São Paulo se prepara para enfrentar uma maratona

A delegação do São Paulo desembarcou animada no fim da tarde desta quinta-feira na capital paulista. Na noite de quarta, no estádio Rei Pelé, em Maceió, o time venceu o CRB por 3 a 0 e passou para a quarta fase da Copa do Brasil.

Foi a segunda vitória na semana: no domingo, pelo Campeonato Paulista, tinha feito 3 a 1 no RB Brasil. O Tricolor ainda não tinha feito três gols numa mesma partida neste ano. Tudo isso, sob a nova direção de Diego Aguirre, das cabines, e André Jardine, no banco.

– Houve uma mudança interior na nossa equipe. Aquela derrota contra o Palmeiras (2 a 1, antes das duas vitórias) mexeu com a gente. Então houve uma mudança de postura. Agora é manter os pés no chão, com humildade, porque tem mais decisões pela frente – disse o atacante Marcos Guilherme, que completou:

– A vitória traz isso: um clima melhor, mais tranquilo para treinar, se concentrar.

Ao mesmo tempo em que comemoram os resultados, os jogadores se preparam para uma maratona nos próximos dias. No sábado, no Anacleto Campanella, e na terça-feira, no Morumbi, o São Paulo enfrentará o São Caetano pelas quartas de final do Campeonato Paulista.

– Sempre vai ser muito alta a pressão. A torcida vem no seu limite, querendo títulos, querendo resultados a curto prazo. Para não sermos cobrados, só com vitórias. Conseguimos recuperar a confiança e agora vamos para dois jogos que definem uma vaga numa semifinal, que, para nós, é um título que fica mais perto – explicou o zagueiro Rodrigo Caio.

Na manhã desta quinta, ainda em Maceió, o São Paulo dividiu o elenco em duas partes. Os titulares contra o CRB fizeram um treino regenerativo e descansaram. Os reservas e os jogadores que atuaram menos trabalharam na academia do hotel.

O único treino com todos os jogadores será realizado na tarde de sexta, no CT, o primeiro sob o comando do novo técnico Diego Aguirre. Com a documentação trabalhista regularizada, o uruguaio já está apto para trabalhar à beira do campo, o que acontecerá no sábado, no ABC.

– É rápido, curto o tempo para ele passar o que ele quer, do que ele gosta… Ainda que não estivesse no campo, o Aguirre falou antes, junto com o Jardine. Esperamos que amanhã (sexta) a gente esteja bem recuperado e podendo fazer mais coisas, e que ele possa mostrar o que ele quer da equipe – finalizou Rodrigo Caio.

GE

15 comentários

  1. Devíamos ter oferecido uma troca de mando com o São Caetano. Jogaríamos a primeira em casa no sábado, com casa cheia e o segundo lá em São Caetano. Não vai lotar o Morumbi na terça. É um dia muito ruim.

  2. Tô confiante na vitória. ..porém faz anos que estou com essa confiança e não tem dado certo… quero ver na hora do jogo
    #VamoSp

  3. Muito legal o novo momento tricolor. To cueu não acho legalrtindo muito. Esperança tricolores. Se a comissão manter esse padrão vai dar coisa boa!

    O que não acho legal, mas gosto muito do menino, é esse nome aí “Valdívia”. Que Valdívia, po….

    Wanderson. Pra mim teria que ser Wanderson. Valdívia lembra outra coisa.

  4. Como é o regulamento do paulista quanto a saldo de gols nos confrontos? Temos aquela vantagem de placares iguais, dois empates ou o que quer que seja?

  5. Estou vendo uma foto do Roberto Dias fazendo um arremesso lateral. Deve ser foto daquele time bi-Campeão Paulista 70/71 – Sergio, Forlan, Jurandir, Dias e Gilberto, esse quinteto jogaria tranquilamente e com sobras no time de hoje.

Deixe uma resposta para Erivaldo Cancelar resposta