Vitórias dão tempo a Dorival, mas insatisfação continua

Com as vitórias sobre CRB (2 x 0) e Linense (2 x1), Dorival Júnior deu um ”nó tático” na ala da diretoria mais irritada com seu trabalho. O desempenho do time nos dois jogos não foi compatível com o que seus críticos esperam. Mas vencendo é impossível demitir o treinador.

Diante do CRB, para parte da direção, o time mostrou melhoras, mas falhou por não fazer mais gols e definir de vez a vaga na próxima fase da Copa do Brasil.

Já o triunfo do último domingo sobre o Linense, de virada e com gol nos acréscimos, foi com uma dificuldade que dirigentes tricolores condenam diante de equipes com orçamentos menores. Os cartolas já disseram a Dorival que não há espaço para perda de pontos em confrontos com esses clubes. Em Lins, apesar da vitória, o São Paulo sofreu de maneira que destoa do plano traçado pela direção.

Porém, se a forma como os últimos resultados foram conquistados não matou as insatisfações contra o treinador no Morumbi, as vitórias dão tempo a Dorival. Ele passa a ter uma nova oportunidade para fazer a equipe apresentar um rendimento que cale seus críticos na próxima quinta contra o Palmeiras, na arena do rival.

Blog do Perrone – UOL

57 comentários

  1. Se a diretoria contrata-se os jogadores pedidos pelo Dorival Júnior poderiam até cobrar de forma mais acintosa,mas só contrararam jogadores velhos e lentos,então os diretores que assumam às péssimas contratações feitas e deixem o Dorival Júnior fazer seu trabalho com os jogadores que foram lhe colocados à disposição..

    • Compartilho com da sua opinião Hélio, as contratações foram circunstanciais e não cirúrgicas. fica difícil pra diretoria cobrar desempenho, ainda por cima foram feitas em posições que inibiu o desenvolvimento dos bons jogadores da base.

      • Mano, na boa Trellez, Diego Souza, Nene, Edmar e Jucilei, juntos passa de 30 MM de reais. Dava mto bem pra ter trazido um LD decente, utilizar o Militão de volante e termos um ataque com mais mobilidade, ainda sobraria uma baita grana pra trazer um cara que realmente faria a diferença. Aliás, com 30 MM dava pra ter segurado o Hernanes!

    • “jogadores velhos e lentos”???

      Jucilei e Diego Souza foram pedidos dele…. só o Nenê que não…

      Se dependesse do Dorival teríamos contratado um monte de refugo do Santos…

  2. O time vai pegando forma…

    Impressionante como os jogadores defendem e estão ao lado do treinador…

    Esse time pode dar liga…

    Próximo adversário? Medo??? ahahaah É um clássico e em clássicos todos se superam, mostram seus valores… e vencendo este próximo clássico, olha… esse time embala…

    Contra tudo e contra todos, eu acredito no meu time.

    • Concordo, Sato.
      É tenso ver que tem uma galera que perdeu as esperanças e já jogou a toalha quanto ao clássico (e quanto ao time). Não tiro a razão deles, também, mas eu prefiro manter um pouco mais fé.

    • Concordo com você, Márcio.

      Não quero analisar naquela empolgação de torcedor, mas o gol de ontem, daquela forma, olha…

      Já vimos o SPFC classificar em primeiro no BR, voando, e perder para o 8 (Santos).

      Certas coisas no futebol são divisores de água, coisas que servem para unir elenco.

      Palmeiras não é tão dominante e a única coisa que o SPFC precisa ter é paciência e muita atenção.

      Por exemplo: o primeiro gol das Peppas contra o Santos, foi no abafa, bate / rebate, sobrou uma bola para o Borja de uma jogada que nem foi construída, nem era passe, e fizeram o gol. Tem que entrar lá pra jogar certinho e caprichar na hora H.

      Acredito que os laterais deles são o segredo. Valdívia vem bem, Brenner é rápido, Cueva pode estar naqueles dias virado pra lua.

      Um pouco de sorte também, como as frangas, um penalti com expulsão, enfim.

      Se esse time ganhar quinta, a coisa vai ficar séria.

      Mas se perder, é líquido e certo que não terá força no mata-mata. E aí é demissão depois de eliminação.

      • Também não é assim Fernando. Ganhar é maravilhoso, mas perder clássico na casa do adversário, se fizer uma boa partida, não deveria agravar nossa crise. Vamos apoiar e dar tranquilidade aos nossos jogadores. De corneta basta a mídia corinthiana.

    • Tem que lembrar que 90% do tempo o Cueva é um morto, mas nos outros 10% (os clássicos) ele aparece!

      Vamos ter fé, time grande não cai e eles já cairam 2x!

