Aguirre ignora soluções usadas por Jardine e repete Dorival em estreia

Na estreia de Diego Aguirre, ficou a impressão de que quem estava no banco era Dorival Júnior em seu pior momento no São Paulo. De nada adiantaram as soluções apontadas por André Jardine em seus dois jogos à frente do time interinamente. O técnico uruguaio quis testar Diego Souza, Nenê e Cueva juntos sob o seu comando, e o Tricolor pagou caro: levou 1 a 0 do São Caetano e precisa vencer por, ao menos, dois gols de diferença na terça, no Morumbi.

Diante do Red Bull, no domingo passado, Jardine já tinha mostrado que Diego Souza rende mais como meia chegando à área. Contra o CRB, na quarta-feira, ficou claro que Valdívia e Cueva precisam de uma alternativa de velocidade, que é exatamente Marcos Guilherme (Dorival usou essa opção em seus últimos jogos), e que Júnior Tavares pode ser um lateral que vira meio-campista, ajustando o setor, inclusive numericamente, tanto para marcar quanto para levar a equipe à frente. Mas tudo isso foi esquecido.

Aguirre fez questão de ver uma equipe que o são-paulino cansou de vaiar, inclusive nas vitórias, no início da temporada. Dorival mesmo já tinha concluído que esse renomado, mas pesado trio, prejudica. Só que o uruguaio não estava convencido, e não mexeu nem no intervalo. Enxergar Diego Souza confortavelmente sem ação entre os zagueiros adversários e Nenê como um previsível ponta direita canhoto, sempre puxando para a perna esquerda para cruzar, é algo que o novo técnico precisava ver de perto para crer que não funciona.

– Tentei colocá-los (Cueva, Diego Souza e Nenê juntos) para encontrar um futebol pelo meio. Sei que, talvez, não funcionou anteriormente, mas você também tem de transmitir confiança aos jogadores. Quero criar minhas próprias conclusões. Cada jogo é uma oportunidade, e os jogadores podem aproveitar ou não. Obviamente, não gostei do jogo, mas fiquei com algumas ideias e temos de trabalhar – disse Aguirre, após a partida.

Pintado, que trabalhou no São Paulo até julho, nem precisava conhecer tão bem o adversário para invalidar Júnior Tavares como alternativa na saída de bola, como Jardine indicou. Forçar as jogadas em cima do lateral com menor poder de marcação é uma das estratégias mais básicas e antigas do futebol, e, com isso, o São Caetano ainda anulou Valdívia, que precisava voltar o tempo todo para ajudar Júnior e perdia força ofensiva. Quando não recuou, Alex Reinaldo teve liberdade para cruzar, Jean falhou e Chiquinho fez o gol do jogo.

Além de não manter a evolução do time, Aguirre chegou a atrapalhar. Os raros minutos de luz do São Paulo no primeiro tempo ocorreram quando os jogadores se ajustaram, com Nenê centralizado e Cueva na direita, oferecendo a velocidade que o veterano camisa 7 já não tem mais. Porém, bastou a parada para hidratação e o técnico uruguaio resolveu recolocar Nenê aberto e aproximar Cueva de Diego Souza. Na prática, isolou o seu setor ofensivo e deu ao São Caetano dois terços do campo para atuar como quisesse.

Quando Marcos Guilherme entrou no lugar de Cueva, aos 15 minutos do segundo tempo, sua velocidade não seria mais tão decisiva. O São Caetano já vencia e ficava com quase o time inteiro da intermediária defensiva para trás, sem nenhuma vergonha de limitar-se a dar chutão sempre que tivesse a bola. Diante de um rival com criatividade quase nula, o Azulão de Pintado entendeu que bastava não dar espaço para garantir a vitória.

É legítimo e justo que Aguirre teste todas as opções que tem, até porque o São Paulo de 2018 está longe de apresentar qualquer solução definitiva. Mas insistir em erros tão recentes em uma partida decisiva pode colocar já no uruguaio uma pressão ainda maior, com uma vexatória eliminação nas quartas de final do Campeonato Paulista. Ao torcedor, resta esperar que o técnico tenha aprendido a lição para o jogo das 21h desta terça-feira, no Morumbi.

Confira como, na prática, a movimentação dos titulares na derrota para o São Caetano afastou ainda mais o São Paulo do gol no Anacleto Campanella:

L!

