São Paulo vive reta final por fornecedora; Adidas, Topper e Under Armour na briga

Criação: MACRON

O São Paulo quer definir sua nova fornecedora de material esportivo ainda nesta semana. A ideia é que a próxima parceira seja escolhida nos próximos dias para que, em março, o tempo seja reservado para a formulação do contrato. A concorrência atualmente tem três marcas: Topper, Adidas e a própria Under Armour, que rescindiu seu primeiro vínculo em dezembro e tenta retomar a parceria com outros moldes. A marca americana produzirá os uniformes do Tricolor até junho, mesmo que não vença a concorrência.

Neste cenário, seriam três meses para que a nova fornecedora preparasse a linha de produtos para os são-paulinos e se organizasse para evitar problemas de distribuição. Com a Under Armour, a transição seria mais branda. A Adidas foi a última a entrar no páreo e apresentou força, principalmente pelo maior apelo com o público. A empresa alemã tem contrato com o Palmeiras até dezembro, mas não há nenhuma restrição para assumir o Tricolor, principalmente com o rival alviverde já próximo de anunciar acordo com a Puma.

UOL

67 comentários

  1. Como o uniforme ficaria mais bonito com as listras na altura do peito e não no meio do estômago…

    e outra…
    ficaria muito, mas muito mais bonito sem o URBANO ali…

    Só banco inter e MRV
    pronto.
    tá louco

  2. A Macron vem fazendo camisas lindas pela América e seria legal vê-la no São Paulo. Acredito que a Topper perca força e ficará entre Under Armour e Adidas. Aposto em UA acabando com as esperanças de quem quer ver Adidas novamente no tricolor.

    PS: Também sou a favor de uma fornecedora que jogue o escudo para o peito.

      • Deveria ser o São Paulo mas ultimamente a diretoria anda tão omissa com camisa amarela, camisa ciclofaixa do Haddad… É capaz que a fornecedora que mande e desmande desde que, siga o estatuto. Acho que, aliás, não deve ter uma definição no estatuto para ser no peito ou na barriga.

    • Subir as faixas seria fundamental o que tanto a gente espera, mas tiras as estrelas acima do escudo, é a tendência, além dar destaque para o escudo do clube! Não precisa identificar as conquistas com estrelas acima do escudo, é bobagem isso!

  3. Esses caras da UA foram espertos pra caramba…
    Não cumpriram com boa parte do que estava planejado e arranjaram um jeito de continuarem pagando menos do que havia sido acordado. Só depende deles.
    A rescisão foi feita ainda em 2017 e ficaremos expondo a marca deles até meados de 2018.
    Receberemos por isso? Foi pago algum valor pela rescisão de contrato ou mais uma vez fomos uma mãe para eles?

  4. Imagino que exista um aspecto que pesa contra a Adidas.
    Eles gostam de inovar, sair da casinha, e sabemos que a Dinossaurolândia não é muito adepta de modernização e inovação. É de um conservadorismo irritante.
    E isso restringe o raio de ação das empresas. Ficar só no tradicional hoje não é uma boa estratégia de mktg e vendas.

  5. camisa fica muito linda com as faixas no peito… mesmo sendo Topper, em 2005 ficou espetacular… q venha Adidas para, quem sabe, ser o inicio da mudança… chega de zica…

  6. depois que a listas foram parar na altura do estomago … o SPFC nunca mais foi o mesmo.

    a Penalty subiu as listras em 2017 e chegamos a Semi da Sulamericana perdendo nos penaltis para o Atletico Nacional do Osorio e fomos Vice-Brasileiros

  7. As listras deveriam ser na altura do peito, igual na camisa de 2005, do Mundial. Mas duvido muito… os anciões da penumbra continuarão lá destruindo nosso time. Temos que inovar em todos os sentidos… o clube está a beira do colapso.

    Sem técnico, sem treino, sem formação tática.

  8. O tal Jack abriu mão da comissão por intermediar o contrato com a Under Armour. Tempos depois, a fornecedora pede pra rescindir o contrato, sob o argumento de que os valores são exorbitantes. No entanto, ela tem o “poder” de igualar a oferta de outra e permanecer. E o Jack abriu mão da comissão… ah, tá.

      • A derrota foi merecida. Apesar do juiz ter dado uma boa viajada no lance do primeiro penalti, ele foi incontestável, assim como a expulsão (me lembrou o Fábio Costa nas saidas de bola).
        Mas, pra mim, o ponto alto foi Dudu dando chilique. Rs

  9. Pode vir qualquer uma, pagando em dia e honrando o compromisso assinado.

    Chega de fornecedora que sai antes do contrato ou por mutreta com diretoria.

