Pato: “…E quando tiver a oportunidade, o amor pode voltar”

O São Paulo enfrentará o CSA na quinat-feira pela segunda fase da Copa do Brasil e o encontro fez com que Alexandre Pato ficasse um pouco nostálgico. Atualmente jogador do Tianjin Quanjian, da China, o atacante recordou que foi contra o clube alagoana que ele fez a estreia pelo time tricolor há quatro anos.

A partida foi em 13 de março de 2014, no estádio Rei Pelé, em Maceió, pela Copa do Brasil.

“Lembro que estava nervoso, porque era a minha estreia pelo São Paulo e não seria um jogo fácil. Eu tinha que demonstrar a minha vontade de jogar pelo clube, porque era uma nova etapa na minha carreira ao deixar o rival [Corinthians, após uma passagem decepcionante]. Eu sabia que teria que fazer tudo direitinho, e felizmente as coisas aconteceram bem no primeiro jogo”, relembrou Pato em depoimento ao site do São Paulo.

“Consegui ajudar os meus companheiros e dei a assistência para o gol do Osvaldo, que nos deu a importante vitória fora de casa. E depois, com a vantagem no placar agregado, decidimos a nossa classificação [na Copa do Brasil] no Morumbi. Foi uma felicidade imensa marcar o meu primeiro gol pelo clube diante do nosso torcedor. Foi um momento mágico festejar isso diante da nossa torcida”, prosseguiu Pato em seu depoimento.

O time são-paulino saiu vitorioso por 1 a 0. Depois, como disse o atacante, venceu no Morumbi por 3 a 0.

Pato ficou no São Paulo por dois anos. Neste período, fez 102 jogos, marcou 38 gols e deu 16 assistências. O melhor momento foi no Campeonato Brasileiro de 2014, com o time sendo vice-campeão.

Deixou o time no final de 2015 e retornou para o Corinthians, clube com o qual estava vinculado. Depois foi emprestado ao Chelsea, vendido ao Villarreal e desde 2017 está na China. Mas a felicidade…

“Mesmo de longe, tenho esse carinho pelo São Paulo, que me acolheu e abriu as portas em um momento que eu precisava. O São Paulo foi amor à primeira vista. E eu não esperava que isso pudesse acontecer tão rápido. É aquele amor que sempre guardo no coração. E quando tiver a oportunidade, o amor pode voltar”, disse.

“E por isso sempre demonstro carinho pelo São Paulo, porque o clube sempre demonstrou isso por mim. O torcedor são-paulino foi fundamental na minha adaptação e no amor que sinto pelo São Paulo”, finalizou.

São Paulo e Cesa se enfrentam no estádio Rei Pelé, em Maceió, às 21h30 (de Brasília), nesta quinta-feira. O duelo será válido pela segunda fase da Copa do Brasil. Quem vencer, avança. Se houver empate a vaga será definida nos pênaltis.

ESPN

Anúncios

18 comentários

    • Pra mim ele é um daqueles caras que poderia ter brigado para ser melhor do mundo (pelo menos essa era a expectativa). Ele e Robinho foram grandes decepções que não seguraram o bastão passado. Adriano é outro que poderia ter mantido a seleção brasileira em alto nível. O Anderson também era incrível em início de carreira, mas o Manchester estragou o cara o mudando de posição. Enfim… acho que muitos jogadores tidos como craques nas últimas gerações, acabaram dando errado…

      Curtir

Comente aqui, Tricolor!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s