São Paulo fecha porta para sondagem da China por Cueva e quer vê-lo se reinventar

São Paulo recebeu uma sondagem de um clube da China, de nome não revelado, interessado em negociar a compra do direito de preferência por Cueva.

Havia uma sinalização de que os chineses poderiam pagar entre US$ 500 mil (R$ 1,5 milhão) e US$ 1 milhão (R$ 3,1 milhões) pelo dispositivo, mas o Tricolor descartou a possibilidade.

Nos bastidores do clube, há a informação de que uma oferta poderia ser enviada ao São Paulo nos próximos dias, mas isso não se confirmou.

Embora os recentes episódios envolvendo Cueva tenham irritado dirigentes internamente, há quem seja favorável à venda e quem espere que o jogador possa se reinventar.

Cueva foi barrado do terceiro jogo seguido, desta vez contra o Madureira, nesta quarta-feira, pela primeira fase da Copa do Brasil. O executivo de futebol Raí disse que a decisão de barrá-lo foi da diretoria.

Nesta terça-feira, o presidente Carlos Augusto de Barros e Silva, o Leco, comentou sobre a situação de Cueva.

– Vi positivamente. Em relação ao que o Raí disse, ele é o reflexo, espelho exato do que pensa a instituição. Foi tratado comigo. Há perfeita sintonia e entendimento. Entendo que a obra na vida passa por momentos melhores, difíceis, percalços, desvios em alguns momentos, mas temos de ter grandeza e entendimento para discernir o que é importante. O fundamental não é o que é importante para o futebol do São Paulo, mas para a instituição e pessoas envolvidas. É possível desenvolver ações e expectativas para melhorar a relação, o que é fundamental. Ao clube, interessa preservar ativos não só por interesse comercial, mas pelo que pode produzir em prol do clube e da torcida.

Relembre o caso

O São Paulo recusou uma proposta do Al-Hilal, da Arábia Saudita, pelo meia Christián Cueva. A oferta era de 7 milhões de euros (R$27,8 milhões), com uma promessa verbal de que poderia chegar a 8 milhões de euros (R$ 31,8 milhões).

Em nota em seu site oficial, o São Paulo disse que o peruano, então, solicitou que não fosse relacionado para o jogo contra o Mirassol, quarta-feira passada. E acabou sendo atendido.

O peruano usou uma rede social para dizer que queria jogar, e como titular, mas que, ao ver que sseria reserva, pediu para não ser relacionado. Na sequência, porém, ele acabou apagando a postagem.

Em entrevista ao SporTV, o meio-campista pediu desculpas e disse que continuava focado em ajudar o São Paulo, mas não foi relacionado para o clássico contra o Corinthians, no último sábado, no Pacaembu.

Copa do Brasil

Nas duas primeiras fases, haverá apenas jogos de ida. O mando de campo será do time de pior colocação no ranking da CBF – no caso, o Madureira, que levou o jogo para Londrina atrás de uma renda maior. Em caso de empate nesta quarta-feira, o visitante (São Paulo) avançará. Na segunda fase, o empate será decidido nos pênaltis.

GE

31 comentários

  1. Leco sendo Leco, miseravelmente Leco.

    Falou …, falou …, falou e não disse absolutamente nada, credibilidade zero.

    Acredito que se “pintar” proposta, levam Cueva para a Rússia, Quirguistão ou Zimbabwe.

  2. Se o valor for interessante sou a favor de que seja vendido sim. Além de maior tempo pra adaptação de uma possível reposição, vai ser muito pior montar um time com o Cueva sendo uma das peças importantes e ele sair no meio do ano…

    Acho que pisar na bola acontece e tudo mais, mas o Cueva passou e muito dos limites. Ano passado claramente fora de forma, não aceitar a reserva, 6 dias de atraso na reapresentação..

  3. O discurso de Rolando Lero tem exatamente a mesma característica. Ele dispõe de um vocabulário rebuscado e elitizado, mas que demonstra ser pobre de conhecimento. Seu discurso é uma tentativa de ludibriar o professor.

  4. Não é hora de vender Cueva.
    Cueva precisa se condicionar e recuperar o espaço perdido no time.
    Teremos um time titular, se tudo der certo capaz de não passar vergonha nesse campeonato Paulista. Porém, título é mto difícil, até pq estamos em eterna reconstrução.

  5. Agora é aguardar e observar o peruano para ver se ele entra na linha mesmo pois, se fosse em outros tempos ele não servia nem para reserva no tricolor, mas para o baixo nível técnico que se joga aqui no Brasil ele consegue se destacar como armador e o hoje o time precisa dele pois sem ele fica sem profundidade e não consegue furar a retranca adversária como aconteceu contra o Corinthians no domingo e no empate em casa contra o forte Novo Horizontino. Veja a que fundo do poço chegou um clube que um dia foi um dos melhores do mundo.

Deixe uma resposta