São Paulo joga com time de Dorival e não vence

Estava claro que a ameaça a Dorival Júnior de demissão precisava fazer Dorival Júnior escalar o time que julgava mais correto. Ele não fazia questão de Nenê, nem de Diego Souza, mas não reclamou do meia que veio do Sport e aceitou a chegada de Nenê. Mais do que isto, escalou-o sempre, antes da partida contra a Ferroviária.

Mas contra a equipe que o revelou, Dorival escalou Valdivia pela esquerda, teve mais velocidade pelos lados e, mesmo assim, foi apático. Seguiu com o mesmo problema, que não é só de Dorival Júnior, mas vem desde 2012, com Ney Franco, Muricy, Ricardo Gomes, Doriva, Juan Carlos Osorio…

Esse toca, toca, toca e não entra é antigo no Morunmbi.

Mas não pode durar para sempre e cabe ao São Paulo entender por que acontece e como deixar de acontecer.

Neste Paulista, o São Paulo empatou com Novorizontino e Ferroviária, perdeu de São Bento e Ituano e mais dois clássicos. Que não está bom, é óbvio. A pergunta é se é necessário mudar o comando ou se é possível virar o astral com a mesma comissão técnica.

PVC

Anúncios

84 comentários

  1. O SPFC toca, toca, toca, toca e não entra pq os jogadores não jogam compactados e não tem a menor noção de posicionamento em campo. Qdo a bola cai no pé de alguém, ninguém aparece pra receber e aí a solução é recuar ou tocar de lado.

    Ontem, no desespero, quando o posicionamento do time foi além da linha do meio campo por alguns minutos começamos a amassar a Ferroviária. Mas não durou muito pq não deve ser treinado, foi só uma pressão momentânea.

    Nenhum treinador consegue compactar esse time e a impressão que fica é que não sabemos defender e nem atacar. Quando o time defende, morre na frente. Qdo ataca, morre atras. E a coincidência nas duas situações são os buracos formados em campo. Não sei se faltam peças, se falta treino, se falta perfil aos jogadores ou se isso não é algo buscado pelos treinadores. Talvez seja um pouco de tudo.

    Curtir

    • Falou tudo FabioM.

      Eu sempre digo que jogar contra o SP é fácil. Basta dar a bola para nosso ataque inofensivo e deixar que a gente entrega a partida. Ontem não perdemos por conta das limitações do adversário.

      Minha impressão é que, há muito tempo, contratamos jogadores de “amigos” ao invés de irmos atrás de jogadores para encaixar o time. Só isso explica renovações de Bruno e Dênis, liberação do Maidana e tantas contratacoes/dispensas.

      Além disso, o tal zap zap mandando o Osório parar de inventar e a reclamação do Dorival de que tinha que escalar os medalhoes mostram que nossos técnicos não podem trocar os jogadores na busca de um time melhor.

      Não demitiram o Dorival ainda porque não decidiram colocar o Jardine nem encontraram um técnico cujo nome não aumente as críticas em cima da diretoria. Políticos sempre esperam o momento certo para seus interesses.

      Coitado do SP!

      Curtir

    • Evidentemente que falta treinamento. Os atacantes fogem da área. Ninguém entra na área driblando ou tabelando. Preferem chutar à distância quando há ainda espaço para avançar para mais próximo do gol do adversário. As jogadas são lentas. Os jogadores não vem de encontro para receber a bola. Ficam esperando a bola no pé. Parecem uns doentes. Falta raça e disposição para fazer o gol. Não têm gana para fazer gol. Quem está afim de fazer o gol coloca a bola dentro de qualquer ,maneira. De bico, de ruela, de joelho, de bunda, etc.

