São Paulo vence o Vitória e está nas semifinais da Copa São Paulo 2018!

Nos penaltis, o São Paulo após um empate em 2×2 no tempo normal com assistências de Liziero e gols de Toró, venceu o Vitória.

Agora é esperar Santos ou Internacional para a disputa!

O jogo eletrizante marcou dois times organizados e valentes que mereceriam passar.

O Tricolorzinho dará trabalho e buscará o título.

Blog do São Paulo

 

68 comentários

    • Eu acho que o favorito é o Palmeiras não só pela bola e por ser o campeão paulista da categoria mas também porque é um time muito forte na parte física. Ainda mais com a maioria dos outros times sendo desfalcados com a garotada indo integrar o time que vai disputar o paulista…

      Ainda bem que só pode cruzar nosso caminho em caso de final.

      • Também acho o Palmeiras. Além desse fator físico, tem três jogadores de alto nível na frente, um zagueiraço e um elenco quase completinho. Já nós acabamos com um grupo mais curto, muitos atletas com idade suficiente pra jogar (e de qualidade) no profissional.

    • Estavam jogando 3 jogos por semana. Todos decisivos. Usar o banco foi a grande sacada do Jardine. Ele muda e time joga mais, ataca mais, é mais perigoso.

      Eu não aplaudo porque ganhou, eu aplaudo porque não desistiu, não perdeu a cabeça, jogou sempre com coragem e determinação.

      Time foi estável. Em outros anos goleava alguns jogos e desaparecia em outros. Não sei se vai ganhar o titulo mas está bem. Bem preparado. Palmas para a equipe tecnica.

    • Eu prefiro o Helinho entrando no segundo tempo quando com a defesa dos caras mais cansada.

      Foi assim que o Antony se destacou na copa Ipiranga.

    • Helinho tem cara de quem vai ser aqueles jogadores meio mascarados que cavam faltas, dão tapa diferente e só correm quando querem hahaha
      Mas tecnicamente talvez seja o melhor do time, apesar de ser o caçula deste elenco ao lado do Anthony.

  1. Tudo bem que na base ganhar não importa, o importante é revelar e bla bla bla…
    Mas como faz a gente sofrer e torcer…na hora do jogo não tem essa não.

    • Na base o importante é revelar, mas na hora do jogo o torcedor quer a vitória a todo custo. haha
      No profissional o paulistinha não importa, mas perder derruba técnico. haha

      Sãopaulino fica incomodado até com derrota no sub-15 se for televisionado. E está certo. haha O problema são as críticas infundadas.

  2. Liziero de volante será um grande jogador, Toró, Igor, Walce e Cássio podem ser úteis tbm. Antony e Helinho são mais jovens, devem disputar mais competições ainda na base

  3. O Igor precisa aprimorar a parte física. Não conseguiu nem alcançar o Toró na comemoração do primeiro gol. Nessa função de criar jogadas, quem tá resolvendo brilhantemente é o Liziero. Repetindo o que já comentei: me lembra o Leonardo.

  4. Esse liziero lança e cruza muito bem. Desse time, vejo ele e Helinho como destaques. Não gostei da zaga hoje, ao ser exigida pelo bom time do Vitória mostrou insegurança.

  5. dizem que o SPFC está acertando a contratação do Nenê . Não sei o que dizer . Para elenco é ótimo , mas não sei como ele está fisicamente . Ele seria muito importante para a molecada da base

  6. Se o Petros, vulgo Pai de Família, bobear o Liziero atropela ele e vira volante titular. O que esse moleque joga na base é brincadeira…

    Toró, Toró.. eu não botava nem um pouco de fé e ele calou minha boca com gosto. Nao é só pelos gols. Tá jogando muito, cruzando bem, se movimentando bem…

    Vale mais uma vez elogiar o Jardine. A molecada tá sabendo se movimentar, se posicionar, inverter bola, cadenciar e acelerar o jogo, acertando os fundamentos. Tá mais do que provado que apesar de sempre termos um dos elencos mais fortes, a gente ganha pelo coletivo mesmo

    O time do Vitória também é muito bom. O goleiro além de ótimo debaixo da trave tava dando lançamento de deixar armador com inveja. Olho nesse técnico dos caras, quando eventualmente o Jardine assumir o time de cima, ele pode ser um bom substituto.

