Mais uma vez, perdemos um cl√°ssico, depois de vencer 4 partidas contra advers√°rios fracos. Vencemos o Madureira¬†jogando mal grande parte do jogo e sendo vaiado ao fim do jogo. Fizemos um 1¬ļ tempo¬†p√≠fio contra o Botafogo-SP a ponto de levar¬†duas bolas na trave. Apresentou alguns minutos de futebol e saiu vitorioso, contando com um milagre de Sid√£o. Contra o¬†Bragantino, fizemos uma boa etapa inicial e um p√©ssimo 2¬ļ tempo, com Dorival alterando mal deixando o time com 3 volantes,¬†Brenner de¬†ponta Trellez isolado, sem ter¬†como receber uma bola em condi√ß√£o de arremate. Depois de 8 dias, o SP foi dominado¬†pelo modesto CSA, tornando Sid√£o o melhor jogador do time no 1 ¬ļ tempo. Numa jogada¬†l√ļcida, no come√ßo do 2¬ļ, o SP¬†abriu o placar e teve como controlar o jogo e se classificar.

Os defensores de Dorival se valeram das 4 vitórias seguidas e sem tomar gols pra afirmarem que o time estava e evolução, que o que importava era o resultado, que quem quisesse espetáculo, fosse ao Teatro Municipal, que nenhum time brasileiro estava jogando bem. Os torcedores com senso crítico, no qual me incluo, não exigiam espetáculo, mas sim que fossemos superiores aos adversários que vencemos.

Apont√°vamos que embora o time n√£o tivesse sido vazado, havia espa√ßos no meio de campo,¬†os zagueiros estavam expostos e o fato de Sid√£o ter sido um dos 3 melhores jogadores do¬† time na sequ√™ncia de vit√≥rias,¬†evidenciava que as nossas vit√≥rias foram constru√≠das em bases fr√°geis.¬†Al√©m disso, o time apresentou uma alta posse de bola,mas pouca efetividade, tocando passes sem objetividade, sem¬†tabelas, triangula√ß√Ķes, chutes de fora da¬†√°rea, Diego Souza perdido como centroavante. Soma-se a isso, o conservadorismo¬†de Dorival, mantendo o time est√°tico, sem troca de posi√ß√£o entre os homens de frente, preso ao engessado 4-1-4-1.

No cl√°ssico contra o Santos, fizemos os melhores 45 minutos at√© aqui. Mas mais uma vez o dom√≠nio territorial n√£o foi¬†refletido em chances de gol. Bastou levar o gol e o time se perdeu. Dorival mexeu mal de novo e o time sofreu mais uma¬†derrota em cl√°ssico.¬†Dorival n√£o √© o maior culpado pela fase do SP, afinal estamos mal h√° quase 10 anos, mas tem falhado muito. Ele¬†n√£o pode se dar ao luxo de montar o time de acordo com as suas convic√ß√Ķes de jogo, quem pode fazer isso √© o¬†Guardiola, pois tem tempo e dinheiro pra impor o seu conceito de jogo.

¬† ¬† ¬†Ele tem que respeitar as caracter√≠sticas dos jogadores dispon√≠veis, parar de insistir com Diego de centroavante,¬†Brenner de ponta, Petros quase como meia, em suma, se adequar as circunst√Ęncias. O time n√£o marca sob press√£o,¬†n√£o √© compacta, n√£o tem varia√ß√Ķes de esquema. Muito desses defeitos apareceram no Brasileiro e foram atenuados¬†pelo talento de Hernanes.¬†¬†Sou contra a demiss√£o de treinador com menos de 1 ano de trabalho ,mas Dorival no meu conceito n√£o faz por merecer¬†a continuidade como treinador do SP. Mesmo sem ter um grande elenco √© poss√≠vel fazer mais do que vem sendo feito.

Não é obrigado a dar espetáculo, mas tem que ser superior aos times pequenos e jogar de igual pra igual contra os grandes.

Caia na real, Dorival

Rafael de Albuquerque

Twitter: https://twitter.com/rafa_sjc1930?lang=pt