Falta de gols aumenta irritação da diretoria do São Paulo

Em 9 jogos no Campeonato Paulista, o São Paulo fez sete gols, média de 0,7 por partida. No empate com a Ferroviária, o ataque passou em branco e aumentou a irritação da diretoria com a dificuldade do time em balançar as redes. Os tricolores fizeram até aqui só a metade dos gols anotados pelos rivais Palmeiras e Santos no Estadual. O time do Morumbi está bem atrás também do Corinthians, autor de 13 gols.

A escassez de gols já gerou bronca pública de Dorival nos atletas. Ele afirmou que treinador não faz gol. A diretoria não gostou e repreendeu o treinador internamente. Na avaliação da direção, em última instância o técnico é responsável. Esse é um dos motivos que aumentam a possibilidade de queda do comandante. A situação ficou especialmente delicada após o empate com o clube de Araraquara porque a diretoria havia dito a Dorival que não via mais espaço para perda de pontos contra equipes com menor orçamento. A conversa, porém, não teve efeito prático.

Como mostrou o UOL Esporte, apesar da insatisfação com o trabalho do técnico, a tendência é que ele seja mantido no cargo após reunião de rotina com a diretoria nesta segunda. O fato de o time já jogar na quarta com o CRB pela Copa do Brasil é um ponto favorável a permanência. O tempo seria curto para o time se reorganizar antes de um jogo importante.

Até aqui, o posicionamento de Raí tem sido fundamental para segurar o treinador. Ele defende a tese de que técnicos precisam de tempo para desenvolver seus trabalhos. Porém, os sinais no Morumbi de que Dorival está muito próximo do fim da linha são cada vez mais fortes.

UOL

43 comentários

  1. Não entendo porque vão esperar mais um vexame pra mandar embora… porque não pode se antecipar e tentar estancar a sangria?? Acorda diretoria, mais tempo de Dorival pra que??

  2. No Paulista com jogos só de turno na primeira fase, quase todos os anos o SP tem que jogar na casa dos rivais da capital. É sorteio ou a coisa é dirigida mesmo? Cadê o mandatário pra ir lá e dar murros na mesa?

    • É um ranking idiota, insano, se baseiam pelo campeonato passado. Porcas e galinhas foram melhores que o SPFC, por isso tem que jogar por na “casa” deles.

    • É baseado na melhor campanha anterior entre confrontos entre SPFC, Santos, Corinthians e Palmeiras, o SPFC ganhou do SFC e perdeu do Palmeiras e empatou com Corinthians (fez melhor campanha), por isto jogará 1 em casa e duas fora,

  3. A falta de competência e principalmente a falta de HONESTIDADE, caráter, hombridade por parte da diretoria irritam muito mais nós torcedores. SPFC virou um reduto de bandidos nojentos, corruptos que detonaram o clube, a beira da falência, e hoje reclamam de tudo e de todos. Safados, pilantras!

  4. Se não ganhar do poderoso CRB em casa não tem como escapar, espero que o Denner seja titular em sua posição correta.

    Se não ganhar, coloca o Jardine de interino e seja o que Deus quiser.

  5. Minha manchete:

    – a falta de diretoria, falta de títulos recentes, falta de técnico e jogadores, falta de time e futebol …, todo o contexto de total abandono para um projeto salvacionista, faz aumentar a irritação da torcida do SPFC.

  6. Com o Pratto o time também sofria pra fazer gols e ele já começava a ser bastante criticado. Definitivamente o problema é o esquema. Diego Souza já começa a sair bastante da area pra buscar o jogo, característica que criticavam do Pratto. Ou faz isso, ou passa 90 min sem encostar na bola. Acho cedo pra criticar Trellez e D. Souza. Nosso esquema é cruel com os centro avantes…

    • Trellez nem jogador de futebol é, 28 anos de idade com 46 gols e praticamente só jogou campeonatos fracos na vida. O Raí tinha que reembolsar o SP com a grana gasta nesse cone. Em tempo, trabalho de Raí e Ricardo Rocha na diretoria consegue ser ainda mais ridículo que o de Rogério Ceni como treinador. Ridículo isso de ficar contratando ex jogador pra acalmar a massa acéfala.

  7. Time tem o Petros de armador e o D. Souza isolado dentro da area, zona que parece ser proibida ao resto do time. Não vai fazer gols mesmo.

