas para esta temporada. Após ficar de fora por dez partidas consecutivas, o meia ganhou minutos contra o CRB-AL na semana passada e foi decisivo na classificação do time às semifinais do Campeonato Paulista.

Na noite da última terça-feira, o camisa 11 substituiu o lesionado Valdívia na volta do intervalo, quando o placar ainda apontava o empate sem gols, e ajudou o Tricolor a construir a vitória por 2 a 0 sobre o São Caetano, no Morumbi.

Em 48 minutos, o jovem de 20 anos somou duas finalizações perigosas, 20 passes certos e nenhum errado, além de cinco cruzamentos, sendo que um deles foi parar na cabeça de Diego Souza, autor do gol que selou o triunfo do time, aos 39 minutos do segundo tempo.

“É o alívio de quem sabia que estava precisando dar mais, fazer a diferença”, admitiu o jogador revelado nas categorias de base do clube, em Cotia. “Graças a Deus e ao trabalho do dia a dia, o jogo foi espetacular”, celebrou, colocando-se à disposição do novo treinador.

“Tenho a total confiança de todos dentro do São Paulo. Agora, quero contribuir, sei que posso ajudar bastante durante o ano. Estou preparado para fazer o que o Aguirre pedir para ajudar o time”, frisou.

Em entrevista coletiva, Aguirre falou sobre as atuações dos garotos acionados na partida, como Liziero e Caíque, mas destacou principalmente a de seu camisa 11. “Fiquei feliz com os jogadores da base. Lucas Fernandes foi espetacular, melhorou muito o time. Não tenho muito mérito, foi o Jardine que me falou para colocá-lo, porque tem qualidade. Ele foi para dentro e jogou muito”, elogiou o comandante uruguaio.

Com o moral do chefe, Lucas Fernandes espera receber mais chances nas semifinais, período em que Cueva ainda estará a serviço da seleção peruana. O São Paulo só conhecerá seu próximo adversário no Paulistão na quinta-feira, quando todos os duelos de quartas de final tiverem terminado.

GE

42 comentários

  1. Estou gostando do entrosamento do Aguirre com o Jardine. Os dois sem vaidades e com vontade de se ajudarem. Jardine conhece muito de São Paulo e da base e o Aguirre traz sua experiência como jogador e treinador profissional. Ambos querendo acertar e sem corrermos o risco de queimar o Jardine ao subi-lo.

  2. Ontem foi o Lucas mais próximo daquele da base desde que subiu aos profissionais. É um talento bruto, mas sofreu demais com lesões, com o ritmo e porte do profissional (gostava muito de segurar a bola na base) e com a falta de confiança. Todo o sucesso possível!

  3. Eu achei muito interessante especificamente o jogo de ontem, sobretudo o segundo tempo. Foi aquela mescla que tanto desejamos de experientes talentosos ou de força no elenco com a juventude louca pra mostrar o que sabe, decidir pelo clube. Dá sim pra aproveitar as duas contratações mais tarimbadas do ano sem passar os 90 minutos esnobando a meninada. O elenco ainda vai rodar muito, não tenho a menor expectativa por título paulista, mas acredito em um trabalho muito digno em 2018 se o espírito e o jeito de conduzir as coisas for esse.

    Aliás, excelente notícia o Orlando no sub-20, mais um técnico excelente. Aliás, ainda mais ofensivo que o Jardine, apesar de menos consistente.

    • Caramba! No ano passado a pré-temporada parece que foi bem feita porque essas contusoes não foram tão frequentes no primeiro semestre. Em 2016 o SPFC foi vice-campeão em lesoes e parece que quer ser o primeiro. O quê estará acontecendo?

    • O que não voltou pq nunca saiu é a falta de planejamento. Absurdo como foi gerido o time nesse paulista praticamente sem poupar os titulares…

  4. O garoto tem talento… espero que retome a confiança… o único problema é que – em tendo sequência e indo bem – tem um certo Sr esperando esfregando as mãos pra vender mais uma promessa do clube sempre que tem a chance.

  5. No Lucas eu não apostava mais. Se contundia com muita frequencia e quando ia pro jogo não fazia nada. Tomara que se firme de uma vez.