  10. Não gostaria que a UA continuasse.
    Primeiro pela sacanagem que eles fizeram. Segundo que nunca gostei muito do material deles, além de nunca terem cumprido com tudo que foi acordado. Seria premiar quem não cumpriu com a sua parte.
    Topper apesar de não ter renome internacional tem um material melhor do que a UA, e a Adidas é incontestável.

  11. torcendo pela ADIDAS, e tb para o time voltar a disputar títulos, pq de nada adianta ter um uniforme maravilhoso e o time não disputando fases finais das competições em que ele estará.

  12. A Adidas mandou muito bem nas camisas das peppas nesse ano. As três ficaram muito boas.. Mas no geral também não mandaram tão bem assim. As camisas III azul, marca texto e cinza que fizeram pra eles são muito feias. Os uniformes de 2016-17 por exemplo não são muito bons não.

    Espero que não inventem tanto sobre nossas camisas. A gente vê tanto modelo criado por torcedor na internet que é tão bonito, chega na hora essas marcas fazem umas camisas tão feias que é nítido que o esforço colocado em cima delas foi mínimo. Fora a escolha de cores. Tanta coisa boa e diferente que dá pra fazer com vermelho, branco e preto e os caras me inventam amarelo, vinho com faixa vermelha no meio.

    Os patrocínios também atrapalham bastante. Concordo com as listras no peito, eram bem melhores.

  13. Posso estar errado mas todos os fornecedores internacionais deixam a desejar nas camisas dos clubes brasileiros. Pega uma camisa da UA, Adidas, Puma, Nike de qualquer clube europeu e seleção vão ver a diferença de qualidade.

  14. A direção do São Paulo precisa vir a público e dizer qual a diferença do valor entre ceder o espaço acima e abaixo do escudo para propaganda. Vale uma boa investigação…

    É uma reivindicação antiga da torcida a não utilização de propagandas acima do escudo. Nada pode estar acima do São Paulo.

    Todos os clubes expõem seus patrocinadores no meio da camisa, porque com o São Paulo é diferente? Quem ganha e quem perde com isso?

    • Eu queria que eles viessem e mostrassem o valor da comissão dos envolvidos nessa negociação, ai sim seria transparente. Acho que eu estou querendo demais, ai saberiamos por que o dinheiro some la no SÃO PAULO e nas pepas ele aumenta.

  15. O SÃO PAULO hoje é igual cargo politico, quem acredita que um politico hoje gasta milhões para se eleger pensando no salário, eles pensam e no montante de dinheiro que eles movimentam e quanto eles podem desviar, ou alguém acredita que no SÃO PAULO isso não acontece.

    • Vendo este monte de candidatos que sabem que não vão ganhar a eleição, mas mesmo assim concorrem, só posso deduzir que eles embolsam uma boa parte das doações de campanha. Trouxa de quem doa.

  16. Gostei dessa ideia aí da Macron, ficou muito bonita mesmo, as listas no meio do peito, como os primeiros uniformes do São Paulo, gosto mais assim!!!!

    Sobre os uniformes, se fosse chutar um resultado, seria na manutenção da Under Armour…

  17. E sabem por que hoje no SÃO PAULO falta comprometimento e dedicação dos jogadores, é por que eles veem essas coisas, o MURICY já falou uma vez que se o torcedor soube-se a que acontece lá dentro ficaria enojado.

  18. Estamos no aguardo para saber qual empresa fornecerá o próximo abadá do SPFC. Para nossa sorte as fornecedoras de material esportivo produzem camisas sem os patrocinadores da equipe.

    • Ontem à noite escrevi, este comentário, e aqui replico:

      JJ atravessou o limite da vida e está no lugar do descanso eterno, ao lado do Pai Celestial.

      Aidar pode estar em qualquer lugar do mundo, ao lado de Cinira Maturana.

      Ataíde continua Ataíde, do mesmo jeito.

      Todos eles continuam muito influentes no SPFC …, arraigados e intrínsecos ao “modus operandi” tricolor.

      Colados no poder exercido por seus prepostos.

    • Essas coisas raramente dão certo, na maioria das vezes o jogador cai no ostracismo. Assina com um grande, perambula em times nanicos da Europa até voltar para o Brasil e jogar em uma equipe pequena. Isso sem falar que quando o jogador ainda não atuou profissionalmente e chega com custos mínimos, não chegará com moral alguma, terá que batalhar muito mais para ganhar qualquer tipo de espaço.