      Curtir

  2. Evidente que o Dorival não é o único culpado! Mas o time não apresenta evolução alguma. Ontem assiste ao jogo do Santos contra o Santo André. A diferença de “padrão” de equipe e patente. Mesmo não tendo uma grande equipe, o Santos sabia o que estava fazendo em campo. Jair Ventura já deu uma cara de time. O Dorival até agora não conseguiu fazer nada em termos táticos e técnicos. Apesar de mal montado, o elenco do SP não é ruim. Era para estar jogando mais. Manter o Dorival só irá trazer mais angústia para todos, pois é nítido que “desse mato não sairá nenhum coelho”. Dorival, TIME TO GO!

    Curtir

  3. Diego Souza por Trellez, Valdivia por Nenê? 2 volantes contra a poderosa Ferroviária?

    Uma coisa é a manutenção de um trabalho que mesmo com turbulência existe perspectiva.

    Com o Dorival não há futuro que preste pro SPFC.

    Raí, ser moderno não é se agarrar em discurso bonitinho pra falar que é diferente.

    Entendo a boa vontade, em apostar na continuidade, que geralmente é o certo.

    Tem que fazer o certo, mas nesse caso o certo é mudar.

    Ainda dá pra salvar o ano.

    Mas tem que ter coragem.

    Curtir

  4. Vamos ver o tamanho da Diretoria de futebol agora.
    Demitir é primário.
    Precisa entender e corrigir o problema.
    E problema não é trocar de técnico.
    Se fosse teriamos uma avalanche de títulos.
    Somos o clube paulista que mais troca tecnico e o que menos ganha ritulos recentes.

    Quando vemos time errar penaltis, gols cara a cara, não é mais questão tecnica, é intranquilidade, falta de.lucidez, afobação. Tipicas de um clube que em 50 dias tecnico tem ameaca de demissão e torcida em frente ao CT de madrugada.
    Goleiro da ferroviária ontem foi o goleiro do fantástico defendendo mais que o dobro de defesas dificeis queno segundo colocado.
    Principais jogadores como Cueva e DS, diferenciados, comecaram a curta preparacao com atraso.

    Temos elenco para disputar paulista mas clubes mas estaveis estão a frente.

    Curtido por 2 pessoas

  5. Esse inseto jamais deveria ter vindo…….manda logo embora antes de ser eliminado pelo CRB e tomar uma goleada histórica dos porcos!
    Já estamos no inferno mesmo…….há algum tempo……traz o Luxemburgo…….vamo abraça o capeta

    Curtir

  6. Já mandaram o Dorival, comissão técnica, o Rai, o Ricardo Rocha e o Lugano embora?

    Se sou o Leco já deixo engatilhado uns 2 técnicos até o final do ano. Pois se cairmos no Paulistão e Copa do Brasil, já demite um técnico, se for mal já demite o próximo e assim vai indo….

    Curtido por 1 pessoa

  7. Acho que a saída do Dorival é necessária, time não evolui com ele
    No futebol criou essa ideia de que treinador tem que ter continuidade e bla bla bla, ele já está a bastante tempo no comando e o time continua horrível.

    Curtido por 1 pessoa

  8. Um total absurdo não jogar as finais do paulistão, fora as possíveis eliminações contra o CRB (copa do Brasil) e Rosario Central (Sula)
    Esse time já tinha que estar apresentando um futebol melhor se continuar assim vai ficar torcendo contra os rivais pela televisão (time se apequenou)

    Curtir

  9. Senhores esqueçam copa do brasil esse não é nosso campeonato.

    O nosso campeonato é ficar na elite do cam. paulista e chama-se ( linense (F), Palmeiras(F) e Red bull (C); )

    Depois que os times brasileiros saírem da libertadores da libertadores vão vir com tudo na copa do brasil.

    Esquece não temos time pra isso…..

    Nosso campeonato é ficar na elite do Paulistão e ir bem na Sulamericana o resto é pura ilusão, castelo de areia.

    Curtir

  10. Eu nunca tinha visto uma lenga lenga tão lengada quanto essa……Fica dorival !!!! fica rodrigo caio voçes representam o que esse time se tornou – uma verdade mal contada.

