Saídas de jogadores colocam em risco planejamento do São Paulo

Depois de fechar o ano em alta com a boa campanha no segundo turno do Campeonato Brasileiro e o estádio cheio, o São Paulo enfrenta um momento grande dificuldade no começo de 2018. O planejamento do clube está ameaçado pelas baixas de peças importantes, como a saída do meia Hernanes, comunicada nesta sexta-feira. O melhor jogador do time na temporada passada vai precisar se reapresentar ao Hebei Fortune, da China.

A despedida do jogador integra um contexto de grandes problemas. A contratação mais cara de 2017, o atacante Lucas Pratto, tem chance de se transferir para o River Plate, da Argentina. Já o camisa 10 do São Paulo, o meia peruano Cueva, está em Lima para gravar ações publicitárias, ainda não se apresentou para a pré-temporada e parece já estar com a cabeça na Copa do Mundo.

“O Cueva nos comunicou do atraso, mas talvez não com a antecedência ideal”, afirmou o diretor de futebol Raí, um dos exemplos das mudanças acidentais no planejamento do São Paulo. O ex-meia assumiu a função em dezembro para substituir Vinícius Pinotti, o responsável por iniciar as primeiras ações de rascunho do elenco para 2018, mas que deixou a função por divergências com o presidente do clube, Carlos Augusto de Barros e Silva, o Leco.

Na manhã desta sexta, o time realizou o primeiro treino aberto à imprensa no ano e na sequência realizaria a apresentação do novo coordenador de futebol, Ricardo Rocha. No entanto, a entrevista coletiva acabou adaptada. Raí e Hernanes foram tirar dúvidas sobre a despedida do jogador.

Apesar de ter assinado vínculo por empréstimo válido até junho, o meia precisará sair, pois o clube chinês se valeu de uma cláusula no acordo para exigir o retorno. “Foi aquela máxima do Juscelino Kubitschek, de viver 50 anos em cinco. Foram três anos em seis meses. Foi muito bom, muito intenso e vitorioso”, disse, em tom de lamento.

Raí garantiu que tem conversas com reforços para repor a perda. “O torcedor pode ficar tranquilo e confiar em mim. Estamos com várias possibilidades, negociações em curso. Vamos fazer contratações estratégicas e precisas”, disse. Quem tem negociação avançada é o atacante Diego Souza, do Sport.

O diretor confirmou que o atacante Lucas Pratto demonstrou interesse em ir para o River Plate. Se os argentinos apresentarem uma proposta convincente ao São Paulo, o negócio será fechado. O meia Thomaz interessa a dois times chilenos e também pode sair.

Manter os jogadores por um longo período tem sido um desafio para o São Paulo nos últimos anos. Desde 2015, cerca de 50 atletas deixaram o time profissional seja por vendas, empréstimos ou encerramento de contratos.

O departamento de futebol ainda trata como indefinidas as situações de alguns jogadores. O atacante Wellington Nem se recupera de cirurgia no joelho direito e não sabe se terá o empréstimo renovado ou se volta ao Shakhtar Donetsk.

Entretanto, as mudanças no elenco para 2018 não ficar restritas aos jogadores. O clube ainda aguarda a resposta do uruguaio Diego Lugano sobre o convite para ser dirigente. Como ele ainda está de férias, não comunicou se vai encerrar a carreira de jogador e topar trabalhar no clube como gerente de futebol, junto com Raí e Ricardo Rocha.

Estadão

46 comentários

  1. Boa noite, tricolores.

    Não acho que coloquem o planejamento em risco, porque não parece que temos um planejamento. Para colocar algo em risco, primeiro, precisa tê-lo.
    Planejamento começa, o mais tardar, em novembro e já está adiantado (pelo menos) na semana de volta aos trabalhos.
    Presenciamos várias especulações e apenas uma contratação e uma aquisição de um jogador em definitivo após seu empréstimo. No entanto, esse saldo não é positivo, pois, estamos perdendo nosso principal jogador do campeonato Brasileiro 2017 por uma cláusula no contrato que parece que não foi pensado na alternativa do clube chinês em pedir o Hernanes de volta. Além disso, estamos perdendo nosso principal jogador de ataque, que após o nosso presidente dizer que ele era inegociável, parece ceder as negociações e a grana.
    Alguns vão dizer que no caso do Pratto, a vontade do jogador está contando e isso é evidente, porém, deve ser feito um plano para que caso haja interesses de outros clubes em nossos jogadores como iremos manter a cabeça desse jogador focado aqui. Parece que qualquer proposta que aparece os jogadores já quem ir, então, parece que tem algo errado.
    Pra finalizar, a questão do Nem. Como não está definido a situação do jogador? Ou ele volta para o Shakhtar Donetsk, ou tenta um novo empréstimo, isso é questão de planejamento. Na minha opinião, ele já mostrou ter técnica em sua carreira, talvez, com um trabalho especial, para parar de ser um jogador de DM, e sem a pressão de ter que ser uma estrela, ele pode voltar a sua melhor condição técnica.

    Saudações tricolores!

  2. 5 anos no atlético mineiro ? e cadê a tal renovação com o SPFC com passe fixado ?

    mas estou no aguardo da nota oficial do SPFC kkkkkkkkk…

    ps: eu não duvido que o Leco jogou na lata do lixo 2 milhões de reais do SPFC e deu de graça ou vendeu bem, mas bem baratinho para as galinhas mineiras o Maidana

  3. Fechar o ano em alta?

    Querem enganar a quem?

    E mais: esse roteiro é mais previsível que os filmes do Michael Bay. Muda o ano, mudam os diretores, mas o presidente – infelizmente- ainda é o mesmo.

    Enquanto ess crápula estiver no comando, vai ser assim.