63 comentários

  1. Ou seja, seria melhor apostar no interino, vemos Jair no Santos arrumando o time e dando sequência para a base, e o Carille nas galinhas fazendo um bom trabalho, sendo campeão. Já no SP é diferente, para pior, infelizmente a herança do Juvenal, seguida por Aidar e Leco imperam, destruíram o clube.
    Jardine deverá ser o treinador em 2019, mas será difícil trabalhar com esse presidente e conselheiros.

  2. “… Sei que, talvez, não funcionou anteriormente, mas você também tem de transmitir confiança aos jogadores…” “…Quero criar minhas próprias conclusões”. Mata-mata não é laboratório pardal teimoso e vaidoso. Pra quê incluir o Jardine na comissão técnica para abreviar o camimho da comunicação entre o novo técnico e o elenco se na hora que mais precisa o cara joga tudo pro alto e coloca tudo a perder insitindo no errado?

  3. Será mesmo que quis colocá-los juntos para “tirar as próprias conclusões” ou seguiu ordens superiores? Já deu isso… não tem tempo pra errar não Aguirre… seja humilde e coloque quem estiver melhor… problema de quem pagou caro por lixo…

  4. Transmitir confiança pros jogadores é boa..m parece que estão mais preocupados em deixar as péssimas contratações a vontade, do que fazer o time jogar bola. O SPFC virou uma guerrinha de interesses pessoais… ganhar campeonatos, ser competitivo, ficou no passado. O que importa é que todo mundo tá com o salário em dia.. comissões rolando soltas… e o time afundando cada dia mais.

  5. Se for pra classificar e depois tomar uma sarrafada de Santos, Palmeiras e Corinthians na próxima fase, Sr. Aguirre mantenha esse time e paramos por aqui. Chega de perder clássicos. 3 já está mais que de bom tamanho. Timinho de cagões.

  6. Poderia até dar certo mas com k uma configuração diferente – se o Aguirre tivesse por exemplo colocado o valvidia e cueca na frente com deslocamentos constantes e o Diego e nenê. Vindo de trás poderia ter sido diferente – repetir os mesmos jogadores na mesma função foi na minha opinião o maior erro. Cada vez mais eu acho que a figura de centro avante no futebol de hoje irrelevante … os times mais efetivos no futebol tipo man city, Liverpool, Barcelona não tem esse jogador sem mobilidade no meio dos zagueiros e nem aquele cabeceador nato .
    Esse foi o maior erro no jogo de ontem além do erro do Jean.

  7. Precisamos vencer apostaria nesse time Jean, Regis, Arboleda, Martins, Tavares, Petros, Liziero, Nene, Valdivia, Marcos Guilherme e Diego Souza.
    Militao não vem agradando na lateral, Jucilei fora de forma deveriam ser banco

    • Régis não pode jogar no Paulista e Diego Souza de 9 você só pode estar de brincadeira depois do jogo de ontem… ou é gambá que so vem aqui pra tumultuar…

  8. A verdade é que ontem me peguei assistindo um jogo de tênis durante o jogo do SPFC. Já não me causa mais ódio e sim, indiferença. Pouco importa se perdeu ou ganhou, porque mesmo nas vitórias, o jogo é medonho, nem se pode chamar de futebol o que o SPFC pratica em campo.

  9. Fica difícil de acreditar que o cara não faria o que os “chefes” queriam né… pq vamos combinar, o cara estava desempregado… não foi contratado pq era o melhor técnico do mundo e sim pq o SPFC virou uma confraria de amigos. Lugano e Raí são meus ídolos mas até aqui uma verdadeira decepção como dirigentes.

  10. “Está certo que a diretoria tem seus erros de planejamento nesta temporada. Mas isso não justifica a apatia do Tricolor contra o São Caetano. A equipe entrou em campo como se fosse uma partida da primeira rodada do estadual e não um jogo decisivo. Essa postura diante de um adversário mais fraco tecnicamente ajuda a explicar a turbulência que vive o São Paulo.” GE.

    “Sim, Diego Aguirre disse que o “time precisa melhorar muito”. Assim como o diretor-executivo Raí falou que o São Paulo não viveu uma “tarde feliz”. Mas dos jogadores não partiu qualquer fala de indignação. Jogar mal passou a fazer tão parte da rotina desse elenco que a maioria dos jogadores adota discurso padrão para justificar os tropeços e as falhas.” GE.

