São Paulo conta com especialistas e treinos em caso de pênaltis contra o CSA

O regulamento que vigora na Copa do Brasil desde o ano passado prevê que a classificação da segunda para a terceira fase seja definida em disputas de pênalti em caso de empate no tempo normal do jogo único. Esse é o cenário que o São Paulo encontrará nesta quinta-feira, às 21h30, quando visitar o CSA em Maceió. E o Tricolor se considera bem guarnecido, em caso de emergência, para buscar a vaga nas penalidades.

Antes mesmo do jogo da primeira fase da Copa do Brasil, contra o Madureira, em que não havia possibilidade de pênaltis, os jogadores estabeleceram uma rotina no CT da Barra funda de treinar as cobranças com os goleiros. São pelo menos quatro atletas, quase diariamente, praticando as batidas. Nas atividades abertas para a imprensa, já foram vistos no exercício Diego Souza, Nenê, Cueva, Shaylon, Brenner, Reinaldo e Marcos Guilherme.

Alguns apostam em batidas de segurança, com mais força e repetindo os cantos, como os dois últimos citados. Outros preferem atrasar a corrida e esperar a primeira ação dos goleiros para deslocá-los. Nenê é quem apresenta uma regularidade maior, enquanto Diego Souza e Cueva são mais inventivos, com paradinhas, cavadinhas e outras fintas.

O São Paulo já teve duas cobranças de pênalti a favor nesta temporada, ambas convertidas no Morumbi, pelo Campeonato Paulista. Primeiro foi Cueva quem marcou, nos 2 a 0 sobre o Botafogo. Depois, Nenê decidiu a vitória por 1 a 0 sobre o Bragantino – pelo Vasco, o agora camisa 7 já havia marcado um de pênalti em derrota por 2 a 1 para a Cabofriense.

Histórico
Nas duas últimas vezes em que protagonizou disputas por pênaltis, o São Paulo saiu vitorioso. Em 2017, a Florida Cup foi conquistada após dois empates sem gols e triunfos nas penalidades contra River Plate e Corinthians, com o goleiro Sidão defendendo três cobranças. Já em competições oficiais, a última decisão nos pênaltis foi na Copa Libertadores da América de 2015. O Tricolor acabou derrotado pelo Cruzeiro, mesmo com duas defesas de Rogério Ceni.

Ao longo de 2017, a equipe paulista foi a recordista entre os clubes da Série A em penalidades cometidas. Foram 13 infrações, com 11 gols marcados pelos rivais. Nas duas batidas desperdiçadas, os goleiros não trabalharam: Jean, do Palmeiras, mandou para fora, enquanto o cruzeirense Sassá acertou a trave.

UOL

Anúncios

82 comentários

  1. Tempos em que batiamos no Barcelona e no Real Madrid, Milan e etc com goleadas e futebol vistoso, ganhavamos nos penaltis também, mas era consequencia, hoje consideramos nos classificar nos penaltis contra o poderoso CSA…acaba logo era Leco!!!

    Curtido por 2 pessoas

    • Engraçado que o Hudson sempre foi apenas um bom cão de guarda. Nunca mostrou categoria em passe ou finalização (chegando como homem surpresa na área), mas bastou uma temporada no Cruzeiro para voltar com outro status. Acho que é porque a torcida tem mania de valorizar mais jogadores em outros times e só criticar o que tem aqui.
      Pra mim ainda é o mesmo jogador, que nem deveria ter saído, pois sempre foi útil ao elenco. Se evoluiu, foi pouca cousa. É diferente do caso do Reinaldo por exemplo, que voltou mais maduro, focado e percebeu que precisaria trabalhar sério para compensar uma falta de talento. Esse sim evolui bastante.

