São Paulo foi constrangedor. Aguirre errou…

O São Paulo foi constrangedor contra o São Caetano, no primeiro jogo das quartas-de-final do Paulista. O tricolor não teve atitude, nem futebol e poderia ter perdido por um placar maior. Derrota por 1 a 0, saiu barato.

Diego Aguirre escalou mal, com Nene, Cueva e Diego Souza juntos. O tricolor foi uma equipe pesada, lenta e sem padrão. Levou vários contra-ataques e Jean evitou alguns gols.

André Jardine estava ao lado de Aguirre, mas parece que o uruguaio não quis ouví-lo, porque não havia motivos para mudar a escalação que deu certo diante do CRB-AL. Inexplicável.

Para piorar, o São Paulo cansou bastante, confirmando o erro em atuar neste sábado, pela falta de força do clube na Federação Paulista. Mas isso não justifica mau desempenho.

Terça-feira, a volta será dura. O São Caetano mostrou que pode segurar a vantagem. Pintado foi muito bem.

Blog do Praetzel

17 comentários

  1. O Aguirre chegou, olhou pro elenco e não acreditou que um time jogaria tão apático mesmo com um técnico novo. Deve ter pensado que mesmo que não fosse o que ele imaginava, ia no máximo acabar empatando. Mas aí o goleiro que vinha bem falhou, tomou um gol e o São Caetano se fechou feliz da vida com a vantagem.

    Se não tem a falha e o gol, seria empate ou até uma vitória num lance de técnica de um dos jogadores em quem apostou.

    Errou, mas não quer dizer que não serve como muitos estão falando aqui. Chegou, imaginou que o problema era falta de motivação (caso do filho do Dorival querendo mandar sem entender de futebol, por exemplo), e agora viu que não era o caso.

    Vamos apoiar, não está perdido ainda!

  2. Beleza, errou, ainda estamos vivos, então não insista no erro, faz o simples que terá o apoio que precisa. Terça-feira é 4×0… vamos SP

  3. Tomara que esse erro primário não custe uma desclassificação, seria constrangedor e certamente diminuiria consideravelmente a paciência da torcida em relação ao seu trabalho.

  4. “André Jardine estava ao lado de Aguirre, mas parece que o uruguaio não quis ouví-lo, porque não havia motivos para mudar a escalação que deu certo diante do CRB-AL. Inexplicável.”

    Praetzel não perde a oportunidade de mostrar sua ignorância. Não só havia motivos pra mudança de escalação como ela foi explicada após o jogo, mas o que dá ibope mesmo é ficar xingando cegamente..

    • Aguirre conseguiu em 1 jogo causar todos os comentários de volta que eu vi em cada treinador.

      Já acho que podemos lançar uma nova troca e trazer outro para Abril, o Luxa seria meu nome…

      Maio ou junho já prepara o Felipão para a vaga pq em agosto o Cuca fica livre e podemos tentar ele até novembro quem sabe….

      Algum vai vingar…

      • Sim!! Já é a vigésima quinta matéria diferente que eu vejo com o tema “Aguirre errou. Fez a mesma coisa que o Dorival. Ignorou o Jardine”.

  5. Eu não apoio esse técnico arrogante. Quis mostrar que podia fazer diferente usando as mesmas táticas do Dorival. Errou feio se tu deu. E nem sequer teve a ousadia de ouvir o Jardine. Babaca se acha que vai se dar bem dessa maneira vai cair logo cedo.

  6. São Paulo tem presidente? Frouxo ,covarde, incompetente ? Qual a razão desse senhor de idade não largar o osso? Qual a razão de um presidente omisso não ser questionado pela torcida?

  7. Não sei se o Jardine tem esse poder e influência todos, quer seja porque ele acabou de ser integrado à comissão técnica fixa do clube, quer seja porque o Aguirre trouxe 2 auxiliares técnicos seus.

    Isso, contudo, não significa que com o tempo possa haver essa interação, mas ontem eu creio ter ocorrido pouco ou nenhum debate tático entre Aguirre e Jardine.

  8. Espero que o infortúnio de sábado possa ter servido para o Aguirre não escalar nunca mais Cueva, Nenê e Diego Souza juntos novamente…
    Mas que a antecipação do jogo atrapalhou é muito o time, isso sem dúvidas atrapalhou, parabéns aos envolvidos e aos omissos!!!

    • Jucilei Petros nenê …. e Diego Souza…..deveriam sair três desses…

      Eu montaria com Petros, hudson shaylon cueva valdivia e trellez

  9. “Nós ficamos só atrás do Palmeiras e do Corinthians [na tabela de classificação do Paulista], mano. (…) Ficamos na frente de Santos e São Paulo. A gente deu o azar de pegar o Palmeiras no mata-mata… Se nós pegássemos um São Paulo da vida, meu filho… Seria de igual para igual com aquelas carniças”, disse o zagueiro do Novorizontino em conersa com um amigo”.

    Eu falo, perdemos totalmente o respeito dos adversários, principalmente dos pequenos. Vergonha maior do que essa nāo há. Oque nos tornamos? Esse mal tem cura? Voltaremos um dia a ser grande e desfrutar de todo respeito e glória?

  10. Todos temos que lutar por um só objetivo. Libertação do clube. Chega de cardeais. Eleições diretas para presidente com votos dos sócios torcedores. Fora disso, não há luz no túnel. Faz 13 anos que não ganhamos um mísero campeonato paulista sequer. Juvenal Juvêncio (que Deus o tenha) saqueou o clube. Até os trinta anos ele era curintiano. Acho que nessa idade não dá mais pra mudar de time. Dá até pra mudar de religião, de sexo etc. mas de time não. As atitudes tomadas por ele confirmam essa tragédia. Brigar com os poderosos da CBF e da Globo quando tinha tudo para fazer do Morumbi o estádio da copa. Limitar torcida num estádio de 70 mil lugares cuja média de público hoje, é de 20 mil lugares. Comprar votos para permanecer no clube no terceiro mandato. Tirar o Aidar não porque o Aidar era ladrão, mas, porque não lera a sua cartilha. O CFA. de Cotia era um clube a parte. Senhor Leco, que sabe de tudo isso, ainda mandou fazer um busto para eternizar o curintiano. Por essas e outras meu sonho para o São Paulo Futebol Clube não morrer é mudar. Precisamos de idéias novas projetos para o clube, investidores que queiram formar um clube outrora grande mas que hoje, virou armazém de pancada. Ou unamo-nos por um ideal, ou quem viver verá. Dentro de mais 18 anos seremos uma nova portuguesa com certeza.

Deixe uma resposta