      • Pois é Dênis, que eu me lembre agora, o único jogador “desses moldes” (se eu não estiver errado) q vem sendo bem sucedido é o William do Chelsea… mas por competência do próprio jogador mesmo, o resto na maioria das vezes fica “preso” onde não quer ficar

        • Olha, jogador que saiu na base ainda e fez sucesso mesmo acho que não tem. O Willian já estava jogando bem no profissional da galinhada mesmo que em pouco tempo. O que mais fez sucesso sem passar pelo profissional acho que foi o Rafael dos gêmeos que jogou no Man Utd e tá no Lyon, hoje equipe média na Europa. O Fábio irmão dele, o Wellington Silva, o Piazon…

  19. O mais importante é fechar com a empresa que pague melhor e que ela pague em dia.

    Por preferência pessoal, a Adidas seria muito bem-vinda. Uma marca de qualidade e muito criativa nos uniformes que desenvolve.

    Sem contar que seria o retorno de uma “marca tradicional” nesse mar de “desconhecidos” patrocinadores que dominaram a camisa tricolor.

    Nada contra as empresas em si, mas não estão à altura da grandeza histórica do SPFC, embora representem visualmente o apequenamento a que nossos cartolas estão nos expondo nos últimos 10 anos.

    Ainda assim, essas empresas tampouco mostram ter um projeto concreto de usarem o Tricolor para se estabelecerem com maior força nos seus respectivos mercados, como foi com a coreana LG Electronics na primeira década deste século, o que gerou um dos principais business cases de patrocínio esportivo.

    • É por ai. Pensar como time grande. E não como time pequeno, como a diretoria tem pensado ultimamente, com este monte de patrocinadores desconhecidos.

    • Ia ser lindo ver o neymidia fora da copa e o empa-tite ser eliminado. Se o time amarelão fosse um time mais humilde, mais respeitador, eu torceria. Mas do jeito que é , eu torço contra mesmo. Quem sabe esta mitidez toda acaba.

  20. Essa camisa enverga varal mais que todas as outras e não cai. Então surgiu a máxima são-paulina “Time grande de cai”, que fez um apresentador de programa esportivo dizer que o São Paulo está no vestibular para queda e que sua comemoração será um pique de 100 metros na Paulista, pelado. Então um coadjuvante dele, cujo time também já caiu, disse que será horripilante vê-lo pelado. Fazer o quê – já estamos aguentando isso há anos, mas “Time grande não cai” e o atual “Caveirinha” e seu comparsa vão ter de continuar torcendo o rabo. Leco – vê se toma jeito e dá o troco. https://esportes.yahoo.com/noticias/neto-promete-sair-pelado-caso-123543478.html

    • Osorio e Bauza saíram pra treinar seleções. Não foram e não seriam demitidos. Muricy já tinha quase 2 anos de trabalho e saiu por motivos de saúde.

      Ricardo Gomes e Doriva foram tampões escolhidos na pressa após termos sido deixados na mão pelos estrangeiros. Aí restam as escolhas erradas que foram R. Ceni (motivos políticos) e Dorival Junior (supervalorizado pela imprensa, quando contratamos era tido como o melhor disponível no mercado, nunca fez nada para merecer isso).

      Pra mim é meio a meio aí. Metade saiu por motivos que fugiam ao nosso controle, não foram demitidos. A outra metade saiu pq não deveria nem ter vindo. Pessoal enfia Osorio e Bauza no meio da estatistica pra nos criticar quando os criticados deviam ter sido eles…

    • O “Caveirinha” horripilante e o “Pig” puxa-saco vão ter de continuar torcendo o rabo, mas os dois têm o microfone na mão e assim nós ficamos em grande desvantagem. Estamos apanhando de 7 a 1 e parece que não há técnico que resolva. Leco, o que tem de errado essa sua camisa tão bonita?

  21. Pode ser Adidas, Topper, UA. Qualquer uma!

    Com tanto que não façam que nem a UA, a gente compra uma camisa G mais a forma é M. Isso pra quem é gordo não da certo. kkkk

  22. Macron não é feia, mas fora do Brasil só é usada por times medianos. É isto que nós queremos ?? Que não seja a Topper e nem a Penalty. Eu gostaria da Puma (camisas mais bonitas e muito mais opções de casacos, polos, etc), mas a Adidas já seria um premio de consolação.

  23. Esses patrocinadores de time de várzea do interior são o retrato da decadência são paulina que agora fica contando ponto para o rebaixamento do CAMPEONATO PAULISTA!!!!
    Fora Urbano, Jolly e Poty.
    Lixo.

Deixe uma resposta