    • O Toró, a meu ver, tem muitas deficiências técnicas, sei lá… você vê o Liziero dando um passe, dominando etc. e compara com o Toró e vê a diferença. Pode ser que evolua, mas não é um jogador que me anima…

      Quanto ao Liziero, realmente, depois dessa Copinha seria muito bom já mandá-lo pra treinar com os profissionais e compor o elenco; não há por que ficar perdendo tempo… A não ser que o Jardine ache que seria ideal pra ele mais algum tempo no time de baixo, porém esses jogadores de muito destaque em geral sobem logo pro time de cima: é só pensar em Brenner e Cipriano.

      • Ah sim, o Toró não é nenhum primor técnico, mas se você comparar com o que ele tava jogando ano passado, ele já melhorou bastante, faz uma boa copinha, pode não virar nada, mas tem jogado bem ultimamente.

  7. Voltei do jogo agora. Sacanagem terem mudado o jogo para 16h. Sol dos infernos aqui em Ribeirão. Torcida de parabéns, dando show. Abraçou o time, incentiva o jogo inteiro. Poderiam fazer no Paulista e levar os jogos para o interior. A torcida abraça mesmo. Vitória na raça, parabéns !!!

  8. Comentários…

    – Jardine continua sendo nota 10. Suas equipes tem uma filosofia e ele jamais abdica dela. Aliás penso que time profissional e time júnior deviam trabalhar dentro do mesmo esquema e filosofia de jogo, pois quando são promovidos ao profissional a garotada já sabe como deve atuar.
    – Guardadas as devidas proporções, Liziero lembra Hernanes e Toró lembra Grafite…
    – Ok, as Peppas devem até estar na final e com muita força pra ganhar… Mas hoje, provavelmente, eliminamos a melhor equipe da Copinha. Tivemos cabeça para ir atrás do resultado por 2 vezes, e nos penais, apesar do calor intenso, levamos vantagem sobre os
    garotos baianos. Foi um grande adversário!!
    – Como já disseram aí: jogador da base é pra ser formado e alimentar o time profissional, e mais tarde o caixa do clube… Mas quando eles vestem a camisa que entorta varal, e começam a correr atrás da bola, o nosso sofrimento e torcida é o mesmo, realmente…

    Valew Tricolorzinho!!
    Agora é Semi!!

    • Jardine é um cara pra ser técnico do profissional logo. O modo de pensar o jogo, formar a equipe e substituir é impressionante. Fora a postura, o modo de lidar e outras coisas q nao aparecem tanto mas fazem parte de um todo.
      Por mim, ele deveria ser integrado ao profissional, pra saber como é o dia a dia la, pros jogadores conhecerem e ficar ambientado.
      Como acho que o Dorival tem vida curta, ele estaria apto a assumir assim que precisar. Temos um elenco que parece bem de grupo, oq facilitaria pra ele. Fora toda a molecada q ele conhece. Tenho certeza que nos, torcedores, ficaríamos felizes com seu estilo de jogo.

      • Quando o Bauza saiu e ele assumiu, entendi que tinha que continuar…
        Mas infelizmente não foi o que ocorreu.
        Hoje entendo que ele está onde deveria, ou seja, preparando garotada pro profissional, e onde ele tem chance de ousar e arriscar mais, uma vez que não é uma obrigação ter que ganhar, e sim revelar.
        Só penso também que deveria haver uma maior afinidade entre Base e Profissional, com técnicos possuindo a mesma filosofia de jogo, sendo que a
        garotada subia já entrosada e sabendo como iriam atuar. O Flamengo fez muito isso no final dos 70 e início dos 80, e veja o resultado deles na época…

    • Aah, e o Toro lembra o Grafite mesmo. Nao tem la tanta técnica, as veses a gente ate duvida da capacidade, mas quando menos se espera, guarda o dele, ate mesmo com golaços.
      O Liziero nao sei nao quem lembra….mas fazia tempo que nao via alguem fazendo lançamento bem aasim. Principalmente pegando na bola como ele pega, por baixo. Otima visao de jogo ele tem.

  9. Não sei se o Toró será aproveitado.
    Muitos atacantes bons da base não foram aproveitados: Lucas Gaucho, Joanderson, Ewandro, Pedro Bortoluzo.
    E já contamos com o Brenner.

    Quem será aproveitado:

    Antony.
    Helinho.
    Liziero.
    Walce.

    Só não sei se Antony, Helinho, Liziero e Walce serão testados no Paulista ou vão jogar a Libertadores.

  10. Os meninos estão muito bem. Mas ontem deram muita sorte. O adversário jogou bem melhor e controlou o jogo como quis. Os nossos meninos conseguiram o empate na base da vontade e da raça (algo que as vezes eu sinto que falta ao time de cima). E nos penalties ganharam na boa. Daqui pra frente a dureza aumenta. Vamos torcer.

Deixe uma resposta