    Elenco fraco de jogadores acostumados aos fracassos, satisfeitos com suas vidas e seus belos salários frutos de ótimos contratos. Não devem sequer imaginar o significado das palavras ambição, respeito, indignação e vergonha na cara.

  11. A pergunta que faço qual foi a mudança que teve com a saida do Dorival e a chegada do Aguirre pelo contrario vimos a mesmice de um time lento sem velocidade e criação. O Jardine sim fez mudanças e em dois jogos teve uma marca de 6 gols ai fica dica Jardine é o cara ideal para o SP voltar a ser um time vencedor

  12. Espero estar errado, mas acho q vamos sofrer com esse jean…goleiro com muita explosao, as vezes impressiona pelas defesas plasticas, mas por esse estilo explosivo toma muitas decisoes erradas! Preferia um goleiro mais tecnico, q faz as defesas parecerem mais faceis, estilo tafarel, neuer, geralmente goleiros mais frios

  13. O São Paulo tá com cara da gambasada após a saída do Tite, entrou Osvaldo e outro, mas foi o interino Carile que deu conta do recado. Lembrando que ao contrário nós não temos uma filosofia de jogo, da qual o Rai havia anunciado que teríamos, acho que o Jardine possa ser esse modelo de futebol que precisamos, mas só teremos frutos daqui há 2 ou 3 anos. Acho que a ansiedade da torcida é o maior obstáculo.

  14. Já escutei aqui, outro dia, alguém falar que a culpa é dos Três Patetas… Depois que a culpa é do Dorival, agora que é do Aguirre e que a salvação é o Jardine. Putz!!! Afinal, o problema do São Paulo é do diretor de futebol, do técnico, desse monte de jogadores do berçário de Cotia e do cemitério de elefantes ou desse presidente que levou tudo isso à bancarrota? Responda quem quiser. Não entendo mais nada.

  15. Como é difícil torcer para o SPFC! Vai técnico e vem técnico e um pior do que outro! Vem jogador e vai jogador e um pior do que outro! Será que a diretoria tem consiciência disto? Numa decisão como pode o grande SPFC se tornar pequeno diante de um S.Caetano???? Como pode srs.??? Tem alguem ai entre diretoria, tecnico e jogadores que consigam explicar isto??? Tá bom dá para tirar a diferença no Morumbi e daí? Vamos ter que enfrentar os outros 3 times grandes que temos perdido com consistencia e frequencia incrivel, ou seja, as chances de ganharmos é mínima, inclusive porque em cada jogo parece que já entramos em campo perdendo de 1 x 0 pois trememos de medo de todos os outros 3 grandes!!! Como podemos aceitar este apequenamento tão gigantesco??? Será que temos que chamar o Freud para explicar o que acontece no SPFC??? Como dá vergonha torcer para o SPFC nos ultimos anos!!!! Fregues de carteirinha de todos os grandes e agora estamos ficando tambem dos pequenos!!!! “Caramba” para não ser grosso!!!

  16. SPFC virou Saco de Pancada Futebol Clube. Se continuar assim não demora perder o posto de terceiro maior em torcida. A molecada que hoje começa a entender de futebol optam por corinthians, palmeiras, santos, flamengo, Barcelona, Real Madrid, PSG e assim vai. Torcer pro São Paulo nenhuma criança quer nos dias de hoje. Para que tenhamos futuro é necessário investir no presente. Senão, teremos lá na frente os piores contratos de Tv com as piores cotas, os piores patrocínios piores médias de público. Se bem que nós já estamos de certa forma sofrendo com esses indíces atualmente, tudo por causa desse apequenamento do São Paulo em 10 anos. Parabéns a todos os envolvidos. Oremos para que não nos tornemos uma Portuguesa.

    • Acho que você está enganado ao citar os times do Brasil: Barcelona, Real Madrid e PSG batem recodes de audiência nas nossas tevês – há forte tendência à globalização. Clube brasileiro virou time pequeno do interior – todos tendem a perder torcida para os do exterior.

  17. Ha solucao para o time.

    Faze-los ingerir uma pilula de Viagra meia hora antes do jogo.

    Para Diego Souza, Nene e Cueva, 2 pilulas, ingeridas com energetico.

    Nao precisaremos sequer de tecnico.

    Vai funcionar, podem confiar.

