Diretoria do São Paulo não aceita mais perder pontos para pequenos

Um dos principais incômodos da diretoria do São Paulo em relação ao trabalho de Dorival Júnior é a perda de pontos para equipes que investiram muito menos na formação de seus elencos. O entendimento é de que não há mais espaço para tropeços diante de pequenos. E o treinador já sabe que a direção pensa assim. Por isso, o jogo com a Ferroviária, domingo (25), no Morumbi, tem grande importância para o futuro do técnico no clube.

No Campeonato Paulista, os tricolores já entregaram seis pontos para São Bento e Ituano nas derrotas por 2 a 0 e 2 a 1, e outro para o Novorizontino no empate sem gols. O fato de, mesmo com a campanha irregular a equipe liderar seu grupo ao lado da Ponte Preta, com dez pontos, não acalma os dirigentes. A avaliação é de que pela diferença orçamentária e, consequentemente, no nível de contratações, o São Paulo tem a obrigação de passar convincentemente pelos rivais menores.

Conforme mostrou o UOL Esporte, apesar de a diretoria valorizar as contratações que fez, Dorival diverge de algumas delas, como as de Nenê e Tréllez. Pelo menos no caso do ex-vascaíno, os cartolas não entendem a rejeição.

Além do desempenho fraco diante de alguns pequenos, dirigentes se queixam dos ”brilharecos” da equipe. São alguns minutos de bom futebol que Dorival não consegue prolongar com o passar dos treinamentos.

Essa falta de evolução gera outro desconforto. A diretoria começa a se preocupar com o Campeonato Brasileiro. Há o temor de que a demora para o time evoluir faça com que o São Paulo comece o torneio nacional atrás de seus principais adversários.

Mesmo insatisfeita, a diretoria manteve até aqui o seu desejo de ter uma postura diferente da adotada com Rogério Ceni, demitido apenas cerca de seis meses após ser contratado. Em meio às cobranças de conselheiros e treinadores para derrubar o técnico, a direção preferiu falar tudo o que pensa do trabalho dele para o próprio e ouvir as queixas do funcionário também.

A aposta é de que esse jogo da verdade faça o time evoluir diante da Ferroviária. Se isso não acontecer e novos pontos forem desperdiçados diante de um adversário com poderio financeiro menor, poderá ficar em xeque a decisão dos cartolas de prolongar a permanência de Dorival no Morumbi.

UOL

 

29 comentários

  1. E nós diretoria, não aceitamos mais pessoas tão incapacitadas como vocês !!!

    Fora Leco !!!!

    E leve junto todo esses “ratos” que te acompanham !!!

    A “limpeza” tem que começar ou viraremos um vasco, botafogo, Portuguesa da vida …

  2. Não é só de pequeno não, tem que voltar a ganhar clássicos…é humilhante o spfc não ganhar dos rivais, parece até que estamos enfrentando real madrid e barcelona!

  3. Sei não.

    Eu era a favor da continuidade até saber dessa frescura toda sobre as contratações.

    Ele tem que se adaptar ao clube e aos jogadores. Não o contrário.

    É mais fácil trocar um treinador do que mudar todo um elenco.

    Hoje eu diria que to pra começar a hashtag #tchaudorival

  4. Como se esse lixo de diretoria tivesse moral para cobrar algo de alguém.
    Alguém deveria fazer a mesma comparação e cobrar deles contratações melhores com 30 milhões.

  5. Dorival sai, vem outro técnico, alguns jogadores vão embora outros chegam, resultados não vem, manda técnico embora e recomeça o ciclo. Mas os culpados de o clube está nesta situação segue firme e forte.

    Não é possível que dentro do clube não há pessoas que pensem como nós torcedores. Desde o JJ estamos nessa situação e ninguém lá dentro pra mudar nada, parece um pouco com a situação política do país, sempre os mesmos ratos no poder. Até quando isso?

  6. Pensem no seguinte: se das 20 equipes quebdisputam o campeonato, nenhuma trocar de técnico, ao final teremos um campeão e quatro rebaixados, do mesmo jeito.

    O problema do São Paulo não é demissão de técnico. É falta de um PROJETO de longo prazo. E quem faz projeto é a diretoria, e não técnico. Ou seja, nos últimos anos, nosso projeto esteve nas mãos de um Juvenal ultrapassado, Ataíde, Aydar, e agora Leco.

    Tenho esperanças de que Raí, Rocha e Lugano pensarão em um projeto que renderá frutos.

    Ao que parece, esse projeto é de longo prazo, e envolve dar rodagem aos jovens, e utilizar os reforços que chegam em oportunidades de mercado. Dorival não faz isso. Diz que naobpediu os reforços e depois ainda fala que não é ele quem marca os gols.

    Demitir Dorival e contratar alguém que aceite esse projeto é a decisão certa. Seria uma troca de técnico planejada.

    A troca de técnico é ruim quando a diretoria sai trocando simplesmente pensando em resultados, sem saber para onde quer ir.

