Raí defende Dorival e Conselheiros sugerem ajustes no estatuto

O executivo de futebol Raí participou da reunião do Conselho Deliberativo do São Paulo na última terça-feira, no salão nobre do Morumbi, e conversou com conselheiros do clube.

O dirigente defendeu o técnico Dorival Júnior, pressionado após três jogos sem vitória. Raí manifestou apoio e confiança ao trabalho do comandante, pediu paciência e disse que o grupo está fechado com a comissão.

Apesar de estar pressionado, Dorival foi mantido no cargo e vai dirigir a equipe nesta quarta-feira, contra o CRB, às 19h30, no Morumbi, pela terceira fase da Copa do Brasil.

Embora alguns conselheiros tenham feito críticas ao treinador, os relatos são de que o clima foi tranquilo ao longo do bate papo.

Ajustes no estatuto
Três grupos políticos da base aliada do presidente Carlos Augusto de Barros e Silva, o Leco, solicitaram um estudo para que fossem realizadas melhorias pontuais no estatuto do clube, vigente desde janeiro de 2017.

São eles: “Participação” (grupo do próprio Leco), “Legião” e “Vanguarda”. Juntos, eles representam cerca de 70 conselheiros.

Um dos pontos em discussão é sobre conselheiros remunerados indicados para cargos de diretoria, nos quais é necessário ter “notório saber” na respectiva área.

– Em relação à discussão sobre o estudo sobre o estatuto, na verdade iniciou-se com uma conversa desses três grupos comigo, que levei para todos os grupos que fazem parte da administração. Esses grupos se demonstraram favoráveis à esse debate e, ao mesmo tempo, percebi que os demais grupos políticos e associados vêm tal iniciativa com bons olhos. Dessa forma, decidi, como presidente do conselho, iniciar em breve um estudo visando analisar aspectos pontuais do estatuto, que nesse primeiro ano de vigência já se demonstraram merecedores de uma melhor atenção – disse o presidente do Conselho, Marcelo Abranches Pupo Barboza.

– Entendo que já identificamos alguns aspectos importantes a serem discutidos, como o aprimoramento da profissionalização da gestão, que é irreversível. A definição de regras claras e específicas quanto à participação de associados e conselheiros como fornecedores, prestadores de serviços ou funcionários. Sinto que o conselho de administração, órgão que surgiu com o novo estatuto, ainda não atingiu o ápice da sua funcionalidade. Da mesmo forma, entendo que o conselho fiscal precisar ter as suas funções definidas de forma mais clara. De qualquer formar, esses pontos pretendo levantar junto aos conselheiros – completou Pupo.

Um dos conselheiros que conversou com a reportagem e é a favor dessa discussão explicou que não se trata de algo “contra Leco”, mas sim a favor da instituição. Há uma crença de que profissionalizar as áreas é o melhor caminho, como ocorre no marketing (Luiz Fiorese) e no futebol (Raí e Ricardo Rocha).

No estatuto existe a previsão de uma discussão obrigatória em 2023, mas neste caso de agora trata-se de uma revisão pontual e específica.

Nova comissão disciplinar
A reunião do Conselho também elegeu uma nova Comissão Disciplinar, responsável por julgar os casos que envolvem os associados do clube. Cinco nomes foram eleitos, sendo dois ligados à situação (Adolfo Machado e Rodrigo Martinez), dois da oposição (Mauricio Sá e David Fuchs) e um quinto elemento (Luis Braga).

Explica-se: Braga é considerado “neutro” pela situação, pois pertence a um grupo político da base aliada (Fidelidade Tricolor). Por outro lado, ele também é visto como de oposição pela própria oposição, pois um dos coordenadores do grupo, Carlos Henrique Sadi, está rompido com Leco. Ele era vice-presidente social na gestão passada, cargo extinto após a reforma estatutária.

GE

40 comentários

  1. Um novo Técnico, irá destruir tudo de novo e começar do zero?
    Nunca mais o São Paulo foi considerado o melhor time do Brasil, nunca mais o São Paulo teve esquadrão, nunca mais o São Paulo ficou entre os primeiros.
    Antes era assim, podia ser o campeonato que for, nas primeiras colocações teria o São Paulo.
    Pra mim, chega de reformulação.
    Eu quero que o São Paulo ganhe tudo. Essa tem que ser a mentalidade. Tentar ganhar tudo.
    Mas não caindo em contradição, se for perder esse Paulista para ganhar os próximos 4, se for perder essa Sul Americana para ganhar as próximas 4, se for perder essa Copa do Brasil para ganhar as próximas 4, eu aceito.
    Sem imediatismo, eu estou pensando lá na frente.
    Toda hora no São Paulo é destruição.
    Eu estou pensando na construção.
    De um time, de um Elenco, de um esquema de jogo.
    Chega de improviso, de fazer as coisas no supetão.
    Construir um time, um Elenco, um esquema de jogo, não é do dia para a noite.
    Não quero a demissão do Dorival.
    Só se o São Paulo estiver na zona de rebaixamento de Brasileiro e a unica alternativa para salvar o time é a demissão do Dorival Junior.
    Assim como o Cuca teve tempo de formar um time no Atlético Mineiro, assim como o Muricy teve tempo de formar um time no Inter, assim como o Marcelo de Oliveira teve tempo de formar um time no Cruzeiro, assim como o Mano Menezes teve tempo de formar um time no Corinthians, eu daria um tempo ao Dorival. Olha a semelhança, Atlético Mineiro não ganhava nada, Cruzeiro não ganhava nada, Inter não ganhava nada, Corinthians estava na segunda divisão.
    Como o Paulo Autuori disse, aquele time de 2005, pronto, podia ser qualquer um o Técnico.
    É ao contrario de agora.
    Qualquer um irá ter problema.