  18. Ele já explicou que achou que pra um jogo decisivo no começo de trabalho seria melhor colocar os experientes (coisa que muita gente pediu pro jogo com o Palmeiras, por exemplo). Também já disse que estava enganado e não gostou do que viu.

    “Sei que, talvez, não funcionou anteriormente, mas você também tem de transmitir confiança aos jogadores. Quero criar minhas próprias conclusões.” Aguirre tem razão. Não é pq não deu certo com um que não vai dar com o outro. Os problemas do Dorival iam além da escalação. Tanto que o time que rendeu com o Jardine era muito semelhante ao do Dorival quando colocou Nenê e DS no banco e mesmo assim não rendeu com o narigudo.

    Eu achava que o DS podia render como 9, mas não dá, não pela posição, mas pela postura ridícula dele. Não pode ser titular. Nenê é jogador pra um tempo só. O declínio dele do primeiro pro segundo tempo foi imenso. Cueva é o Valdivia (o chileno) do SP. Só joga quando quer, se poupa pra seleçao e mais um monte de coisa. Venderia na primeira proposta que aparecer.

  19. Outro coisa: alguem tem que falar para o Jean que ele precisa jogar simples, arroz com feijão e que por enquanto ele não é titular no SPFC para se dar ao luxo de em um jogo querer sair jogando com os pés e dar um gol para os adversarios e neste outro sair com mãos de alface e não conseguir cortar um cruzamento ridículo e causar a perda do jogo! Nosso time já é ruim, então pelo menos o goleiro tinha que ser bom ou ótimo pois deste jeito jamais chegaremos a outro título pois não temos nenhum goleiro desde a saída do Ceni. Aliás ele tambem fazia umas lambançinhas quando resolvia brincar na defesa, porem ele tinha MUITO CRÉDITO e que créditos tem o Sidão e o Jean??? Para mim tem zero crédito, aliás o Jean já está com saldo negativo! Então goleiros caiam na real e joguem sério. Jogar com os pés é para quem sabe, quem não sabe pode dar chutão sim e com isto evita gols bobos e ridículos. O Cassio é um excelente goleiro e não sabe jogar com os pés e nem sabe bater faltas ou penalties mas pega muito, ou seja, ele faz o que o time dele precisa! Marcar gols e jogar bem com o s´pes e´serviço dos atacantes que no SPFC infelizmente tem grandes dificuldades para coloca-la nos fundos da rede. Os ultimos dois jogos que ganhamos de 3 foram exceçoes, lamentavelmente. Ai´vem um novo técnico que consegue estragar o que um técnico assistente conseguiu fazer: 2 vitórias de 3 ….haja paciencia para torcer para o SPFC hein moçada?????

  20. Infelizmente o título é algo demais de distante para o nosso time.
    Não dá pra cobrar nada do Aguirre em 1 rodada e sem treino, e nem dará pra cobrar na terça, pois novamente não treinaremos.
    Sendo assim, o melhor que pode nos acontecer é já cair pro São Caetano e termos 3 semanas inteiras para que o Aguirre de treinos de verdade, não aquele regenerativo pós jogo e um tático na véspera de jogo, treinos mesmo, pegados, treinos técnicos, treinos de posicionamento, treinos de simulações de jogo e assim melhorarmos nosso desempenho e brigarmos por vitórias.
    Porque se continuar assim, o Aguirre dura 3 meses, o Jardine dura até o fim do ano e 2019 já começa perdido denovo.

  21. Tradução : – Me falaram e eu vi que não deu certo o ano todo, mas tinha a certeza que a minha iluminada presença na lateral do campo iria faze-los jogar num passe de mágica, do dia para a noite.

    É um brincante!!

  22. Me decepcionei com esse passo pra trás, até aqui Jardine deu um banho nesses técnicos medalhões. A forma que ele armou a equipe mostra a importância do treinador, como sua forma de ver o jogo é armar a equipe influência, independente do tempo de trabalho. Só espero que o Aguirre nao deixe de usar o conhecimento do Jardine que será bem valioso pra ele que está chegando, e reconhecendo seu erro, rapidamente mostre que é capaz, que é isso que importa.

    • Putz! Esse Jardine deve ser um verdadeiro Einstein do futebol – o cara resolveria tudo! Por que só o Raí, o Ricado Gomes e o Lugano não percebem isso? Rogério Ceni conhecia a base de ter ficado nela por anos, mas não teve a capacidade desse novo Einstein do futebol.

      • Jardine é muito bom, além de ter conhecimento do elenco e da base.