    • Galera critica o Rai por trazer o Diego Souza mas ele estava aqui antes do Pratto sair, o Nene trouxeram para suprir a ausência do Hernanes e as mancadas do Cueva. Colocar só a molecada de Cotia pra jogar seria um risco enorme, alguém se lembra do jogo contra o São Bento?

        • Te garanto que o Rai não deva ter conversado com o Dorival sobre as contratações recentes. Se o clube somente trouxer jogadores indicados pelo técnico também corre o risco de ter verdadeiros abacaxis pra descascar.

      • O jogo do São Bento não quer dizer absolutamente nada. Vejo muita gente usando esse jogo como argumento para não usar garotos e não faz o menor sentido. Primeiro pq os garotos que são pedidos hoje em dia nem estavam em campo (Brenner, Shaylon e Lucas Fernandes principalmente), aquele era um time C, segundo pelo professor pardal escalar o Araruna como armador e o Jr. Tavares como ponta (pra queimar um pouco mais os dois e deixar o sistema ofensivo fraco) e terceiro que os principais culpados pela derrota foram os veteranos Maicosuel, Reinaldo e Sidão com falhas diretas nos dois gols e os melhores em campo foram os volantes garotos P. Augusto e PH Gênova.

        E só pra terminar o que se pede é usar os garotos junto com o elenco e não a utilização de 11 titulares vindo de Cotia (como alguns distorcem pra contra argumentar) e nem apenas a utilização deles como terceira opção ou só pra completar treino (como Dorival faz hoje).

        • O que importou e importa pra muitos aqui é somente resultado. Pode ser com medalhões ou só com a molecada e o resultado daquele jogo serviu pra colocar pressão na comissão técnica e diretoria de futebol. As rodadas iniciais serviriam pra dar rodagem aos garotos e aos que não viam sendo aproveitados, fora dar ritmos aos reforços e jogadores que voltavam de contusão. Mas como a vaca já foi pro brejo eu duvido que trocar de técnico agora resolverá todos os problemas do time num curto prazo.

          Se lembre que o próximo técnico não terá sossego pois teremos as fases finais do Paulista e jogo importante na Copa do Brasil, depois começa o brasileiro e o time começar mal como faremos? Manda embora técnico de novo?

            • Você colocou o uso da base na conta do técnico. E eu não falei da continuidade do técnico pois pra mim Dorival já caiu, só questão de dias. Primeiramente falei pra que serviria os primeiros jogos do Paulistão, se você acha que mudei de assunto ok, talvez eu tenha me expressado muito mal. O resultado do jogo do São Bento ditou o rumo que o clube se seguiu. Nos jogos seguintes, jogaram Brenner, Lucas Fernandes e Shaylon que também foram criticados por muitos aqui. Já li muito nos comentários daqui mesmo que técnico tem que usar a base, mas quando usa a mesma, a torcida reclama que os garotos não estão prontos. Depois o técnico resolve colocar mais os medalhões e os mesmos não rendem e a torcida reclama e pede pra colocar os garotos de novo. Por fim não tem como nenhum técnico no clube atualmente escalar os garotos vindo da base com risco de queimá-los pois Jr Tavares se queimou ano passado, Lucas Fernandes ainda não mostrou muito, idem o Shaylon, o Brenner ainda não sei se pode jogar como centroavante ou ponta. O time precisa de resultados e conquistas imediatas pois a torcida está sem paciência nenhuma. Agora com o time na draga que está tem como colocar os garotos pra jogar? Você acha que os garotos não sentirão a pressão? Mesmo mesclando com os jogadores experimentes não tivemos resultados satisfatórios para a torcida. Como resolver isso então?

              • É na conta do técnico sim o pouco uso da base. De quem seria? Ele quem escala. A continuidade não altera isso. Enfim, meu comentário foi apenas pra mostrar que usar o jogo do São Bento como argumento contra o uso da base é completamente sem sentido. Seu comentário inteiro foi sobre continuidade do Dorival e troca de técnico.

                “Agora com o time na draga que está tem como colocar os garotos pra jogar?” Sim. David Neres, Lucas Moura, Casemiro, Militão surgiram em momento de muita pressão… Fica tratando jogador da base como café com leite depois reclama que não amadurece nunca… Quer velocidade? Então pq não testa o Caíque ao invés de ficar reclamando? Parece que tem que esperar o fundo do fundo do poço pra dar uma chance.

                Se com jogadores jovens não deu certo, se com veteranos não tá dando certo e se mesclar não dá certo, então ou todo jogador que veste a camisa do SP profissional automaticamente desaprende a jogar bola ou a culpa não é dos jogadores. E sinto te dizer, mas é a segunda opção. Dorival é um técnico criado pela imprensa. Seus status não condiz nem um pouco com seu curriculum que é de trabalho medíocre após trabalho medíocre.