  3. O São Paulo desse ano, no Paulistão pode ser o River Plate da Libertadores de 2015. Ou seja, se classificando na bacia das almas e ganhando a competição. Sonhar não custa nada, exceto pra quem precisa tomar remédio pra dormir.

  4. O dia em que tiver medo do anão verde, eu paro. Classico são 11 contra 11… ano passado estavamos na zona de rebaixamento, jogamos contra ele, só perdemos pq nosso ataque desandou de tomar gol. Estavamos ganhando de 1 x 0 e o marcos guilherme perdeu uma chance de ouro pra fazer 2 x 0 e matar os pepinhas, enfim, são 11 contra 11 e quem tiver com mais sede de vitória leva semana que vem.

    Detalhe que nossa defesa evolui para o ano passado e nosso defesa é imensamente melhor que a deles…. medo?JAMAIS

  5. pode ser campeão? acho que pode porque somos time grande mais hoje não tem perspectiva nenhuma disso e não estamos fazendo por merecer .aliais desde que o dorival chegou o são paulo jogou poucas vezes bem e muitas vezes contamos com o individualismo como hernanes, cueva e também com a sorte na minha opinião o trabalho do dorival é o que menos evoluiu .

  6. O problema não é o técnico. Desde 2009 o São Paulo teve em confronto com os grandes paulistas 96 jogos, sendo: 25 vitórias, 25 empates, 46 derrotas. É a pior performance dos quatro grandes em 9 anos. Nesses anos, o São Paulo teve:

    Presidentes: Juvenal, Aidar e Leco.

    Técnico (teve os seguintes nomes): Muricy Ramalho, Milton Cruz (interino), Ricardo Gomes, Sérgio Baresi (interino), Paulo César Carpegiani, Adílson Batista, Emerson Leão, Ney Franco, Paulo Autuori, Juan Carlos Osorio, Doriva, Edgardo Bauza, André Jardine (interino), Pintado (interino), Rogério Ceni e, atual, Dorival Júnior.

    Jogadores: (uma lista verdadeiramente enorme e trocas constantes).

    Então, qual a causa principal?
    – A incompetência dos presidentes (de eleitores) e dos diretores, que não conseguiram arrumar um jeito de elevar o ganho monetário do clube. (Pelé, em sua época, jogador que ganhava uma enormidade a mais que outros, recebia por mês o equivalente hoje a R$ 70.000,00 – hoje, um jovem recém-saído da base de Cotia chega a tal valor). Não dá mais para administrar o clube e ser competitivo no cenário nacional e internacional sem uma radical mudança. Solução: mudar o modelo de gestão do futebol.

    Cadê os nossos dirigentes de talento?

    • Eu concordava com isso.
      Era a favor da permanência.
      Mas depois da insistência com Edmar, Petros de armadoe, Cueva no meio de dois zagueiros na área, Brenner na ponta e pressão do adversário em 98% dos jogos esse ano (e do ano passado), acho que l problema é o treinador mesmo.

      Ele não tem nem mais desculpa, aí fica repetindo um discurso vazio.

        • E mesmo assim o time continua jogando mal. Ele não tem que agradar a torcida, ele é técnico de futebol e não animador de torcida.
          O time não joga bem de jeito nenhum. Isso não é culpa minha, sua, do Raí, da torcida ou da constelação de marte.
          É dele.
          Se o Cueva com um metro e meio fica no meio de dois zagueiros de um metro e oitenta e some do jogo, o posicionamento é do Dorival.
          Se o Cueva marca dentro da area um escanteio contra um cara de um metro e noventa, o posicionamento é do Dorival.
          Se o Petros avança pra armar o jogo, a ordem é do Dorival.
          Se o Edmar, que não sabe nem correr, é o reserva imediato em detrimento ao talentoso Jr. Tavares, a culpa é do Dorival.
          Se as substituições são as mais conservadoras e óbvias possíveis, mesmo quando o posicionamento tático do time claramente não encaixa é culpa do Dorival.
          E se nada disso que eu descrevi vem dele, a culpa continua sendo dele, pois mostra qua não tem comando.
          Eu aceito, acredito e entendo dificuldades contra Palmeiras, Curica e etc. Mas contra um time que vem de 4 derrotas em casa, pior defesa e lanterna do campeonato, eu queria um jogo melhor. Mas nem pra isso esse cidadão tem competência. Se fosse um time ruim, teria ganhado da gente com facilidade. Como era um time horroroso, perdeu com um gol aos 48 do segundo tempo.
          Pra mim isso é demais.
          Dorival é muito fraco. Muito mesmo.

          • disse tudo também acho que temos que dar mais oportunidade aos técnicos, mais ele não rendeu e ele tem muita culpa sim e merece sair.

