Com febre, Militão não treina e pode virar desfalque na Copa do Brasil

O São Paulo se reapresentou para treinamentos nesta segunda-feira, após dois dias de folga. E retomou os trabalhos com um problema: o lateral-direito Éder Militão, com amigdalite, não participou das atividades.

O atleta apresentou febre à noite e não teve condições de treinar. Se o incômodo persistir, pode ser problema para o jogo contra o CSA, quinta-feira, pela segunda fase da Copa do Brasil. Caso não possa atuar, Bruno será escalado.

A volta aos treinos teve forte atividade física, com exercícios de equilíbrio e força. Depois, Dorival Júnior montou a equipe titular, com Bruno Alves mantido na zaga – Anderson Martins, recuperado do problema muscular que teve contra o Madureira, treinou entre os reservas.

Petros, suspenso, está fora. Hudson fica com a vaga. O time terá Sidão, Éder Militão (Bruno), Rodrigo Caio, Bruno Alves e Reinaldo; Jucilei, Hudson e Nenê; Marcos Guilherme, Diego Souza e Cueva.

GE

10 comentários

  1. Melhoras ao jogador.
    Se for desfalque mesmo, prefiro que Hudson faça a lateral direita e um garoto (Araruna ou Pedro) jogue no lugar do Petros.

  2. Como precisamos ganhar pode colocar o Valdivia pela direita revezando com o Marcos Guilherme, mas com Bruno não dá. Mas duvido q passe pela cabeça do limitado Dorival Jr qualquer nova ideia

  3. Esse Araruna é fraquíssimo, alguém disse um dia para ele que seria jogador profissional de futebol e ele acreditou, deve ter padrinho muito forte nos bastidores do futebol, tipo Bruno Uivini.

    Se ele já concluiu sua faculdade, melhor seguir outra carreira, típico jogador que vc olha nele e vê jogador almofadinha, joga video game, come danoninho no café da manhã …..

Deixe uma resposta