Nenê: ‘São Paulo não pode nem pensar em não se classificar’

A derrota por 1 a 0 para o São Caetano, no jogo de ida das quartas de final do Campeonato Paulista, deixou o São Paulo ainda mais pressionado para a partida de volta, terça-feira, no Morumbi. Nenê não quer nem pensar em eliminação.

– Não digo que (a atuação) preocupa, mas realmente não podemos aceitar alguns erros que tivemos. Temos que ter um pouco mais de inteligência e atitude em certos momentos. Pecamos por erros nossos mesmo e temos que corrigir isso. Não podemos nem pensar em não ganhar no Morumbi e não classificar – disse o camisa 7, ao canal Premiere.

Embora tenha feito campanha melhor na primeira fase, o São Paulo não tem a vantagem dos resultados iguais no mata-mata contra o São Caetano. Se vencer o jogo no Morumbi por um gol de diferença, o Tricolor decidirá a vaga à semifinal nos pênaltis. Para passar no tempo regulamentar, será preciso vencer por dois ou mais gols de vantagem.

Diego Aguirre, que fez a sua estreia pelo clube neste sábado, não poderá contar com Cueva no jogo de volta, já que ele estará com a seleção peruana. Nenê, provavelmente, será o meia centralizado. Ele admite que prefere:

– Ali é a posição em que já estava acostumado, mas posso jogar de qualquer lado do ataque. Mas ali acredito que seja minha melhor função e pode ser um recomeço. Na verdade, não recomeço, mas a continuação de um trabalho. Faz pouco tempo que estou aqui, tenho que ter paciência em alguns momentos, mas na hora que tiver que fazer meu trabalho da melhor maneira.

L!

12 comentários

  1. É o destino escalando o São Paulo certo. Cueva não sabe jogar marcado, jogou pior do que contra o Palmeiras. Jucilei ainda não está em condições. Mesmo contra o CRB correu atrás mas não marcou ninguém. Diz que tinha um francês vendo JTavares . Deve ter voltado horrorizado. Aguirre não prestou atenção em Jardine.

  2. Dos males ainda existem coisas de esperança. Se tivessemos ficado em 2 no grupo, jogassemos a 1 em casa, com a escolha burra do Aguirre de colocar os Masters, fatalmente perderiamos em casa e teriamos que recuperar o placar na casa deles(bem complicado). Agora, ele errou fora, tem tempo para arrumar a burrada e vencer por 2 a 0 no Morumbi( nada impossivel) e ter a tão desejada possibilidade de treinar o time corretamente e pegar o Palmeiras com o time possivelmente em.melhpr condições. Agora, na boa. Naquelas duas partidas tinha muito mais Mao do Jardine que do Aguirre viu.

  3. Que atrapalhada!!! Foi muita atrapalhada junta:
    1. Cantar errado o hino nacional em frente à tevê;
    2. Balançar em roque na hora do hino nacional;
    3. Mascar chiclete na hora de cantar o hino;
    4. Beber um litro de água antes do jogo e depois não aguentar o peso;
    5. Matar de bola de canela;
    6. Pentear a pelota dando uma tremenda furada;
    7. Dar várias furadas querendo dominar a coitada da bola;
    8. Estatela-se no gramado querendo pegar o adversário pelo rabo;
    9. Chutar a bola na fábrica de cerâmica querendo dar um passe;
    10. Apresentar um festival de passes errados à plateia que queria ver passes certos;
    11. Entender a instrução técnica de “fazer o mais fácil” como passar a bola ao adversário;
    12. Chutar a gol sem jamais acertar o retângulo de 7,15 metros de largura e 2,25 metros de altura onde fica o goleiro;
    13. Nova comissão técnica boquiaberta sem dizer palavra – talvez já querendo pedir a conta vendo tanta ruindade.
    Em suma: bastou pegar um timinho mais ou menos para todos verem hoje a realidade do São Paulo Futebol Clube. Sem mais palavras!

  4. Militao não pode ser LD, vai se queimar, além de matar o lado direito do time.

    Temos 4 bons primeiros volantes: jucilei, petros, hudson e militao. Bons, mas não podem jogar 2 ou 3 ao mesmo tempo, pq deixa o time lento, e piora o passe.

    O certo ao meu ver seria um deles, e o liziero de segundo volante.

    Agora a pergunta que fica é: qual treinador poderá sacar Jucilei, Petros, Nene e DS do time sem ser queimado? Porque Nene e Jucilei ja reclamaram de banco varias vezes

    • Não podemos ser refém de jogador. Seja porque é “estrelinha”, experiente ou quer ir a Copa.

      Se não está bem, tem que ser sacado do time mesmo, não importa o valor que pagaram.

      Bem melhor ser humilde e reconhecer que a contratação foi ruim, do que ficar toda hora apostando esperando que finalmente desencante.

  5. Somos ao mesmo tempo um berçário de jogadores novos e um cemitério de elefantes veteranos – falta a turma do meio para ganhar jogo. Assim não há técnico que resolva – é muita ruindade junta!

  6. O problema do São Paulo não é o técnico de futebol – é jogador ruim! E o clube vai trocar de técnico ainda muitas vezes, porque o problema é outro. Esperamos que os novos da diretoria, que já calçaram uma chuteira, saibam disso e arrumem jogadores para fazer um time de futebol. Se precisar de ajuda, passa aqui para ver o time do nosso condomínio e jogar um laço.

  7. desculpem se eu estiver sendo muito pessimista, acho que todos querem ver o SPFC campeão seja qual título for, mas convenhamos já vimos esse filme antes, e cheguei em um estado que prefiro ver o time ser eliminado agora para o são caetano do que passar e ser eliminado para um rival

    não to afirmando que se passar pelo são caetano seremos eliminados na fase seguinte, mas sabemos que as chances são muito grandes!!

    mas pelo péssimo histórico do clube nessa última década, do que competência das peppas, então se for pra não ser campeão e ser mais um ano IGUAL aos anteriores, prefiro ser eliminado agora.

    assim o time ganha tempo para treinar e quem sabe o Aguirre dá uma cara de time nesse grupo

  8. A única chance para esse São Paulo de agora é montar um time tipo “molecada de rua”. É distribuir as camisas sem muita conversa nem muito esquema, tipo “faz lá o seu melhor”, onde a tática é o improviso. Assim, numa partida, o time só se atrapalha (nossa especialidade hoje) e apanha, na outra, confunde o adversário e bate de goleada. Nossa única chance é um expressinho só de moleques do berçário de Cotia – vão correr tanto que o adversário será batido pelo cansaço. Afinal, hoje o futebol está como o UFC – quem cansa primeiro, apanha.

Deixe uma resposta