    Curtir

  11. Não defendo mais o Dorival, momento dele me lembra muito do Ceni ano passado, com uma diferença, Dorival não perdeu nenhum jogador durante a competição (Hernanes e Pratto saíram antes do inicio), o Leco continua sendo péssimo, as contratações feitas com participação do Raí são questionáveis, mas no final das contas quem coloca o time em campo e faz as substituições é o técnico e o Dorival tem escalado muito mal e mexido pior ainda. Perder para Ituano e empatar com a Ferroviária jogando um futebol tosco a este ponto da temporada é inaceitável. A propósito outra coisa ridícula é justificar que os “medalhões” não podem ficar no banco, nos outros times tem jogador com muito mais nome no banco e a vida segue, porque tem técnicos, já aqui…

    Curtir

  12. Está claro que a equipe do São Paulo precisa de um novo ordenamento tático e de uma filosofia de jogo rápido, moderno e de resultado. A diretoria tem que deixar isso claro ao técnico atual para ele fazer sua reformulação. Se o técnico tiver uma visão diferente, não restaria alternativa senão substituí-lo. Se estiver de acordo, teria de ser dado tempo a ele, tal como a um técnico novo que viesse em seu lugar; sem isso, ou sem essa garantia de permanência para mudança tática, seria melhor trocá-lo. Então, se for para trocar de técnico, que o escolhido seja alguém experiente, de respeito e já conheça minimamente o São Paulo, porque inovar na situação atual é assinar previamente o óbito do novato e incrementar a chance de rebaixamento.

    Curtir

  13. Pior que não é insanidade. Temos, sim, chances de rebaixamento no paulista.

    Se perdermos do Guarani da capital, Linense e, quiçá, empatarmos com Redbull a permanência é bem difícil.

    Precisa vencer Linense e Redbull e, se acontecer um milagre, vencermos o Guarani lá.

    Jamais imagine que faria contas para permanência na série A do campeonato estadual. Que fase! Não acaba nunca.

    Curtido por 1 pessoa

  14. Estamos a 3 pontos da zona do rebaixamento do paulista não esqueçam disso.

    Precisamos de uma vitoria contra linense fora ou rd bul em casa…essa é a situação.

    contra o palmeiras esquece gente não tendo vexame já tá bom.

    Curtir

  15. Gostaria da manutenção de um trabalho por pelo menos um prazo maior…mas concordo que o Dorival não esta ajudando nada e me parece bem perdido…é hora do Rai e Ricardo Rocha entrar em ação…são mto bem remunerados para isso, maior que uma reunião para avaliação é colocar as carta na mesa com sinceridade, o meu medo é que parece que o Dorival perdeu o grupo.

    Curtir

  16. Abandona esse esquema europeu e volta ao esquema de guerra do 3-5-2

    Esse elenco tem cara de Mano Menezes, Bauza e Muricy.

    Não temos foras de série, é time operário. Joga pelo resultado pra ser campeão

    Curtir

  17. Acho valido o Luxemburgo, o SÃO PAULO precisa mudar sua filosofia e jeito de jogar, seria favoravel a contratação de um técnico de time pequeno pois a meu ver é o que somos hoje um time pequeno com roupa de time grande e isso que a camisa pesa não acredito, o que pesa é o elenco e o que temos hoje é fraco.

    Curtir

  18. O problema do Dorival é que ele sabe trabalhar somente em um esquema.

    Ele muda os jogadores mas não muda a tática. Ele jura e crê que o problema está nas peças e não na disposição delas.

    Nosso elenco não é um primor, mas da pra apresentar algo melhor. Basta o treinador ser menos teimoso e ter a mente mais aberta.

    Curtir

      • Também acho Jonathasguitar, pode mudar a formação tatica, mas se não fizer gol… não adianta, o unico que eu vejo com uma qualidade diferente na finalização é o garoto Brenner, um alto risco colocar o garoto na atual circunstancia, concordo plenamente, mas é fato que no quesito finalização dentro da área o garoto é o melhor no atributo.