  2. Espero que o goleiro de hoje do CRB, não vire uma mistura de Zetti, Mito, Waldir Peres
    mais Dida, Buffon e Neuer.

    Alô Tite.
    Olho no goleirão do CRB.

  3. Brenner de centroavante, eu to até emocionado! A conversa deve ter sido sinistra.

    PS: se jogar mal não julguem o guri por favor, lembrem o quanto DS vinha jogando e se concentrem em: a bola está chegando e em que condições? Ele não estaria mais preparado se tivesse jogado mais vezes na sua posição ideal?

    • Boa Leo
      Acredito que é por aí mesmo.
      Mas acho que num futuro próximo Dorival pensa em Ds9 no lugar de um dos volantes, pois o Diego tem noção desta posição e ainda teria a versatilidade. Vejo o Lucas Fernandez encaixando nesta posição também. Seia um 4123, onde o 2 são dois meias. Jardine gosta disso também.

      E acho que o Paulinho Boia é mais objetivo na posição do Marcos Guilherme, lembra o Moratto

      • Vou me meter na conversa, da licença(leia com a voz do Mumu o licença, por favor).

        DS não só tem noção da posição, como começou a carreira como volante, Mas, o ideal seria mesmo um teste com o Lucas ali. Acho ele mais dinamico, carrega bem a bola, tem bom passe e chute.
        Quanto ao ponta, eu testaria o Caique e o Boia nas pontas. Deixava o MG ou Valdivia pro segundo tempo. Um pra contra ataque e outro pra segurar mais o jogo, já que eu acho o Valdivia menos dinamico de todos.

        Quanto aos volantes, mesmo contra o palestrinha, não vejo motivos pra manter. A gente vem jogando com 2 volantes e não acho nem um pouco que isso tem resolvido nossos problemas. CLaro, questão de opinião

          • Brigado Marcio!!

            Então, ele deixa muitas duvidas. Eu mesmo já achei q ele era jogador de segundo tempo. Mas, não custa tentar. Umas rodadas vindo do banco, pra ver como ele e o time se comportariam. Depois começando de titular. O problema agora é que semana que vem tem classico, depois mata mata, aí fica dificil de arriscar qualquer coisa em testes.
            O paulista quer era pra ir vendo muita coisa do time, se tornou uma tortura vendo sempre a mesma coisa.

        • Um ataque com Caique, Boia e Brenner seria ótimo, pois todos com passagem na base e com estilo de jogo do Jardine, facilitaria um entrosamento e deixaria a garotada menos acanhada…

          • Pra mim o Caique foi o que melhor entrou de todos os meninos(tirando o Brenner). Acho que o unico jogo que ele entrou e não foi bem foi o classico contra o curintia. Nas outras vezes, foi bem, melhor que o Boia inclusive.

            Mas é isso mesmo que vc falou, entrosamento e estilo de jogo do Jardine, com pressão, correria etc.

      • Então cara, eu não gosto muito dessas contratações tapa-buraco sabe. Vi uma coisa ou outra do Regis e parece ter vigor e curtir um pouco lá na frente, mas a que custo? Será que não é um Bruno piorado?

        Sobre o Militão, acho um craque. Não vejo como esse menino não estar na Seleção Brasileira em pouco tempo, só resta saber a posição. Ter aprendido a jogar na lateral direita em tão pouco tempo é fantástico. Ainda tem a aprender nas subidas, mas ter um lado um pouco mais defensivo não seria um problema se o Dorival não tivesse demorado tanto pra colocar um lateral esquerdo mais agudo.

    • Exato e se tiverem as mesmas chances nas mesmas condições ainda assim quem tem que ser mais cobrado é o tal “medalhão”, ou “mais experiente”… até para seguir uma lógica…

  4. Boa escalação! realmente talvez o DS na vaga do Petros, mas vamos aguardar já que nós não assistimos os treinos. Tomara que esse time dê liga, Brenner não deveria ter sequer saído, era o melhor do inicio da temporada.

  5. Tô achando que o Dorival assistiu o jogo Cruzeiro e Racing de ontem!!!
    Torcendo pro Brenner meter dois hoje, após as entradas de Paulinho e Caique.

  6. Hoje é dia que dá para ousar e fazer o resultado.

    Fazendo o resultado ocorrem duas coisas: Diminui a pressão e aumenta a confiança.
    Até que o entrosamento venha.

    Lucidez na finalização é só o que peço.
    Fechar o olho e mandar uma bomba na mão do goleiro só serve para fazer goleiro aparecer.

Deixe uma resposta