      Curtir

  2. …os jogadores estabeleceram uma rotina no CT da Barra funda de treinar as cobranças com os goleiros…

    O que tem de errado nisso ? Tem que treinar mesmo, pra ser usado contra o CSA ou contra qualquer outro time !
    É muita reclamação pra pouca coisa, meu Deus

    Curtir

    • Estranho é “os jogadores” terem estabelecido uma rotina… O mais lógico seria “DJ estabeleceu uma rotina”… Soaria melhor ao ouvido de quem ouça a notícia… Tudo realmente resulta em reclamações, mas, quem das mesmas é alvo, pouco faz (de prático…) para combate-las… O time “não tem tempo para treinos”… Daí vem uma mudança de tabela, e um jogo decisivo da Copa do Brasil é marcado para uma quinta-feira pós carnaval… Uma ótima oportunidade para uma carga de treinos, não?!… Na, na, ni, não, não… rs… Vamos “dar uma folga” aos meninos, que já estão extenuados, em pleno fevereiro… rs… Daí vem a representação… Treino “regenerativo”, óbvio… rs… O famoso “migué”: massagens, piscina, enfim… No outro dia, para iniciar o dia (à tarde, óbvio…), um “bobinho”, para descontrair a moçada… Depois, um leve treino físico, um pouco de treinos táticos, uma reunião para “alinhamento de pensamentos”, e, para finalizar, um “rachão”, afinal, foi um treino por demais “desgastante”… rs… Quer dizer: se falta tempo, reclama-se do tal calendário… Se o tem, poupa-se todo mundo, embasados exatamente pelo mesmo calendário… Calendário este que foi proposto, e assinado, em concordância, por todos os clubes… Então, ninguém tem nada que reclamar… Tem mais é que trabalhar mais, e mostrar, no campo, o resultado desse trabalho… O que não temos visto no SP, convenhamos…

      Curtir

  3. Raí não foi a frança e Espanha a toa estou com um persentimento que vem coisa boa apor aí.

    Eu acho que ele foi alinhavar a volta do Calerri pra junho e o Ganso vira´na mala podem apostar.

    O Sevilha comprou o ganso por 9,5 milhões de euros da seguinte forma em 2016:

    3,5 junho 2016.
    3,0 junho 2017.
    3,0 junho 2018.

    Desse valor o Spfc ficou com 4,5 milhões e a DIS ficou com 5 milhões.

    Em resumo o Sevilha ainda deve 3 milhões de euros sendo que 1.5 SPFC e 1.5 DIS ( junho de 2018).

    Todo mundo sabe que Cueva ira sair depois da copa e nenê não aguenta jogar todas. Ganso vira !!!!!!!!!!!

    Curtir

    • Foi para ver a filha.
      Aliás, quando anunciaram o “escudo Rai”, eu inicialmente fui contra porque já sabia que ele passava mais de metade do ano na França onde está a familia dele.
      Ai nao consegue ficar focado no que interessa para o SPFC.

      Curtir

  4. Time sempre treinava penâltis pra esse tipo de confronto, mesmo na época do Telê.

    Só que a imprensa não achava necessário divulgar, pois tinha convicção, assim como a torcida, que a classificação viria nos 90 min

    Esse tipo de reportagem só mostra como nossa moral tá no chinelo ( culpa do clube e não da imprensa ou torcida ), pq se vislumbra a “possibilidade” do jogo ser decidido assim.

    Pobre tricolor…..o que fizeram com vc

    Curtir

  5. Na verdade treinar penalti todos treinam antes desse tipo de disputa…

    a diferença é que estão divulgando isso pra que a torcida não fique furiosa se o pior acontecer é uma especie de preparação mental para se o pior acontecer……condicionamento!!!!!

    Curtir

    • Time pequeno vem sempre fechado achando que empate é lucro e jogando no contra-ataque para quem sabe achar um gol. Não tem moleza com eles, ainda mais em início de temporada. Se o São Paulo não conseguir fazer um gol no primeiro tempo, as coisas começam a se complicar, pois o time começa a sentir o cansaço (devido o preparo físico ainda não ser o ideal) e os contra-ataques do adversário começam a ficar cada vez mais perigosos. Tem mais é de treinar pênaltis mesmo, porque do lado de lá não vai ter os mesmos talentos daqui para bater todas bem batidas. Aliás eu fico vendo os pênaltis dos mlks do sub-20 e muitos batem pênalti melhor que no profissional, pois lá o treinamento é constante.

      Curtir

  6. Esse blog criou um grupinho do reclamar e viver,, então tome críticas a tudo é a todos não importa o assunto , pessoas que tem uma necessidade de serem vistas ou lidas.alguns já caíram.no ridículo de tanta reclamação sem.sentido

    Curtir

  7. Maldito tiki-taka que o Barcelona exportou pro mundo e que todo técnico tenta copiar mas se esquecem dos jogadores que tem nas mãos. O RC tentou, o Dorival tenta e o que ambos conseguiram foi ficar 70% com a posse da bola e não ter a menor ideia do que fazer com ela se não tiver um jogador diferenciado pra definir partidas.