        Só precisa de uma chance mas o julgam sem experiência, o que também é verdade.

        Quanto ao Aguirre, apoio ele desde quando seu nome foi ventilado.

        Mas que ele deu um passo pra trás, desnecessário….

      • Rogerio ficou na Base por anos? quando na decada de noventa? qualquer um que o RC tenha conhecido na Base ja deve ter se aposentado do futebol faz tempo. Jardine por outro lado ta a 3 anos fazendo um otimo trabalho, sendo campeão e impondo uma tatica que ja foi assimilada por todos que passaram pela base nos ultimos anos. Os jogadores da base confiam no jardine e ele sabe o que eles podem fazer e onde podem render mais.
        Sinceramente, se o SPFC desperdiçar a chance de ter o Jardine comandando essa ultima geração da base no time principal é o mesmo que jogar no lixo todo o trabalho que ele fez.
        De fato, acho que o SPFC deveria formar seus treinadores na base, trazendo eles pro principal apos 3 ou 4 anos para que aproveite ao maximo os jogaores que conhece, junto com 3 ou 4 jogadores mais experientes para funções criticas dando retorno esportivo e financeiro para o time.

  23. Espero que o Aguirre consulte o Jardine e faça o simples, não precisa inventar, veja o exemplo das galinhas e Santos, com treinadores da “nova geração”, que apostam na base sem medo.
    Para o jogo de terça, vão precisar furar a retranca, precisa de muita velocidade.

    Jean (avisem ele para fazer o SIMPLES)
    Militão
    Arboleda
    R. Caio
    Tavares
    Jucilei (Hudson se tiver condição)
    Liziero
    Valdivia
    M. Guilherme
    Caíque
    Brenner

  24. E um pesadelo futebolístico. O problema maior que e o presidente, não consiguremos resolver antes de 2020, mas custa Rai, colocar um treinador moderno e que tenha peito de escalar os melhores mim tipo de jogo mais dinâmico. Poxa, ver o Jucilei andando totalmente fora de forma, petros com sua limitação pra sair pro jogo, cueva já pensando na copa e Diego Souza mais estático que qqer outro atacante de time de ponta no Brasil não da mais. Ouse Aguirre, chute o pai da barraca, confie no Jardine, não se submeta a pressão dos seus superiores. Eles não podem te mandar embora tão cedo. Ponha o Hudson metendo o pé na frente da zaga, va de liziero ou Lucas Fernandes de segundo volante. Nenê, Marcos Guilherme e Valdivia. No ataque prefiro a limitação do Trelez do que a passividade do Diego. Acho que o Brenner ainda não tá pronto
    Qdo voltar, se cueva tiver ficado, precisar jogar tb. Faça isto Aguirre, pq apostar nos veteranos te levará ao mesmo lugar do Dorival.

    • Acho que o São Paulo precisa aumentar o número de conselheiros – dos 250 atuais para no mínimo 10.000, como fizeram outros times grandes. E valorizar esse novo Einstein do futebol – Jardine!

  25. Será que é pq ele trabalha aqui há 3 anos e acompanhou de perto todo esse processo do Dorival? Não deve ser isso … fora Aguirre!

  26. Seria melhor o SP contratar o cronista do Lance pra ser técnico pq tudo parece fácil. Comentar em cima de resultado é fácil ,não?

  27. Ao Aguirre faltou um pensamento um pouco mais “intuitivo”.

    Afinal, era so levar em consideracao o que ouviu da comissao tecnica.

    Mas decidiu bancar a decisao “racional” na hora errada, e agora vai ter que conviver com a furia de um torcedor cansado.

    Acho que ja esta queimado.

    • Afinal de contas, no banco, ao seu lado, o Aguirre tem o novo Einstein do futebol – Jardine. É só perguntar, fazer e ir para a galera – 3 x 0 no próximo jogo…

      • Nem estou me referindo ao Jardine, e sim ao Lugano, Rai e Ricardo, pois ha interlocucao entre eles por ja se conhecerem e provavelmente foram eles que o avisaram da escalacao antes do jogo.

        Agora eh tarde, infelizmente. Ainda aposto no Aguirre, mas virou incognita.

  28. Sono, medo, desespero e solidão.
    Será pesadelo ?

    Vendo o tricolor jogar, dormi.
    Acordei e o pesadelo continuou.
    Visível que o SPFC não resistiria.
    Seríamos goleados?
    Sem luta, sem disputa, sem disposição?

