São Paulo e Aguirre têm acordo em caso de interesse da seleção uruguaia

Uma das preocupações do São Paulo em contratar Diego Aguirre para substituir Dorival Júnior, demitido na semana passada, era o provável interesse da seleção uruguaia em levar o treinador após a Copa do Mundo da Rússia, disputada em junho e julho deste ano. Para selar o negócio, os diretores do Tricolor e o novo comandante da equipe do Morumbi costuraram um acordo entre cavalheiros, que garante o uruguaio no clube até o fim de seu contrato.

Desta forma, caso Óscar Tabárez deixe a seleção Celeste ao fim do Mundial e os diretores da federação uruguaia convidem Aguirre para assumir a equipe, o treinador irá recusar a proposta, pelo menos até dezembro, data do término de seu vínculo com o Tricolor.

No início deste ano, antes de ser contatado por Raí para assumir o São Paulo, Aguirre havia concedido uma entrevista para o Diário As, da Espanha, confessando seu desejo em treinar a seleção de seu país. Na ocasião, o comandante estava sem clube e disse ser difícil recusar um eventual convite.

– Cuido-me muito quando me perguntam isto. Tenho um grande respeito ao maestro (Óscar Tabárez). O tempo o marcará. Se surgir a possibilidade, estarei encantado. É difícil dizer não à seleção – afirmou o treinador, em entrevista concedida no dia 28 de janeiro deste ano.

Depois de perder o colombiano Juan Carlos Osorio para a seleção do México e, na sequência, ver o técnico Edgardo Bauza deixar o Tricolor para comandar a seleção da Argentina, o São Paulo teve o cuidado de conversar com Aguirre sobre o tema e tentar se proteger de uma futura perda.

O novo comandante do Tricolor será apresentado no CT da Barra Funda nesta segunda (12), às 15h30, no CT da Barra Funda. Na sequência, comandará seu primeiro treino no novo trabalho. Para a próxima partida da equipe do Morumbi, na quarta, contra o CRB, é improvável que Aguirre esteja no banco de reservas, pois precisa resolver problemas com a sua documentação.

L!

60 comentários

  1. tava vendo a convocação da seleção do Tite, e ele convocou o R.Caio para os amistosos

    mas eu aposto uma camisa nova oficial da Adidas do SPFC com quiser, que ele não vai pra copa do mundo

    só irá se algum zagueiro se machucar, o Tite fechou a zaga, e vai ser

    – Miranda
    – Thiago Silva
    – Marquinhos
    – Geromel

    eu duvido que vai levar 5 zagueiros, não me lembro de um treinador que levou, ele só está convocando o R.Caio pra fazer uma moral pra ele, mas sabe que ele não tem perfil pra jogar uma copa do mundo, é baixo e raquítico demais pra enfrentar jogadores fortes, rápidos e muito técnicos. Isso sem contar que o Geromel vem jogando melhor que ele.

    Curtir

    • já vi esse discurso em algum lugar

      vou torcer por ele no SPFC, mas já não gostei disso, parece que as escolhas da diretoria sempre está fadada a ter uma vida curta dentro do clube

      Curtir

  2. Aguirre é um equivoco…não técnico….mas estratégico…

    tipo assim…parça..tamo ferrado..quebra esse galho pra nos ate o fim do ano…ajuda teu brother ai…

    Agora não adianta mais…e ganhar o paulista…na situação que estamos….ja merece entrar na galeria de lendas tricolores…

    Curtir

  3. Do outro Post:

    marciotricolor
    Ninguém pregava a continuidade de algo ruim, isso seria burrice…
    O que muita gente pregava aqui era a continuidade de um trabalho, depois da troca de inúmeros treinadores e pedia chance ao treinador, mesmo com o time não engrenando, mas com e esperança das coisas darem certo…
    Falar agora depois que não deu certo é oportunismo, pois ninguém tinha certeza de nada e mesmo assim, muita gente quando percebeu que o time não engrenava, deixou de pedir a tal continuidade.
    Ironizar as pessoas depois dos fatos se concretizarem fica fácil.