    Pinotti, Gustavo e agora Raí. Quanto tempo pra ele sair?

  4. E qual a novidade? É o mesmo filme dos ultimos anos. A chance de ser campeão com esse metodo de trocar jogadores de 6 em 6 meses todos sabemos que não da certo.
    Não existe uma receita para ser campeão,mas com certeza uma das formulas basicas é manter uma base de time por uns 2 anos.

    Agora no São Paulo cada semestre é uma reformulação. Sei que por exemplo no caso do Hernanes é impossivel segurar e tudo mais, porém sempre que der sou totalmente a favor de manter todo mundo e não vender ninguem. Ficar trocando não adianta, 2018 ja começou pior que 2017.

    • se o Maidana foi usado para abater a dívida com o atlético mineiro, apesar de eu lamentar que iremos perder uma boa promessa pra zaga, ae serei obrigado a dizer que a diretoria agiu bem nessa

      mas é isso que dá raiva, ninguém fala nada lá no SPFC !!

      o torcedor fica descobrindo as coisas através da mídia, em fragmentos de informações pq lá no SPFC tudo é feito na surdina, ninguém abri o bico pra esclarecer nada !!

      é complicado isso, mas estou no aguardo de alguma nota oficial

      • O cara foi fazer exames hoje, se aprovado assinarão contrato. Deixa assinar para vermos o que foi.
        Ontem falei aqui que haviam duas versões: empréstimo ou compra com passe por cinco anos.
        Aparentemente, Maidana (contrato até setembro) foi usado para abater a dívida do Pratto. Resta saber qual o tamanho da redução.

        Infelizmente sua negociação fraudulenta impediu que ele jogasse aqui e somente um inconsequente permitiria a inscrição e atuação do atleta diante das consequências jurídicas.

        Acredito, sinceramente, que será um bom zagueiro, que terá uma boa carreira, mas seu não aproveitamento aqui deve ser EXCLUSIVAMENTE a Carlos Miguel Aidar.

  5. Caso Maidana tem muito misterio que o envolve, como outros casos que ja tivemos.
    No ouitro post um torcedor disse que acha que reforços virao, porque o Rai nao mente.
    Acho que nao mente mesmo, porem ele trabalha para o pinochio.

  6. E a reunião do Diego Souza com a direção do Sport que era pra hoje a tarde no Recife, será que teremos alguma definição ou só na segunda alguma informação?

  7. Ontem um amigo me respondeu: Mas só tem profeta do apocalipse.

    Eu não entendo a cabeças de algumas pessoas.
    É muito conformismo.
    É muita aceitação.
    É muito comodismo.

    Não é profeta do apocalipse.
    O São Paulo está mau, doente.

    São 5 anos sem títulos, 2 anos lutando contra rebaixamento, eliminações precoces.

    E 2018 começou muito mau.
    Isso não é profeta do apocalipse.
    Vamos aceitar a realidade e cobrar providencias.
    Antes de perder clássicos, antes de ser eliminados precocemente de campeonatos, antes de mais uma vez ficarmos em zona de rebaixamento, vamos cobrar providencias.

    • E antes também de repetir os erros de anos anteriores que são: Contratar durante a competição, lamentar o final da janela de transferência, contratar jogador da serie B, contratar jogador machucado e por fim, quando contratar um bom jogador que não seja emprestado por alguns meses.

  8. Presidente mau caráter, corrupto e incompetente, oposição inexistente, organizada comprada…a esperança tá no Raí e na molecada pelo menos até 2020.

  9. O ano de 2017 foi desastroso e a gente já vinha sofrendo nos anos anteriores. Muito tempo sem títulos e vendo as jóias da base sendo vendidas sem que a dívida nunca acabe. Aí 2018 começa com esse tanto de notícias ruins… a paciência da torcida que apoiou o time incondicionalmente uma hora acaba.
    Eu nunca liguei para o paulistinha, mas do jeito que andam as coisas, já ficaria satisfeito de só ter esse título no ano.

  10. Planejamento com selo de qualidade original “Leco”. Qualidade bem duvidosa. Já virou tradição, já virou rotina, já virou marca registrada.

  11. Grande problema hoje pra mim é o fato do São Paulo somente reagir ao mercado de transferências, ou seja nunca vemos ações antecipadas visando possíveis perdas. Nós como torcedores não sabíamos da cláusula do Hernanes, mas a direção sabendo da cláusula e tendo em vista a bola que ele jogou nesses seis meses por aqui devia ter se antecipado e buscado alternativas. A possibilidade de queda pra série B nunca poderia ter paralisado todo planejamento, pois mesmo que caisse o São Paulo não fecharia as portas. É como uma empresa deficitária que deixa de fazer planos a longo prazo. Resultado disso é outro ano de prejuízos.

    • Quais os jogadores sairão para essa meta de venda de R$ 90 milhões, isso é um absurdo, arrecadamos mais de R$ 750 milhões de vendas em 10 anos, e estamos atolados em dívidas, esse clube tem que ter intervenção e punição para os culpados. Maidana foi só a ponta do Iceberg.

  12. Ultimamente os comentários que mais foco é no Takei, Sato e Alagoano ou qualquer outro que demonstram serenidade nos comentarios. Não que tenha preconceito, mas é um saco ver comentários de pessoas que parecem torcer contra a instituição e qualquer bobagem da diretoria parecem soltar fogos de alegria para dizer “Viu, essa diretoria é um lixo”. Até concordo que a diretoria é uma coisa que deveria sair para entrada de alguém responsável e competente, mas querendo ou não, o SP é o SP. Não gostamos do Leco, mas temos que torcer/orar para que ele faça escolhas certas sempre.

Deixe uma resposta