São Paulo deve emprestar Daniel para a Ponte Preta no Paulistão

Sem espaço no elenco formado pelo técnico Dorival Júnior para a disputa do Campeonato Paulista, Copa Sul-Americana e Copa do Brasil no primeiro semestre deste ano, o meio-campista Daniel está próximo de se transferir, por empréstimo, para a Ponte Preta e disputar o torneio estadual no interior.

Depois de voltar do Coritiba, clube que defendeu no Brasileirão do ano passado e acabou rebaixado para a Série B desta temporada, o jogador não conseguiu conquistar seu espaço no retorno ao Tricolor do Morumbi. Inclusive, nem sequer se apresentou com os demais atletas do elenco. Clubes como América-MG e Sport sondaram o atleta, mas as negociações não evoluíram conforme o esperado.

Raí, o diretor executivo de futebol do São Paulo, é quem está tratando da negociação com a Ponte Preta. O clube campineiro não tem condições de pagar integralmente os salários do jogador e, por isso, só receberá o reforço se a equipe do Morumbi se responsabilizar por 100% dos vencimentos do meia. Ex-zagueiro do São Paulo, Ronaldão é o atual diretor de futebol da Macaca e aposta na boa relação com seu ex-colega para concretizar o negócio.

Revelado pelo Botafogo, o meio-campista foi contratado pelo São Paulo em dezembro de 2014 e assinou por três temporadas. As recorrentes lesões e a quase sempre forte concorrência em sua posição fizeram com que o atleta tivesse poucas chances no Tricolor (16 jogos e nenhum gol anotado).

O estafe do atleta o orientou a jogar o Campeonato Paulista, considerado por muitos como o estadual mais forte do país. O planejamento é de que Daniel consiga fazer boas atuações defendendo as cores da Macaca e consiga convencer a comissão técnica do Tricolor de que tem condições de voltar a jogar pelo São Paulo no segundo semestre.

 L!

38 comentários

  1. Esse técnico da lusinha foi da base do curiquinha por bastante tempo…

    Se não me engano o pai dele foi envolvido num escândalo de agenciamento de um dos moleques.

  2. Fico vendo a galera pedindo contratações como se o São Paulo fosse formar um super elenco como o time da Crefisa. Esqueçam! Atualmente não tem como o Tricolor montar, no papel, um elenco melhor que o deles ou até mesmo que o do Flamengo. Mas também não precisa achar que é o fim do mundo e que o time vai cair para a série B, pois se for olhar só no papel, este elenco também é melhor do que mais da metade dos times do Brasileiro (ano passado também era).
    Esperar a vinda de um técnico ou o retorno de um ídolo (antigo ou novo) para carregar o time nas costas e quebrar o jejum de títulos também é muito utópico. E a base também não vai resolver todos os nossos problemas. Não é sempre que se acha um novo Kaká, um novo Lucas e etc, apesar de que ela pode nos fornecer bons jogadores que supram algumas carências, como o caso do Militão na LD, e jogadores que possam compor o elenco até amadurecerem e ganharem a titularidade.

    A única solução que vejo é esta: um conjunto forte que jogue junto há bastante tempo. E para isto, além da continuidade de trabalho com Raí e Dorival, o São Paulo tem de encontrar uma forma de reter jogadores.
    Ano passado nós tivemos diversos exemplos de times que jogavam bem e até ganharam títulos por ter um time jogando bem em cima de uma ideia de jogo defensiva, como as Gaivotas, ou ofensiva como o Grêmio.
    Alguns podem dizer que eles tinham o jogador X ou Y que jogou muito e que facilitou o time a ganhar títulos, mas eu sou da opinião que um time arrumado que jogue bem é que faz com que esse jogador X ou Y se destaque. E nós temos jogadores com potencial para se destacar. O Cueva poderia ser nosso Luan na Libertadores, Lucas Fernandes ou Shaylon poderiam muito bem ser um Arthur e assim por diante.

    • Perfeito. Também venho dizendo isso: continuidade, pés no chão, contratações pontuais, entrosamento, estilo de jogo definido, manter o técnico, apostar nos melhores da base…

      Mesmo quando fomos tricampeões brasileiros (principalmente em 2008) nosso elenco nem era lá grande coisa, mas a estrutura de jogo era muito forte…

  3. Aplausos para Dorival que recusou Quintero . Perdeu meu respeito , mostra ser um técnico mais do mesmo . Tem que ser muito trouxa pra recusar um jogador do nível do Quintero

  4. Dorival recusando Quintero kkkkkkkk , esse é o técnico do SPFC , que acha que tá podendo recusar o Quintero . Dispensar Aderllan , Bruno , Bruno Alves , Maicosuel ele não quer , mas recusar jogador bom ele quer . Patético

  5. Qual a lógica de emprestar o Danilel pra Ponte e pagar todos os salários?
    Pelo que lembro, a ponte tá no mesmo grupo do SP no paulistão: reforçando adversário direto
    Deve ter algum detalhe não divulgado porque isso não tem sentido nenhum!

      • Não sei se vale a pena a vitrine porque o contrato é só até o final do ano… aí, no meio, ele já pode assinar um pré-contrato. Além disso, se a ideia é vitrine, podia ter emprestado pra um clube que não fosse adversário direto.

        Isso que digo.. deve ter alguma info que não sabemos… não tem sentido esse empréstimo gratuito.

Deixe uma resposta