São Paulo repete 2017 e mantém treinos fechados no início da temporada 2018

Assim como em boa parte de 2017, o São Paulo iniciará a temporada 2018 treinando sem a presença da imprensa. A equipe retorna aos trabalhos na manhã desta quarta-feira (3), mas os jornalistas só terão acesso ao CT da Barra Funda na sexta-feira.

Nos dois primeiros dias, os jogadores trabalharão em dois turnos. Na sexta, a atividade acontecerá pela manhã e poderá ser vista pela imprensa. Após o treino, Ricardo Rocha será apresentado oficialmente como coordenador de futebol do Tricolor. Ele já trabalha no cargo desde a última semana.

No último ano, os jornalistas se acostumaram a não ter muitas informações sobre os treinamentos do São Paulo. Tanto com Rogério Ceni quanto com Dorival Júnior, as atividades eram na maioria dos dias fechadas ou só podiam ser acompanhadas durante os primeiros minutos. Além disso, as entrevistas coletivas deixaram de ser diárias na temporada que ficou marcada pela briga contra o rebaixamento.

Goal.com

Anúncios

27 comentários

    • Só não sei se o Small concordaria em cedê-lo para um rival do próprio estado… Mas que o Mendoza teria lugar no elenco do SP, sem dúvida… Olha lá se não se tornasse titular, no lugar do Marcos Guilherme…

      Curtir

  1. O velho e o novo

    Antigamente, os treinos eram os chamados “coletivos”, nos quais o técnico colocava em prática as jogadas previamente estudadas, chamava atenção sobre o posicionamento em campo, sobre detalhes de movimentação, escanteios, faltas, impedimentos, fazia repetir certas situações para aprimorar jogadas, trocava e experimentava jogadores, etc. No fim, o que valia mesmo era a capacidade técnica de cada um, porque a capacidade física, a intensidade e a movimentação em campo eram muito reduzidas e tidas como secundárias.

    Hoje, as coisas mudaram. A técnica futebolística ficou nivelada por baixo (os bons valores vão embora cedo do país e voltam os que geralmente não vingaram no exterior como gostariam), a disputa física e a intensidade imperam mostrando sua força e desequilibrando as ações adversárias. O conjunto do time de futebol passou a ser a luta constante e organizada pela bola, onde o desregrado não tem vez. As táticas de jogo, por sua vez, foram aprimoradas de tal modo que apenas uma falha na movimentação coletiva pode causar desvantagem e perda do jogo na mediada em que ele se desenrola nos 90 minutos.

    Isso tudo fez com que os treinos se tornassem ainda mais “secretos” que antes, por assim dizer. Hoje, jornalista nenhum tem acesso a tais treinos nos grandes times da Europa e, aqui no Brasil, não está sendo diferente. Se o nosso reconhecido e emérito “encantador de serpente” aceitar até sexta-feira o que lhe foi proposto pela atual diretoria, corroborado pelo experiente e capaz Ricardo Rocha, então a rapaziada da mídia esportiva terá as informações de que precisa para fazer cada qual sua matéria mostrando o São Paulo de 2018 que começa a ser montado por Dorival Júnior. A imprensa tem que se acostumar… Agora é regra!

    Curtir

  2. Turminha do mimimi chata para . O caso cueva já foi bem explicado, mas quem nunca ao retornar das férias não pediu um dia a mais para curtir a família ? Eu sem dim dim no bolso e trabalhando na mesma cidade já bate uma preguiça. Imagina o cara no peru bolso cheio de dim dim e muitas Itaipavas na cabeça. O peruano é craque.

    Curtir

    • Ótimo que tenha explicado, obrigação dele. O cara ganha uma nota preta e o minimo que tem que ser é profissional independente de sua qualidade técnica.

      O atraso na reapresentação do jogo das eliminatórias foi muito mal explicado, mesmo com o time necessitando é muito da sua presença.

      Curtido por 1 pessoa

  3. Bruno Grossi‏@bruno_grossi

    Presidente do River Plate, Rodolfo D’Onofrio concede entrevista coletiva sobre a renovação com o técnico Marcello Gallardo e diz que enviará proposta formal por Prato “nas próximas horas”.

    Novos capítulos.

    Curtir

  4. Flamengo orientado pela departamento jurídico desistiu do Zeca, especula-se que seus empresários estão negociando o jogador com o Girona da Espanha, clube que pertence ao dono do Manchester City.

    Será que não rolaria uma troca com o Santos envolvendo o Junior Tavares, desembaçaria o imbróglio judicial sem que nenhuma das partes corresse algum risco.

    Curtir

  5. Futebol brasileiro perdendo o juízo, o Palmeiras/Crefisa pagando 800 mil, mais luva para os Lucas Lima, jogador preguiçoso, baladeiro, mimado, e ainda assinam por 4 anos.

    Curtir

  6. Bom a janela pra Europa começa agora, nosso elenco só vai fechar lá pra frente mesmo… Quanto ao Pratto seria lamentável perder esse jogador, tomara que fique…

    Curtir

  7. E, a exemplo de 2017, ficam dias e dias “confinados”, supostamente treinando, a portas fechadas, e, quando vão a campo, nada do que se vê, faz supor tenham havido os tais treinamentos… Lembram-se daquele vasto tempo disponível para treinos, antes do jogo contra o “Defensa e Justicia”?!… Pois é… Ainda que o mais “gritante”, este foi apenas um dos inúmeros exemplos… Ah!… Mas agora tem o Raí e o Ricardo Rocha… “Nossos problemas acabaram”… he, he…

    Curtir

Comente aqui, Tricolor!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s