Oposição do São Paulo luta pela mudança do Estatuto impedindo uso de Conselheiros em cargos remunerados como arma política

O Grupo Força São Paulo, indignado com a prática atual da gestão Leco de manipular o Estatuto do São Paulo FC de utilizar conselheiros dentro da gestão ao invés de profissionais, está entrando com requerimento de mudança do documento.

O grupo liderado por Dorival Decousseau, quer que quando um conselheiro seja escolhido para um cargo remunerado, que ele não se licencie do Conselho e sim, se desligue de vez.

O motivo?

Porque automaticamente se desligado, vira rival e inimigo político retornando ao Conselho. Se mantido para não virar inimigo, não agrega ao clube.

Fora que, o uso da máquina do clube de empregar aliados e depois ter o respaldo político é perigoso.

Além da vitória da Comissão Disciplinar essa semana, ainda temos mais esta boa notícia.

Eu, Alexandre Zanquetta, apoio integralmente a ação em busca de um clube mais ético, íntegro e sem a confraria que vem afundando o clube outrora mais admirado e respeitado deste país.

Agradecimentos: Erovan Tadeu, que nos auxiliou com as informações e detalhes.

Blog do São Paulo

12 comentários

  1. marciotricolor
    3 DE MARÇO DE 2018 ÀS 06:46
    Me posicionei a respeito do palavrão, que eu deletei.

    ——————————–

    Tranquilo Marcio fica meu pedido de desculpas, me excedi a ponto de querer entrar nas vias de fato contra esses senhores feudais.

  2. Hora a risada deste imbecil, parece que esta dizendo, vejam como eu sou esperto, vocês que se lixem
    torcedores, comissa e comigo mesmo.

  3. Menos política e mais gestão profissional! Não sabia que havia essa brecha no Estatuto. Apoio totalmente, pois ajuda na profissionalização do clube que por enquanto, ficou só no papel.

  4. Quem tiver mais “força”, poder de articulação …, leva.

    Não será a oposição …, grupos de apoio ao Leco defendem tal proposição.

    A Vitória na Comissão Disciplinar foi apenas estratégia eleitoral “antecipada” do Natel.

Deixe uma resposta