                Sobre a torcida, eu concordo em partes. Acho que toda generalização é burra, mas sim parte da torcida é bem injusta com a molecada. Se o Jr. Tavares tivesse jogando essa bolinha que o Reinaldo tá jogando (cruzamentos bizonhos e nulo na marcação) já estaria sendo perseguido.

                Shaylon, L. Fernandes, Jr. Tavares e Brenner não vão mostrar nada nesse time assim como Diego Souza, Nenê, Petros e tantos outros mais velhos. O problema não são os jogadores. Só que se o time joga mal, automaticamente a culpa é dos jovens jogadores. O Shaylon não tava jogando nada, a culpa era dele, é pq é jovem, tem que ir pro banco. O Nenê entra jogando absolutamente o mesmo nada e não se ouve nem um piu de que a culpa é dele, de que ele tá velho…

                • Acho que vc não entendeu minha colocação, não tem como usar a base se os técnicos não obtiverem resultados. Nestes últimos anos são poucos os técnicos que passaram por aqui e utilizaram a base. A pressão por resultados faz com que todo o processo seja perdido pois se acham que os garotos não estão prontos e acabam contratadando jogadores mais rodados ou apostas de outros times. O que tento falar é que se tornou um ciclo isso e parte da torcida tem que entender que precisa de tempo para que os garotos amadureçam e só alguns que realmente vingarão.

  7. Manda o Rai embora e voltem com o Pinotti e Adalberto Batista. Galera pede gente do futebol, Rai assume e a culpa é toda do Rai agora? Rai como Dorival são os menos culpados desta situação ou vc acha que com 2 meses de trabalho já dá pra avaliar alguém?

    O clube vem sendo destruído já faz quase uma década e a culpa é do Rai e do Dorival?

  8. Como falei outro dia.

    Montagem horrível de elenco. Muito dinheiro gasto em jogadores que nada resolvem, não são decisivos e são paneleiros. Além disso, muitos ocupam a mesma faixa do campo e mesma posição. Não bastasse tudo isso, ainda são lentos e seus salários onerosos.

    Das contratações, gostei do Anderson Martins apenas. Acho bom zagueiro. Veio de graça numa oportunidade de mercado, e poderá substituir RC, Militão (zagueiro de origem) ou Arboleda caso sejam vendidos.

    Nesse ponto, Raí e RR mandaram muito mal.

    Todavia, não sou dos que jogam culpa apenas em uma figura. O treinador tem uma parcela muito grande também, uma vez que este time, mesmo com todos problemas e carência (lateral direita) poderia e deveria estar jogando melhor, pois diferente de SEP e SFC, mantivemos o treinador, mantivemos uma base, trouxemos Hudson e Reinaldo de volta, fora Jucilei, Trellez, DS, Valdivia, Anderson Martins e Nenê. Perdemos Pratto, Hernanes e Gilberto (os demais que saíram não fazem falta alguma).

    Temos um elenco melhor e mais numeroso, embora o time titular seja pior. Mas Dorival tem parcela nisso. São quase 8 meses, e não vemos um padrão, jogadas ensaidas, raça. O técnico fica apático no banco.

    Tenho pra mim que quando o treinador começa a usar muitas desculpas e chorar muito em entrevista, é porque está defesado e em mau momento. Veja o caso de Mourinho e Wenger na Inglaterra. Choram toda entrevista que City tem mais dinheiro, que isso, que aquilo, como se fossem coitadinhos, que não tem recursos financeiros.

    Não admito isso. Se DJ treinasse a Ponte, eu entenderia, mas o SPFC não.

  9. O São Paulo pra voltar a ser grande tem que ter os melhores profissionais no clube, antes tínhamos a melhor estrutura e os melhores profissionais. Varios clubes do Brasil se modernizaram, melhoraram suas estruturas e buscaram melhores profissionais. O que o nosso clube fez? Não melhorou muito a estrutura que tinha e dispensou alguns dos melhores profissionais.

    • Não deverá ter nenhuma evolução no time já que todos estão pressionados, jogadores, comissão técnica e diretoria.

      Já tenho dúvidas com relação a este ano pois conseguimos a façanha de estender a crise do ano passado pra este ano a ponto que a pressão está se tornando insustentável.

  10. Diretoria é vago demais. Deem nome aos bois. A besta do Leco não é: de tanta pedrada que levou, deixou as decisões e riscos com Raí e RR. Esses dois também não, acabaram de blindar DJ, então quem anda reclamando?

  11. A diretoria está certíssima! Este negócio de qq. timinho tirar pontos do SPFC tem que acabar e já! Não adianta contratar jogadores caros para continuar na mesma lenga lenga de sempre e a cada jogo uma lástima e depois do jogo aquele festival de explicaçoes irritantes! Eu diria que para ter estes 10 pontinhos ridículos neste campeonatinho ridículo não precisava ter contratado ninguem, os garotos do sub-20 teriam estes 10 pontinhos… Então diretoria está certíssima! E a mensagem serve para o tecnico e para os jogadores tambem!

Deixe uma resposta