        Só que teria que barrar o DS, um cara que veio pra ir pra copa, contratado a peso de ouro… Me lembra o JJ em 2013 quando trouxe o Lucio, nossa defesa era Toloi e Rodolpho no final do ano anterior, campeões no ano anteiror da sulamiranda tomando 4 gols em toda competição, o Lucio gerou polemica não queria ir pro banco, foi expulso na entrada no Bernard contra o Atlético e a nossa dupla se desfez.

        Exemplo de como uma Diretoria pode azedar um trabalho, ou o desempenho de atletas com uma contratação. Complicado.

        Curtir

    • Eu acho que o nosso problema está ali perto da area adversária.

      A dificuldade em fazer gol

      Talvez se o nosso treinador tivesse peito pra bancar o Brenner no comando do ataque, talvez teriamos um pouco mais de gols marcados e melhores resultados.

      Mas sem homem gol fica complicado, ano passado Hernanes nos salvou sem ele o unico que tenta fazer gol é o peruano o que nao é lá muito a dele.

      Os demais eu nem comento

      A função de fazer gol era/é do DS mas…

      Eu fui contra a contratação dele mas não imaginava que ele seria pior do que eu pensava.

      Tá osso!

      Curtir

  19. E o Trelles ein? O que a bola sofreu ontem…

    Saudades de Chavez, Gibagol, Pratto…

    E o Edimar ein? O que a bola sofreu ontem…

    Saudades do Carleto…

    Mas é isso aí, vamos continuar torcendo…

    Curtir

  20. A entrevista de Dorival Jr, após mais um vexame, demostra dissociação da realidade. Ele não sabe onde está. Onde vive, que clube dirige.

    Dorival Jr dá entrevistas como se trabalhasse na Europa. Após empatar com a Ferroviária, em casa, disse que ”não é possível avaliar um treinador com menos de um ano”. De onde tirou isso? Como chegou a este número mágico. Ora, um ano é para o Guardiola no Manchester City. Por tudo o que fez até hoje, merece. Dorival quer um ano para ser avaliado? Ora, vá para a Europa. Faça os cursos da Uefa. Ganhe o que os outros ganham, tecnica e monetariamente falando e peça um ano de trabalho antes de ser avaliado.

    E não esqueçamos que Frank de Boer foi demitido com três meses de trabalho na Inter. O Berizzo durou quanto tempo no Sevilla?

    Mas, voltemos ao Guardiola. No jogo contra o Arsenal, perdeu o Fernandinho logo no começo do segundo tempo. Colocou o Bernardo Silva aberto na direita e recuou o De Bruyne, rei das assistências, um dos jogadores mais técnicos do mundo para o lugar do Fernandinho e venceu com facilidade. Poderia ter fechado a casinha e garantir o resultado. Nada disso. Ousou.

    E o que fez Dorival? Deixou o São Paulo com Petros e Hudson até o final do jogo. Poderia ter colocado Shaylon. Ou deslocado Marcos Guilherme para o meio, com Paulinho Boia na ponta. Nada. ”Não pensei em tirar um volante porque o meio-campo estava encaixado e estávamos criando?”

    Ora, o que se pode esperar de um pensamento tão pouco criativo, tão pouco ousado? Vai mudar tudo em um ano. E ele já está desde julho. Em sete meses, foram 37 jogos, com apenas 15 vitória, onze empates e onze derrotas. Um aproveitamento de 50,45%. Vai mudar nos cinco meses que faltam para se completar o número mágico de um ano?

    E os números? Cita quantidade de escanteios, de finalização, de posse de bola e não cita que conquistou onze pontos em 27 disputados. E fala constantemente em uma evolução que ninguém vê. E agora, a novidade, o desempenho não está se refletindo nos resultados.