    Infiltração dos pontas e volantes, volante que sabe jogar bola, velocidade do meio pra frente, pontas com pés trocados facilitando a caída deles pelo meio e a finalização… Coisas básicas do futebol hoje em dia, presentes na base e que em 9 meses não chegaram nem perto de acontecer no profissional…

  8. Nas coletivas o Dorival descreve exatamente os problema do SPFC.

    DiegoSouza nao e atacante .. ai chega no jogo escala o DiegoSouza de atacante.

    Reclama que o time e lento, precisa de amplitude e pontas velozes … ai ele escala o Nene.

    O Dorival tem transtorno bipolar ou tem um irmao gemeo …. um Dorival treina e o outro da coletivas de imprensa. Quem assiste a serie Mr.Robot ta ligado! Mr.Doribot

    • Pergunta capciosa e muito difícil.

      JJ atravessou o limite da vida e está no lugar do descanso eterno, ao lado do Pai Celestial.

      Aidar pode estar em qualquer lugar do mundo, ao lado de Cinira Maturana.

      Ataíde continua Ataíde, do mesmo jeito.

      Todos eles continuam muito influentes no SPFC …, arraigados e intrínsecos ao “modus operandi” tricolor.

      Colados no poder exercido por seus prepostos.

  9. Pessoal, o nosso papel é torcer.

    Se quiserem cobrar alguém, tem que cobrar o presidente da equipe.

    Enquanto o técnico e os jogadores estiverem lutando, eu tô com eles.

    Fechado com o Dorival ou quem for.

    torcedor
    ô/
    adjetivo substantivo masculino
    1.
    diz-se de ou aparelho para torcer algo.
    2.
    B que ou aquele que torce.
    3.
    substantivo masculino
    m.q. FUSO (‘instrumento para fiar’).
    4.
    substantivo masculino
    B ant. aparelho para extração do suco da cana.
    5.
    substantivo masculino
    B aquele que torce nas competições esportivas

  10. As poucas chances criadas são mal aproveitadas também. Ontem Cueva, Tréllez e Nenê poderiam ter feito algo pra mudar essa estatística e desperdiçaram a oportunidade.

  11. Primeiro. Diretoria vendeu/deixou ir o Lucas Pratto, centro avante que, apesar de não estar em boa fase, era um dos mais conceituados do Brasil e América latina.

    Segundo. Contratou o Diego Souza, por que era “centro avante da seleção”, só que na seleção ele não precisa fazer gol, só o pivô pro Neymar, Wilian e Coutinho fazerem os gols. O homem gol da seleção é o Neymar, e ele ia jogar improvisado ali.

    Essa é a culpa da diretoria.

    Agora Dorival. Me preocupa que os treinadores brasileiros têm no inconsciente coletivo deles a ideia de que o trabalho deles é montar o time pra se defender, pra fazer a transição defensiva e depois a transição ofensiva até o último terço do campo, e dali em diante deixam para a criatividade do jogador. Na prática o que vemos? Trezentos erros de passe na frente que geram contra ataques. E nas entrevistas o que os jogadores dizem? “Temos que acertar o último passe”. Claro, se ninguém treina jogadas de ataque e deixa isso pra criatividade do jogador, demora muito tempo até os caras se entrosarem, daí um deles é vendido e começa tudo de novo. Não me admira o tanto de rachão nos treinamentos.

    Se for pra demitir o Dorival que tragam alguém que pelo menos treine as jogadas de ataque, por que o centro avante é um meia, um ponta é ponta, o outro ponta é um meia de 36 anos, um lateral é lateral, o outro é zagueiro/volante (que rende mais que o lateral!!!) só o armador que é armador, se não treinar as jogadas de ataque nunca vai dar certo.

  12. Dorival da uma ajuda para nós. … consiga vencer bem o CRB, vença o linense, aí vc pode ser demitido depois do jogo contra o Palmeiras. ..pelo estaremos classificados para próx fase do paulistao e copa do Brasil.

  13. Diretoria querem reclamar de falta de gols, mas quem chama a responsa na hora do jogo??? quem tem boas médias de gols no SP?? Ninguém….eles q contrataram esses jogadores sem ”Jerarquia”!!

  14. No passado o SPFC tinha torcida pequena e diretoria honrada, hoje temos torcida grande, mas diretoria mais interessada em fazer política.

Deixe uma resposta