    Seria legal ver um treinador que entendesse que o melhor esquema é aquele que voce consegue montar de acordo com as peças que tem em mãos e com equilibrio entre ataque e defesa. Pra sair do feijão com arroz só técnicos muito diferenciados mesclando com um grupo com mente aberta e profissional, e isso só acontece de tempos em tempos.

    Curtir

  8. Corinthians palmeiras e etc podem treinar penaltis.
    Nós não
    Conrinthians com o time completo perdendo pro São bento pode
    Nós com time reserva do reserva no primeiro jogo do ano, não….
    Os adversários melhorarem sua gestão pode.
    Nós, implantar o SAP tbm vira motivo de reclamação
    Virou uma rotina chata de reclamação. (por uma parte da torcida, não estou generalizando)

    Curtido por 2 pessoas

  9. Estão reclamando que o time treina penalidades? Mas esse não é o correto a se fazer? Certeza que se não treinassem penais, viriam várias poesias divididas em comentários repetidos ironizando o time.

    A moda é reclamar.

    Curtir

  10. Esse time do SP é bom, só está faltando engrenar, pegar confiança. O treinador não é o ideal, há melhores do que ele no Brasil Tem novos e promissores treinadores por aí. O SP não vem acertando a mão em treinadores, o melhor foi o último campeão, Nei Franco.

    Curtir

    • Se foi o melhor, há controvérsias (lembram do “legado zero”, dito pelo Ceni, após a sua saída?!…), mas que o Nei Franco é muito subestimado, ah, isso é… Ao lado do Sr. Osório, ele foi um dos únicos treinadores, nos últimos tempos (desde a saída do R. Gomes, em sua primeira passagem pelo clube…), que colocou o SP para “jogar como SP”, fosse onde fosse… Com time, ou sem time, ele colocava os caras “para cima”, fosse no Morumbi, ou fora dele… E dizia, coerentemente, que o SP é muito GRANDE, e como GRANDE tem que se portar… Enfim, mais uma das muitas lambanças ocorridas nesses últimos 9 anos… Ah!… 2012 foi um “acaso”…

      Curtido por 1 pessoa

        • Para mim até hoje aquele caso Ganso foi um “empurrado” da diretoria que acabou minando o espaço do Jadson e o Ganso demorou muito para engrenar. Com isso o Ney se queimou. Não iria virar naquele momento Jadson e Ganso. O Ganso era pouquíssimo móvel no momento e acabava encrespando o time. O Maestro deveria ter entrando mais aos poucos… ao meu ver, foi meio “goela abaixo”.

          Curtido por 1 pessoa

    • Tomara você esteja tão bom de palpite, como eu ontem estava, ao “cravar” 3 x 1 para o Real Madri… Camisa e tradição ainda pesam, em jogos decisivos… E tomara isso também se confirme, hoje à noite… rs…

      Curtir

      • Ontem foi “rabo” do CR e o famoso “quem não faz toma”. Quando o Emery trocou o inativo Cavani, o PSG começou a amassar o Real, mas faltou um melhor passe do Mbappé e sorte nas finalizações. E o DI Maria teria que entrar, o Rabiot desapareceu no segundo tempo.

        E hoje, o que importa é o vitória. Seria lindo uma goleada… faz tempo que não vemos isso por nossos lados. Mas na torcida sempre!

        Curtir

  11. CSA 0x0 São Paulo – Campeonato Brasileiro – 23/10/1977, Rei Pelé – Maceió, AL – SP: Toinho, Getúlio, Tecão, Bezerra, Marinho; Chicão, Viana, Neca; Marcos, Serginho Chulapa, Zé Sérgio
    Não custa treinar!

    Curtir

  12. Realmente é muita reclamação, eu não posso afirmar se tem algo com a idade. Eu tenho 30 anos, mas tenho amigos acima dos 40, são os que mais reclamam e sempre citam Tele Santana, faz parte, mas é o que mais vejo ao meu redor.