  6. não sou muito fã do Lucas Fernandes, mas ontem entrou muito bem.
    Espero que vale minha boca e jogue muita bola e ajude o SP a ganhar esse paulista kkkk

  7. È o ultimo dos diferentes que restou do talentoso time campeão da Libertadores sub-20. Ele mais o Davi Neres e o Luiz Araújo disputavam quem fazia mais gols. Seu futebol lembrava o Diego Ribas quando surgiu no Santos. Torço pra uma nova chance pro Bissoli e uma oportunidade pro Lucas Perri

  8. Falta ao LF entrar na próxima partida e também jogar bem. Não é a primeira vez que ele se destaca mas dificilmente ele assume um papel de liderança no futebol do time em partidas seguidas.

    Se atingir essa estabilidade será titular fácil pq é rápido, habilidoso e tem ótima visão de jogo.

    • Quando subiu estava jogando bem todas. Depois da lesão já havia feito bons jogos entrando no segundo tempo mesmo. Mas quando entra jogando parece não estar rendendo ainda… semifinal vai ser complicada. Esse time tem de se impor no Morumbi e acuar o adversário para abrir boa vantagem, assim no jogo de volta ficam mais tranquilos para aguentar qualquer pressão.

  9. Mais um jogador machucado, agora Valdívia. Uma pena, espero que Lucas Fernandes de conta do recado na semi-final. É preciso ver se isto está relacionado a falta de tempo pelo início da temporada ou por conta da incompetência da preparação física. Nunca tinha visto tantos jogadores machucados em tão pouco tempo.

    • Se não me engano na entrevista que o Raí deu pro Cleber Machado ele disse que o preparador do Dorival teve problemas e a preparação ficou com o Pedro Campos que veio de Cotia.

      Ele até falou em apostar num plano de carreira como o do Jardine também para ele.

  10. A gente cansou de pedir Tavares, Liziero, LF, Shaylon, Caíque e etc…

    Dava pro Dorival ter rodado mais o time mesmo com o mimimi dos medalhões e a tal mudança de planejamento…

    Duro é escalar os caras fora de posição e tirar de vez na primeira partida ruim.

  11. O LF tem que manter essa atitude principalmente quando começa jogando, pq quando teve oportunidade entrou um pouco sonolento, mas tem futebol para se destacar bastante no nosso tricolor

    • Exato. Não foi só uma questão de técnico. Acho que o jogador acordou pra vida esse ano.

      Contra o corinthians, no ano passado, na partida do Morumbi, ele simplesmente não corria, só trotava.

      Ontem e na partida anterior em que ele participou, foi bem diferente.

  12. Potencial ele tem, tomara que as lesões deixem de atrapalhar. Ele entrou bem na vaga do Valdivia, mas eu não iria com ele de titular na ponta esquerda pro proximo jogo, não é a dele. Iria com Caíque e M. Guilherme (falta de opção), mas se o Aguirre quiser ir com ele e Nenê, eu iria com o Caíque no lugar do M. Guilherme. MG precisa de um descanso. Já virou sacanagem com o cara, vai estourar alguém que vai ser muito importante durante o ano..

    • Paulinho Boia também tinha que ter mais chances… negócio é cada um na sua… não vejo o Fernandes com essa força toda pra jogar na posição do Valdivia.

  13. Na minha opinião, o Lucas Fernandes rendeu bem ontem porque não ficou o tempo todo correndo atras do lateral.
    Tava mais solto, pririzando a criação e finalização e, “depois” a ajuda na marcação.
    Efeito Jardine/Aguirre ? …

  14. O moleque sempre foi bom de bola, confio muito mais no potencial dele do que no Shaylon, esse sim acho que não vai dar em nada, dá sono de ver jogando.

    Espero que o moleque deslanche e tenha se recuperado de vez da contusão grave que teve, precisamos dele.

  15. Hoje, está fazendo jus aos elogios e merecendo oportunidades. Em 2017, foi uma lástima.

    O importante é que ele está jogando bem agora. Que agora seja uma fase positiva. Precisamos melhorar a qualidade desse elenco para o brasileiro e ele começando uma boa fase, pode ser muito útil na série A.

  16. Esqueçam o Cueva.
    Tem que formar o time sem ele, tem mais 2 meses de SP, ja combinou e será vendido depois da Copa, então qdo voltar dos amistosos deixa no banco e ja era.

  17. Vale a pena insistir nesse jogador se o Aguirre entender realmente de futebol pode fazer desse menino um jogador que vai agregar muito para o futebol brasileiro ele tem algumas caracteristica interessante é agil e chuta muito bem de media distancia pode fazer uma função igual a que o Jadson faz no corinthians

Deixe uma resposta