Necessidade de vitória na 5a deixa São Paulo alerta na Copa do Brasil

O histórico complicado na Copa do Brasil e o regulamento da próxima fase da competição deixam o São Paulo em alerta para quinta-feira, data do jogo com o CSA, em Maceió. O elenco, que não vive grande fase na temporada, está preocupado com as condições difíceis do encontro, que terá a decisão em confronto único e na casa do adversário.

O regulamento da competição estabelece que avancará para a terceira fase quem vencer a partida no estádio Rei Pelé, sem a necessidade de um jogo de volta. Além disso, ao contrário da da etapa anterior, o visitante não tem a vantagem do empate. Portanto, em caso de igualdade, a definição irá para os pênaltis.

“Essas primeiras fases são traiçoeiras, tem que tomar um cuidado maior. Tirando essas primeiras fases, tem que saber jogar muito fora de casa. Minimizar os erros”, disse o volante Hudson nesta segunda-feira. O jogador deve ser titular na vaga de Petros, suspenso, e será uma das possíveis novidades para a partida em Maceió.

O CSA foi campeão ano passado do Brasileiro da Série C está confiante pela heróica classificação na etapa anterior, quando se classificou diante do Nacional, em Manaus graças ao goleiro. Mota defendeu pênalti no último minuto e garantiu o empate em 2 a 2. A equipe alagoana tem no elenco dois ex-corintianos, os meias Boquita e Rosinei.

O São Paulo tem no histórico recente duas eliminações precoces na Copa do Brasil e que servem como alerta. Em 2016, o time estreou nas oitavas de final e foi eliminado pelo Juventude, então da Série C do Brasileiro. No ano passado a equipe caiu na quarta fase diante do Cruzeiro.

Estadão

26 comentários

  1. Estão colocando o CSA como um obstáculo difícil de ser transposto. Se o SP ganhar, vão dizer que o CSA é fraco, que não é parâmetro e tudo o mais. Vejam a alternância de jornalistas e torcedores, o pior são os jornalistas

  2. É como disse o Lugano o SPFC era o único, agora os principais rivais evoluiram e o SP ficou para trás. É a realidade. Estou apenas copiando o que disse o Lugano.

  3. Acho que não será um jogo fácil, principalmente porque o São Paulo tem um jogo mais trabalhado no meio campo, criando poucas oportunidades e não tem jogadores com características de contrataque, restando apenas pra M. Guilherme essa função.

  4. Sem querer cornetar, mas já cornetando: A que ponto chegamos heim, de ficar preocupados com um jogo contra o CSA de Alagoas. Com todo o respeito, mas essa preocupação deveria ser do CRB e não nossa. Mas vamos lá, vai. Um jogo complicadíssimo, perigosíssimo e um placar apertadíssimo: 4×0 pra “nóis”, rs

  5. Estranho seria se o jogador dissesse que o jogo estava ganho, que o CSA é uma baba e que iríamos a campo em ritmo de carnaval…

    Todo jogo, principalmente mata mata, merece cuidados…

    • SPFC transparece fraqueza, esse é um dos outros legados desses nossos dirigentes.

      A imprensa ressoa e adversário sabe e sente isso, assim todos crescem contra nós.

      • A imprensa ressoa e o torcedor incorpora (não é crítica)… acho que muito da nossa fragilidade é transmitido por eles…

        Eu não me importo com a imprensa e o que ela transmite…

        • A falta de títulos e de rumo demonstra a fraqueza, não precisa o torcedor transparecer ou não.
          Sem contar a retrospectiva recente em clássicos

          • A falta de títulos nem sempre é o resultado da fraqueza de um clube… já vi times “imbatíveis” que não ganharam nada e times modestos, campeões… acho que assim como em qualquer esporte, aquele que não acredita, nem deve acompanhar, é perda de tempo… Já passamos temporadas ganhando clássicos mas sem resultados práticos.

    • Exato. O que tem que acontecer é esse discurso de respeito ocorrer na prática. O SP indivualmente nem dá para comparar com o CSA, mas as zebras existem porque o maior entra relaxado. Sem falar que o CSA é muito rápido e chato na marcação, além do que os caras querem se mostrar para outros mercados. Concentração nesse jogo não faz mal a ninguém.

  6. CSA é o atual campeão da série C e forte concorrente na série B, pode não ter grandes jogadores mas está taticamente melhor preparado que o São Paulo, por exemplo (o que é ridículo, pois teríamos que está taticamente melhor).

    Se o São Paulo estivesse bem taticamente eu apostaria até em goleada (igualando na tática a diferença técnica é absurda).

    Outro ponto, CSA joga pelo empate para levar para os pênaltis. Portanto, se souber se fechar tem boas chances de conseguir o empate, vez que a criação de lances de gol pelo São Paulo e escassa e apresenta muita dificuldades contra defesas bem fechadas (onde jogar com os laterais, ter velocidade, deslocamentos rápidos e jogadas ensaiadas fazem toda diferença).

  7. Jogo bastante difícil que precisa ser encarado com muita seriedade e muita colaboração por todos os setores do time. Precisamos ter em conta que o time está ainda sendo montado e nesta fase todo cuidado é pouco.
    Claro que existe uma grande diferença técnica mas que as vezes é compensada com luta e suor, portanto muita atenção nesta hora. Do outro lado estão onze homens defendendo seu trabalho, seu clube e sua família.
    Respeito e atenção nunca serão demais !!!!!!!

  8. Não vive grande fase na temporada?? Que temporada?? O ano acabou de começar!! Nosso ataque e meio foi todo modificado, ou seja, trouxemos vários jogadores que ainda não se conhecem (em campo). Ainda é cedo pra falar de “má fase”!
    Aliás, é só olhar os outros times, estão todos, com exceção do Palmeiras, que também não tá jogando pelo plantel que tem, tropeçando e fazendo partidas abaixo do esperado.
    Tem que respeitar o CSA? Sim, mas pô, aki é São Paulo!!
    Torcedor que fica falando que vai cair ou cornetando em 7 jogos não é torcedor!
    O time vai entrosar, acredito nisso!!

Deixe uma resposta