    Tricolor alagoano
    Dorival teve 9 meses de trabalho e não havia evolução. Pregar continuidade dele representava isso.
    Não há oportunismo quando se defende algo antes de ocorrer. E bastou um jogo (e dois treinos) para se comprovar que o treinador não sabia aproveitar o potencial do elenco, especialmente da base.
    Não sei se Aguirre será um bom treinador, mas terá meu apoio (embora com menos esperança do que nas vindas de Ceni e DJ.
    ————————————————————————
    Pois é…
    Dizer que ele teve 9 meses parece simples…
    Não esqueçamos qual o contexto que havia quando ele assumiu: luta contra um eventual rebaixamento, time em frangalhos moral e psicologicamente, chegada de um reforço que seria fundamental (Hernanes) mas que até
    então não havia no elenco, mal preparo fisico, etc…

    DJ teve que lidar com várias adversidades!!
    Estava conhecendo o elenco e fazendo testes, mas em uma situação que exigia o resultado face a posição na tabela.

    Eu mesmo afirmei na época que não esperassem algo extraordinário, é que o DJ começaria pra valer seu trabalho a partir de um início de temporada, onde os campeonatos iniciam, e não num momento de turbulência onde a pressão por vitória era imprescindível para um clube de porte sair de uma incômoda situação de Z4… Convenhamos!!

    Mas também afirmei que, iniciado do “zero” e já tendo conhecido o elenco, o prazo do DJ seria até o final do Paulista, não com obrigação de ganhar título, mas pelo temos ter um time bem estruturado, corso, competitivo e com regularidade. O que, infelizmente, não ocorreu… Daí, entender e concordar com a troca mesmo um pouquinho antes do prazo.

    Mas mesmo assim a catástrofe ocorrida contra as Peppas se deve em grande parte a frouxidão dos atletas, tanto que nunca vi o Sato tão revoltado e cuspindo fogo nos comentários… Rsss

    Em que pese o fato do DJ ter engessado o time e eu ir perdendo a esperança numa melhora, para mim o maior puxão de orelha após o clássico era nos jogadores e não no DJ…

    Vida que segue, porque afinal o que importa é o SPFC. Nossa realidade é Aguirre e Jardine.
    Todo o sucesso do mundo aos dois!!

    Curtido por 1 pessoa

  4. Técnico de longo prazo, só se for vencedor. Telê montou o time, Muricy pegou um time mais ou menos pronto. Ambos ganharam vários títulos e foram ficando. Talvez o mais importante hoje seja a continuidade no trabalho, não necesariamente de treinador. Se o Aguirre conseguir deixar algo que possa ter sequencia com Jardine ou outro técnico que tenha perfil similar, pode surgir um time vencedor e um técnico longevo (mais de 2 anos).

    Curtir

  5. O grande senão é o Aguirre vir com contrato de curto prazo. Mas ficando pelo menos até o final do ano da tempo do SP pensar com calma e acertar, aí sim, com um bom treinador para umas 2 temporadas seguidas.
    E não teremos o dissabor de perder um técnico no meio das disputas, ainda mais se estiver indo bem.
    Fazer o quê? É o que tem pra hoje!

    Força Aguirre!
    Força Jardine!
    Nossa esperança e nossa torcida acompanham vocês dois!!!

    Curtir

  6. Eu duvido fortemente de que o plano seja a efetivação de Jardine numa eventual saída de Aguirre na virada de 2018 para 2019. Fica muito mais fácil, tendo conhecimento da necessidade de troca, de observar o mercado em busca do nome ideal.

    Se não o melhor, seria com certeza o menos traumático dos mundos: Aguirre só será convidado se o trabalho estiver bom, se convidado permaneceria até o fim do ano, não se queimaria um grande projeto com Jardine logo de cara e haveria tempo de contratar o melhor à disposição, bem mais favorável que nas últimas quinhentas trocas de técnico.

    Curtido por 1 pessoa

    • Exato. As chances no final do ano do Abel (que era a segundo opção) estar disponível é bem maior. Se o Aguirre se sair bem, há a possibilidade de um novo estrangeiro (aparentemente a diretoria curte) e assumindo no final do ano, o tempo pra estudar o elenco e ajudar no planejamento será maior.

      Sinceramente eu só acredito na demissão do Aguirre se lá pra Outubro estivermos na zona de rebaixamento ou houver mudanças na diretoria. Qualquer coisa fora isso, eu não imagino ele sendo demitido, mesmo com um trabalho ruim. Tenho certeza que o Raí seguraria o Dorival se o trabalho fosse qualquer coisa melhor do que o que foi apresentado.

      Curtir

  7. Ao que tudo indica o novo treinador Aguirre ficará somente até dezembro deste ano para depois assumir a seleção uruguaia.
    Pode ser um prenúncio da vinda de um treinador como Abel Braga ou Cuca, o tempo dirá.

    Curtir

Comente aqui, Tricolor!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s