Retrospecto positivo de Aguirre em mata-matas vira trunfo do São Paulo

O técnico Diego Aguirre estreia neste sábado (17) como técnico do São Paulo. Sem tempo para treinar a equipe, o uruguaio inicia sua jornada logo em um mata-mata. Nesta tarde, às 16h, o Tricolor encara, fora de casa, o São Caetano pelo primeiro jogo das quartas de final do Campeonato Paulista. Ao seu favor, a equipe do Morumbi conta com o retrospecto positivo de seu treinador em jogos decisivos. Afinal, nos últimos 14 duelos eliminatórios que enfrentou, Aguirre saiu vitorioso em nove, aproveitamento de 64%.

Em seus últimos três trabalhos (Internacional, Atlético-MG e San Lorenzo), Aguirre conquistou apenas um título – Gaúchão de 2015 -, é verdade. Entretanto, o comandante conseguiu montar equipes competitivas, que, quando derrotadas, vendiam caro o revés. Prova disto é o desempenho de seus comandados em duelos eliminatórios (confira a lista completa abaixo).

A característica do uruguaio é justamente o que a diretoria do Tricolor procurava em um treinador após a demissão de Dorival Júnior, criticado pelas más atuações da equipe e as seguidas derrotas em clássicos. O primeiro desafio de Aguirre será no estádio no Anacleto Campanella, em São Caetano do Sul. Sem tempo para treinar a equipe, por conta dos problemas com seu visto de trabalho e do jogo no meio da semana contra o CRB, o treinador deixou claro que espera muita entrega de seus comandados em campo.

– Acho que é fundamental o time mostrar competitividade, atitude e motivação total para ganhar cada jogo. É a primeira coisa que precisamos dar para o time. As coisas de futebol, de tática, de funcionamento, vamos fazer em campo a cada jogo. Quero que o torcedor seja representado pelo time que vê dentro de campo – cravou Aguirre em sua apresentação no clube do Morumbi.

A tendência é de que a pressão por bons resultados não seja apenas na estreia do novo treinador do São Paulo. Afinal, o clube tem pela frente uma maratona de jogos decisivos pelo Paulistão, Copa do Brasil e Copa Sul-Americana. Diante deste panorama, o elenco do Tricolor vai precisar acreditar nas palavras do treinador. Afinal, experiência em jogos de mata-mata não falta ao uruguaio.

Histórico recente de Aguirre nos mata-matas:

Confrontos vencidos

– Pelo Internacional

Cruzeiro (RS) – quartas de final do Gaúchão de 2015
Brasil de Pelotas – semifinais do Gaúchão de 2015
Grêmio – final do Gaúchão de 2015
Atlético-MG – oitavas de final da Copa Libertadores de 2015
Independiente Santa Fé (COL) – quartas de final da Copa Libertadores de 2015

– Pelo Atlético-MG

URT (MG) – semifinal do Campeonato Mineiro de 2016
Racing (ARG) – oitavas de final da Copa Libertadores de 2016

– Pelo San Lorenzo

Emelec (EQU) – oitavas de final da Copa Libertadores de 2017
Ciploetti (ARG) – primeira fase da Copa da Argentina 2017

Confrontos perdidos

– Pelo Internacional

Tigres (MEX) – semifinal da Copa Libertadores de 2015

– Pelo Atlético-MG

América-MG – final do Campeonato Mineiro de 2016
São Paulo – quartas de final da Copa Libertadores de 2016

– Pelo San Lorenzo

Deportivo Morón – segunda fase da Copa da Argentina de 2017
Lanús – quartas de final da Copa Libertadores de 2017

 L!

29 comentários

  1. Capacitade para fazer um bom trabalho o Diego Aguirre tem,mas será que o elenco do São Paulo esta qualificado para representar com Dignidade o São Paulo Futebol Clube?..

  2. Bom dia

    Tenho uma preocupa para o jogo de hoje?

    Será que vamos de Brenner ou Ds9 de centro avante? Diego de nove não rende nada e aí jogamos com menos um. Brenner com MG e Valdivia ficaria um bom time para contratacar.
    Acho que pode ser um bom jogo para Liziero no segundo tempo. Aí sim, o Ds9 pode entrar na posição do Cueva.

    Diego de 9 naoooooo

  3. Obrigado, FabioM e psbarbosa

    Vou procurar algum buteco aqui na Jorge João Saad pra assistir nossa vitória de hj contra o São Caetano

  4. Espero alguma mudança do Aguirre hj

    Não é possível Petros e Juça na volância, com Nenê (ou MGuilherme) aberto na ponta e DS de 9

    • Geralmente é assim demanda tempo para o técnico entender que alguns jogadores não servem para titularidade. Lembro quando o Dorival assumiu o comando tirou o Militão que era improvisado pelo R. Ceni e testou o Bruno e o Bufarini, até voltar a escalar o Militão. Esse é um dos preços que se paga por essa rotatividade de técnicos e diretores, nunca conhecem o elenco.

      • Pode ser, mas eu aposto mais em uma rodagem de elenco. Partida passada DS e Nenê ficaram no banco e sequer entraram, já parecia um sinal de que voltariam. Resta ver a disposição da escalação em campo, querendo ou não contra o RB tinha tudo pra ser lento e ruim como sempre e jogo fluiu bem pois as peças estavam melhor dispostas e mais dinâmicas.

    • o time foi testado com o Dorival … no 4 3 3 … jogadores maus posicionados, com buracos entre as linhas e jogadores executando funcoes erradas em campo.

      e possivel sim jogar com 3 meias … o que nao e possivel e jogar com MG de PD e Nene de PE.

      3 meias alternando as posicoes e armando o jogo vai confundir a marcacao do Sao Caetano. Valdivia, Cueva e Nene chutam bem de fora da area.

      Diego Souza deve ter sido escalado para aproveitar cruzamentos do JrTavares que deve tabelar com o Valdivia pela esquerda e Cueva com Militao pela direita.

      Durante o jogo o Diego Souza deve inverter a posicao com o Nene .. abrindo um burraco na zaga adversaria.

      Expremendo o adversario no seu campo, mantendo a posse de bola, jogando com muita dinamica e chutes de fora pode sim ser uma boa estrategia.

      Durante o 2 tempo o Aguirre ainda pode mudar totalmente a forma de jogar com 2 alteracoes MG e Caique.

      esquecam os testes que o Dorival fez …. esse senhor so queria queimar alguns jogadores para poder contratar jogadores da sua penela.

  5. Eu iria de 2 armadores…….Cueva, DS ou Nenê ( um entraria no lugar do outro no 2º tempo )

    Brenner e Lizieiro

    442

    Militão (ou Bruno ) RCaio Arboleda JTavares

    Jucilei Lizieiro

    Nenê e Cueva

    Valdívia e Brenner

Deixe uma resposta