    Não temos time, nem futebol?

    Jardine restituiu nossa esperança.

    Aguirre …, aposte nos garotos, pois time de diretoria não existe.

  29. Todo mundo entendeu que essa matemática de três dedos contra quatro dedos é uma grande desvantagem. O futebol agora está cheio desses matemáticos. A solução do Joel Santana para isso era chamar o “pelezinho” lá da rua para desmontar isso, e dava certo! Será que habilidade não resolve mais?

  30. Não que eu quero cornetar o Aguirre, mas, não precisava entrar com o mesmo time e esquema que Dorival usava para conhecer os jogadores como ele disse na entrevista… Era só ver os vt’s dos jogos desde o inicio do ano, tem coisa que não precisa ver com os próprios olhos para ver que não dá certo. Fazer exatamente a mesma coisa não resulta em resultado diferente.

  31. Se por um lado foi ruim porque perdemos o jogo . por outro foi bom pra determinar a importância do técnico nesse processo de recuperação do são paulo.
    Toda vez que a crise aperta se ouve que o técnico e o menos culpado . que nem guardiola. Da jeito .
    Pra mim s culpado leco e não nos dar um time capaz de ser campeão. E disso todos sabemos . nossas chaces são poucas se comparados times grandes . agora não ganhar do são caetano ficou evidente a culpa totalmente da preparação errada pro jogo . e quantas partidas com confrontos com tomes menores perdemos no brasileiro do ano passado e no paulista desse ano .
    Em um esporte de alto nível onde o trabalho do técnico e promover o alto rendimento . vemos nosso técnico ignorar informações que elevaria o padrão de jogo do time e planejar o jogo não buscando o alto rendimento isso em uma partida eliminatória.
    Exemplo claro foi o Dorival que não buscou o alto rendimento e melhora técnica da equipe . apenas apostou em um modelo de jogo . e quando isso acontece . Quando se aposta e não busca rendimento . a equipe sofre mesmo com atleta de qualidade . ano passado tinha no elenco hernanes e pratto e o time sofria e quando ganhava era aos trancos .
    Não estou já criticando o técnico dizendo que e ruim ou bom . Mais sim a condução das coisas .
    O são caetano nem mesmo fez uma grande partida. Não da de forma alguma pra dizer que perdemos um jogo desse por montagem de elenco . o jogo foi ruim . e ganhou o que atuou menos pior .
    Então se a avaliação jogo a jogo como dizem e reunião após a partida. E melhor já fazer a avaliação correta e não deixar vacilar mais . perder para os times grandes no paulistao e brasileiro o elenco e uns dos muitos fatores que pode sim decidir o jogo . Mais perder pra time pequeno no brasileiro e no paulista.. Falar que perdeu por causa de elenco e que não da tempo pra treinar essa desculpa pra mim não da . pode ser primeiro jogo do Aguirre . mais tinha informações pra fazer um trabalho melhor pra esse jogo . e eu espero pelo menos 3 a zero no próximo jogo contra o são caetano . time fraco.

  32. Caraca….. cada comentário aqui…….

    Esqueçam …. será mais um ano de vergonha, time horrível, fadado ao fracasso e com espirito de perdedor………
    Espirito que esse grupo político que se apossou do clube ha 10 anos, corroeu a alma tricolor…….

    Tudo que eles fizeram como Abafar, empurrar pra debaixo do tapete todas falcatruas, brigas, historias de corrupções, comissões duvidosas, disputas políticas, brigas de ego, deixaram o clube amaldiçoado. Tudo em que eles botarem a mão não dará liga e nem irá pra frente. Fizeram perder o respeito dos outros clubes, torcidas e imprensa. Somos tratados como decadentes, daquilo do tudo errado, do exemplo de fracasso.

    Vejo que não precisamos mais de salvador da pátria para evitar nosso rebaixamento em 2018. O nosso tricolor já esta rebaixado ha muitos anos, só não caiu oficialmente de divisão….

    Ou mudam as pessoas, grupo politico ou a MALDIÇÃO continuara.

  33. Ontem em momento algum eu vi esse babaca desse treinador trocar uma ideia ou conversar alguma coisa com o Jardine. Taí o resultado. Mas um incompetente que fará parte da grande lista dos piores técnicos que já passaram por lá. Indignado!

Deixe uma resposta