      • E vai por quem no lugar desses caras ruins? Por acaso viria um Marcelo, um Casimiro, um Paulino ou qualquer outro equivalente que seja comprovadamente bom e esteja jogando em time de ponta? O que temos no elenco são todos jogadores que precisam ainda despontar, são apenas potenciais – talvez um dia possam dar certo. Então por agora tudo fica sendo na aposta, seja com Dorial, Tite ou Guardiola. O nosso problema é falta de dinheiro.

  7. Sim, a direção é péssima….nota zero!

    Sim, não vieram os jogadores q o Dorival pediu

    Mas o Dorival é muito fraco tb….. é só olhar o currículo dele

    Ou seja, única esperança é não passar vexames, do resto é esperar por dias melhores

  8. Até quando o Dorival vai ficar dando desculpas pelo pífio futebol apresentado por esse grupo?
    Do time titular do ano passado saíram duas peças (Hernanes fundamental e Pratto nem tanto), entretanto chegaram Reinaldo, Hudson, Valdívia, Diego Souza (todos com o aval do treinador) e de quebra ainda vieram Nenê e Trellez que seguramente não são piores do que Denilson, Gilberto, Marcinho & Cia Ltda, portanto é muita desculpa e pouca ou nenhuma evolução.

  9. Dorival Jr é o André Balada dos treinadores. Tira o Neymar e o Robinho da carreira dele e qual grande momento que sobra?

    Treinador fraco que se vende com um discurso moderno, mas tem práticas arcaicas e preguiçosas. Vive totalmente descolado da realidade. Ele não sabe o mercado onde trabalha? Coloquem as palavras “Dorival” e “imediatismo” no Google e vão ver que há anos o discurso dele é sempre esse. Só desculpas e poucos resultados.

    • Kkkkkkkkk experimenta também colocar no Google: “Dorival evolução” e vai achar umas 5 páginas repletas desse discurso patético dele… por uns 8 times diferentes rs

    • Não conheço um treinador que não se justifique com gráficos, números sempre positivos, até falta de sorte. Treineiros a moda antiga, como é o caso, que dependem do sobre esforço do elenco, se valendo de discursos de auto ajuda são dinossauros em extinção. Ainda sobrevivem folcloricamente só em centros defasados economicamente como Argentina e aqui. Dorival (e Leco) é um contra senso num clube que já esteve muito à frente do seu tempo. Mais um retrato típico da decadência tricolor.

  10. Reclamar que o time está jogando uma bolinha ridículo está longe de se exigir a perfeição.

    A torcida está revoltada pq nem um vitória medíocre dessa conseguiu dar um alívio.

    Vença com um mínimo de organização e dê perspectivas reais pra ver se a torcida não ficará mais satisfeita.

  11. Mudando de assunto um pouco…

    Hoje faz 40 anos que comemoramos o 1o título Brasileiro.
    Minha lembrança: após a decisão por penaltis, meu pai, hoje falecido, abraçado
    ao meu irmão caçula (com 2 aninhos) enquanto eu, meu outro irmão e mais 2
    primos pulávamos de alegria na sala de casa, comemorando aquela conquista.
    Depois partirmos para a Paulista ver a festa comemorativa da torcida.
    Maravilhosas recordações…
    Obrigado, Meu Senhor!!

    Vai São Paulo!!

    • O São Paulo é hexa graças a mim, pois só foi depois que eu nasci, que veio estas conquistas, rs.

      Eu sou o cara mais humildo que existe, rs

  12. Ainda continuo acreditando que o time vai se encaixar, só que apenas no segundo semestre.

    Acho que as eliminações iriam ocorrer com ou sem Dorival Jr, nosso problema tem sido resultado de decisões equivocadas no mercado da bola ano após ano

    e acho que temos um time competitivo tanto no meio campo quanto na defesa… no ataque… a esperança é um garoto da base ai já explica a dificuldade que esse time tem em fazer gol

    Ainda que nenhum time no estado tenha um atacante de respeito, tirando o Gabigol no Santos

  13. outra culpa do dorival, ele não mescla jogadores ja estourou o jucilei e o reinaldo e ainda corremos risco de ficar sem o militão também no caso pendurado e depois vem reclamar de jogos, todo time joga muitos jogos mais o técnico tem essa responsabilidade de mesclar os jogadores e manter todos os jogadores bem fisicamente.

  14. Poxa, o time joga com 2 volantes, 1 lateral direito marcador, custa dar uma chance pro Junior Tavares no jogo de quinta na Porcolândia, põe o menino pra correr e tabelar com o Valdivia em cima daquele lateral direito horroroso deles, o cara deixa uma avenida nas costas e coberto pelo lento capitão do mato Felipe Melo.

Deixe uma resposta