Militão: Prioridade máxima no São Paulo

O São Paulo negocia a renovação de contrato do garoto Éder Militão, de apenas 20 anos. Titular absoluto do time formado pelo técnico Dorival Júnior, o volante improvisado como lateral-direito desde o segundo semestre do ano passado, é uma das prioridades da diretoria neste momento e, inclusive, já fez uma proposta para o atleta.

Depois de terminar a última temporada em alta com a torcida, Militão foi sondado por clubes europeus, mas nenhuma proposta oficial chegou ao clube do Morumbi. Apesar de ter vínculo com o garoto até janeiro do ano que vem, a diretoria tricolor sabe que se o garoto mantiver a regularidade, o interesse estrangeiro aumentará proporcionalmente.

Diante deste panorama, os são-paulinos conversam com os representantes do defensor para chegarem a um acordo. Os valores e condições da proposta feita pelo São Paulo ao atleta não foram divulgados, mas a expectativa interna no clube é de que Militão aceite e renove seu vínculo contratual.

A pressa do São Paulo não é à toa. Jogador das divisões inferiores da seleção brasileira enquanto estava na categoria de base, Militão chegou com personalidade ao time de cima. Depois de jogar como zagueiro e volante com Rogério Ceni, o técnico Dorival Júnior o escalou como lateral-direito e, desde então, não deixou a equipe titular.

Atualmente, Militão é o jogador do elenco que mais desarma os jogadores rivais. Ao todo, nos seis jogos que disputou na temporada fez 13 desarmes. Média de mais de dois por partida. O lateral também é, ao lado do garoto Brenner, o atleta que mais recebe faltas: 8 ao total.

L!

8 comentários

Deixe uma resposta