Entenda por que Diego Aguirre é o favorito para ser o novo técnico do São Paulo

O nome de Diego Aguirre tem ganhado força no São Paulo nas últimas horas. O técnico uruguaio foi indicado como substituto de Dorival Júnior por Lugano, superintendente de relações instituicionais.

Sem citar o nome de Aguirre, o diretor executivo de futebol tricolor, Raí, disse nesta sexta-feira que o clube está muito perto de anunciar o novo técnico.

Aguirre, que no Brasil já comandou Internacional e Atlético-MG, é empresariado por Juan Figer, que também cuida da carreira de Lugano e tem bom trânsito na presidência são-paulina. O último trabalho do técnico foi na Argentina, no San Lorenzo, no ano passado.

Raí, diretor-executivo de futebol, e Ricardo Rocha, coordenador, gostaram da ideia de Lugano e cogitam ir mais a fundo na negociação com Aguirre. O argumento do lado que prega cautela é que o Tricolor está classificado para as quartas de final do Paulistão e não tem motivo para correr nessa decisão.

Sendo assim, enquanto André Jardine comanda interinamente o time na partida contra o RB Brasil, no domingo, às 17h, no Morumbi, a diretoria teria mais tempo para pensar melhor em um nome de consenso. Aguirre, no entanto, é o nome mais forte e perto da realidade até agora.

Abel Braga, do Fluminense, também é um nome cogitado dentro do São Paulo. Mas como o técnico tem contrato vigente a situação é um pouco mais complicada.

GE

42 comentários

  1. No campo há o reflexo da presidência.
    Temos um presidente derrotado, um medroso, cagão e que não aguenta pressão e vive se escondendo.

    No atual São Paulo só tem bunda mole, espero que o Lugano não passe a ser, quanto ao Raí espero que mostre pulso logo.

  2. Aguirre pode dar certo.

    Não faz media com jogador, não fala macio, não tem perfil de derrrotado, medroso e fracassado, como Dorival.

    Times dele não dão show, mas são competitivos e equilibrados.

    Das opções disponiveis, acho uma das melhores. Abel e Ze Ricardo não sairão de seus times. Levice, Luxa, Felipao, Dunga e Osvaldinho jamais.

    Não é hora pro Jardine. Ele é o nosso futuro, precisamos dele num momento mais calmo, pra fazer um trabalho a medio e longo prazo.

  3. Aguirre é um bom nome, mas Abel está um degrau acima, está fazendo um bom trabalho no Flu com um material bem fraco, mas é bem difícil que venha.

    • Diferença do Flu pro SP é que, embora elenco e time sejam mais fracos, possuem jogadores jovens e rápidos, que demonstram vontade e incômodo com as derrotas, que respeitam o técnico, não ficando de bico por ficarem no banco (como jucilei ano passado, nene esse ano).

      Os nossos jovens tremem em jogos grandes, literalmente pipocam. Seja Rodrigo Caio, seja Militão, Shaylon, Lucas Fernandes. Os nossos veteranos que deviam dar exemplo, não dão.

        • Sim Márcio, Abelão seria minha primeira opção. Um dos técnicos de geração antiga, mas que não está defasado. Continuamos torcendo por dias melhores, amigo. Que Aguirre possa dar jeito.

          • Também concordo , abel ta tirando leite de pedra so fluminense, ja fez um bom trabalho ano passado em não cair e esse ano tbm. Ao contrário do cuca que tinha um baita elenco nas peppas , e não fez nada, inclusive quase perdeu pro nosso tricolor , se não fosse o fominha mg e péssima pontaria teriamos ganhado la.
            Também coloco abel um degrau acima do aguirre.

            • Abelao ficou un tempao com um esquema q nao eatava dando ai o tu.e encaixou no 3.5.2.

              Muricy quando veio em 2006 queria o 4.4.2, sem meia diferenciado nunca conseguiu. Entao ficou ni 3.5.2 mesmo e chegou no tri consecutivo.

  4. Ja que o Cuca nao vem mesmo, Aguirre e boa opçao, quando foi mandado embora do inter, o time estava bem. Ele monta times competitivos.

  5. minha preferência por ordem

    Felipão
    Abel Braga
    Cuca
    Luxa
    Aguirre

    mas tudo bem vou apoiar do mesmo jeito, não acho ele um treinador ruim, só fico meio receoso por ser estrangeiro pois os dois últimos que tivemos abandonaram o barco no meio do temporal, fico com esse receio do Aguirre fazer o mesmo

  6. Nao entendo não. porque contratar um outro técnico estrangeiro que não conhece os jogadores. O melhor seria um brasileiro mesmo que conhece nosso futebol. vocês podem me xingar mas sempre vi a contratação do Jean com 6 por meia dúzia.E ele provou isso nos 2 jogos que lhe foi dado a chance. sou muito mais o Sidao que já estava adaptado. E continuo pensando que o gol do São Paulo merece um goleiro do tamanho do clube.

