Seis desafios de Aguirre no São Paulo

1 – Fazer reforços renderem

Uma das principais missões de Diego Aguirre como novo técnico do São Paulo é fazer decolar Nenê, Diego Souza e Valdivia, contratações consideradas importantes pela diretoria. Dorival Júnior entrou em rota de colisão com a direção, entre outros motivos, por considerar Nenê e Diego lentos para seu esquema de jogo.

2 – Domar Cueva

Grande desafio para o novo técnico tricolor será lidar com o furacão peruano. Tirar a imagem que pelo menos parte da diretoria tem de falta de comprometimento do atacante e arrancar dele uma regularidade em alto nível são as missões.

3 – Calibrar a pontaria do time

Os erros nas finalizações prejudicaram o São Paulo sistematicamente nesta temporada. Dorival chegou a dizer que técnico não faz gol. Ele caiu sem solucionar o problema.

4 – Driblar a falta de paciência da diretoria

A julgar pelo histórico recente da direção tricolor, Aguirre corre contra o tempo para se estabilizar no cargo. Rogério Ceni foi demitido com seis meses de trabalho. Dorival durou dois meses a mais. Ou seja, os resultados precisam vir logo.

5 – Voltar a vencer clássicos

O São Paulo perdeu os três jogos que fez contra Corinthians, Palmeiras e Santos nesta edição do paulista. Os fracassos seguidos contra o principais rivais constrangem a torcida. Já a diretoria vê falta de confiança dos atletas diante dos adversários mais ferrenhos.

6 – Reconstruir a relação com a torcida

Em 2017, o apoio vindo das arquibancadas foi o ponto alto tricolor na luta contra o rebaixamento no Brasileiro. Em 2018 as vaias e protestos têm sido constantes. Para estancar a irritação dos fãs, Aguirre precisa rapidamente fazer com que as atuações do time seduzam os torcedores.

Blog do Perrone

Anúncios

23 comentários

  1. Faltou citar que ele precisa ser o Presidente do clube em alguns momentos.
    Essa lista seria bem menor se o Leco e os conselheiros fossem pessoas sérias e competentes.
    Boa sorte ao Aguirre, vai precisar de muita.

    Curtido por 2 pessoas

  2. Ontem quando o Alagoano (cujos comentários respeito muito) questionou onde estavam os defensores do Dorival, o Márcio sabiamente respondeu que muitos defendiam uma continuidade do trabalho, esse também era meu posicionamento, não via opções no mercado, tampouco estava otimista quanto a outro recomeço (mais um).
    Todavia, confessou que me agradou muito a escolha do Aguirre, assim como a do Bauza na época (2 libertadores no currículo), tomara que o famoso choque no elenco, que ocorre em toda troca de treinador, nos traga esse Paulista, vencendo será um trampolim para coisas maiores.
    Continuo torcendo.

    Curtir

    • Olha Emilio, Eu tb estava defendendo a continuidade ate o.jogo com as porcas, so q depois de ver o time com o dedo do Jardine e do Aguirre Eu percebi o qto estava errado e como o dj tinha q Ter Saido bem antes.

      Mas enfim, antes Tarde do.q nunca. Agora eh vida nova e boa sorte ao Aguirre e ao Jardine.

      Acreditando sempre.

      Curtir

    • Continuidade não é um fim em si mesmo, ela deve ser defendida quando há margem de melhora e evolução possível. Ou seja, precisa haver um elemento justificado disto (Não a continuidade por si).

      DJ persistia nos mesmos erros e não dava sinal de melhora. Bastou um jogo para que vários pontos fossem esclarecidos, e restou evidente que demoramos demais para substituir.

      Curtido por 3 pessoas

  3. Sobre o Cueva, parece um pouco tarde pra querer fazer o cara ter vergonha na cara e honrar o salário que ganha, ainda mais as vésperas de uma copa do mundo. O que o Aguirre tem que se preocupar em fazer é achar um esquema onde a gente não seja dependente do Cueva.

    Curtir

  4. Maior problema do São Paulo é que o clube não é viável financeiramente , gasta mais do que arrecada e pra fechar as contas depende da valorização e venda de jogadores .
    Ano passado parece que estava pior porque além de não fechar as contas no final de cada mês ele tinha uma dívida bancária muito alta , com as vendas que fizeram conseguiram diminuir bastante a dívida mas o rombo financeiro continua .
    Não estamos sozinhos nessa , todos os clubes estão assim , talvez a exceção seja o Palmeiras com patrocínio muito alto e renda da arena , e os 2 privilegiados que recebem muito mais do que os outros de verbas da globo e patrocínios .
    Esses 2 privilegiados também tem seus problemas , um com dívida antiga ainda muito alta e outro com dívida do estádio .

    Curtir

  5. Eu ficarei muito contente com um pouquinho de bom futebol.

    Um time organizado, coeso, compacto e eficiente.

    Com jogadores que saibam cumprir suas funções táticas, minimamente treinadas.

    Um time que funcione como um time.

    Eu quero ver gols do meu SPFC.
    Eu quero ganhar jogos ” fáceis “.
    Eu quero ganhar jogos “difíceis “.
    Mas se perdermos, que seja com luta.
    Perder na disputa, disputando.
    Sem derrotas “antecipadas “.

    Que Aguirre – Jardine sejam os líderes e comandantes a conduzir nosso tricolor à decisões e por que não futuros títulos.

    E que o spfc de hoje volte ao SPFC de outrora.

    Curtir

  6. Agora se o Aguirre for bem, ele nao pode assumir o Uruguay mas continuar a frente do sp? Ser tecnico de selecao parece ser light…

    AI qdo ele tiver compromissos o Jardine assume. Seria otimo pro Jardine ganhar mais e mais experiencia no profissional.

    Isso Eu esperanca total de q a dupla Vai arrebentar.

    Curtir

  7. Muito bem listado nossos desafios, faltam duas coisinhas: fazer o SPFC jogar com rapidez e intensidade, fazer o que o Curintia faz, que o Palmeiras faz; jogador que coloca a camisa do SPFC tem que ter a responsabilidade e sentir-se orgulhoso e honrado por usar este nosso “manto sagrado”! Este negócio de jogar burocraticamente e só para receber o pagamento no dia certo já passou! Tem mesmo é que molhar a camisa sempre tanto nos treinos como nos jogos! Boa sorte Aguirre, o diagnostico voce ja temm agora, Mãos a obra!

    Curtir

  8. Toda vez que clica na matéria o blog direciona para outro site. Google AdSense até nos links de entrada? Entendo a necessidade do blog de rentabilizar, mas não dessa forma.

    Curtir

Comente aqui, Tricolor!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s