    E a culpa é da cultura futebolística brasileira?

    Olha, até acho que na Europa é melhor. Muito melhor. Mas, qual time europeu contrataria Dorival ou outro treinador brasileiro que fica pedindo um ano de estabilidade no emprego?

    Nenhum.

    Dorival precisa acordar, saber que está no Brasil e não na Europa.

    Esquecer o mundo ideal, mesmo porque não tem lugar para ele, e fazer o time ganhar. Nem precisa render. Precisa ganhar. Só isso. O resto é discurso moderninho (culpa calendário, culpa isso, culpa aquilo) que não explica nada.

    Menon

    Curtir

    • Não dá mais para o Dorival… os jogadores não ajudam, mas ele mostra-se cada vez mais inapto e sem senso de realidade. Antes era o Ceni com seus números “incríveis” mesmo com derrota… agora é o Dorival e sua “evolução invisível e infinita”. Não sei o que armou o SP ontem. Só ele viu… Os gritos de “burro” foram merecidos.

      Apoio a continuidade, mas a partir do momento em que tivermos um técnico.

      Curtir

  21. Acho que deveria trocar toda a comissão técnica e tanto física com médica o time não tem explosão! Falta fôlego pra finalizar as jogadas o departamento que cuida do físico dos junior pare ver melhor que a do principal!

    Curtir

  22. Nem nós aqui, no mundo civilizado e virtual da WEB nos entendemos, o que dirá então lá fora?! “Polícia prende 46 torcedores do São Paulo após briga fora do Morumbi , por divergências entre os próprios torcedores”. http://www.lance.com.br/sao-paulo/policia-prende-torcedores-apos-briga-fora-morumbi.html .

    Acham que isso só vai ficar nessa desordem? Com esse time ruim do São Paulo e essa desorganização moral-social no país? Algo tem que ser feito pelas torcidas, pela diretoria e pelas autoridades, caso contrário não dá mais para ir ao estádio.

    Curtir

  23. Gostaria de ver o Dorival fora do meu tricolor! Mais o difícil é quem colocar no lugar e acho que é por isso que ele ainda está aí! Não gosto muito da ideia mais só vejo a solução com estrangeiros, se fosse o Rai ficaria de olho no Ariel Holanda e no Jorge Almirón, mais só se for pra trazer agora para que ele possa trabalhar durante a copa!

    Alguém tem mais alguma indicação de técnico?

    Curtir

  24. Acho que nem a diretoria tem mais grandes expectativas em relação a esse time/elenco. Deve ter caído a ficha de que torraram 30 milhões em nada e agora estão avaliando se realmente vale a pena demitir o treinador.
    Tudo que eles esperam deve ser um trabalho mediano e ainda tem espaço para isso.

    Curtir

  25. Já que o Dorival gosta de jogar no 433

    Ele poderia montar um time assim:

    Sidão
    Militão Arboleda R.Caio Reinaldo
    Hudson
    Cueva Diego Souza (Nenê)
    MG. Brenner Paulinho Bóia

    Somente Reinaldo avançando um pouco
    Mg ajudando na recomposição

    Curtir

  26. O pior é ouvi-lo dizer na coletiva que, quem entende de futebol, vê um time em evolução, uma forma consistente de jogar.

    Ora, como assim em evolução? Só porque não toma gols aos montes, apesar dos apavoros defensivos? Os 7 gols sofridos no campeonato escondem a inconsistência defensiva do time, pois nos jogos em que pegou ataques ao menos médios sofreu gols.

    Quanto ao ataque, então, desde que o Dorival assumiu a produção ofensiva só fez piorar. Pratto não fazia gols, Diego Souza não os faz e Trellez – que é bem grosso, é verdade – também não faz. O ponto comum disso tudo, para mim, é que o time não municia os atacantes, fora um ou outro lampejo do Cueva.

    E isso é culpa do treinador, ainda que o time seja dirigido por um presidente omisso e que faz péssima gestão.

