São Paulo evolui, apesar da lentidão

O fato é inquestionável é deve ser saudado: o São Paulo venceu novamente. A vitória contra o CASA foi a quarta seguida. E sem sofrer gols. Marcou seis.

O time, descontando-se a fragilidade dos rivais, está ganhando força. E forma. Já é possível ir para o clássico sem pessimismo.

O mais importante, a meu ver, foi a entrada cheia de gás de Valdívia. Não foi grande exibição, e nem poderia ser, mas ele deixa a esperança de ser uma opção de velocidade pelos lados.

É a maior falha do São Paulo. Uma transição muito lenta. E como ser diferente, com Jucilei, Petros, Cueva, Nenê e Diego Souza. Tudo junto e misturado.

Foi assim todo o primeiro tempo. Uma linda bola de Cueva logo no início do segundo tempo mudou o ritmo. O time poderia, no primeiro tempo, marcar mais à frente, pressionar mais.

O problema está posto. Difícil de resolver, com esses jogadores. Mas é hora de criar opções, com Valdívia, Caíque e Brenner.

Menon

https://blogdomenon.blogosfera.uol.com.br/2018/02/15/sao-paulo-evolui-apesar-da-lentidao/

19 comentários

  1. Muita gente criticando de forma exagerado o Petros. O cara foi um dos pilares que nos salvou do rebaixamento. Tava de férias mas já chegou jogando, ficou quase 25 jogos pendurado, jogando muito bem…mas agora não presta, é lixo, falastrão e tal.

    O rendimento dele está abaixo, mas acredito que seja pelo esquema e nova função que o DJ o colocou. De segundo volante ele rende e muito bem.

    Mania de queimar jogador. Não aprendem mesmo

    • Reproduzindo o que falei….

      O pessoal elogiando o Hudson, o elevando a um nível que ele nem demonstrou no jogo contra o CSA. Claro que ele está voltando de lesão e sem ritmo, mas a partida dele foi apenas ok… O pessoal esquece a raiva que ele nos fez sentir em várias partidas (mas claro, com boa atuação na Liberta 2016), em vários jogos ou só pela presença dele em campo.

      Podemos compará-lo com o Reinaldo, antes rejeitado e vaiado aqui, retornou um pouco melhor e agora aplaudido… E Reinaldo realmente melhorou daquele outro Reinaldo de dois anos atrás…

      Mas e o Hudson? Pelo jogo contra o CSA voltou o mesmo Hudson… Nada de novo, jogador mediano.

      Ainda prefiro ver um Militão como volante… Mas não há LD tão bom como o moleque de Cotia no Paulista, pois não é apenas algumas partidas que ele quebrou o galho (como o próprio Hudson já fez), ele tomou conta da posição.

      • Pois é, cara. O Hudson não fez absolutamente nada de relevante na partida. Marcou bem, mas com a bola no pé não contribuiu nada. Lendo aqui parece que o Modric tava em campo com a camisa do SP. Incrível a boa vontade que a torcida desenvolve com alguns jogadores, principalmente com os que saem…

    • Eu também não acho que Hudson jogou isso tudo e nem que Petros está muito mal. Na verdade Petros oscilou assim como o Jucilei. Acho que tem briga dos 3 por duas vagas. Não dá para cravar a dupla titular e talvez seja assim durante todo ano, já que volante costuma tomar muito cartão.

    • Não precisa blasfemar também… kkkk
      Não dá para avaliar o trabalho dele ainda com este elenco nem para o bem nem para o mal. Ainda está buscando o encaixe de peças enquanto roda o elenco para dar preparo físico a todos também.

  2. Isso já era previsto pelas característica s desses jogadores, técnicos, mas lentos. O maior problema é como tirar alguns desses, jogadores de personalidade forte e líderes. O treinador teve que preterir os mais jovens como o Brenner, para não correr o risco de perder o emprego. Vejo o time lento com responsabilidade maior do planejamento da diretoria, do que do próprio treinador ou de outro que estivesse no comando.

  3. Eu penso que é muito difícil o SPFC ser contundente contra times mais fortes contando com Cueva, Nenê e Diego Souza no mesmo onze, mas não vejo isso necessariamente como uma desvantagem. Por exemplo, Diego Souza jogando como centro avante, faz o pivô segurando os zagueiros e/ou se movimenta de maneira a sair da referência levando um ou dois defensores possibilitando a informação de alguém do meio ou da ponta, por isso penso que quando Diego Souza jogar, devemos jogar também com dois pontas com Cueva ou Nenê armando pelo meio, pois, se Cueva e Nenê estiverem armando só sobra o Marcos Guilherme para infiltrar ficando fácil de marcar. No entanto, se quisermos jogar com Cueva e Nenê, devemos ter um centro avante mais rápido como o Brenner, para que este receba os passes em profundidade e em aceleração, tendo o Marcos Guilherme explorando ora a entrelinha, ora a diagonal. Desses dois jeitos fica difícil pra qualquer defesa marcar o nosso ataque.

    Vejo isso como vantagem por que são duas maneiras distintas de se atacar podendo com apenas uma alteração mudar o jeito de jogar do time.

    • Em tempo, não adianta ter três jogadores técnicos e de bom passe, se não houver do lado deles quem se movimente para abrir espaço e receber, do mesmo modo que não se pode ter um time de corredores sem ninguém pra colocar uma bola em profundidade. Dos modos que coloquei o time sempre fica com dois jogadores técnicos e de bom passe e dois jogadores de velocidade. Numa versão fica, por exemplo Diego Souza como centro avante, com Cueva pelo meio e Valdivia e Marcos Guilherme pelas pontas ( pode ser outro jogador no lugar do Valdivia, desde q veloz). Numa outra pode ser Brenner como centro avante com Marcos Guilherme numa ponta, Nenê pelo meio e Cueva na outra ponta, pois Cueva quando está em forma tem lá sua velocidade, e no lugar do Nenê pode ser o Diego Souza também. Nessas duas alternativas o time joga no 4231, mas os movimentos do ataque devem ser diferentes.

      • Boa! Gostei da análise!
        E assim o DJ vai usando o elenco e colocando a molecada. Caique e mais, quando subirem, o Toró e o Helinho também, podem e deverão ser usados pelo nosso técnico.

  4. O time ta ganhando competitividade. Brilhantismo não é realidade no momento, mas é inegável o ganho em competitividade da equipe, no que vai dar eu não sei, mas não da pra negar que existe uma evidente evolução.

  5. Pelo que vi nos dois últimos jogos com a entrada do nenê ficamos no 4-2-3-1 mas vimos que o csa jogou pelos lados com velocidade levando algum perigo a nossa zaga eu jogaria com o time que nos temos em um 3-4-3 mas seria assim minha formação Sidão, Rodrigo Caio, Jucilei e Anderson Martins ; Reinaldo, Petros,Hudson e Militão ; Nenê, Diego Souza e Marcos Guilherme ou variava no meio recuando o Militão para a zaga e sacando o Anderson Martins com Hudson indo para a lateral , ai ficaria assim o time : Sidao , Rodrigo caio, Jucilei e Militão; Reinaldo, Petros, Hudson e Marcos Guilherme; cueva, Diego Souza e Nenê ai no segundo tempo mudaria o ataque com trelles no lugar do Diego Souza, Brenner no lugar do cueva Marcos Guilherme subiria no lugar do nenê Militão subiria pra lateral direita e entraria arboleda pra zaga

Deixe uma resposta