  7. Gosto a da sua maneira de trabalho principalmente pela rotatividade de jogadores e alta intensidade.
    Porque esses técnicos tupiniquins de forma antiquada acha que vai entrosar times Jogando 8 vezes por mês.
    Dorival taí pra mostrar que time com 8 meses de trabalho perdendo 2 titulares ( Hernanes e prato), não consegue ter nenhum entrosamento.
    Jogador não tem que pensar o jogo quem é pago pra isso é o técnico…jogador executa o que foi treinado basta isso…professor Osório que saudade.

    • Se Cuca se limitasse a treinar o time seria ótimo. Mas é problemático e tem todo um pacote negativo por trás. Fora que sempre entra em rota de colisão com líderes do elenco.

  8. Abel seria o ideal, mas o Aguirre também é um bom nome. Só acho que algumas tartarugas terão contrato rescindido até o final do ano, pois não terão espaço na metodologia de trabalho, ou serão escalados e queimados como o Dorival tentou demonstrar.

  9. Não existe entrar com um time contra um time na retranca CSA e enfrentar um pameiras com o mesmo time claro que vai dar errado….isso é preguiça de estudar o adversário e preparar uma estratégia diferente para conseguir o resultado…sem falar no fator surpresa…..que é nulo.

  10. Tem vídeo bem legal sobre o toque de bola do San Lorenzo do Aguirre, bom p/ melhorar o ânimo.
    https: //www.youtube.com/watch?v=Q3PJZGnUNHE

    • Esse vídeo só demonstra que o Aguirre gosta de jogadores rápidos. Acho que muitos que vieram ou estão na base vão assumir a titularidade facilmente. Não se faz omelete sem ovos!

  11. O elenco não é adequado para o Aguirre. Mas a longo prazo e com o aval da diretoria ele pode transformar em um time competitivo, a torcida, vai ter que ajudar também, pois é da mesma escola do Osório e do Rogério Ceni: marcação alta, intensidade, esquemas táticos mudam de acordo com o adversário e muita intensidade. Lembrando, que a boleirada Brasileira costuma boicotar esse tipo de técnico que gosta de intensidade, pois diminuí a longevidade de carreira do atleta!

  12. Vi algumas boas ideias aqui.
    Animadoras.
    Aguirre gosta de intensidade. Linhas altas, mobilidade.
    Jogadores lentos não terão vez.
    Rodízio.
    Jucilei na zaga e RC primeiro volante.
    A dupla Aguirre Jardine, se se concretizar, poderá ter sucesso. Principalmente pelo fato de Jardine conhecer a base.

  13. Como queremos ser vencedores com um técnico que não ganhou nada em toda carreira que fez um bom trabalho nos emirados árabes aff , fala sério só por que já jogou no São Paulo com o Raí e Ricardo Rocha e foi técnico do Lugano isso não o qualifica pra pegar um time gigante que é o São Paulo , tem sim que trazer um técnico linha dura pra colocar esses maricas pra jogar ou pra vazar do São Paulo chega de jogador bonzinho , cavalheiro , amamaezado , se quer jogador assim vai dirigir time de hipismo , aqui é São Paulo a torcida mudou não é mais clube de almofadinha de um bando de lordes aviadados não aqui é time de torcedor guerreiro que luta pelo seu pirão no dia a dia suando seu uniforme e que ver no seu time os jogadores fazendo o mesmo tem que ser técnico que ponha esses jogadores no eixo tipo capitão Nascimento mesmo ou pede pra sair , por que pra vestir essa camisa tem que ter o espírito ,a alma o sangue de vencedor não um bando de frescos que quando perdem acham tudo normal e ficam chorando no vestiário , como diz o Felipe Melo ,no intervalo da tapa na cara do companheiro que não quer nada com o jogo , isso é atitude de quem se indiguina com a derrota não se conforma

  14. Seguinte!

    Vamos aguardar que o Aguirre arrume a casa e que o Leco dê condições de trabalho a ele.

    Se tivermos que trocar de técnico novamente no curto ou médio prazo, a TORCIDA terá que tomar decisões mais drásticas (não digo violência).

    IMPOSSÍVEL um clube com a grandeza do SPFC ficar tantos anos passando por isso.

    Não dá mais pra suportar contratações erradas, time apático, sem padrão e sem alma…

    CHEGA!

  15. Só nos resta apoiar. Creio que é a decisão mais sensata e inteligente neste momento conturbado.
    Quem sabe Aguirre e Jardine formem uma bela dupla para levantar nossa moral. Quem sabe ?

Deixe uma resposta