    Curtir

  27. Marcelo Hazan @Marcelo_Hazan

    Informação de agora no São Paulo é de que saída de Dorival não está em questão na reunião de hoje. Há uma avaliação do trabalho, mas técnico deverá seguir #gesaopaulo

    Curtir

    • A conferir ..

      Mas acredito que não saia…

      Do CRB da pra classificar, o que me preocupa é a quarta fase da Copa do Brasil em que será sorteio e poderemos enfrentar Inter, Atlético PR e MG, Fluminense..

      Curtir

  28. Cara pra mim o São Paulo tem que definir algo antes de continuar ou interromper o trabalho do Dorival. A direção tem que olhar o Dorival e definir se enxerga nele um profissional competente para um projeto a longo prazo. Todo ser humano tem fases boas e outras ruins. Todos os técnicos estão sujeitos a isso até mesmo um Guardiola. Na Europa existem técnicos que vão mal durante um período e são mantidos no cargo porque o clube enxerga nesses caras um profissional que a longo prazo vai gerar frutos. A diferença no Brasil é que os clubes não fazem essa análise nem quando contratam e nem quando demitem, sendo assim não existe convicção nas decisões e qualquer turbulência é motivo pra mudar totalmente o “planejamento”.

    Curtir

  29. O Raí como jogador foi o maior que eu vi vestindo nossa camisa……como dirigente meu Deus do céu……uma lástima…….e com dois meses de trabalho……contratou pessimamente e fica insistindo nesse Dorival Junior……e o pior tá recebendo um puta de um ordenado pra isso…..é outro também que podia sair junto com o gonzo……antes que consigam rebaixar o SPFC no “poderoso” campeonato paulista…….o SPFC tá macumbado não é possivel……é praga desses nojento desses curintiano

    Curtir

  30. Mesmo em um time bem treinado , entrosado e que joga bem , em muitos momentos nos jogas dificeis , quando os jogadores não conseguem fazer a diferença é preciso a mão do técnico pra arrumar a equipe , achar a solução pra aquele jogo especifico , trocar 6 por meia duzia é contar com a sorte , torcer pra um atleta estar em um dia melhor que o outro , então me preocupa sim essas alterações , mostra apatia , isso é oque tem pegado mais , temos que entender o momento , montagem de time , calendario , um monte de coisa , mais não pode ser esse marasmo . sempre a mesma coisa .

    Curtir

  31. Essas escalações todas que são dadas aqui já foram repetidas, batidas e rebatidas um número infindável de vezes e várias delas colocadas em campo. Treinadores e mais treinadores já buscaram outras táticas de jogo, mudaram a escalação, insistiram, trocaram, desistiram e foram embora sem resultado de título nos últimos anos.

    Os únicos que permanecem no clube são os conselheiros com poder de voto capitaneados ultimamente pelo presidente Leco. A oposição no clube acabou ou juntou-se à situação. Esse pessoal à revelia da grandíssima maioria dos sócios e da torcida fez do São Paulo o que ele é hoje – um fracasso no futebol que descamba em todas as áreas esportivas e recreativas do clube.

    Um estatuto foi idealizado imaginado reverter parte do quadro, mas esqueceu de atribuir penalidades e perda de cargo aos responsáveis pelos fracassos administrativo-financeiros e pelos descumprimentos estatutários. De prático, deu apenas remuneração a quem não tinha, fez as poltronas dirigentes moldarem nádegas mais quadradas e deu garantia de permanência a seus legítimos ocupantes.

    Cadê o meu São Paulo de antigamente? Parece que só restou o seu passado de glória.

    Curtir

  32. Acho que os melhores técnicos nesses últimos dez anos foram Osório e Bauza, dois estrangeiros por incrível que pareça..

    Bauza só não levou aquela libertadores porque não tinha elenco..

    Curtir

Comente aqui, Tricolor!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s