    Curtir

    • Pois é, William… Talvez aí esteja, realmente, a razão desse “dissabor” de grande parte de nossa torcida… rs… Os “mais velhos” viram o SP demorar 13 anos para ganhar um título (entre 1957 e 1970…), mas se sabia a razão: economizava-se até no cafezinho, para finalizar-se a construção do Morumbi… Depois vieram times horríveis do SP, entremeados por alguns muito bons (passando por Gerson, P. Rocha, Toninho Guerreiro, Muricy, Serginho, enfim…), vieram, aos poucos os títulos mais expressivos (com Minelli, a partir de 1977, e com um time só de raça, muito inferior ao vice-campeão, o Atlético/MG, do Telê…)… Veio o timaço de 1981, os Menudos de 1985, a consagração em 1986, o pragmatismo de 1991, no início da era Telê (ironia do destino…), o mundo em 1992 / 1993, um vácuo até 2005, a conquista tripla do “quintal”, entre 2006 e 2008, enfim… É ou não é para se ficar “P” da vida, vendo a que ponto deixaram chegar o SP, passados 9 anos?!…

      Curtir

    • Acho que nao cara. são os modinhas mesmo. são os torcedores de 2005 pra ca. aquela comunidade do orkut era igual.

      sao os caras que ate 2004 era corinthians, sta cruz, palmeiras, botafogo…..ou falavam q nao ligavam pra futebol…..ai o sp enfileirou 4 bons anos, passaram a se dizer sao paulinos achando q o sp ia ganhar tudo todo ano.

      dai vem os apelidos dos rivais que somos modinhas. nunca vao/foram no estadio, só ficam no sofa cornetando e pedindo sergio mota, aislan, b uvini, auro, araruna…….

      se esse pessoal pegasse a época 95,96,97,98…..vixi……..até mesmo o inicio dos anos 2000, onde formavamos bons meio campo e ataque, mas nossas defesas eram jean, julio santos, ameli, r pinheiro, cachorrao, wilsao, reginaldo araujo, claudio, j paulista…….imagine só……..

      Curtir

  13. Fortaleza EC

    Conta verificada

    @FortalezaEC
    1 hHá 1 hora
    Mais
    Há exatos 21 anos, o então goleiro do @SaoPauloFC Rogério Ceni marcava seu 1° gol. Nascia o maior goleiro artilheiro do futebol mundial, com 131 gols. O Fortaleza relembra esse importante marco na carreira do nosso treinador

    Curtido por 2 pessoas

  14. O Real foi eliminado pelo leganes na copa do rei, isso na Espanha em q real e Barça estão muito acima dos demais. Imagina Aki no Brasil em o nível das equipes é bem mais equilibrado, tem q treinar pênalti sim é deixar a soberba de lado.

    Curtir

  15. Um colega disse aí em cima que “o correto seria o Dorival criar uma rotina de treinos”.
    Na verdade, os grandes batedores de pênaltis e faltas da história sempre treinaram por conta. Há relatos de que técnicos tentavam até diminuir a quantidade de batidas de falta e pênaltis de Marcelinho carioca e Zico, com medo que eles se machucassem por treinar demais.

    Curtir

    • Bem lembrado.
      Um certo goleiro que se tornou artilheiro (por uma mesma equipe) treinava,
      por conta própria, e na maioria das vezes sozinho, fizesse chuva ou sol, frio
      ou calor, até meia hora ou 40 minutos após o treino, quando todos já tinham
      tomado seu banho e ido embora…
      E um certo técnico que se tornou Tricampeão Brasileiro consecutivo (por uma
      mesma equipe) observava o garoto (ainda naquela época), e foi dele que partiu
      a autorização para o dito menino passar a ser o batedor de faltas da equipe…
      O resto é História…

      Curtir

  16. E reforçando o que já escrevi acima:

    Marinho Chagas veio para o SP no início de 81 e ficou até final de 82.
    O LE do SP em 77 era o Antenor, um jogador forte, vindo se não me
    engano do Amazonas, e que bateu e converteu o 2o dos 3 gols de
    penalti que o SP precisou para obter seu título Brasileiro de 77, mas
    disputado em 05/03/78…
    Até me emociono de lembrar: meu falecido pai abraçando o meu irmão
    caçula com apenas 2 anos à época, enquanto eu mais meu outro irmão
    e 2 primos pulávamos gritando, felizes, em frente à TV, na sala de casa…
    Partirmo depois para a Paulista para ver a festa da Torcida…
    Bons tempos…

    Curtir

Comente aqui, Tricolor!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s